Sábado

Cerca de 255 frases e pensamentos: Sábado

"Vida de corretor é trabalhar em sabado, domingo e feriado, não ter carga horaria para cumprir e trabalhar muito mais do que se tivesse, não ter salario muito menos ferias remuneradas. É ter nervos de aço, coração blindado, serenidade, paciencia e auto-controle alem do limite, eliminar a palavra impossivel do vocabulario e se virar nos 30 para provar que tudo é possivel, é se alegrar por fazer parte das conquistas dos clientes.
Aquele que trabalha corretamente e que tem amor no que faz tira tudo isso de letra e ainda se diverte, pq vida de corretor tambem é divertida e muito boa.
É a profissão que muitos se metem, mas poucos aguentam pq ser corretor é muito mais que ficar sentadinho esperando cliente. Para ser corretor tem que ser FODA!"

Elizandra Arboit

Se tivermos de ser o peru?
por Edson Miranda Santos, sábado, 29 de Outubro de 2011 às 15:55
Às vezes pensamos que Deus tenta agir como o zoopsicanalista que tenta convencer o peru da sua importância para a festa do natal. Às vezes me flagro divagando sobre a situação de Jó, e dos outros Jo's da vida que não conseguiam entender a razão pela qual estavam sendo submetidos a uma situação tão constrangedora quando a sua consciência não o acusava de coisa alguma que viesse a justificar aquele momento, aquela situação.
Isaias 55.8,9,10,11 - Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.
Por não conhecermos a mente de Deus achamos os seus caminhos truncados, difíceis de serem entendidos e aceitos. É muito complicado aceitarmos, o sofrimento, a dor, o prostrar-se, principalmente de um ente querido, de um servo conhecidamente fiel, leal, comprometido com o reino em um leito de hospital, em casa vegetando, ou de súbito ser tomado de forma agressiva e catastrófica.
Nesse exato momento estamos vivenciando situação semelhante. Minha mãe, menina, mulher, irmã, esposa, mãe, amiga, serva dedicada, de vida cristã conhecidamente voltada para o reino, para a família, para o próximo, de repente se ver em um hospital sendo sirugiada de uma fratura no fêmur que por irresponsabilidade médica infeccionou e quase que perde a perna ou quem sabe poderia ter sido a vida. Sempre foi uma mulher muito ativa, nunca foi de esperar acontecer, sempre se adiantando aos fatos, deixando muita gente perplexa por saber-se do seu despreparo intelectual, hoje se encontra em um leito em casa com crises de demência senil, com algumas escaras enormes que nos deixam apreensivos, dependendo em tudo de todos.
A mente do homem reclama: Onde está o Deus justo e misericordioso, que atenta para o justo na sua justiça e para o injusto na sua injustiça se temos visto e contemplado ocasiões em que parece que a situação se inverte.
Por sermos excessivamente materialistas não conseguimos desenvolver em nós virtudes que nos foram prometidas, que teríamos, feitas pelo dono absoluto das virtudes; o próprio Deus, através de Jesus Cristo. Marcos 16.17,19 - E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus.
"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos."
Tentar alcançar ou acompanhar os pensamentos de Deus em uma linha de raciocínio humano, é como diz o poeta popular: é pegar o sol com a mão. Jeremias 29.11 - Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.
Como alcançar a linha de raciocínio de Deus se as turbulências da vida não nos dão tempo nem espaço para que possamos elaborar as ideias de forma tal que seja possível o mínimo de coerência? O trabalho pela sobrevivência nos rouba muito tempo. Não conseguimos sobreviver sem pão, sem roupas, sem chão, sem teto. O básico. Porém não se vive só do básico. Não seria vida; seria só sobrevivência. Deus não nos prometeu somente sobrevivência, mas vida e vida abundante, e isso implica em uma amplitude interpretativa imensa, sem precedentes. Como diz o poeta: "Bebida é água, comida é pasto. A gente não quer só bebida, a gente não quer só comida"...A gente quer ser Deus, não simplesmente ter um Deus. É muito limitado, é condicionar-se a uma posição de suplicante, de secundarista, onde o conseguir vai depender da postura de humilhação do adorador. Subserviência.
Como somos medíocres, como pensamos pequeno ante as promessas que nos são feitas, como se é tolo em querer ser a árvore quando podemos viver à sombra da mesma. O salmista diz: Salmo.91 -1 - Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Por que querer ser Deus se eu posso em Cristo ser um nele. João 17.21-Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.
1º Coríntios 2.9,10,11,12,13,14,15,16 - Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do SENHOR, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
Ser um em Cristo significa ser um em Deus. Se somos um em Cristo temos a mente de Cristo. Se temos a mente de Cristo podemos alcançar as coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, porque o amamos, e por isso somos um nEle, e a quem assim está é dado discernimento para os pensamentos de Deus que são revelados: na sua palavra, na sua obra, no desenrolar dos acontecimentos, em toda criação.
Quantas verdades em tão poucos escritos. Quanta pequenez para conseguirmos absorve-las e tornarmo-nos praticantes, desfrutarmos destas maravilhas. Não são só palavras consoladoras, são verdades alcançáveis, resultado de uma vida de intimidade com Deus, de um relacionamento intrínseco.
Alguém pode até perguntar: quem será esse super crente tão seguro que nunca passou nem acha que passará por momentos de desespero e que jamais questionou e nem questionará a Deus?
O mais frágil e mais ousado de todos os servos dEle, que quando se acha magoado diz-lhe abertamente que não está gostando e que se é o que Ele quer para mim, imponha a mim a sua vontade mesmo que eu esperneie e chore até que vencido pelo cansaço me renda. Sou chorão, sou arengueiro, sou implicante, sou insistente, sou osso duro de roer. Quem me conhece sabe! Mas Ele conhece a minha estrutura, sabe que eu sou pó (Salmos 103.14). Muitos deram as suas vidas para que este evangelho chegasse até nós. A muitos outros Deus permitiu, e até expôs a situações difíceis para que pelo seu exemplo de fé, de perseverança, de integridade e de ousadia tomássemos conhecimento da sua maravilhosa graça e, se formos mais atentos percebermos os milagres que Deus tem realizado em nossos dias, em nossa volta, em nossas vidas. E como instrumentos nas mãos de Deus não passamos de ferramentas do seu trabalho já que fomos redimidos, para remissão daqueles pelos quais Jesus Cristo morreu. Se tivermos que ser o peru?...

