Pomba

Cerca de 61 frases e pensamentos: Pomba

Aos olhos dele
Não acredito em nada. As minhas crenças
Voaram como voa a pomba mansa;
Pelo azul do ar. E assim fugiram
As minhas doces crenças de criança.

Fiquei então sem fé; e a toda a gente
Eu digo sempre, embora magoada:
Não acredito em Deus e a Virgem Santa
É uma ilusão apenas e mais nada!

Mas avisto os teus olhos, meu amor,
Duma luz suavíssima de dor...
E grito então ao ver esses dois céus:

Eu creio, sim, eu creio na Virgem Santa
Que criou esse brilho que m'encanta!
Eu creio, sim, creio, eu creio em Deus!

Florbela Espanca

As Pombas

Vai-se a primeira pomba despertada...
Vai-se outra mais... mais outra... enfim dezenas
De pombas, vão-se dos pombais, apenas
Raia, sanguínea e fresca, a madrugada...

E, à tarde, quando a rígida nortada
Sopra, aos pombais, de novo, elas serenas,
Ruflando as asas, sacudindo as penas,
Voltam todas em bando e em revoada...

Também dos corações, onde abotoam,
Os sonhos, um por um, céleres voam,
Como voam as pombas dos pombais:

No azul da adolescência as asas soltam,
Fogem... Mas aos pombais as pombas voltam,
E eles ao coração não voltam mais.

(Maranhão - 1860-1911)

Raimundo Correia

Pomba, só porque uma pessoa morreu não quer dizer que a gente tem que deixar de gostar dela... Principalmente se era mil vezes melhor do que as pessoas que a gente conhece e que estão vivas e tudo.

J. D. Salinger

Discutir com ignorante é mesma coisa que jogar xadrez com uma pomba, ela derruba todas as peças caga no tabuleiro e ainda acha que ganhou.

Alexsandra Zulpo

Caminhando sorrateiramente na calçada, quando algo cai sobre minha cabeça, aflito, descobri que era uma modesta semente.

Samuel Augusto

A igreja está no mundo para encontrar e realçar a Graça em meio a um cenário que jaz no maligno. Semelhantemente a pomba de Noé, que foi enviada para achar um ramo de oliveira em meio aos cadáveres pós dilúvio.
Por isso que temos que ser simples como a pomba. Ela é cirúrgica, entre um cadáver e outro, ela acha um rastro da Graça e o realça, gerando assim o vínculo da paz.

Bruno Jardim

Quantas estradas um homem precisará andar
Antes que possam chamá-lo de homem?
Quantos mares uma pomba branca precisará sobrevoar
Antes que ela possa dormir na areia?
Sim, e quantas balas de canhão precisarão voar
Até serem para sempre banidas?

Bob Dylan

Se a fruta já é doce em seu sabor, e você optar acrescentar açúcar perderá a essência natural.

(Sidão) Sidnei Carvalho

Que o gavião mate a pomba e o homem mate alegremente o gavião; ao homem, se não houver outro bicho que o mate, pode lhe suceder que ele encontre seu gavião em outro homem. A vida é rapina. Perdi os cantos do meu canário e os assovios de meu sofrê; meu coração está mais triste, mas mais leve também.

Rubem Braga

O centro da cidade do Rio de Janeiro retorna assim à contemplação de um drama bem antigo, e há o partido das pombas e o partido do gavião. Os pombistas ou pombeiros (qualquer palavra é melhor que “columbófilo”) querem matar o gavião. Os amigos deste dizem que ele não é malvado tal; na verdade come a sua pombinha com a mesma inocência com que a pomba come seu grão de milho.
Não tomarei partido; admiro a túrgida inocência das pombas e também o lance magnífico em que o gavião se despenca sobre uma delas. Comer pombas é, como diria Saint-Exupéry, “a verdade do gavião”, mas matar um gavião no ar com um belo tiro pode também ser a verdade do caçador.

Rubem Braga

O racismo começa quando a pomba branca é da paz e a galinha preta é da macumba.

RaminC

Cântico do Calvário - À memória de meu Filho morto a 11 de dezembro de 1863

Eras na vida a pomba predileta
Que sobre um mar de angústias conduzia
O ramo da esperança. Eras a estrela
Que entre as névoas do inverno cintilava
Apontando o caminho ao pegureiro.
Eras a messe de um dourado estio.
Eras o idílio de um amor sublime.
Eras a glória, a inspiração, a pátria,
O porvir de teu pai! - Ah! no entanto,
Pomba, - varou-te a flecha do destino!
Astro, - engoliu-te o temporal do norte!
Teto, - caíste!- Crença, já não vives!
Correi, correi, oh! lágrimas saudosas,
Legado acerbo da ventura extinta,
Dúbios archotes que a tremer clareiam
A lousa fria de um sonhar que é morto!

