Poluição Sonora

Cerca de 122 frases e pensamentos: Poluição Sonora

Trilha Sonora

Às vezes sou surpreendida com o passarinho na janela
Barulho no ninho
Rebuliço na tela.

Tem o vento que encana e produz um sussurro
Se eleva à noite
Um soco no muro.

Acordo com o farfalhar das folhas lá fora
Árvores ao vento
Querendo ir embora.

São pedras atiradas sobre o telhado
Vizinho ocioso
Respondo calado.

São passos que se ouvem de alguém invisível
Imagem disforme
Não sou tão sensível.

Campainha que soa e me agita por dentro
Se for o carteiro
Sorrio por dentro.

Celular que toca e me chama de repente
São emergências
Estou consciente.

A porta que se abre e produz movimento
Passos na escada
Sem isolamento.

Máquina que lava e não deixa pensar.
Espuma agitada
Não quer calar.

TV que me faz companhia sem ver
Se faz ligada
Sem merecer.

O som alto que atinge o vizinho na nuca
Impulsiona,
Me ajuda.

O som do meu coração a bater
No meu travesseiro
Quero esquecer.

É a trilha sonora que cobre a minha vida
No dia-a-dia
Meu toque de Midas.

Angela Natel

A música e as pessoas...
Existem as calmas, agitadas, complexas, doces, sofredoras... Cada nota representa um pouquinho de nós transformando-nos em melodia, é necessário encontrar quem a toque da maneira correta e que faça dela a mais linda trilha sonora.

Jordânia Figueiredo

“Legal... me amarro nesse som, tá sabendo?
O medo, a angústia, o sufoco, a neurose, a poluição
Os juros, o fim... nada de novo.
A gente de novo só tem os sete pecados industriais.
Diga Paulinho, diga...
Eu vou contigo Paulinho, diga”

Baianos e Novos caetanos

O homem é o único animal que sente prazer em viver no meio de tanta poluição e degradação do meio em que habita...


e-mail> laprajo@gmail.com

Leandro Prajo

Só queria saber como ainda sobrevivemos neste mundo cheio de poluição mental.

Tamy Pisck

A tristeza quando chega ao coração do poeta, é igual a poluição quando chega ao Rio vivo, morre.

Tiago Augusto da Cunha (mindinho)

No ar da nossa aldeia
Há mais do que poluição
Há poucos que já foram
E muitos que nunca serão

As aranhas não tecem suas teias
Por loucura ou por paixão
Se o sangue ainda corre nas veias
É por pura falta de opção

Humberto Gessinger

Olhe você mesmo para o lado,veja que "humano" nos tornamos,em paredes brancas poluição visual pois não sabemos mais fazer arte,em lugar que se deve silêncio tem poluição sonora,em uma fila não sabemos respeitar o próximo,na educação não usamos mais palavras de sabedoria,quanto mais o tempo passa,mais o costume piora,e ai aos que enxergam toda essa "CAGADA" só resta uma dúvida,Em que ponto vamos chegar? Pensa bem ai,devemos NOS merecer!!!!

Luiz Couto

Poluição e desmatamento

Queria ver os alegres campos e os seus arvoredos
Junto ao ribeiro de águas claras
Mas só vejo pedras e entulhos soberbos
Nos rios em que as águas deságuam

A poluição piora o ar que respiramos
Silvestres montes cheios de cinzas das fábricas
Eles sobrevivem heroicamente aos confrontos
Mas serão vencidos com o desmatamento que se alastra

Haja covardia e moradia irregular nesse conflito
Que põe a fauna e a flora em desequilíbrio
Triste é assistir a tudo isso
Autoridades cheias de autoritarismo

Quem semeava frutos e colhia flores
Hoje semeia tristeza e lágrimas saudosas
Viajem sem volta essa a dos homens
A alegria se foi por conta da ganância

Djalma CMF

Se é para ser feliz
Que venham as carroças!
Que toda poluição vá embora!
Fique com as carroças
Mas fique feliz

Jade Suelen silva vaz

Precisamos optar por regras mais rigidas anti-poluição, e de sustentabilidade, desde que isso tudo não interfira nos rendimentos e nos impactos negativos para seu negócio"

Ronaldo Elias Pena

Entendo que a poluição industrial é o preço do progresso... Mas por que temos que pagar o preço adiantado?