Edson Miranda dos Santos

Segunda....Terça....Quarta....Quinta....SextaSábadoDomingo.

Murillo Leal

A gente queria crescer, sonhávamos em almoçar em restaurantes, de segunda a sexta e descansar sábado. Em ter dinheiro para ir ao shopping, ao cinema, a shows. Queríamos ser independentes, livres e com vida própria. Ter um emprego legal, e uma vida estável.
E ai, a gente tem tudo isso agora, só ta falando aquela nossa promessa, de não nos separar, de continuarmos unidas pelo mesmo sentimento que nos aproximou. A amizade infelizmente hoje em dia, não faz mais parte da nossa realidade.

Lu Moraes Xavier

Como diz a canção: - Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite! Por isso, peço licença ao sol e peço que deixe a lua chegar para que eu possa ir.

Cristiane Maria Martins Galvão

No sábado eu não tenho horário pra nada só pra festar

Philipe Watfe

Sabado: Em Pé Sem Cair, Deitado Sem Durmir, Na Beira Da Tábua...

Calixto

A Ressurreição de Jesus – Mateus 28.1-10

“1 No fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
2 E eis que houvera um grande terremoto; pois um anjo do Senhor descera do céu e, chegando-se, removera a pedra e estava sentado sobre ela.
3 o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve.
4 E de medo dele tremeram os guardas, e ficaram como mortos.
5 Mas o anjo disse às mulheres: Não temais vós; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
6 Não está aqui, porque ressurgiu, como ele disse. Vinde, vede o lugar onde jazia;
7 e ide depressa, e dizei aos seus discípulos que ressurgiu dos mortos; e eis que vai adiante de vós para a Galileia; ali o vereis. Eis que vo-lo tenho dito.
8 E, partindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos.
9 E eis que Jesus lhes veio ao encontro, dizendo: Salve. E elas, aproximando-se, abraçaram-lhe os pés, e o adoraram.
10 Então lhes disse Jesus: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão para a Galileia; ali me verão.”

