Sábado

Cerca de 314 frases e pensamentos: Sábado

São 02:00 hs do sábado 27/05/2012 e estou a pensar em você meu amor, em suas duvidas que são naturais pelo fato de eu ter filhos e isto consumi parte do meu tempo, suas duvidas são naturais, mais penso que se você não acreditar em mim, todo esse amor que você sente por mim,não irá valer a pena, pois amor é confiar um no outro, é respeitar a diferença do de ambos.
Duvidas sempre vão existir, pois somos falhos e sujeitos a erros, mais vamos tentar limpar nossa mente para que possamos nos amar com mais clareza e ternura.
Amo o simples fato de saber que você existe em minha vida e espero te fazer muito feliz, pois espero que nosso amor perdure por muito tempo!

J u n i o r 3 7

Hoje era sábado e Choveu, quando cheguei em casa do serviço era um ótimo dia, não muito calor e não muito frio, perfeito. Estava com grandes esperança de sair da rotina dar uma volta conversar com os amigos, beber, fumar, comer, rir, usar do meu tempo sem pensar no tempo porque era sábado, só ia almoçar e adeus lar, quando chegou perto do meio dia, quando não esperava nada apenas almoçar e sair, as nuvens começaram a chorar, e senti um uma pisada nas minhas esperanças como se os meus compromissos tivessem sido esmagados, inundados, se afogado e sem muito o que fazer decidir esperar uma nova esperança, pois bem fiquei na expectativa até a noite chegar e com as nuvens a chorar chorei em meu lar.Como ser lembrado, você tem que lembrar, alguma vez alguém estava com tempo livre e sem ter o que fazer e perguntou para o mundo, porque ninguém lembra de mim, porque ninguém me liga ou me convida pra sair, por que as pessoas não lembram, ela só vai lembrar se você lembrar dela a velha história de toda ação tem uma reação e toda reação tem uma contra reação, mais até que ponto a pessoa não vai lembrar, amigos demoram até 1 semana, parentes até 1 ano, sua mãe e seus pais 1 dia, conhecidos caiem no esquecimentos e se lembram de você quando te verem, depende muitos do tipo de contato que você tem com o próximo.

Josué Eduardo Cassanego

A pior coisa em sair em um sábado é pensar em qual roupa usar em um sábado.

Mariana Godoy

Ultimamente dei dois "passa sábado" e fui crucificada, como se o fato de estar solteira significa namorar a qualquer custo, chutar a felicidade ou ser complicada. Isso me tira do sério, todo mundo sabe mais da sua vida do que você mesma. Aliás, você poderia tentar né? Sim poderia se quisesse e quando quisesse.

Arcise Câmara

Descanse o suficiente no sábado à noite, para que esteja alerta e esperançoso no domingo de manhã. “Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas” (1 Coríntios 6.12). Não estou prescrevendo uma lei. Estou dizendo que há usos da noite de sábado que estragam a adoração no domingo de manhã. Não se deixe dominar por tais usos. Sem o sono suficiente, nossa mente fica obtusa, nossas emoções são superficiais, nossa tendência à depressão se eleva, e o nosso pavio se encurta. Meu conselho: decida a que hora você se levantará no domingo, de modo que tenha tempo para se alimentar, vestir-se, orar e meditar na Palavra de Deus, preparar a família e dirigir-se à igreja. Antes de tudo
isso, calcule que você precisará de oito horas de sono e assegure-se de que estará na cama uns quinze minutos antes daquela hora. Leia a sua Bíblia na cama e durma com a Palavra de Deus na mente. Exorto os pais a ensinarem os filhos adolescentes que sábado à noite não é a ocasião para ficarem até tarde com os amigos. Se precisam de uma noite especial para ficarem juntos até tarde, façam isso na sexta-feira. É terrível ensinar aos filhos que a adoração é tão opcional, que não importa se você está exausto quando vem ao culto.

Pr. John Piper

‎''Percebi que estão medindo a quarda do sábado como se fosse,uma régua medindo um copo de água dentro de um Rio''

Luciano Costa

Manhã de sábado só parece com alegria, diversão,ótimas companhias; Mas pra que realmente seja assim o seu fim de semana, só depende de você.

