Poesias sobre o Transito

Cerca de 102 poesias sobre o Transito

Acordar e não pensar
escovar se arrumar perfumar
transito de carro a pé
cheguei

Correria calmaria
irritar stress
parar comer descansar voltar

Correria calmaria
irritar stress
sair

Comer Surpreenda - me
aproveitar dormir

Novo dia

Marcelo H. dos Santos

Na viagem pra Bahia

Na viagem pra Bahia,
um acidente:
Carros batidos,
trânsito lento,
os carros pararam,
custaram ir em frente.

Na viagem pra Bahia,
um inconveniente:
Crianças pedindo,
trânsito fluente,
e se os carros andaram,
será acidente?

Lucian Rodrigues Cardoso

Motorista, seja gentil no trânsito, compartilhe as ruas, respeite o Atleta (Corredor de Rua) e o ciclista.
É dever dos motorizados zelar pela segurança dos não motorizados. Esporte é saúde, estacione seu veiculo, cuide da natureza e venha compartilhar desta ideia, pratique esportes.
Respeito, paciência e atividade esportiva, por um mundo melhor!

Gleydson Francisco

Do livro SER EM TRÂNSITO" (1979)

Amigo,
daí o meu silêncio
esse olhar ambíguo e um certo ar viajante de quem
não está-estando
a mão pendida numa mala ausente.
E daí esse soluço
que me trava a voz, se na flor da boca
um nome irrompe como um sol nascente.

...

Mas por que agora me dói teu nome
e ao ouvir teus passos me estremeço?"

Carminha Barreto Campello

Experimentemos hoje, a sensação de caminhar contra as tendências.
Os maus-hábitos.
No trânsito, diante da "barbeiragem" do colega, sorria!
Se o barbeiro for você, peça desculpas, ainda que o colega te xingue.
No cruzamento, deixe o colega passar.
Se cair algo no chão, abaixe-se e entregue ao colega.
Na porta do banco, segure a porta aberta para que o próximo possa entrar.
Diga bom dia aos velhinhos.
Sorria aos deficientes, olhando-os nos olhos.
Elogie alguém.
Escute!
Achas tolice tudo isso?
Então jamais saberá o quão gratificante é ter um sorriso sincero de quem menos esperamos ter.
Desafie-se e pratique a nobreza!

Italo Goulart de Oliveira

É como na estrada e nas regras de trânsito. Se tem um sinal proibido, é para indicar que não podes ir por ali. Ou pelo menos para te precaver de que não deves. Nós até podemos ir. Vamos em sentido contrário, ou em contra-mão, mesmo sabendo que ir por ali é sinonimo de risco. Vamos porque o coração, ou a pele, ou as emoções no limite nos pedem para ir. Vamos porque no fundo é daquilo que gostamos. Da pele arrepiada, do coração a bater como se nos fosse sair disparado a qualquer momento. E se calhar até podemos ir muitas vezes. Desafiamos as regras e ignoramos qualquer sinal. É por ali que queremos ir e é por ali que vamos. É por ali que somos felizes.
O que não nos lembramos é que por ali há sempre a possibilidade de choque frontal, e que do choque frontal podem resultar ferimentos múltiplos. Há os arranhões e os golpes fundos. A diferença é que os primeiros dão uma certa comichão, incomodam , mas desaparecem. E os segundos demoram mais tempo a passar e na maior parte das vezes a marca fica lá...

Marisa Martins

Eu quero é isso, isso que muita gente critica...
Eu quero a poluição, o trânsito, a agitação de uma grande cidade eu quero viver loucamente mesmo sabendo que saindo para o trabalho eu posso não voltar, mais é assim que eu sou feliz e assim que quero viver.
Quero entrar no trânsito e não saber se chegarei ao meu destino, sair a noite e não saber se voltarei pra casa... Eu quero viver.
Eu não sou louco apenas vivo num mundo louco e não da pra levar a sério tanta coisa inútil e pessoas falsas.
Não quero me esconder atrás de arvores no meio do nada, eu quero tecnologia, eu quero todas as coisas que a vida pode me proporcionar seja elas boas ou ruins !
Paulistano com orgulho.

Milorde

Carnaval é realmente alegria...
Mas infelizmente os tempos mudaram, o trânsito nos agride, o stress é o mal do século, as doenças são invisíveis pra quem não as tem, a violência arromba nossas portas e todo cuidado é pouco.
Mas é carnaval...e por que não carnaval com responsabilidade?
Podemos sim, deixar a festa acabar, o barco correr e o dia raiar, mas não esquecer que amanhã tudo pode ou não voltar ao normal e seja você quem for, seja o Deus quiser. Mas a responsabilidade é sua.

