Poesias Evangélicas

Cerca de 1266 poesias Evangélicas

Salmo 70


1 Livra-me, ó Deus!
Apressa-te, Senhor, a ajudar-me!
2 Sejam humilhados e frustrados
os que procuram tirar-me a vida;
retrocedam desprezados
os que desejam a minha ruína.
3 Retrocedam em desgraça
os que zombam de mim.
4 Mas regozijem-se e alegrem-se em ti
todos os que te buscam;
digam sempre os que amam a tua salvação:
"Como Deus é grande!"
5 Quanto a mim, sou pobre e necessitado;
apressa-te, ó Deus.
Tu és o meu socorro e o meu libertador;
Senhor, não te demores!

bibliasagrada

Salmo 72



1 Reveste da tua justiça o rei, ó Deus,
e da tua retidão o filho do rei,
2 para que ele julgue com retidão
e com justiça os teus que sofrem opressão.
3 Que os montes tragam prosperidade ao povo
e as colinas o fruto da justiça.
4 Defenda ele os oprimidos no meio do povo
e liberte os filhos dos pobres;
esmague ele o opressor!
5 Que ele perdure como o sol
e como a lua por todas as gerações.
6 Seja ele como chuva
sobre uma lavoura ceifada,
como aguaceiros que regam a terra.
7 Floresçam os justos nos dias do rei,
e haja grande prosperidade enquanto durar a lua.
8 Governe ele de mar a mar
e desde o rio Eufrates até os confins da terra.
9 Inclinem-se diante dele as tribos do deserto,
e os seus inimigos lambam o pó.
10 Que os reis de Társis e das regiões litorâneas
lhe tragam tributo;
os reis de Sabá e de Sebá
lhe ofereçam presentes.
11 Inclinem-se diante dele todos os reis,
e sirvam-no todas as nações.
12 Pois ele liberta os pobres que pedem socorro,
os oprimidos que não têm quem os ajude.
13 Ele se compadece dos fracos e dos pobres
e os salva da morte.
14 Ele os resgata da opressão e da violência,
pois aos seus olhos a vida deles é preciosa.
15 Tenha o rei vida longa!
Receba ele o ouro de Sabá.
Que se ore por ele continuamente,
e todo o dia se invoquem bênçãos sobre ele.
16 Haja fartura de trigo por toda a terra,
ondulando no alto dos montes.
Floresçam os seus frutos como os do Líbano
e cresçam as cidades como as plantas no campo.
17 Permaneça para sempre o seu nome
e dure a sua fama enquanto o sol brilhar.
Sejam abençoadas todas as nações
por meio dele,
e que elas o chamem bendito.
18 Bendito seja o Senhor Deus,
o Deus de Israel,
o único que realiza feitos maravilhosos.
19 Bendito seja
o seu glorioso nome para sempre;
encha-se toda a terra da sua glória.
Amém e amém.
20 Encerram-se aqui as orações de Davi, filho de Jessé.
TERCEIRO LIVRO

bibliasagrada

Salmo 75


1 Damos-te graças, ó Deus,
damos-te graças, pois perto está o teu nome;
todos falam dos teus feitos maravilhosos.
2 Tu dizes: "Eu determino o tempo
em que julgarei com justiça.
3 Quando treme a terra
com todos os seus habitantes,
sou eu que mantenho firmes
as suas colunas.
4 "Aos arrogantes digo: Parem de vangloriar-se!
E aos ímpios: Não se rebelem!
5 Não se rebelem contra os céus;
não falem com insolência".
6 Não é do oriente nem do ocidente
nem do deserto que vem a exaltação.
7 É Deus quem julga:
Humilha a um, a outro exalta.
8 Na mão do Senhor está um cálice
cheio de vinho espumante e misturado;
ele o derrama, e todos os ímpios da terra
o bebem até a última gota.
9 Quanto a mim,
para sempre anunciarei essas coisas;
cantarei louvores ao Deus de Jacó.
10 Destruirei o poder de todos os ímpios,
mas o poder dos justos aumentará.

bibliasagrada

Salmo 76


1 Em Judá Deus é conhecido;
o seu nome é grande em Israel.
2 Sua tenda está em Salém;
o lugar da sua habitação está em Sião.
3 Ali quebrou ele as flechas reluzentes,
os escudos e as espadas,
as armas de guerra.
4 Resplendes de luz!
És mais majestoso que os montes
cheios de despojos.
5 Os homens valorosos jazem saqueados,
dormem o sono final;
nenhum dos guerreiros
foi capaz de erguer as mãos.
6 Diante da tua repreensão, ó Deus de Jacó,
o cavalo e o carro estacaram.
7 Somente tu és temível.
Quem poderá permanecer diante de ti
quando estiveres irado?
8 Dos céus pronunciaste juízo,
e a terra tremeu e emudeceu,
9 quando tu, ó Deus, te levantaste para julgar,
para salvar todos os oprimidos da terra.
10 Até a tua ira contra os homens
redundará em teu louvor,
e os sobreviventes da tua ira se refrearão.
11 Façam votos ao Senhor, ao seu Deus,
e não deixem de cumpri-los;
que todas as nações vizinhas tragam presentes
a quem todos devem temer.
12 Ele tira o ânimo dos governantes
e é temido pelos reis da terra.