Andrepontesdj

assim se passou.

naquela tarde de sabado,
tu para mim olhando
tão belo seus olhos
e, lindo seus lábios

assim se passou

por cada viragem minha,
um olhar seu
até pareci o próprio céu,
me senti Romeu
imaginei que a julieta
tu, o meu eu
e, eu, o teu eu.

cada sorriso,
cada palavra
pareciamos no paraiso
ou eu um campones,
em sua lavra.

assim se passou

o tempo foi passando,
a hora se esgotando
e, eu ia partindo
pouco-a-pouco
te deixando,
sem sorrisos
sem alegria
ia partindo
partindo para bem longe
longe de nós
e, de seus olhos.

passava tudo,
era tão lindo
perfeito e brilhante,
seus olhos lúziam
lúziam tanto como as estrelas.

assim se passou

o dia em que te conheci,
em si discerni a sabedoria
sabedoria do amor
amor de uma noite
que duraria por toda a vida.

perivaldo Rodrigues

Gurias que ficam em casa sábado a noite, tomando mate e ouvindo um vaneirão ou uma milonga conforme o coração.
Acreditem:
São pra casar!

Carlos Eduardo Back

Gurias que ficam em casa sábado a noite, tomando mate e ouvindo um vanerão ou uma milonga conforme o coração. Acreditem: São pra casar!

Carlos Eduardo Back

Hoje é sábado, amanhã é domingo
Segunda é feriado
Hoje é dia de farrear

Hoje é sábado, amanhã é domingo
O tempo começa a passar
Domingo é dia de descansar


Hoje é sábado, amanhã é domingo
Então começamos a nos preparar
Para a semana recomeçar.

Maria Miranda

Sábado

Eu só quero
prender o cabelo,
vestir meu pijama
-ficar com ele o dia inteiro-

Pensar o que quiser.
Realizar o que der.

Lembrar de você
a me minar.

Fazer o dia render
e a poesia rimar.

Sarah Magalhães

Um relacionamento de um vaqueiro é bem assim: Na sexta estão namorando, no sabádo já tão casados, no domingo estão brigando e na segunda separados.

Ernesto Leite

A Ressurreição de Jesus – Mateus 28.1-10

“1 No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
2 E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela.
3 o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve.
4 E de medo dele tremeram os guardas, e ficaram como mortos.
5 Mas o anjo disse às mulheres: Não temais vós; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
6 Não está aqui, porque ressurgiu, como ele disse. Vinde, vede o lugar onde jazia;
7 e ide depressa, e dizei aos seus discípulos que ressurgiu dos mortos; e eis que vai adiante de vós para a Galileia; ali o vereis. Eis que vo-lo tenho dito.
8 E, partindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos.
9 E eis que Jesus lhes veio ao encontro, dizendo: Salve. E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés, e o adoraram.
10 Então lhes disse Jesus: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão para a Galileia; ali me verão.”