Bob Thaves

As mentiras são como a poluição todas as mentiras polui a população mais as palavras de desculpa são como a chuva que faz limpar a poluição!

Rute Maria

Poluição moral

Rios poluídos
Ruas sujas
Ar poluído
Calor aumentar

Mentes poluídas
Corações sujos
Mãos sujas
Ataduras como correntes

Sociedade acomodada
Seus filhos estão com fome
Gerando desgosto e crime
Maldade encoberta pela mídia

Governo medíocre
Moralidade perdida
Perdição que cai em nossas mãos
Criando um mundo cheio de aflições

Nossas mãos estão manchadas de sangue
Sangue de pessoas que matamos no passado
Sangue que corre em nossas veias
E logo depois corre nas ruas

Matamo-nos uns aos outros
Pela sobrevivência absoluta
Sistema maldito
Onde uns tem e outros não tem

Decorrente de nossas escolhas
País decapitado
Voto inconsciente
Decorrente disto

Veja o que acontece
Casas caídas, pessoas nas ruas
Dívidas altas
Capitalismo a solta
Deixe-nos em paz
Tire-nos desta guerra onde nada faz sentido
Doentes estão caídos
Veja o que estão fazendo com seu povo

Sangue do mesmo sangue
Descendentes distantes
Deixe-me dizer isto
Veja o que esta dentro

Não o que esta fora
Preocupe-se com o seu povo
Veja o que seu modo de trabalho esta fazendo conosco
Olhe diretamente nos olhos das crianças que estão nas ruas, veja como falta muita coisa

Depois olhe diretamente nos olhos
De uma criança rica
Pergunte-lhe o que lhe falta na vida
Talvez a única coisa seja alegria

Dei-nos um país melhor
Onde todos sejam felizes
Onde todos sejam iguais
Onde eu e você possamos dizer

“tenho orgulho de ter votado em você”
“Tenho orgulho do que conquistamos”
“Tenho orgulho de dizer, sou feliz”
”Tenho orgulho de ser brasileiro”

Matheus Balbi Gonçalves

No topo dos metais urbanos que arranham o céu. Entre os cinzentos círculos de poluição onde o sol fermenta as moléculas que passeiam pelo ar. Acima das janelas que aprisionam o antrax da corrupção humana. O Homem-Aranha lê os classificados...

Clebson Trajano

Poluição mental
Sensações paranoicas
Matando mentiras
Empurrando erros
Tropeçando na miséria
Desmoronando sonhos
Amortecendo a dor
Destruindo pesadelos

Paula Bergh

Poluição visual
Banalização normal
Não tem olho nu
Reveste-se de ouro e fede.

Teias encobrem sua retina
Seu gosto bom pela vida
Vida? - Vazia.
Os sentimentos inefáveis, já não fazem milagre.

O feio é interno
Ninguém diz
Ninguém sabe
Ninguém nota.

Truque barato
Sem questão
Sem glória
Pura apelação.

Bala no bolso
Uma pinga na boca
Uma chica na cama
E tudo rima.

Quando olhar para trás, não adianta mais.
Valores vão embora.
O que fica, é o amor para contar história.
Até o mesmo vai sumir da memória

O pão que hoje você não dá valor
Cuidado! Ele pode fazer falta amanhã
Sendo o único suprimento
Para saciar seu tormento.

Camila Senna

Eu amo as estrelas e detesto poluição
Eu amo as meninas e detesto o gavião
Eu amo ler jornal e detesto opnião
Eu amo quem me ama e detesto rejeição...

Eduardo Pereira Cardoso