Rimas Engraçadas

Cerca de 322 frases e pensamentos: Rimas Engraçadas

Acordei versos... sem necessidades das rimas... versos soltos e livres... tecido a base das palavras: harmonia, sentidos e intensidade...

Rosicleide David

Hoje sou como pássaro livre, desprendida das rimas
Descobrindo, redescobrindo
Inventando, reinventando...
Como um artista a desenhar um quadro,
Nesse momento eu me desenharia como um pássaro a voar em um céu ensolarado com pingos finos de chuva.

Rosicleide David

Cordel Umbilical

Unir as rimas ao papel
É o mesmo que uma gestação
Gerar com amor um cordel
Dar asas à criação
De letras, filhos, rimados
Criados com muito amor
Meninos nada mimados
Meninas com cheiro de flor

Leila Perci

Não Quero Ser Pobre?

Alma pobre.
Rimas pobres.
A vida é loteria?

Francismar Prestes Leal

A inspiração não me vem,
As palavras me faltam,
As rimas não se encaixam,
As frases não se formam,
Nessa inércia poética, o sono me toma...,
Só me resta dormir e sonhar,
Quem sabe a poesia venha nos meus sonhos,
Quem sabe ela venha me acordar...

Kondolito

Simplesmente Louco

Minhas rimas sem sentido
Incógnitas sem solução
Já tentei te definir em mil versos
Palavras repetidas em vão
Uma máxima exclusivamente única
De se definir algo imensurável
E essa sede de descobrir
Como nas linguagens dos poetas insanos
Quase beirando a loucura
De uma intensa satisfação indecifrável
Isso me parece saudável ?
Acho que enlouqueci
Estou louco, simplesmente louco.
De amor por você

Newtton Souza

Escrever ainda é o modo de libertar minha dor.

Não espere encontrar rimas e métricas perfeitas...
O que você vai achar e escutar...
É a minha alma.

Carla

Carla Monteiro

"Todo sonhador é poeta, pois faz dos sonhos rimas de amor."

Érick Ramos

Os olhinhos pequenos apareciam pelo o canto da porta, tão engraçadinha, cheia de rimas, sorria e dizia amor em voz alta, contava até três pensando de vez no teu português. Soltava os cabelos pelo ar, sem se importar, os penteava e ria, ria com gosto cheia de dizeres, sem graça batia as palmas, sonhava e gritava, entre segundos ou milésimos, não sabia o tempo certo, nem se importava, estava livre, leve, solta, jogava-se pelo vento, "anda bonito e tem um brilho no olhar", engasgou-se em risos. Vinha e ia, para lá, para cá, tão indecisa, nunca sabia o que queria, uma hora ria e ria outra não se podia entender "engraçadinha e complicada" pensou ela mais uma vez. E quando as palavras iam se esvaziando de sentidos, os contos, as poesias e os poemas cheios de ritmos, tudo ali incompleto diante dos teus olhos, tava faltando graça, tava faltando amor, escreveu pela tarde toda, chorou algumas vezes, mas escreveu, tão simplista e maravilhoso. Choveu forte nas palavras, os sentimentos a deixavam assim, era tão doce como mel e tão amarga ao mesmo tempo, sua acidez dissolvia as tuas dores mais impertinentes. Cheia de prosas e encantamentos, tentou e rimou mais uma vez, levou, beijou e amou. Entendeu, compreendeu, sofreu, escreveu e pela 4º vez no dia sorriu mais uma vez.

Layara Sarti

Essas são as minhas horas de chorar letras, de encharcar o meu redor com frases, verbos e rimas só pra chamar atenção. De resgatar o que eu absorvi e que embolorou, tirar as manchas esverdeadas e me preparar pra uma nova congestão, vomitar e comer o que saiu inteiro, respirar a fumaça que saiu em pânico do meu cérebro em pane.

Leandrah Caramori

... meras palavras sem nexo nem importancia,
inúteis?
Frases confusas, rimas dissonantes.
"História sem pé nem cabeça", sem título, sem roteiro.
Um curta infinito, figuras de linguagem primárias.
Poemas rotos e anônimos, e alheios...
( meras palavras de coração e alma).

Lupus Blanck

ROMÂNTICOS

Houve um tempo em que os poetas,
Ardiam de amor.
Catavam silenciosos, rimas,
Deliravam em febre e iam solitários,
Tudo em nome de qualquer amor.
Alguns escreviam deitados, e tomavam chá
De hora em hora, enquanto a amada chora,
Por desespero, por não amar,
Por não deixar-se amar.
A repulsiva sorte do pobre, a morte,
Ironicamente os inspiravam a falar de sorte.
Houve um tempo, tempo de delírios,
Dos moços, das tabernas infiltradas,
Das chuvas em mormaços,
De uma dor devastadora, que doía,
Uma dor que não suplantava
As mágoas do poeta em não ser amado.
Será que estar por vir esse mandamento,
Em que a poesia pede esse andamento,
Em vez de externar sua beleza, pureza,
Fica nas tranqueiras, no mal pensamento,
Viver só com a morte ao lado,
Morrer com a amada distante
Com a cama repleta de papéis cruzados,
De obras rimadas, de um corpo finado.
naenorocha

Naeno Rocha

Não é só um conjunto de rimas...
A poesia quer transmitir sentimentos...
Uma lembrança qualquer de um momento
Especial que ficará em quem o retém
Para sempre petrificado.
Como quando eu te vi a primeira vez,
Chegando com aquelas borboletas todas,
Como se fosses a flor mais doce do mundo...
Depois vi que é essa mesmo a verdade...
Você sorriu, e eu descobri como sorriem os anjos de Deus...
Nós nos cumprimentamos,
Eu lhe dei boas vindas...
Mal sabia que eu estava te dando boas vindas à minha vida...
Espere...
Em que momento exatamente eu me liguei
Que eras tudo que eu queria?
Não sei, no primeiro segundo, um minuto depois... Talvez...
Você veio como vem as eras, pra abafar com tua permanência
Uma geração inteira... Quer dizer, eu, eu mesmo...
Fique, fique mais, não te vás embora, nunca, nunca mais...
Que, tardiamente, eu percebi criatura com cintura,
Que mais que tudo, eu te amo, eu te quero...

Gooldemberg Saraiva

E madrugada, sem sono,o silencio me inspira, palavras misturam, se cruzam,
se completam nas rimas dos poemas que nao falam de amor, e muito menos de solidão.
Pensamentos mudos, palavras caladas , se definem em apenas SILENCIO!

Eliane Rosa

Dane-se os versos, as rimas, todos os poemas, escreva da sua maneira quando for pra mim, descreva o que sente, faz palavras do seu amor, quero você poeta que só declara em letras pra mim, porque de olhar e atitudes, quem te vê, já sabe disso tudo.

Gabriela Stacul

O poeta posta a poesia nos corações e o efeito poético
é sempre o contentamento das rimas de quem as aprecia.

Helgir Girodo

Escrevo estas mal traçadas linhas, cheias de versos e rimas para selar o encontro de você e eu. Suprida dos mais diversos desejos, cravados pelos seus singelos beijos e montados no prazer. Quem és senão o que me tira o sono, me arrepia o corpo e me atinge a alma; quem és senão a cura da amargura, a voz que sussurra as doces melodias de amor.

Carolina Sobral

Quando sabemos que o candidato é inepto? Quando ele usa seus poucos segundos na TV com rimas e cantigas capengas.

Camila Bill