Daiane Ataides

Circo no Trânsito


Verde....... Amarelo...... Vermelho......... Parou. Lá vem ele.
Com sua face pintada, colorida e algumas vezes desbotada...
Desbotada pelo sol e pela chuva, pelo suor de quem está na luta....

Ele chega com sua irreverência, suas caretas e trejeitos..
Conta piadas, vira cambalhotas, salta, pula e as vezes assusta..
Assusta por sua coragem ou por nossa insensibilidade...

Lá vem ele... E a gente fecha o vidro, se protege...
Protege de alguém que tenta, que inventa, que não tem vergonha....
Que expõe sua destreza e tenta de muitos aliviar a tristeza...

Quem és tu? Oh menino esguio, para onde vais, de onde você saiu...
Saiu do nada, do meio da rua. Onde batalha e defende a vida tua.
Surge de repente a nossa frente, com sua cara colorida e a alma nua.

És palhaço, mágico, malabarista? Não importa...
Importa que você não desiste, que caiu, levanta e insiste..
Insiste em vencer, viver, ser feliz.

Nivaldo Joaquim

Trânsito Livre


Acordei rapidamente, troquei de roupa e sai de carro rua afora;
As estradas sem buracos, os motorista educados, o trânsito não demora;
Os pedestres transitam na faixa, os policiais a quem precisa orientam;
A cidade cresce, o numero de acidentes desce e a vida alimentam.

Os motoristas respeitam-se, os motociclistas trafegam com cuidado;
Onde não há semáforo, ao atravessar a rua todos olham para o lado;
Sigo por estes caminhos, trafegando calmo e sossegado.
Andamos mais devagar e com mais atenção quando o piso esta molhado.

No fim do dia todos retornam para suas casas,
Seguem o trânsito sem ficar pedindo asas,
Na há filas, discussões, xingamentos e desavenças.
Os pais chegam felizes em suas casas para abraçarem as crianças.

Trriiinnnnnnnnn..... Despertou o relógio. Acordei. Era sonho.
Olho pela janela e vejo um transito enfadonho;
Sai pelas ruas rezando para que consiga ao meu destino chegar.
Quem me dera um dia ver tudo isso sem ter que apenas sonhar

Nivaldo Joaquim

Cada dia o trânsito complica-se mais; mas, a direção
do Espírito Santo dá a sabedoria ao homem para sair
da complicação do mundo.

Helgir Girodo

Um vai e vem
Pessoas, carros, trens
metrô, catraca, escada rolante
Prédios, concretos, trânsito
Correria.
Restaurante árabe
Logo ao lado um japonês
na esquina uma padaria
com várias iguarias
opções.
Cartão de crédito
Cartão de crédito
Tiquet do metrô
(mais cartão de crédito)
Guarda-chuva
Terno e gravata
Manta suja e rasgada
Brancos, negros, pardos
amarelos
Cabelos castanhos
Cabelos estranhos
E continua o vai e vem...
São Paulo
Metrópole de todos
Metrópole de ninguém.

Thaís Falleiros

Distribuição de Trafego e Transito é a mesma coisa, que voce e eu achamos se não dividimos o meio da rua fazemos trafego e se não dividimos os caminhos tudo é transito e trafego.
Assim é a logistica se não divide o meio do comercio fazemos negocios e se não dividimos os negocios tudo é comercio e processo de gestão.

Eron de Sousa Tavares

Ser brasileiro é viver de furtivas alegrias,
apesar do trânsito e das estradas,
do salário e das longas jornadas de trabalho,
da poluição e dos planos de saúde,
da educação e do preconceito,
da corrupção, da taxa de juros,
da inflação e das dívidas,
da insegurança e dos altos impostos.

Bruno Resende Ramos

Pode protestar, mas não pode atrapalhar o transito!
Pode lutar pelos seus direitos, só que não depois das seis!!!???
Estudante paga meia pra que brigar? Que corrupção??? Se a mídia não mostra é porque não aconteceu!!!hã???
Pessoas que justificam ser contra protestos só podem estar satisfeitas com as filas, nos hospitais, com as mortes no transito!
Como assim? Não é bem assim? protesto de teclado funciona! Só se for no mundinho apático de quem não quer se incomodar!
Pressão popular é o que atinge o governante, o medo de perder o salário e gratificação, isso quando não outros meios ilícitos é o que assusta!
Colocaram cinco mil hoje, que amanha sejam dez! depois quinze! que os protestos sejam pela falta de estrutura, pelo mau uso do dinheiro publico!
Que seja pelo livre arbítrio e o direito de ir e vir a cinco reais e ônibus lotados na volta do trabalho!!!! Sem ar condicionado!!!
(Só em terceiro mundo, no Brasil isso não existe! Será?????)
O governo diz que não, a mídia finge que não vê! E tem gente que ainda defende a parte podre da sociedade,
quando tudo que se busca é um pouco(??) mesmo que uma miséria de igualdade!

