Pensamentos Mais Recentes

Observação: O conteúdo deste texto é uma revelação que ocorreu em tempo passado entre o povo hebraico.


IÁ ( אני ) IESÚS ( ישוע )

" IESÚS : Eu, IESÚS ( ישוע ) ( O MESSIAS E SALVADOR ) , vim em nome do meu pai espiritual IÁ ( אני ) ( EU SOU ) , IÁ ( אני ) é o: SOBERANO, GESTÃO, O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA que está comigo e nos céus (infinitos), o Altíssimo;
Quem tem olhos, veja;
Quem tem ouvidos, ouça;
Quem escolhe a verdade para seguir, escuta a verdade;
Que vós conheçais a verdade e permaneçais na verdade, e a verdade vos libertará das vossas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e da condição mortal. "


ENSINO SOBRE AS EXISTÊNCIAS DE ESPÍRITOS (VIDAS)


Brasil


Índice


I – Prefácio

II – As Existências de Espíritos (Vidas)
O Comportamento
O Pensamento e o Sentimento

III – A Verdade da Procedência dos Espíritos (das Vidas)

IV - Consideração

V - Conclusão



I
Prefácio


Este texto é o resultado de vários pensamentos e sentimentos durante anos. O objetivo, através de frases, é: auxiliar o ensino referente à verdade da única existência própria e infinita, o espírito autoprocedente denominado IÁ ( אני ) ( EU SOU ) , IÁ ( אני ) é o: SOBERANO, GESTÃO, O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA que está nos céus (infinitos) e sobre toda existência, o Altíssimo, o único verdadeiro pai nosso espiritual e do seu primeiro filho denominado IESÚS ( ישוע ) ( O MESSIAS E SALVADOR ) , a presença do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) em uma única forma humana entre os humanos, o Messias e irmão nosso, o Salvador do Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e do mundo da geração perversa; informar sobre o começo dos nascimentos ou das incorporações dos espíritos (das vidas) em fecundações materiais ou em corpos carnais ou em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito), o lugar, o comportamento e a morte ou a desincorporação dos espíritos incorporados em condições mortais ou o retorno dos espíritos (das vidas) ao céu (infinito), e para o leitor por meio de reflexão: contentar-se apesar de descendido do céu (infinito) o espírito (a vida) que incorporou-se em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito); não se desesperar por acontecer desordem entre os humanos e por morrer ou desincorporar o espírito (a vida) de uma condição mortal ou retornar o espírito (a vida) ao céu (infinito); melhorar o próprio comportamento e viver bem. Cada frase aqui compreendida foi repensada e modificada muitas vezes para apresentar uma clara interpretação da verdade do seu significado. Algumas frases apresentadas são respostas das seguintes perguntas: O que é mortal, e morte ou morrer? ; Nascer ou incorporar-se cada espírito (vida) em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) e morrer ou desincorporar-se dessa condição, corresponde ao quê? ; Qual é o sentido ou caminho de cada espírito (vida)? ; Qual é a verdadeira religião, ou a chave dos grandes mistérios?


II
As Existências de Espíritos (Vidas)


1- As existências de espíritos (vidas) são substâncias incorpóreas procedentes e propriedades da única existência própria e infinita, o espírito autoprocedente denominado IÁ ( אני ) , o criador vivo dos céus (infinitos), universo debaixo do céu (infinito) e espíritos que entre os quais estão os que animam toda carne, conforme ensinou e provou o seu primeiro filho denominado IESÚS ( ישוע ) , a presença do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) em uma única forma humana entre os humanos, o Messias e irmão nosso, o Salvador do Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e do mundo da geração perversa, a alguns humanos de espíritos nascidos ou incorporados em fecundações materiais ou em corpos carnais ou em condições mortais no planeta Terra entre o universo debaixo do céu (infinito).

2- Mortal é a fecundação material ou o corpo carnal ou a condição mortal onde nasce ou incorpora-se cada espírito para viver transitório nessa condição no universo debaixo do céu (infinito) conforme a consequência do seu comportamento, e morte ou morrer é a desincorporação de cada espírito incorporado em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) ou o retorno de cada espírito (vida) ao céu (infinito).

3- As existências de espíritos (vidas) não se iniciam a partir dos seus nascimentos ou das suas incorporações em fecundações materiais ou em corpos carnais ou em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito) e não se acabam a partir das suas mortes ou das suas desincorporações de tais condições porque são substâncias incorpóreas, mas é finito o número de espíritos (vidas) que descendem da eternidade ou da luz ou do céu (infinito) para nascerem ou incorporarem-se em diferentes condições no universo debaixo do céu (infinito), conforme o Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) dos exércitos (das forças) ensinou e provou a alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra entre o universo debaixo do céu (infinito).

4- Nascer ou incorporar-se cada espírito (vida) em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) corresponde ao começo de sua vivência nessa condição e morrer ou desincorporar-se, ao término de sua vivência em tal condição e não de sua existência porque as existências de espíritos (vidas) são substâncias incorpóreas.