O corpo de nosso Senhor ficou na sepultura cerca de 36 horas, porque foi sepultado na tarde da sexta feira, quando faltava cerca de 6 horas para começar um novo dia, ou seja, a partir das 24:00 horas.
Completadas estas 24:00 horas, nós temos as 6 horas restantes do início do terceiro dia, ou seja, correspondentes ao domingo, porque nosso Senhor ressuscitou no alvorecer deste dia. Somando portanto: 6 + 24 + 6 = 36. Temos assim um total de 36 horas.
O seu corpo não havia portanto entrado em decomposição, porque Ele perfeito que era, não poderia sofrer qualquer tipo de corrupção, conforme estava profetizado acerca disto:
“Pois não deixarás a minha alma no Seol, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção.” (Sl 16.10)
O corpo de Jesus não conheceu a corrupção da morte porque segundo as Escrituras não seria deteriorado, não somente porque foi muito pequeno o espaço entre a Sua morte numa noite de sexta-feira, e a ressurreição na madrugada de domingo, quando ainda estava escuro, numa época em que fazia muito frio.
Independentemente disto, o Pai não permitiria que o corpo do Filho visse corrupção pela ação do Seu poder sobrenatural, porque segundo as Escrituras o corpo de Jesus seria mantido intacto durante o sono da morte.
Ele não tinha nenhuma corrupção e portanto não experimentaria qualquer corrupção, ainda que fosse no Seu corpo que foi moído na cruz, não por causa de algum pecado que Ele tivesse, mas por causa dos nossos próprios pecados.
Por isso a morte de Jesus foi pública para que todos vissem a vergonha e infâmia a que Ele foi exposto por causa de todos os pecadores.
Mas a Sua ressurreição foi em privado, sendo testemunhada apenas pelos Seus amigos, porque não fomos nós que demos ocasião àquela ressurreição, porque a morte não poderia jamais deter Aquele que é a fonte e o autor da própria vida.
Ainda hoje o poder maravilhoso da vida ressurrecta de Jesus é manifestado somente àqueles que têm intimidade com Ele.
Não é possível participar da plenitude da Sua ressurreição sem que sejamos verdadeiramente Seus amigos, pela consagração de nossas vidas a Ele, em obediência aos Seus mandamentos e vontade.
Foi portanto, pela providência divina, que Maria Madalena e outra Maria, que Marcos identifica como sendo Maria, mãe de Tiago, e que afirma que com estas também se encontrava Salomé (Mc 16.1) se dirigiram ao sepulcro naquela manhã do primeiro dia da semana, a saber, o domingo, para que fossem as primeiras testemunhas da ressurreição do Senhor.
Lucas registra que elas prepararam arômatas para ungirem o corpo de Jesus, mas que não foram ao túmulo no dia de sábado para não quebrarem o dia de descanso (Lc 23.56).
Houve um grande terremoto naquela madrugada de domingo, ao romper da aurora, porque um anjo do Senhor desceu do céu, e removeu a pedra do sepulcro e ficou assentado sobre ela, e o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como a neve (v. 2,3).
Os sentinelas que guardavam o sepulcro tremeram de medo e ficaram como mortos (v. 4).
E o anjo disse às mulheres que Jesus havia ressuscitado e que o fossem proclamar aos Seus discípulos.
Muitas coisas ocorreram naquele domingo em que Jesus ressuscitou, tanto na terra quanto nos céus.
No relato paralelo do evangelho de João, desta passagem, nós lemos que, avisados que foram pelas mulheres, Pedro e João correram em direção ao sepulcro, sendo que João foi o primeiro a chegar e viu que os lençóis que envolviam o corpo de Jesus estavam no chão, mas não entrou no sepulcro.
Pedro que chegou depois dele deparou com a mesma cena, e também que o lenço que estava sobre a cabeça de Jesus não estava junto aos lençóis, mas enrolado num lugar à parte.
Depois disto, João entrou no sepulcro e viu e creu naquela hora que Ele havia de fato ressuscitado.
O Senhor havia deixado os lençóis e lenço que estava em Sua cabeça no sepulcro para ser uma evidência aos discípulos de que o seu corpo não havia sido roubado, uma vez que os ladrões certamente não teriam arrancado os lençóis e o turbante, e também não os deixariam no sepulcro, caso o corpo de Jesus tivesse sido roubado.
Jesus havia testificado diante de Simão, o fariseu, que o amor de Maria Madalena por Ele era muito grande, e que por isso os muitos pecados dela eram perdoados. E ela deu provas deste grande amor pelo Seu Senhor estando com Ele na Sua crucificação, como sendo também a primeira que foi visitar o Seu corpo no sepulcro, na madrugada de domingo, quando ainda estava escuro.