Se não atrapalhar a rotina dos apáticos é claro!

OBS: Não esquecer de pedir licença quando for passar!

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

A minha beleza não é aquela de parar o transito, a minha beleza não faz os homens mexerem comigo na rua.
Não preciso daquela beleza escrachada, como se quisesse chamar a atenção de tudo e de todos, com aquela roupa apertado ou aquele decote profundo.
A minha beleza é o olhar que te paraliza, aquele sorriso que te faz sorrir e te deixa sem graça, é aquele jeito mistorioso que deixa um ar de curiosidade, é aquele jeito bobo de querer esconder o que tem de mais bonito : A simplicidade.

Likes

“Uma hora o amor chega… Ele só deve estar atrasado, preso no trânsito, o pneu do carro furou, derrubou café no paletó, esbarrou com alguém e derrubou tudo no chão. O amor só pode estar atrasado, não tem outra explicação. Por que demora tanto? Cansei de esperar. Deixei um recado na caixa postal “Amor, se você estiver ouvindo essa mensagem, queria te avisar que VOCÊ ESTÁ DEMITIDO””

“Se você realmente quer ir pra frente, você tem que saber o que está fazendo e acreditar. Não adianta ficar achando que as pessoas vão resolver os seus problemas, porque a única pessoa que pode resolver as suas coisas é você mesmo.”

Desconhecido

REVOLTA
(A morte do meu amigo André em acidente de trânsito)

Se entre homens, existe canalha
E vive sempre, e vive sempre ativo
Rasgai agora, esta vil mortalha
Nem que tu vivas entre morto vivo.

Já que amigo te levou a morte
Já que bem longe se avista erguida
A feia cruz do vergel da sorte
Que representa o ritual da vida.

Enxuga o sangue que nódoa o rosto
Arranques do teu peito a cruz
Ponha uma pedra sobre teu desgosto
Condena o homem que te diz Jesus.

Na ânsia louca deste teu delírio
Quebras a tampa deste vil caixão
Deixas que um dia este teu martírio
Te arranques deste imundo chão.

Seja na morte um exemplo vivo
Seja em vida um leão voraz
Se sé em morte um micróbio ativo
Seres em vida um canalha a mais.

Leva contigo um terror profundo
Do homem, essa amarga dor
Condena agora este acre fruto
Da vida, que se diz amor.

Já que não posso dar-te milhões em flores
Que sobre o sangue se enterre contigo
Dar-te-ei afetos, do meu peito as dores
Dar-te-ei lagrimas, a suspirar amigo.

Edilson Alves

INSPIRAÇÃO SEM FRONTEIRAS

A vida é como um trânsito, todos os dias a gente se depara com novo trajeto.
Muitas pessoas passam pela gente, outras cruzam, enfim sempre estamos prosseguindo para atingir nossos objetivos.
Devemos estar sempre alerta, com os faróis dos olhos bem acesos, pois na caminhada da vida, existem muitas lombadas em forma de obstáculos para nos desanimar, muitos semáforos no vermelho através de dificuldade querendo que a gente pare.
Há lugares que não existe acostamento, parar pode representar perigo.
Doenças podem ser os maiores acidentes que nos envolve.
Portanto quem desiste de viver pode causar um grande congestionamento na estrada da vida.
Pois existem pessoas vindo atrás que precisa de você para viver, e há outras que estão na frente dependendo de você para continuar vivendo.
Viva a vida da melhor maneira possível e assim seja feliz.

Vilson Kdully

Título: Mirella

Diante dos teus olhos profundos,
transito o obliquar do teu corpo.
Respiro a fulgência em eflúvio,
como o soneto que paira um só nosso.

Que tiremos um namoro em retrato,
emudecermos de amares em tanto.
Como o belo de Shakespeare em teatro,
romance que enquanto profundo.

Tão bela como as flores no campo,
norteia aos céus de amor.
Abraços que um tão só a que amo,
acalanto de nós dois em ardor.

Tudo de ti ratifico,
invernos jamais são primaveras.
Sozinho sempre quis um abrigo,
encontrei em teu rosto Mirella.

danielmuzitano