5- Adam e Hava (Rava) em tempo passado foram as primeiras existências de humanos constituídos de terra, ar e espíritos, cujos espíritos descenderam do céu (infinito) e nasceram ou incorporaram-se em condições mortais no planeta Terra entre o universo debaixo do céu (infinito) porque desobedeceram à instrução do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) no Paraíso do céu (infinito) onde viviam nascidos ou incorporados em diferentes condições.

6- Após os humanos Adam e Hava (Rava) de espíritos (vidas) que descenderam do Paraíso do céu (infinito), alguns espíritos descendem do céu (infinito) e predestinados a nascerem ou a incorporarem-se em fecundações materiais ou em corpos carnais ou em condições mortais provocados por humanos de espíritos nascidos ou incorporados em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito), e a morrerem ou a desincorporarem-se das condições mortais onde se incorporaram ou a retornarem ao céu (infinito) porque, após a desobediência de Adam e Hava (Rava) no Paraíso do céu (infinito), o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) não permite as criaturas humanas continuarem a viver no céu (infinito) por obrigação e sim por livre escolha destas criaturas no tempo de suas vivências em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito).

7- Cada humano de espírito incorporado em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) está sujeito à tentação do bom, ou do mau comportamento e da própria ambição, mas através da sua escolha de comportar-se pode mudar o próprio comportamento e não se comportar diferente do ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência.

8- O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) por seu tamanho e conhecimento absolutos sabe e vê o que sente e sentirá o sentido de cada sua criatura ou sua dependente existência para ser existência.

O Comportamento

9- O comportamento de cada humano é o seu sentido ou caminho para viver em diversas consequências, e antes de acontecer a consumação do comportamento de cada humano entre os semelhantes é conhecido e visto pelo pai nosso espiritual IÁ ( אני ) porque o seu tamanho e conhecimento são absolutos; portanto o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é o único que conhece e vê a consumação do comportamento de cada humano antes de acontecer entre os semelhantes.

10- Cada comportamento de um humano corresponde a uma consequência para si mesmo, conforme a instrução do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; portanto ninguém por si mesmo faz o que não quer para o semelhante, nem será feito para si mesmo o que não corresponde a consequência do seu comportamento durante a sua convivência com os semelhantes no universo debaixo do céu (infinito).

11- O pensar, sentir, acreditar, saber, ignorar e o satisfazer do comportamento de cada humano, a consequência acontece com este humano, ou a vivência de qualquer humano diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) é conforme a consequência do próprio comportamento; portanto ninguém com o próprio comportamento é bom, ou mau apenas para os semelhantes, mas, simultaneamente, para si mesmo.

12- Cada humano pode através da sua escolha de comportar-se: viver na consequência esperada; melhorar o próprio comportamento; viver bem conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; contentar-se apesar de descendido do céu (infinito) o espírito (a vida) que nasceu ou incorporou-se em uma condição mortal para viver transitório nesta condição no universo debaixo do céu (infinito) conforme a consequência do próprio comportamento; não se desesperar por circunstância prejudicial à condição mortal onde está incorporado o espírito (a vida), e por acontecer desordem entre os humanos, e por morrer ou desincorporar o espírito da condição mortal onde está incorporado ou retornar o espírito (a vida) ao céu (infinito).

13- Nascer ou incorporar-se novamente em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) pode ser a consequência do comportamento de qualquer espírito (vida) para melhorar o próprio comportamento conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; portanto qualquer espírito pode ser nascido ou incorporado novamente em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito).

14- Cada humano está melhorando o próprio comportamento quando:
Não atender a tentação do mau comportamento;
Comportar-se igual aos inocentes, mas considerando a sabedoria conseguida através do ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , e não se comportar diferente dessa sabedoria.

15- O corpo carnal ou a condição mortal onde está incorporado qualquer espírito (vida) no universo debaixo do céu (infinito) é sujeito a modificar-se conforme as consequências dessa condição e do comportamento desse espírito (dessa vida).

16- Cada espírito incorporado em um corpo carnal ou em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) comparado com os semelhantes tem diferença entre os corpos carnais e referente ao desenvolvimento do próprio comportamento em sabedoria.

17- Cada humano pode influenciar ou tentar os semelhantes nas suas escolhas de comportarem, mas não mudar seus comportamentos porque apenas estes podem mudar.

18- Acontece em cada humano a consequência do próprio comportamento por aceitar, ou não, o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência.

19- O bom comportamento de cada humano, não é conhecido através dos seus bens materiais, mas do seu sentimento conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; portanto através dos bens materiais de cada humano, não é conhecido o seu bom comportamento, mas o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , por seu tamanho e conhecimento absolutos, sabe e vê o que sente e sentirá o sentido de cada sua criatura ou sua dependente existência para ser existência.