Ela foi a primeira a procurar o Senhor e assim ela foi também a primeira pessoa a quem Ele apareceu depois da Sua ressurreição.
Jesus faria uma visita aos seus discípulos na tarde daquele domingo da Sua ressurreição. Esta seria, na verdade, a primeira reunião da Igreja num dia de domingo, que passaria a ser agora o dia da semana do descanso, para a adoração de Deus, porque não seria mais apenas celebrado como criador do mundo, como era no dia de Sábado na Antiga Aliança, mas também como o Redentor, o Salvador do Seu povo, porque Jesus havia ressuscitado num domingo para tornar todos os filhos de Deus também participantes da Sua ressurreição.
Pedro apesar de ter negado ao Senhor por três vezes, há apenas dois dias atrás, foi o primeiro a entrar no sepulcro vazio, apesar de João ter chegado lá na sua frente.
João se sentiu encorajado a entrar somente depois que viu Pedro dentro do sepulcro.
João não teve a honra de entrar porque não recebeu graça, coragem e ousadia para fazê-lo.
Honra que o Senhor concedeu a Pedro, para principalmente começar a restaurá-lo e curá-lo da dor em sua consciência, por tê-lO negado.
Pedro começaria a aprender a grande lição que não devemos fazer a obra de Deus na nossa própria força e capacidade, porque sempre O negaremos, mas na força e na graça do Senhor que nos capacita em nossa fraqueza, tal como Pedro fora capacitado para correr ao sepulcro, e também para entrar nele e ser o primeiro a constatar com certeza que o corpo do Senhor não se encontrava de fato no seu interior.
Jesus havia falado várias vezes aos Seus discípulos que Ele ressuscitaria, mas eles não se aplicaram a dispor seus corações a crer nisto, e nem a confirmarem a promessa da Escritura a tal respeito, e por isso tiveram dificuldades, em princípio, para entender que Jesus havia ressuscitado.
De igual maneira, ainda hoje, quando não nos aplicamos a meditar e a crer em nosso coração sobre todas as promessas e verdades que existem na Palavra de Deus, e quando não conferimos em nossos corações as coisas que o Senhor nos tem falado, nós teremos dificuldades em reconhecer a obra que Ele está realizando em nosso meio, porque as coisas que Ele nos prometeu fazer foram às vezes proferidas num passado distante, e não tivemos zelo suficiente para reter Suas promessas em nossas mentes e corações.
Quando Pedro e João foram embora, Maria Madalena ainda permaneceu no jardim onde estava o sepulcro, e chorava desconsoladamente, e inclinando-se para ver o interior do sepulcro viu dois anjos vestidos de branco assentados onde estivera deitado o corpo de Jesus, provavelmente os mesmos anjos que haviam retirado a pedra que fechava o sepulcro, estando um à cabeceira, e outro aos pés, e eles lhes perguntaram porque estava chorando, e ela respondeu porque haviam levado o corpo do Senhor e não sabia onde o haviam colocado.
Mas logo que ela olhou para trás viu alguém, mas não sabia que era Jesus e Ele lhe fez a mesma pergunta que os anjos haviam feito e acrescentou a pergunta sobre quem ela estava buscando. Ela pensou que Jesus fosse o jardineiro e lhe pediu que lhe dissesse onde havia colocado o corpo que ela o levaria consigo.
Então o Senhor se revelou a ela chamando-a pelo seu nome. Ele poderia ter se revelado primeiro a Pedro e a João que eram Seus apóstolos, mas o Senhor não trabalha no Seu reino amarrado a hierarquias. Foi a ela que Jesus disse que estaria subindo naquela hora à presença do Pai e Deus, tanto dEle quanto deles, e que dissesse isto aos demais discípulos.
Tanto os anjos quanto Jesus perguntaram a Maria Madalena por que ela estava chorando. Afinal não havia motivo para ela chorar, mas para se alegrar.
Não há mais motivo para qualquer cristão chorar sem consolo e esperança, porque Jesus ressuscitou.
Se Maria soubesse disto ela não estaria chorando. A realidade não dava realmente motivo para choro mas para alegria. Mas o desconhecimento da realidade fez com que ela estivesse chorando por ter perdido a sua esperança.
Os cristãos devem estar bem seguros da vitória do Senhor deles sobre o pecado, a morte e o mundo, para que tenham sempre bom ânimo em suas aflições.
Mas mesmo quando nossa fé é pequena, quando nos sentimos fracos e desconsolados, tal como Maria, o Senhor nunca rejeitará um coração quebrantado, tal como Jesus demonstrou na maneira como procedeu em relação a ela.
Se o motivo do nosso choro for porque temos buscado a Cristo e não o temos achado, é certo que o acharemos porque Ele se manifestará a nós, tal como fizera com Maria.

