Queria que Fosse Diferente

Cerca de 16970 frases e pensamentos: Queria que Fosse Diferente

EU QUERIA


Eu queria você aqui, agora,
me dando um beijo, me olhando e...
sonhando.

Eu queria você
me beijando no ouvido,
falando baixinho,
me fazendo sonhar...

Eu queria você
me tirando do espaço,
me roubando um suspiro...

Eu queria você
para deitar no seu peito,
despertar o desejo,
esquecer o que é direito...

Eu queria você
para te olhar bem de perto,
te beijar sem censura,
te levar à loucura...

Eu queria você
brigando comigo
se te corto um pouquinho,
ou te chamo a atenção...

Eu queria você
a me morder de mansinho,
me fazer um carinho,
me fazer flutuar...

Eu queria você
para afagar meu cabelo,
descobrir o que penso,
ser um pouco de mim...

Eu queria você
para me deixar contente
quando o mundo parece
desabar sobre mim.

Eu queria você para,
se eu chorar, chorar comigo
e saber o motivo,
ser meu amor e meu maior amigo.

Letícia Thompson

EU QUERIA

Eu queria amar sem ao menos me preocupar
Sem tentar adivinhar o que passa pela sua mente
Eu só quero ser feliz intensamente
E mostrar que tudo pode ser diferente

Eu queria aceitar as coisas como elas realmente são
Mas sei que nessa aula eu faltei
Eu quero poder sossegar nos seus braços
E dizer que pra sempre te amarei

Eu queria entender o que ainda não entendo
Eu só expresso a verdade sobre o amor
E não guardo medo nem rancor
Caracterizo-me como um Homem de valor

Eu queria dar o mundo, a lua e sol pra ti.
Contar-te uma historia sem fim
Nem que demorasse por toda a vida
Para curar minha ferida

Eu queria a eternidade
Para satisfazer todos seus desejos
Eu não quero nem mais liberdade
Em troca de seus beijos

Eu queria ser menos amoroso
Mas ai morreria minha personalidade
Esse meu jeito de ser carinhoso
Torna-me com mais qualidade

Eu queria que nunca acabasse
Esse amor que é raro hoje em dia
Eu só vou deixar de te querer
No dia em que eu morrer

Oswaldo Grimaldi

Eu queria somente queria......

Queria um abraço sincero; queria uma voz calma, serena, leve; queria um olhar meigo e uma carícia macia; queria momentos de paz, queria um sentimento sincero de doação; queria um verdadeiro coração;
Queria um sorriso lindo nem que fosse por um instante; queria as mãos suavemente acariciando meu corpo acalmando o fardo cansado; queria um beijo carinhoso e demorado;
Queria um abraço de amor romântico; queria um abraço amigo e confortante; queria sentir seguro o meu estar; queria me sentir protegido no meu caminhar;
Queria dormir com uma paz nunca imaginada; queria ouvir uma palavra de incentivo e de força, queria receber um elogio pelas coisas que ouso fazer; queria sonhar, mas sonhar o sonho do sonho de sonhar com histórias felizes, sem nunca sofrer;
Queria um afago; queria uma conversa, sem o silencio e apatia; queria sentir o respirar como o vento massageando o meu rosto; queria sentir o corpo como o sol aquecendo meu ser; queria tanto uma oração; queria um verdadeiro coração;
Queria adormecer no aconchego dos seus braços; queria ouvir o amanhecer com canções de pássaros; queria ler e conversar sobre a vida; queria que pudesse entender meus pensamentos; queria que considerasse meus sentimentos;
Queria a segurança de sua presença sempre amiga; queria a amante romântica e apaixonada; queria a companheira da empreitada; queria a eterna namorada;
Queria descansar minha alma no seu conforto; queria o encanto de uma palavra de amor sincero e sereno; queria receber um olhar de atenção; queria um verdadeiro coração;
Queria somente queria...........................................