O Pensamento e o Sentimento

20- O pensamento e o sentimento de cada humano funcionam conforme o comportamento deste humano e estão diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) porque o seu tamanho e conhecimento são absolutos.

21- Cada humano por si mesmo, não sabe o que pensa, ou sente cada semelhante, mas acontece com este a consequência do próprio comportamento.

22- Aos humanos com seus pensamentos e sentimentos é permitido saber: A prova da existência do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) foi testemunhado por alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra; A verdadeira pronúncia IÁ ( אני ) do nome do pai nosso espiritual foi revelado pelo próprio pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , do qual procedem e são propriedades todas as outras existências; portanto a existência de cada espírito (vida) é procedente e propriedade do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) .

23- Aos humanos com seus pensamentos e sentimentos é permitido reconhecer: Bendita e santificada é a pronúncia IESÚS ( ישוע ) do nome do Messias e irmão nosso conforme a pronúncia IÁ ( אני ) do nome do seu pai e pai nosso espiritual.

24- A verdadeira religião, ou a chave dos grandes mistérios, não é associação religiosa, ou igreja, mas o sentimento conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência.

25- O sentimento de cada humano é a verdade e o testemunho perpétuo do comportamento desse humano e não os semelhantes que apresentam testemunho ou conceito referente ao comportamento de cada humano.

26- Os humanos de espíritos incorporados em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito) conseguem ter certeza através do acreditar e não pela ciência referente a presença do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ou do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, em qualquer espaço.

27- Não aconteceram os surgimentos de outras existências, ou nada do que foi feito seria feito sem a Vontade da existência do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) conforme ensinou e provou o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, a alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra.


III
A Verdade da Procedência dos Espíritos (das Vidas)


28- O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é: a única existência própria e infinita; um ser vivo por si mesmo desde sempre e para sempre, consciente de si mesmo; absoluto em seu tamanho, conhecimento e em sua força; o único que para si mesmo não existe impossível; o Altíssimo, o criador por si mesmo de suas criaturas ou suas dependentes existências para serem existências; ciente, presente e diante do que sente e sentirá o sentido de cada sua criatura; o todo poderoso, o essencial, o suporte, a atividade e a proteção da sua existência própria e infinita para ser, existir, viver e fazer acontecer conforme a sua Vontade; o que é (a única existência própria e infinita); quem determina a lei de todas as suas criaturas; a verdade da procedência dos espíritos (das vidas) conforme ensinou e provou o seu primeiro filho denominado IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, quem, por Vontade do seu pai espiritual IÁ ( אני ) e pai nosso, presenciou a criação de todas as dependentes existências do seu pai espiritual IÁ ( אני ) e pai nosso para existirem, o único caminho para o ser humano de espírito nascido ou incorporado em fecundação material ou em corpo carnal ou em condição mortal nascer novamente em espírito (vida) porque assim é a Vontade do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , e do céu (infinito) descendeu predestinado a nascer ou a incorporar-se em uma fecundação material ou em um corpo carnal ou em uma condição mortal provocado pelo seu pai espiritual IÁ ( אני ) e pai nosso por seu tamanho, conhecimento e força serem absolutos, em um corpo carnal ou em uma condição mortal de uma humana denominada Míriam no planeta Terra entre o universo debaixo do céu (infinito); portanto o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, são as referências de quem ensina a verdade da procedência dos céus (infinitos), universo debaixo do céu (infinito) e espíritos que entre os quais estão os que animam toda carne.


IV
Consideração


29- Quem costuma a estudar, acostuma-se com o que estuda;
Quem melhora o comportamento, viverá bem no céu (infinito);
Quem procura, encontra;
Quem perdoa, é perdoado;
Quem anda em espírito (vida) não se deixa realizar pela cobiça;
O ato sexual é uma das necessidades de alguns corpos carnais ou de algumas condições mortais onde estão incorporados alguns espíritos no universo debaixo do céu (infinito);
O amor é transitório se amar o que é transitório;
O amor é eterno se amar o que é eterno;
Os bons comportamentos são necessidades dos humanos para viverem bem e afastarem-se dos maus comportamentos;
Os espíritos que morreram ou desincorporaram-se de condições mortais no universo debaixo do céu (infinito) estão incorporados em diferentes condições no céu (infinito);
Acostumar acontece através do comportamento; reconhecer, através do conhecido; descobrir, através do descoberto; aprender, através do aprendido.

30- Cada humano em tempo passado não era igual ao que é em tempo presente, e no tempo futuro será a consequência do que é em tempo presente; portanto o tempo passado não mais pertence a cada humano em tempo presente.

31- É transitória a vivência humana em uma condição mortal entre o universo debaixo do céu (infinito), mas é eterno ser uma das criaturas do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; portanto é transitório o que cada humano faz de si mesmo vivendo entre o universo debaixo do céu (infinito).