Silvio Dutra

O Sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Assim, o Filho do Homem até do sábado é Senhor.

Jesus Cristo Evangelho de Marcos

Acordei com um pensamento que ficou martelando minha cabeça durante horas o meu dia no sábado. Pensei na noite anterior e no quanto as coisas aconteceram de um jeito pra ninguém botar defeito. Era o encontro perfeito, eu estava me sentindo uma menina de novo, com aquele friozinho na barriga. Preocupação em como agir, o que falar, e principalmente, em curtir o momento. Não conseguia entender porque “deixei”, se é que deixei as coisas darem errado, quando tinha tudo pra dar tão certo. Na verdade, nem sei dizer o que aconteceu. Seria o encontro certo na hora errada? Ou o momento errado na hora certa? Não sei. Poderia ter sido certo por milhares de motivos, mas talvez, se não fosse interrompido ali no momento que foi, não existiria essa sensação de que tá faltando alguma coisa. Encontro digno de querer se repetir. Existem pecados que acho pecado pecar uma vez só, e você era um deles. Sem dúvidas. Sabe esses encontros que você conta pra amiga e brilha os olhos? Finalmente alguém que viesse e chegasse pra surpreender, e de fato, conseguiu. Aprovado com louvor em todas as escolhas e atitudes. Não consegui achar defeito. Papo leve, sorriso no rosto, com direito a trilha sonora. Não sei se vai existir terceira vez, e sinceramente, não me importo. O que tive me bastou e me deixou algo único, a sensação de ter conhecido alguém especial. Confesso que não foi o primeiro, nem vai ser o último, mas acredito que não exista nada melhor na vida do que me deparar com pessoas e momentos assim. Se o dia não terminou da melhor maneira ou se não terminou, deixo essa questão pro tempo resolver. E se me disserem que é tarde demais, não me importo. Combinamos assim, se for tarde demais, a gente aproveita a madrugada.

Carolline Vieira

21 Foram à cidade de Cafarnaum e, no sábado, Jesus entrou na sinagoga e começou a ensinar. 22 As pessoas ficavam admiradas com o seu ensinamento, porque Jesus ensinava como quem tem autoridade e não como os doutores da Lei.

23 Nesse momento, estava na sinagoga um homem possuído por um espírito mau, que começou a gritar: 24 «Que queres de nós, Jesus Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: tu és o Santo de Deus!» 25 Jesus ameaçou o espírito mau: «Cale-se, e saia dele!» 26 Então o espírito mau sacudiu o homem com violência, deu um grande grito e saiu dele. 27 Todos ficaram muito espantados e perguntavam uns aos outros: «O que é isso? Um ensinamento novo, dado com autoridade... Ele manda até nos espíritos maus e eles obedecem!» 28 E a fama de Jesus logo se espalhou por toda parte, em toda a redondeza da Galiléia.