O corpo de nosso Senhor ficou na sepultura cerca de 36 horas, porque foi sepultado na tarde da sexta feira, quando faltava cerca de 6 horas para começar um novo dia, ou seja, a partir das 24:00 horas.
Completadas estas 24:00 horas, nós temos as 6 horas restantes do início do terceiro dia, ou seja, correspondentes ao domingo, porque nosso Senhor ressuscitou no alvorecer deste dia. Somando portanto: 6 + 24 + 6 = 36. Temos assim um total de 36 horas.
O seu corpo não havia portanto entrado em decomposição, porque Ele perfeito que era, não poderia sofrer qualquer tipo de corrupção, conforme estava profetizado acerca disto:
“Pois não deixarás a minha alma no Seol, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.” (Sl 16.10)
O corpo de Jesus não conheceu a corrupção da morte porque segundo as Escrituras não seria deteriorado, não somente porque foi muito pequeno o espaço entre a Sua morte numa noite de sexta-feira, e a ressurreição na madrugada de domingo, quando ainda estava escuro, numa época em que fazia muito frio.
Independentemente disto, o Pai não permitiria que o corpo do Filho visse corrupção pela ação do Seu poder sobrenatural, porque segundo as Escrituras o corpo de Jesus seria mantido intacto durante o sono da morte.
Ele não tinha nenhuma corrupção e portanto não experimentaria qualquer corrupção, ainda que fosse no Seu corpo que foi moído na cruz, não por causa de algum pecado que Ele tivesse, mas por causa dos nossos próprios pecados.
Por isso a morte de Jesus foi pública para que todos vissem a vergonha e infâmia a que Ele foi exposto por causa de todos os pecadores.
Mas a Sua ressurreição foi em privado, sendo testemunhada apenas pelos Seus amigos, porque não fomos nós que demos ocasião àquela ressurreição, porque a morte não poderia jamais deter Aquele que é a fonte e o autor da própria vida.
Ainda hoje o poder maravilhoso da vida ressurrecta de Jesus é manifestado somente àqueles que têm intimidade com Ele.
Não é possível participar da plenitude da Sua ressurreição sem que sejamos verdadeiramente Seus amigos, pela consagração de nossas vidas a Ele, em obediência aos Seus mandamentos e vontade.
Foi portanto, pela providência divina, que Maria Madalena e outra Maria, que Marcos identifica como sendo Maria, mãe de Tiago, e que afirma que com estas também se encontrava Salomé (Mc 16.1) se dirigiram ao sepulcro naquela manhã do primeiro dia da semana, a saber, o domingo, para que fossem as primeiras testemunhas da ressurreição do Senhor.
Lucas registra que elas prepararam arômatas para ungirem o corpo de Jesus, mas que não foram ao túmulo no dia de sábado para não quebrarem o dia de descanso (Lc 23.56).
Houve um grande terremoto naquela madrugada de domingo, ao romper da aurora, porque um anjo do Senhor desceu do céu, e removeu a pedra do sepulcro e ficou assentado sobre ela, e o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve (v. 2,3).
Os sentinelas que guardavam o sepulcro tremeram de medo e ficaram como mortos (v. 4).
E o anjo disse às mulheres que Jesus havia ressuscitado e que o fossem proclamar aos Seus discípulos.
Muitas coisas ocorreram naquele domingo em que Jesus ressuscitou, tanto na terra quanto nos céus.
No relato paralelo do evangelho de João, desta passagem, nós lemos que, avisados que foram pelas mulheres, Pedro e João correram em direção ao sepulcro, sendo que João foi o primeiro a chegar e viu que os lençóis que envolviam o corpo de Jesus estavam no chão, mas não entrou no sepulcro.
Pedro que chegou depois dele deparou com a mesma cena, e também que o lenço que estava sobre a cabeça de Jesus não estava junto aos lençóis, mas enrolado num lugar à parte.
Depois disto, João entrou no sepulcro e viu e creu naquela hora que Ele havia de fato ressuscitado.
O Senhor havia deixado os lençóis e lenço que estava em Sua cabeça no sepulcro para ser uma evidência aos discípulos de que o seu corpo não havia sido roubado, uma vez que os ladrões certamente não teriam arrancado os lençóis e o turbante, e também não os deixariam no sepulcro, caso o corpo de Jesus tivesse sido roubado.
Jesus havia testificado diante de Simão, o fariseu, que o amor de Maria Madalena por Ele era muito grande, e que por isso os muitos pecados dela eram perdoados. E ela deu provas deste grande amor pelo Seu Senhor estando com Ele na Sua crucificação, como sendo também a primeira que foi visitar o Seu corpo no sepulcro, na madrugada de domingo, quando ainda estava escuro.