Cláudio Rizzo

Eu queria mudar meu país. Queria que o vestibular fosse justo, que o imposto fosse bem utilizado, que os políticos parassem de fingir que não roubam e que a população parasse de fingir que não sabe. Na verdade eu queria mesmo tudo aquilo que eu vejo nos livros de história, daquela época em que existiam pessoas corajosas. Queria sair nas ruas com centenas de estudantes e exigir tudo isso de quem foi eleito com esperanças de uma vida melhor. Queria que a saúde e a educação estivessem ao alcance de todos, que pessoas parassem de se espremer em favelas porcas e tivessem casas de alvenaria, que ninguém precisasse ter uma fome maior do que aquela básica entre o almoço e o jantar.

Verônica H.

Se eu pudesse, apenas um dia,
voltar no tempo,
queria que fosse
para o dia em que te conheci.

Se eu devesse, talvez,
corrigir um erro,
queria que fosse
o da nossa primeira briga.

Se eu pudesse, então,
repetir o que foi bom
queria que fosse
o nosso primeiro beijo.

Se eu pudesse, ainda,
desfazer um ato,
queria que fosse
o te ter magoado.

E se eu pudesse, por último,
fazer um pedido,
queria que fosse
o de ser feliz pra sempre
contigo.

Walton Carpes

Eu queria tanto que você não fugisse de mim
Mas se fosse eu, eu fugia.

Clarice Falcão

se não fosse a sua teimosia e impertinência em dizer que não
Que não queria se apaixonar;
Tão feliz poderíamos ter sido, quanta felicidade perdida,quanto amor que não houve.

Clarissa Guerra de Medeiros

Eu podia ver a estrada à minha frente. Eu era pobre e ficaria pobre. Mas eu não queria particularmente dinheiro. Eu sequer sabia o que desejava. Sim, eu sabia. Queria alguma lugar para me esconder. Um lugar onde ninguém tivesse que fazer nada. O pensamento de ser alguém na vida não apenas me apavorava como me deixava enojado. Pensar em ser um advogado, um professor ou um engenheiro, qualquer coisa desse tipo, parecia-me impossível. Casar, ter filhos, ficar preso a uma estrutura familiar. Ir e retornar de um local de trabalho todos os dias. Era impossível. Fazer coisas, coisa simples, participar de piqueniques em famílias, festas de Natal, 4 de Julho, Dia do Trabalhador, Dia das Mães...afinal, é pra isso que nasce um homem, para enfrentar essas coisas até o dia de sua morte? Preferia ser um lavador de pratos, voltar para a solidão de um cubículo e beber até dormir.

Charles Bukowski

Queria felicidade
Não pra me apaixonar
Por medo desse amor bonito
Me fazer chorar

Que fazer com meu coração
Paixão chegou sem dizer nada
E ensinou pro meu viver
Que o dono da dor
Sabe quanto dói
Tem jeito não, o peito rói


E só quem amou pode entender
O poder de fogo da paixão
Porque

A realidade é dura
mas é ai que se cura
ninguém pode imaginar
o que não viveu

Queria felicidade
Não pra me apaixonar
Por medo desse amor bonito
Me fazer chorar

Eu não sabia, Oh! Senhor
Das artimanhas do amor
Caí nas garras da sedução
Tá doendo demais
Mexendo com minha paz
Amarga e doce tentação

Zeca Pagodinho

“Não gostava de nada. Vai ver eu estava com medo. É isso: eu tinha medo. Eu queria ficar sozinho num quarto com a janela fechada. Fiquei curtindo essa ideia. Eu era um trambolho. Eu era um lunático.”

Charles Bukowski

"Minha procura por si só, já era o que eu queria achar..."

Ana Carolina

Eu era pobre e ficaria pobre. Mas eu não queria particularmente dinheiro. Eu sequer sabia o que desejava. Sim, eu sabia. Queria algum lugar para me esconder, um lugar em que ninguém tivesse que fazer nada. O pensamento de ser alguém na vida não apenas me apavorava mas também me deixava enojado. Pensar em ser um advogado ou um professor ou um engenheiro, qualquer coisa desse tipo, parecia-me impossível. Casar, ter filhos, ficar preso a uma estrutura familiar. Ir e retornar de um local de trabalho todos os dias. Era impossível. Fazer coisas, coisas simples, participar de pique-niques em família, festas de Natal, 4 de Julho, Dia do Trabalho, Dia das Mães..., afinal, é para isso que nasce um homem, para enfrentar essas coisas até o dia de sua morte? Preferia ser um lavador de pratos, retornar para a solidão de um cubículo e beber até dormir.