( A ação demoníaca escraviza e aliena o homem, impedindo-o de pensar e de agir por si mesmo (por exemplo: ideologias, propagandas, estruturas, sistemas etc.): outros pensam e agem através dele. O primeiro milagre de Jesus é fazer o homem voltar à consciência e à liberdade. Só assim o homem pode segui-lo).

Marcos 1, 21-28

23 Num dia de sábado, Jesus estava passando por uns campos de trigo. Os discípulos iam abrindo caminho, e arrancando as espigas. 24 Então os fariseus perguntaram a Jesus: «Vê: por que os teus discípulos estão fazendo o que não é permitido em dia de sábado?» 25 Jesus perguntou aos fariseus: «Vocês nunca leram o que Davi e seus companheiros fizeram quando estavam passando necessidade e sentindo fome? 26 Davi entrou na casa de Deus, no tempo em que Abiatar era sumo sacerdote, comeu dos pães oferecidos a Deus e os deu também para os seus companheiros. No entanto só os sacerdotes podem comer desses pães.» 27 E Jesus acrescentou: «O sábado foi feito para servir ao homem, e não o homem para servir ao sábado. 28 Portanto, o Filho do Homem é senhor até mesmo do sábado.»

/O centro da obra de Deus é o homem, e cultuar a Deus é fazer o bem ao homem. Não se trata de estreitar ou alargar a lei do sábado, mas de dar sentido totalmente novo a todas as estruturas e leis que regem as relações entre os homens. Porque só é bom aquilo que faz o homem crescer e ter mais vida. Toda lei que oprime o homem é lei contra a própria vontade de Deus, e deve ser abolida./

Marcos 2, 23-28

sábado à noite tudo pode acontecer, inclusive nada

Olinda Oliveira

Sábado bucólico.
Solidão.
Preciso muito encontrar minha princesa pálida.
Ou alguma mucama de ébano...

Raniere Gonçalves

Puxa o tempo passa rápido mesmo.
O sábado passou, o domingo está indo, e será que antes que a fatídica segunda feira chegue você terá dito todos os eu te amo que havia desejado, dormido todo o sono esperado, vivido o final de semana sonhado?
Não? Tudo bem, a segunda pode não ser animadora mas dá realmente uma segunda chance para tentar tudo novamente.
Talvez esse seja o sentido da segunda feira!

Paula Manfredo

Os pecados do mundo podem lhe matar na sexta-feira, ignorar sua existência no sábado, mas quando for no domingo Deus vai levantar a sua vida.

Helgir Girodo

A opinião de certas pessoas pra mim é como assistir a reprise do ultimo capítulo da novela no sábado.

28/02/2013

Soraia Alves

Bordado de Deus I
A sexta
O sábado
O domingo..a segunda...a terça...
para desacertar...acertar...
o entendimento acompanha a luz da aurora
brilhando sempre até dia perfeito

Amelia Mari Passos

Oração de Sábado...

Bom Dia Amado Deus e obrigada por me conceder a graça de abrir meus olhos nessa manhã de sábado. Obrigada por ter velado meu sono e preparado o meu amanhecer. Toma-me em Teus braços e guia-me pelas veredas da vida, prepara-me um final de semana abençoado no seio da minha familia, regado a Paz, Harmonia, Serenidade e Amor. Dá-me sabedoria e discernimento para administrar qualquer situação que possa ameaçar a tranquilidade do meu dia e que sejam prósperas e frutiferas as próximas horas. Amém

Priscilla Rodighiero

Hoje é apenas sexta.
Uma sexta com cara de sábado.
Escruto as possibilidades quase inexistentes
de sair e ser feliz.
É preciso tentar.
Afinal nenhuma princesa pálida
baterá na minha porta perguntando por mim.
E mesmo as cervejas ficam destemperadas
na porta de qualquer geladeira.
Alçarei uma outra vez olhares caçadores
sobre a mesma manada.
Levarei comigo aquele sorriso emoldurado
para socorrer o acaso.
Ainda que nada ímpar aconteça
eu saberei se a chuva molhou a cidade...
E, então, poderei deixar que o álcool
afogue o meu tédio.

Raniere Gonçalves