Ela foi a primeira a procurar o Senhor e assim ela foi também a primeira pessoa a quem Ele apareceu depois da Sua ressurreição.
Jesus faria uma visita aos seus discípulos na tarde daquele domingo da Sua ressurreição. Esta seria, na verdade, a primeira reunião da Igreja num dia de domingo, que passaria a ser agora o dia da semana do descanso, para a adoração de Deus, porque não seria mais apenas celebrado como criador do mundo, como era no dia de Sábado na Antiga Aliança, mas também como o Redentor, o Salvador do Seu povo, porque Jesus havia ressuscitado num domingo para tornar todos os filhos de Deus também participantes da Sua ressurreição.
Pedro apesar de ter negado ao Senhor por três vezes, há apenas dois dias atrás, foi o primeiro a entrar no sepulcro vazio, apesar de João ter chegado lá na sua frente.
João se sentiu encorajado a entrar somente depois que viu Pedro dentro do sepulcro.
João não teve a honra de entrar porque não recebeu graça, coragem e ousadia para fazê-lo.
Honra que o Senhor concedeu a Pedro, para principalmente começar a restaurá-lo e curá-lo da dor em sua consciência, por tê-lO negado.
Pedro começaria a aprender a grande lição que não devemos fazer a obra de Deus na nossa própria força e capacidade, porque sempre O negaremos, mas na força e na graça do Senhor que nos capacita em nossa fraqueza, tal como Pedro fora capacitado para correr ao sepulcro, e também para entrar nele e ser o primeiro a constatar com certeza que o corpo do Senhor não se encontrava de fato no seu interior.
Jesus havia falado várias vezes aos Seus discípulos que Ele ressuscitaria, mas eles não se aplicaram a dispor seus corações a crer nisto, e nem a confirmarem a promessa da Escritura a tal respeito, e por isso tiveram dificuldades, em princípio, para entender que Jesus havia ressuscitado.
De igual maneira, ainda hoje, quando não nos aplicamos a meditar e a crer em nosso coração sobre todas as promessas e verdades que existem na Palavra de Deus, e quando não conferimos em nossos corações as coisas que o Senhor nos tem falado, nós teremos dificuldades em reconhecer a obra que Ele está realizando em nosso meio, porque as coisas que Ele nos prometeu fazer foram às vezes proferidas num passado distante, e não tivemos zelo suficiente para reter Suas promessas em nossas mentes e corações.
Quando Pedro e João foram embora, Maria Madalena ainda permaneceu no jardim onde estava o sepulcro, e chorava desconsoladamente, e inclinando-se para ver o interior do sepulcro viu dois anjos vestidos de branco assentados onde estivera deitado o corpo de Jesus, provavelmente os mesmos anjos que haviam retirado a pedra que fechava o sepulcro, estando um à cabeceira, e outro aos pés, e eles lhes perguntaram porque estava chorando, e ela respondeu porque haviam levado o corpo do Senhor e não sabia onde o haviam colocado.
Mas logo que ela olhou para trás viu alguém, mas não sabia que era Jesus e Ele lhe fez a mesma pergunta que os anjos haviam feito e acrescentou a pergunta sobre quem ela estava buscando. Ela pensou que Jesus fosse o jardineiro e lhe pediu que lhe dissesse onde havia colocado o corpo que ela o levaria consigo.
Então o Senhor se revelou a ela chamando-a pelo seu nome. Ele poderia ter se revelado primeiro a Pedro e a João que eram Seus apóstolos, mas o Senhor não trabalha no Seu reino amarrado a hierarquias. Foi a ela que Jesus disse que estaria subindo naquela hora à presença do Pai e Deus, tanto dEle quanto deles, e que dissesse isto aos demais discípulos.
Tanto os anjos quanto Jesus perguntaram a Maria Madalena por que ela estava chorando. Afinal não havia motivo para ela chorar, mas para se alegrar.
Não há mais motivo para qualquer cristão chorar sem consolo e esperança, porque Jesus ressuscitou.
Se Maria soubesse disto ela não estaria chorando. A realidade não dava realmente motivo para choro mas para alegria. Mas o desconhecimento da realidade fez com que ela estivesse chorando por ter perdido a sua esperança.
Os cristãos devem estar bem seguros da vitória do Senhor deles sobre o pecado, a morte e o mundo, para que tenham sempre bom ânimo em suas aflições.
Mas mesmo quando nossa fé é pequena, quando nos sentimos fracos e desconsolados, tal como Maria, o Senhor nunca rejeitará um coração quebrantado, tal como Jesus demonstrou na maneira como procedeu em relação a ela.
Se o motivo do nosso choro for porque temos buscado a Cristo e não o temos achado, é certo que o acharemos porque Ele se manifestará a nós, tal como fizera com Maria.