32- Os humanos vivendo em condições mortais entre o universo debaixo do céu (infinito), não cobicem as situações dos semelhantes porque cada um está em uma diferente missão e receberá as consequências dos seus atos diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) .

33- A ciência é derivada e consequência da crença; portanto a ciência não existe sem a crença porque desta é derivada e consequência.

34- O essencial do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é a sua existência própria e infinita conforme o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) ensinou e provou a alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra, e assim, para a consciência do Homem, deixa de ser mistério o saber referente ao essencial do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) .

35- Ensina a verdade da procedência dos espíritos (das vidas) cada mensagem ou provérbio conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) que ensinou, afirmou e provou a alguns humanos: O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) vive por si mesmo, é absoluto, altíssimo, sem início e sem fim, tem consciência de si mesmo, força, tamanho e conhecimento absolutos, o único que para si mesmo não existe impossível, revela e mostra quem é a si mesmo e as suas criaturas ou suas dependentes existências para serem existências, seu nome para sempre é IÁ ( אני ) e é assim que o invocarão de geração em geração, sabe e vê o que sente e sentirá o sentido de cada sua criatura porque tudo está diante dele, por sua Vontade origina força consciente e inconsciente, todas as suas criaturas em condições independentes, ou não, de comportarem-se, toda sua criatura foi surgida dele e sem a sua Vontade nada do que foi feito seria feito, por sua Vontade todas as suas criaturas não existiam e foram criadas, o nome do seu primeiro filho é IESÚS ( ישוע ) que presenciou a criação dos céus (infinitos), universo debaixo do céu (infinito) e espíritos (vidas), e todo espaço pertence ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , e não existe vácuo porque do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) está ocupado, simultaneamente, visível, invisível, inatingível, insondável e absoluto, tudo está diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : o comportamento, o pensamento e o sentimento de cada sua criatura, e cada uma receberá as consequências dos seus atos.


V
Conclusão


1- O único caminho para o ser humano de espírito nascido ou incorporado em fecundação material ou em corpo carnal ou em condição mortal nascer novamente em espírito (vida) é acreditar no ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência, e comportar-se conforme este ensino porque assim é a Vontade do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) .

2- Associação religiosa, ou igreja, não salva os humanos das suas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e os espíritos (as vidas) de nascerem ou incorporarem-se novamente em fecundações materiais ou em corpos carnais ou em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito), e não melhora os comportamentos desses espíritos (dessas vidas) porque a verdadeira religião, ou a chave dos grandes mistérios é o sentimento conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência.

3- As existências de espíritos (vidas) são substâncias incorpóreas procedentes e propriedades do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , e finito o número de espíritos (vidas) que descendem do céu (infinito) predestinados a nascerem ou a incorporarem-se em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito) e a morrerem ou a desincorporarem-se das condições mortais onde se incorporaram ou a retornarem ao céu (infinito).

4- Cada humano, não tem dificuldade de acreditar nas mentiras ou nos enganos divulgados através dos semelhantes, mas na verdade dos ensinos do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , apesar de várias provas realizadas.

5- O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é quem determina a lei de todas as suas criaturas ou suas dependentes existências para serem existências; portanto o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é o único que pode intervir na lei de todas as suas criaturas, ou realizar milagres.

6- Cada humano de espírito incorporado em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) pertence à família procedente do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e merece está onde está porque, se perceber, ou não, vai cumprindo o seu destino conforme a consequência do próprio comportamento.

7- O Homem e todas as outras existências não são criaturas de deuses que o Homem faz, mas do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) conforme foi ensinado e provado pelo seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso.

8- O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é justo, santo, atencioso, bom e o seu amor é para sempre. Lembre-se do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso. Benditas e santificadas são as pronúncias IÁ ( אני ) e IESÚS ( ישוע ) dos nomes do pai nosso espiritual e do seu primeiro filho, respectivamente, que foram revelados pelo próprio pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e não pelo Homem.

9- O todo poderoso é o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) que apenas necessita de si próprio para ser, existir, viver e fazer acontecer conforme a sua Vontade, assim foi ensinado e provado através do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, o Salvador do Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e do mundo da geração perversa, a alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra.

10- Os humanos de espíritos incorporados em condições mortais no universo debaixo do céu (infinito) estão sujeitos a satisfazerem às necessidades de tais condições e precisam comportar-se conforme o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) : Cada humano amar aos semelhantes e ao pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sobre toda existência; portanto o ensino do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) aos humanos é a nova aliança do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) entre os humanos para salvarem-se das suas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e das condições mortais onde os espíritos (as vidas) nasceram ou incorporaram-se.