Charles Bukowski

Queria te falar tantas coisas, queria te falar do meu amor que muito tempo não é correspondido, queria te falar de minhas lágrimas,do meu sofrimento, da minha dor e da minha paixão.

Cazuza

Mas queria, um dia, amansar o amor que só é com o ódio de mil anos, queria sentir o amor que pode se esquecer um pouco do que é. O amor menor. Sentir o amor que não te sacode de horizontes confortáveis e fazem vomitar cada órgão. A inundação interna aterrando tudo. Quem é que dorme? Os burros. Pois então eu queria o amor dos burros. Amar como um pastel e só por isso, poder dizer “ah, durou coisa aí de uns quatro, cinco anos”. Queria sentir o amor que dorme ao lado, come, faz piada de banheiro. O amor menor. Dos casaizinhos que viajam para quartos pequenos de pousadas vagabundas e dividem cheiros de bosta em meio a declarações de uma vida inteira. O amor sem a arrogância do amor. Sem retirar o diamante que forma no fígado e sair escoando-se para se gabar. Olha lá o que formei em mim. O amor dos que ficam quietinhos sabendo que podemos mesmo gerar coisas lindas, todos podem, que grande coisa se todos podem. Mas ela não. Arrogante demais para não alardear o diamante ao ponto de contar primeiro aos ralos porque ninguém bom suporta o peso da vaidade. Queria o amor dos que podem corar e flanar e tomar milkshakes. O amor dos espertos, afinal. Queria mesmo? Não, nem isso e nem a camisolinha azul. O que ela queria? Os amigos pra boa música, bons restaurantes, bons livros e bom sexo oral. Que nada significam na manhã seguinte a não ser quando deixam um prato sujo na pia e dá preguiça de ver os restos do que não era pra deixar nenhum. Era isso? Talvez. Saudade deles? Talvez. Até porque são apenas ela. Não são eles. Não se imprimem como seres, são apenas extensões tranquilas de coisas que ela pode. O carinho sem terremoto, os amigos ausência de terremoto, o vazio da emoção permitindo permanecer. Assim sabia ser duas pessoas: duas pessoas que queriam ser duas e matavam o tempo com outra que também queria ser duas. O um tão inteiro que ficou duro brincando de ser quatro fantasminhas. Cada um sozinho ao lado do outro. Assim era possível dois.

Tati Bernardi

COMPLETAMENTE

Queria que estivesses comigo esta noite
E eu te envolveria de um jeito
a não deixar-te escapar de mim

Quero viver contigo momentos inesquecíveis de ternura e romance
Quero te amar intensamente,com todo vigor e com toda força
Te amar, assim, deliciosamente
e fazer com que te percas simplesmente
totalmente entorpecida de desejo e prazer

Quero beijar tua boca docemente
apaixonadamente,
loucamente
Louca mente que me faz querer inexplicavelmente estar sempre ao lado teu
Louca mente que te remete a todo instante ao pensamento meu

Entrelaçado entre os mistérios da loucura de minha mente
só sei que eu te quero de todas as formas,
completamente,
como amada e como amante
como amiga e como mulher

E passar meus dias nos lugares que suponho serem os melhores deste mundo:
entre tuas coxas
e recostado no peito teu...

Augusto Branco

Eu queria escrever um livro. Mas onde estão as palavras? Esgotaram-se os significados.

Clarisse Lispector

Eu não queria ir embora e esperar o dia seguinte.
Porque cansei dessa gente que manda ter mais calma.
E me diz que sempre tem outro dia.

Tati Bernardi

‎"Como eu queria dobrar aquela esquininha com você, de mãos dadas."

Tati Bernardi

"Eu queria conseguir te ignorar, sem me arrepender depois."

Renato Russo

Eu queria congelar aquele momento sem luz, aquele momento em que, aos poucos, eu sentia meu corpo e todo o resto feito de espírito voltar ao meu centro. A nossa morte que me retornava à minha vida.

Tati Bernardi