Silvio Dutra

Sábado é dia de estudar? E Domingo?

Depende do que cada pessoa sonha para o futuro.
Imaginem um Concurso que ofereça 250 vagas e pague um salário aproximado de R$5000,00. Você deseja isso?
Provavelmente, muitos responderão que sim. O problema é que entre o querer e o conseguir existe um abismo. É aí que o aluno deve começar a traçar sua estratégia.
Hoje, após a aula no turno da manhã, um aluno veio me perguntar por que eu trabalho tanto. Amigos, essa foi a pergunta mais fácil de responder desde quando comecei a dar aula....."porque eu tenho um objetivo". Isso me dá força para iniciar o dia com alegria.
Às vezes, eu me pergunto o que faz um aluno não estudar todo tempo no qual estiver disponível. Certamente, é uma das coisas mais difíceis de entender..... Você aspira a um bom emprego, sonha com a estabilidade, pensa em dar um conforto para família.....todavia não quer estudar muuuuuuuito......é impossível ter sucesso dessa maneira.
Levante a mão quem aqui é Pagodeiro......Jogador de Futebol.....Filho de gente rica........mulher fruta......ou algo do tipo.
Como a galera que estuda para Concursos Públicos não tem esse perfil, é melhor começar logo a investir todos os sábados e domingos nos estudos.......pois ficará mais difícil amanhã do que é hoje.
Atenciosamente,

Deivid Xavier

Um excelente sábado a todos, por favor reflitam comigo...

Dizem que o tempo é nosso aliado... ele voa, não espera, nos controla, não perdoa, deixa marca, nos envelhece e quando chega a morte... ele desaparece.

Wall de Souza

Antes de mais nada fica estabelecido que ninguém vai tirar a preguiça do meu sábado.

Livia Araújo

O Sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Assim, o Filho do Homem até do sábado é Senhor.

Jesus Cristo Evangelho de Marcos

Está escrito:
Criei o mundo devagar, porém sábado trabalhei bastante pois domingo tem eleição.
Rovedo 22:5

Franco G. Rovedo

“Sábado me deu uma típica saudade sua. Me deu vontade de te ver sorrir.”
Pensou ele assim que a vira na mesma praça florida, no mesmo banco de sempre.
Logo ele que estava procurando sentido na vida só não podia imaginar que o encontraria naqueles olhos. Ah, que olhos. Estes que demonstram a reciprocidade pura, sem cobranças. Infinitos.
Infinito era quando ela o abraçava, como um pequeno segundo de num rápido instante. Em um campo imenso ladeado de amores perfeitos e multicores. Colheram flores, aspiraram seu perfume. Abraçaram o ar, a sinfonia. A sorte. Como não chamar aquilo de sonho? É algo novo que transporta, que eleva, que transcende a realidade, ultrapassando qualquer limite impessoal. É como querer alcançar as nuvens, subindo somente em um tijolo, desdenhando as escadas e o avião. Ela conseguiu atravessar o deserto gelado dele com a mesma facilidade o qual se fez de luz e coloriu os dias dela. Assentiram que existe um amanhã feito de incógnitas. E se estavam juntos no agora, por que não pensar nele como sendo algo bom e subjetivo? O presente tornara-se realmente um presente e o futuro uma dádiva de premissas incertas e reviravoltas. Ele culpava sempre o sorriso dela, assemelhava a primeira vez que a vira com um dia ensolarado de verão. Como o tempo transformou-a em seu melhor feriado, melhor dia de chuva, melhor ida aos sonhos, caminho mais curto aos céus. Ela era aquele cobertor quente que, ao enrolar-se por seu corpo, fazia-o esquecer seus problemas e aquecia o coração. Como se não bastasse nesses encontros, o céu tinha que sorrir também. O pôr do sol era um aviso de que a mais bela luminescência, aquela que não se finda, estava dentro de cada um, e que ambas em sintonia recriariam constelações. A sinfonia continuava e eles saíram por caminhos distintos rumo à realidade. Mas não importa, ainda há muito tempo pela frente. O banco fica na mesma praça. Que por sua vez fica na mesma rua. Rua esta onde ela mora.
“Namora comigo no portão da minha casa, fica e não vai embora nunca.”, pensou ela enquanto o via sumindo ao horizonte da rua 7.

Amanda Seguezzi