11- O acontecimento do nascimento ou da incorporação do Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) e filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) em uma fecundação material ou em um corpo carnal ou em uma condição mortal no universo debaixo do céu (infinito) foi para ensinar e provar a verdade da sua procedência e de todas as outras existências a alguns humanos de espíritos incorporados em condições mortais no planeta Terra, e para salvar o Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e o mundo da geração perversa; no último dia do tempo o mesmo Messias e irmão nosso IESÚS ( ישוע ) chegará novamente ao universo debaixo do céu (infinito) conforme a sua subida ao céu (infinito) em tempo passado e em nome do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , e nesse dia quem evocar a pronúncia IESÚS ( ישוע ) do nome do Messias e irmão nosso para solicitar o perdão das suas dívidas dos pecados realizados e a sua salvação da geração perversa, do engano e da condição mortal onde nasceu ou incorporou-se o espírito (a vida), será perdoado e salvo.

12- IÁ ( אני ) é o nome glorioso do pai nosso espiritual e IESÚS ( ישוע ) , o nome glorioso do seu primeiro filho, o Messias e irmão nosso, por onde nós, os humanos, debaixo do céu (infinito) devamos ser salvos das nossas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e da condição mortal, e por nenhum outro nome dado a conhecer.



Os dez preceitos da Vontade do Espírito Santo do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) para o bem-viver e a liberdade da sua criatura humana:

1º- Não terás outros deuses diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ;

2º- Não farás ídolos ou deuses e suas imagens esculpidas para ti, e não te prostrarás diante desses deuses nem os servirás;

3°- Não pronunciarás o nome do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) em prova de falsidade porque o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) não deixa impune aquele que pronuncia o seu nome em favor do erro;

4º- Trabalharás durante seis dias e no sétimo dia guardarás para repouso;

5º- Honra teu pai e tua mãe, para que os teus dias prolonguem-se e tudo corra bem na terra que o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) te dá;

6º- Não matarás;

7º- Não realizarás adultério;

8º- Não roubarás;

9º- Não apresentarás falso testemunho contra o teu semelhante;

10º- Não cobiçarás a casa, a mulher, o campo nem coisa alguma que pertence ao teu semelhante.


1ª) Observação: Do 1º ao 4º preceitos nos ensinam de que forma devemos conviver com o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ;
Do 5º ao 10º preceitos nos ensinam de que forma devemos conviver com os humanos.

2ª) Observação: A verdadeira liberdade da humanidade é realizada através dos seus atos conforme os dez preceitos da Vontade do Espírito Santo do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) .

3ª) Observação: Obedecer e não desobedecer os dez preceitos da Vontade do Espírito Santo do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , eis a Sabedoria e a Inteligência, respectivamente.


O Sinal da Cruz

O sinal da cruz é realizado por cada humano para começar a falar com o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso:
Em nome do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ;
Do vosso primeiro filho IESÚS ( ישוע ) ;
E do vosso Espírito Santo.

Oração ao Pai Nosso Espiritual IÁ ( אני ) Conforme Ensinou o Seu Primeiro Filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso:

1- IÁ ( אני ) , pai, mãe, cosmos, origem nosso;
2- Relacionai vossa Luz dentro de nós tornando a Luz do mundo;
3- Criai vosso Reino de unidade agora;
4- Que só a vossa Vontade possa atuar dentro de nós e junto a nossa vontade assim como em todos os espaços de luz em todas as suas formas;
5- Fornecei para cada dia tudo que tornamos semelhantes em alimento e em entendimento;
6- Desfazei os laços dos enganos que nos prendem assim como nós liberamos as amarras com que aprisionamos os enganos dos nossos irmãos;
7- Liberai-nos das ilusões que a superfície e a aparência das coisas do mundo nos detêm;
8- De vós nasce toda vontade de nós, a canção que se renova de tempo em tempo e a tudo embeleza;
9- Possam a vossa Verdade, Poder e Canção ser o solo fecundo de onde cresçam todas as nossas ações;
10- Amém, assim seja.


" IESÚS : 1- Pai nosso espiritual IÁ ( אני ) que estais nos céus (infinitos) e sobre toda existência, o Altíssimo, a única existência própria e infinita;
2- De vós vem a vida (o espírito), a luz e o som que dos quais encheis o mundo;
3- Que a vossa Luz nos ilumine e mostre o vosso Caminho sagrado;
4- Que se aproxime de nós o vosso Reino agora e seja feita a vossa Vontade em nossos atos;
5- Dai-nos sabedoria diante das nossas necessidades de cada dia;
6- Perdoai-nos das nossas dívidas dos pecados realizados, conforme nós perdoamos aos nossos devedores, e livrai-nos da imprudência alheia;
7- Não nos deixais cair na tentação do mal e libertai-nos dos que nos afastam da verdadeira razão;
8- De vós vem toda força que nos move, a glória e a música que se renova a todo tempo;
9- Amém por confiança e fé em vossa Verdade. "


" Pai nosso espiritual IÁ ( אני ) volteis para nós o vosso Rosto e nos deis a vossa Paz;

Pai nosso espiritual IÁ ( אני ) nos abençoeis e nos guardeis;

Pai nosso espiritual IÁ ( אני ) façais brilhar sobre nós a vossa Face, e compadeçais de nós;