Fagundes Varela

"Sopra com força, se não meu catavento não Gira...
e tudo gira, até a Pomba-Gira."

By Mel

Mel

112. Não separar a cabeça do corpo de uma pomba ou rolinha consagradas, ao abate-las para sacrifício.

Preceitos Proibitivos (Não faça)

O que nos separa é apenas o silêncio.
O silêncio é como uma pomba
depois do tiro.

Não há silêncio maior
do que uma pomba
colorida pela morte.

O que nos separa é a distância.
A distância nada mais é do que
uma saudade sem remédio.

Não há saudade maior
do que o definitivo.
O que nos separa
é a falta de palavras.
As palavras são como
dois grandes
olhos satisfeitos.
Não há maior palavra
do que um olhar de amor.

O que nos separa
é esta agonia.
Esta agonia
é como uma árvore
cortada pelo homem.
Não há agonia maior
do que uma árvore tombada.

O que nos separa
é a canção pela metade.
Uma canção pela metade
é como uma criança
que não chega à vida.
Uma canção inacabada
é uma criança morta.

Vê? São poucos
os motivos
que nos separam.
Por isso este silêncio
e o silêncio é como
uma pomba depois do tiro.

Não há silêncio maior
do que uma pomba
colorida pela morte.

Antônio Marcos Pensamento da Silva (ator cantor e poeta)

E eis que pela tarde ela (a pomba) voltou, trazendo no bico uma folha verde de oliveira" (Gen.8,11). Estava inventado o Twitter.

Raciel Gonçalves Junior

Inaceitável?

Um ninho caído,
Logo após a ventania,
E a pomba choca ovos moídos...

Francismar Prestes Leal

O corvo saiu da arca e não voltou. A pomba voltou. A natureza da ave revela suas preferências.

Antonio Francisco

voce tá cego? chuta! Que se for rato morre , se for pomba voa ,mais se for cobra talvez te morde , por isso seu chute, tem que ser o mais forte !

Godoy

Dia de Sol raiante, lampejos de outra época,
Voa sob os raios, a Pomba da Paz, branca...
Derrama do vaso de barro luzes transparentes nas mãos claras, sem máculas...

É quando sensitivos pastores despertam do seu repouso
Cantam, dançam, nos abraços fraternos acolhem
A Esperança! Os tons do violão tocam os seres sensíveis

Amolecem os pétreos corações!
Os soldados do Bem erguem suas palavras mágicas
Que pelos ares qual as nuvens de águas errantes voam...

O círculo do arco-íris em trezentos e sessenta graus
Circunda os olhos das neófitas,
A prova de fogo, as emanações da fonte viva

Nas devoções! O divino se manifesta aos dobrados joelhos
Em oração! O maior em graça abrange os quatro cantos
Na feliz idade da Humanidade, a cada um o seu merecimento!

Os sacerdotes e sacerdotisas há muito relegados ao esquecimento
Retornam ao níveis naturais, a gratidão jorra dos corações famintos
Sedentos da harmonia dos quatro elementos e o universo interior é visto

Com renovados votos [não novos] à elevada fraternidade dos anjos,
Etéreas são as asas das idéias desde os sonos primitivos
Os sonhos declaram mundos ainda não catalogados, não descobertos

Quem é digno de adentrar as mansões celestes
Senão aquele que provou do cálice?
Sem mentiras, omissões ou sete-manhas!

É adquirido sem pecúnio, sem barganhas, é conquista pessoal
Ou dom hereditário! O bom pastor ergue o cajado,
As ovelhas seguem, por ser bom o caminho,

Entretanto, o revezamento de postos coloca louros sobre
As cabeças que conquistaram o merecimento!
Não há ordens, mandamentos espontâneos de corações

Evoluídos, abertos ao Amor! [ palavra esta que por séculos foi perdendo o significado, porém, o valor essencial mantido nas manjedouras do firmamento!]

Na alvura dos olhos a Pomba da Paz reativa as chamas que, nas adversidades, foram protegidas nos dias de furacões, tsunamis e tempestades humanas!

De pólo a pólo um só princípio presidirá as essências dos corações, consonância de pensamentos construtores, a palavra com um único sentido do Norte ao Sul das Nações irmanadas!

Cláudio J. Morais