Pai nosso espiritual IÁ ( אני ) todas as nações que vos conhecem e vos escolhem para seguirem prostram diante de vós porque sabem que sois o absoluto, não existe vácuo, todo espaço pertence a vós e criastes tudo. "


4ª) Observação: - Por que atualmente o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) permanece silencioso diante de várias injustiças aqui na terra entre o universo debaixo do céu (infinito) desde muito tempo atrás?
Resposta- Porque desde que os humanos por suas vontades afastaram-se das verdadeiras pronúncias IÁ ( אני ) e IESÚS ( ישוע ) dos verdadeiros nomes do pai nosso espiritual e do seu primeiro filho, respectivamente, o Messias e irmão nosso, vindos do céu (infinito), e escolheram reverenciar imagens esculpidas e evocar outras pronúncias de nomes e pronomes vindos do Homem, não são atendidos porque assim comportam-se, ao contrário dos humanos que apenas evocam por aquelas verdadeiras pronúncias vindas do céu (infinito) e revelados pelo próprio pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ; portanto para evocar o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) ou o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) é preciso que apenas evoque por estas verdadeiras pronúncias vindas do céu (infinito) e não por outras pronúncias de nomes e pronomes vindos do Homem.


Frase Cuja Pronúncia Afasta as Tentações Diferentes dos Bons Comportamentos:

Eu sou do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) dos exércitos (das forças) que está nos céus (infinitos) e sobre toda existência, o Altíssimo, e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , a presença do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) em uma única forma humana entre os humanos, o Messias e irmão nosso, o Salvador do Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e do mundo da geração perversa.

5ª) Observação: Repetir a pronúncia da frase acima mencionada quantas vezes for necessário para o afastamento das tentações diferentes dos bons comportamentos.


Hino ao Messias e Irmão Nosso IESÚS ( ישוע ) e ao Pai Nosso Espiritual IÁ ( אני ) :


Eu acredito com esperança e amor

em nosso Salvador IESÚS ( ישוע ) ,

o Messias e irmão nosso,

e o primeiro filho do pai nosso espiritual

IÁ ( אני ) dos exércitos (das forças),

o Altíssimo,

sobre toda existência,

que está nos céus (infinitos).

Desde sempre e para sempre é o nosso criador,

dos céus (infinitos) e universo debaixo do céu (infinito),

eu acredito com amor,

bendito é IÁ ( אני ) dos exércitos (das forças),

o Altíssimo,

sobre toda existência,

que está nos céus (infinitos).


Cântico a IÁ ( אני ):

1- Cantarei a IÁ ( אני ) , o nosso criador, porque mostrou sua boa vontade;
2- Arrastou no mar cavalos e cavaleiros;
3- IÁ ( אני ) , nosso criador, é a minha força e a causa do meu cântico; foi IÁ ( אני ) quem me salvou;
4- IÁ ( אני ) , nosso criador, eu o agradecerei e o bendirei;
5- IÁ ( אני ) , nosso criador, é o vencedor das diferenças;
6- Enviou para o mar os carros do inimigo e o seu exército; a tropa privilegiada do exército inimigo afogou-se no mar Vermelho; o abismo os cobriu; afundaram-se nas águas como pedra;
7- A justiça de IÁ ( אני ) mostrou sua força;
8- A justiça de IÁ ( אני ) destruiu o inimigo;
9- A grandeza absoluta de IÁ ( אני ) vence seus inimigos; pela força de IÁ ( אני ) os inimigos são destruídos como palha;
10- Ao sopro da força de IÁ ( אני ) amontoaram-se as águas; levantaram-se as ondas como muralha, solidificaram-se as grandes ondas no meio do mar;
11- Dizia o inimigo: perseguirei, alcançarei, repartirei o vencido por mim, desembainharei a espada, minha injustiça os destruirá;
12- Ao sopro da força de IÁ ( אני ) o mar os sepultou; cobriu de água como chumbo na grandeza das águas;
13- Quem entre os deuses é semelhante a IÁ ( אני ) ? Quem é semelhante a IÁ ( אני ) , luminoso por sua pureza, temível por seus feitos merecedores de agradecimento, e que realiza milagres? Apenas atingiu o inimigo, e a terra os destruiu;
14- IÁ ( אני ) , nosso criador, conduziu com bondade esse povo, que libertou; e com seu poder o guiou à sua morada santa;
15- Ao ouvir isso, estremeceram os povos;
16- Um medo grande dominou os filisteus; os chefes de Edom ficaram com grande medo; a preocupação dominou os valentes de Moab; tremeram de medo todos os habitantes de Canaã;
17- Caíram sobre eles grande medo, inquietação e tristeza, o poder de IÁ ( אני ) os petrificou, até que tivesse passado o povo que IÁ ( אני ) adquiriu;
18- IÁ ( אני ) , nosso criador, o conduzirá e o estacionará na montanha que lhe pertence, no lugar que preparou para sua habitação, no lugar santo, que suas forças construíram;
19- IÁ ( אני ) , nosso criador, é rei para sempre, sem fim!
1- Cantarei a IÁ ( אני ) , o nosso criador, porque mostrou sua boa vontade;
2- Arrastou no mar cavalos e cavaleiros;
3- IÁ ( אני ) , nosso criador, é a minha força e a causa do meu cântico; foi IÁ ( אני ) quem me salvou.



6ª) Observação: Não acredite em humanos que reverenciam imagens esculpidas e evocam outras pronúncias de nomes e pronomes diferentes das pronúncias IÁ ( אני ) e IESÚS ( ישוע ) dos verdadeiros nomes do pai nosso espiritual e do seu primeiro filho, respectivamente, o Messias e irmão nosso, que foram revelados pelo próprio pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e não pelo Homem.

7ª) Observação: Toda imagem esculpida representa o vazio se o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) não solicitou a construção.


8ª) Observação: Os significados das letras e sílabas que compõem os nomes IÁ ( אני ) e IESÚS ( ישוע ) , do pai nosso espiritual e do seu primeiro filho, respectivamente, o Messias e irmão nosso:

IÁ ( אני ) :

I = Infinito (Céu) presente no finito;
IÁ ( אני ) = Infinito (Céu) presente no finito, Criatura, EU SOU.


IESÚS ( ישוע ) :

IESÚS ( ישוע ) = O MESSIAS E SALVADOR .



9ª) Observação: O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) revelou-se está presente no corpo carnal do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, pregado pelas mãos de braços abertos e pelos pés unidos na cruz de madeira resultando a posição do corpo carnal a forma da letra " I " que significa o Infinito (Céu) presente no finito, provando assim a presença do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) por seu tamanho e conhecimento absolutos; portanto o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) sabe e vê o que sente e sentirá o sentido de cada sua criatura diante dos olhos dos humanos no acontecimento da consumação da primeira convivência presente do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) em uma única forma humana entre os humanos no planeta Terra.

10ª) Observação: Debaixo do céu (infinito) é pelo nome IESÚS ( ישוע ) do Messias e irmão nosso, o primeiro filho do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , que nós, os humanos, devamos ser salvos das nossas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e da condição mortal, e por nenhum outro nome dado a conhecer.

11ª) Observação: O Homem vivendo no Paraíso do céu (infinito) entrou no pecado com os nomes Adam e Hava (Rava), e vivendo debaixo do céu (infinito) sairá do pecado pelo nome IESÚS ( ישוע ) do Messias e irmão nosso que veio do céu (infinito) em nome do seu pai espiritual IÁ ( אני ) salvar o Homem constituído de terra, ar e espírito (vida), e o mundo da geração perversa, e por nenhum outro nome dado a conhecer.


"Do apóstolo Paulo aos irmãos no Messias IESÚS ( ישוע )"


Os Frutos do Espírito (da vida):
1- Amor;
2- Alegria;
3- Autodomínio;
4- Benignidade;
5- Bondade;
6- Longanimidade;
7- Mansidão;
8- Obediência (Fidelidade);
9- Paz.

12ª) Observação: Contra essas coisas não existe lei. Pois os que são do Messias IESÚS ( ישוע ) crucificaram a carne com suas paixões e desejos. Se vivemos pelo espírito (pela vida) pautemos também nossa conduta. Não sejamos cobiçosos de vanglória, provocando-nos uns aos outros e invejando-nos uns aos outros.

Manifestação dos Trabalhos da Carne:
1- Bebedeiras;
2- Ciúmes;
3- Discussões;
4- Discórdia;
5- Divisões;
6- Fornicação;
7- Feitiçaria;
8- Impureza;
9- Idolatria;
10- Ira;
11- Invejas;
12- Libertinagem;
13- Ódio;
14- Orgias;
15- Rixa;
16- E coisas semelhantes a estas, previna-se!

13ª) Observação: Os que praticam tais coisas não herdarão o Reino do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) dos exércitos (das forças). Quanto aos humanos maus e impostores, eles progredirão no mal, enganando e sendo enganados.


14ª) Observação: Qualquer ser humano por si próprio pode escravizar-se das ilusões da superfície e aparência das coisas passageiras do mundo.

15ª) Observação: O pai nosso espiritual IÁ ( אני ) é onipresente; portanto o sentimento mais íntimo de qualquer ser humano está diante do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) , que acredite, ou não, o ser humano.

16ª) Observação: Antes da existência do céu (infinito) e da terra já existia o pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e o seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) que do céu (infinito) descendeu predestinado a nascer ou a incorporar-se em uma fecundação material ou em um corpo carnal ou em uma condição mortal na terra com a denominação de IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso, em uma humana denominada Míriam, para salvar a humanidade das suas dívidas dos pecados realizados, da geração perversa, do engano e da condição mortal, e o mundo.



Gileno Correia dos Santos (Servo do pai nosso espiritual IÁ ( אני ) e do seu primeiro filho IESÚS ( ישוע ) , o Messias e irmão nosso).

www.ensinosobreasvidashumanas.comunidades.net

Gileno Correia dos Sabtis

O segredo do sucesso é muito trabalho e disciplina, e do fracasso é querer agradar a todos.

Edna Frigato

não tenho medo do escuro mas deixe as luzes acesas, agora...

russo

Sou uma Maria, uma mulher menina, jovem senhora.
Que cor tenho eu?
Uma vez Oberdã, um amigo, disse que minha cor era "marelin clarin". Chego em alguns lugares, dizem "como você é branquinha, esse combina mais"... para minha mãe sou morena clara, meu primeiro amor me chamava de neguinha.
Tenho tantas cores que moram em mim, desde a mistura de todas e também a ausência delas.

Lilian Goulart

""As vezes o maior inimigo a se combater está dentro de nós. Nem fortaleza, nem trancas em muralha, podem te proteger""

Nice Teixeira

""A grande muralha da China tem 4 mil quilômetros de extensão, é alta demais para escalar e forte demais para derrubar e extensa demais para contornar, e ainda assim a China foi invadida 3 vezes.. Três vezes nos primeiros 100 anos anos de existência da muralha. Como? Os inimigos subornavam o guardião. E simplesmente os inimigos entravam por um portão aberto. Investiram tanto esforço na construção da muralha. Mas não na construção do caráter do guardião de entrada.""
Moral do meu texto: Da sua vida você é um guardião, não deixe que o inimigo entre na sua fortaleza por falta de caráter e cuidado.

Nice Teixeira

"Que minha coragem seja maior que meu medo e que minha força seja tão grande quanto minha fé.

Beatriz Cordeiro

Pessoas descriminam umas as outras sem nenhum motivo e sem nenhuma moral. Mentem, enganam, tudo isso para prejudicar quem elas odeiam. Pense nisso quando for falar do que fulano ou ciclano faz da vida deles. Ao invés disso preocupe-se com a sua, apesar de muitos cuidarem dela, são poucos os que querem o seu bem.

Leandro Henriques

Amor não é o sentimento que faz você correr atrás de alguém que não te quer, não é o sentimento que faz você esperar coisas boas de uma pessoa que vive magoando você, não é o sentimento que faz você aceitar uma traição. O nome disso é obsessão. Amor é outra coisa!

Leandro Henriques

A VERDADE!
"E naquele estranho engano
Eu não desconfiava,
Estava tranquilo
E nem sequer lutava
Estava tudo calmo ....
Ate que aquele momento chegou
E aqueles em que em mais acreditava
Se tornavam naqueles que eu agora detestava ...
A verdade é que o mundo esta rodeado
De engano,
Medo,
Desconfiança
E eu ingenuamente pensava:
"Contigo por perto eu não cedo!
Agora percebo que quem me fez ceder
Foste tu! E só me apetece desaparecer ...
Não quero mais viver!"

António- O matemático

Algumas pessoas só vão aprender a dar valor quando essa for a única opção, quando perceberem que perderam a lua, enquanto contavam as estrelas.

Leandro Henriques

Os invejosos vão sempre te criticar, mas não se preocupe. Inveja é vontade de ser, ter e fazer igual.

Leandro Henriques

eu tenho um segredo pra ganha seu coraçao dinheiro na carteira carro baixo e uns rodao

Hungria Hip Hop

Enquanto a aparência e a ganância forem mais importantes que o caráter as pessoas vão sofrer e ficar colocando a culpa no amor, quando na verdade a culpa é delas mesmas, que não souberem escolher alguém para amar.

Leandro Henriques

A vida é como um espelho, que reflete suas atitudes. O mundo gira e tenha certeza que ninguém se vai sem antes pagar por seus atos, é tudo uma questão de tempo.

Leandro Henriques

O melhor remédio pra dor é o tempo, ele cura todas as feridas e mostra que somos capazes de viver sem algumas pessoas, mesmo não esquecendo elas.

Leandro Henriques

O maior medo das pessoas é arriscar e o pior castigo é conviver com o arrependimento por não ter tentado.

Leandro Henriques

Quando alguém te quer por beleza não é amor, é desejo. Quando alguém te quer por inteligência não é amor, é admiração. Quando alguém te quer por sua riqueza não é amor, é interesse. Quando alguém te quer e não sabe oque é,ai sim,é amor.

Beatriz Cordeiro

A natureza está de luto. A esverdeada pureza despiu-se de cinza em memória da beleza que um dia era tua maior riqueza.

Felipe Magister

A amizade é como um diamante,
é preciso ser lapidado para percebermos o seu real valor.

Sueli Matochi

Eu mesmo não entendo o que faço. Nessa sociedade parece que vivo de cabeça para baixo!

Kevin Felipe S. Barboza