bibliasagrada

Salmo 77


1 Clamo a Deus por socorro;
clamo a Deus que me escute.
2 Quando estou angustiado, busco o Senhor;
de noite estendo as mãos sem cessar;
a minha alma está inconsolável!
3 Lembro-me de ti, ó Deus, e suspiro;
começo a meditar,
e o meu espírito desfalece.
4 Não me permites fechar os olhos;
tão inquieto estou que não consigo falar.
5 Fico a pensar nos dias que se foram,
nos anos há muito passados;
6 de noite recordo minhas canções.
O meu coração medita,
e o meu espírito pergunta:
7 Irá o Senhor rejeitar-nos para sempre?
Jamais tornará a mostrar-nos o seu favor?
8 Desapareceu para sempre o seu amor?
Acabou-se a sua promessa?
9 Esqueceu-se Deus de ser misericordioso?
Em sua ira refreou sua compaixão?
10 Então pensei: "A razão da minha dor
é que a mão direita do Altíssimo não age mais".
11 Recordarei os feitos do Senhor;
recordarei os teus antigos milagres.
12 Meditarei em todas as tuas obras
e considerarei todos os teus feitos.
13 Teus caminhos, ó Deus, são santos.
Que deus é tão grande como o nosso Deus?
14 Tu és o Deus que realiza milagres;
mostras o teu poder entre os povos.
15 Com o teu braço forte resgataste o teu povo,
os descendentes de Jacó e de José.
16 As águas te viram, ó Deus,
as águas te viram e se contorceram;
até os abismos estremeceram.
17 As nuvens despejaram chuvas,
ressoou nos céus o trovão;
as tuas flechas reluziam em todas as direções.
18 No redemoinho, estrondou o teu trovão,
os teus relâmpagos iluminaram o mundo;
a terra tremeu e sacudiu-se.
19 A tua vereda passou pelo mar,
o teu caminho pelas águas poderosas,
e ninguém viu as tuas pegadas.
20 Guiaste o teu povo como a um rebanho
pela mão de Moisés e de Arão.

bibliasagrada

Salmo 79


1 Ó Deus, as nações invadiram a tua herança,
profanaram o teu santo templo,
reduziram Jerusalém a ruínas.
2 Deram os cadáveres dos teus servos
às aves do céu por alimento;
a carne dos teus fiéis, aos animais selvagens.
3 Derramaram o sangue deles como água
ao redor de Jerusalém,
e não há ninguém para sepultá-los.
4 Somos objeto de zombaria
para os nossos vizinhos,
de riso e menosprezo
para os que vivem ao nosso redor.
5 Até quando, Senhor?
Ficarás irado para sempre?
Arderá o teu ciúme como o fogo?
6 Derrama a tua ira sobre as nações
que não te reconhecem,
sobre os reinos
que não invocam o teu nome,
7 pois devoraram Jacó,
deixando em ruínas a sua terra.
8 Não cobres de nós
as maldades dos nossos antepassados;
venha depressa ao nosso encontro
a tua misericórdia,
pois estamos totalmente desanimados!
9 Ajuda-nos, ó Deus, nosso Salvador,
para a glória do teu nome;
livra-nos e perdoa os nossos pecados,
por amor do teu nome.
10 Por que as nações haverão de dizer:
"Onde está o Deus deles?"
Diante dos nossos olhos, mostra às nações
a tua vingança pelo sangue dos teus servos.
11 Cheguem à tua presença
os gemidos dos prisioneiros.
Pela força do teu braço
preserva os condenados à morte.
12 Retribui sete vezes mais aos nossos vizinhos
as afrontas com que te insultaram, Senhor!
13 Então nós, o teu povo,
as ovelhas das tuas pastagens,
para sempre te louvaremos;
de geração em geração
cantaremos os teus louvores.

bibliasagrada

Salmo 80


1 Escuta-nos, Pastor de Israel,
tu, que conduzes José como um rebanho;
tu, que tens o teu trono sobre os querubins,
manifesta o teu esplendor
2 diante de Efraim, Benjamim e Manassés.
Desperta o teu poder e vem salvar-nos!
3 Restaura-nos, ó Deus!
Faze resplandecer sobre nós o teu rosto,
para que sejamos salvos.
4 Ó Senhor, Deus dos Exércitos,
até quando arderá a tua ira
contra as orações do teu povo?
5 Tu o alimentaste com pão de lágrimas
e o fizeste beber copos de lágrimas.
6 Fizeste de nós um motivo de disputas
entre as nações vizinhas,
e os nossos inimigos caçoam de nós.
7 Restaura-nos, ó Deus dos Exércitos;
faze resplandecer sobre nós o teu rosto,
para que sejamos salvos.
8 Do Egito trouxeste uma videira;
expulsaste as nações e a plantaste.
9 Limpaste o terreno,
ela lançou raízes e encheu a terra.
10 Os montes foram cobertos pela sua sombra
e os mais altos cedros pelos seus ramos.
11 Seus ramos se estenderam até o Mar
e os seus brotos até o Rio.
12 Por que derrubaste as suas cercas,
permitindo que todos os que passam
apanhem as suas uvas?
13 Javalis da floresta a devastam
e as criaturas do campo dela se alimentam.
14 Volta-te para nós, ó Deus dos Exércitos!
Dos altos céus olha e vê!
Toma conta desta videira,
15 da raiz que a tua mão direita plantou,
do filho que para ti fizeste crescer!
16 Tua videira foi derrubada;
como lixo foi consumida pelo fogo.
Pela tua repreensão perece o teu povo!
17 Repouse a tua mão sobre aquele
que puseste à tua mão direita,
o filho do homem que para ti fizeste crescer.
18 Então não nos desviaremos de ti;
vivifica-nos, e invocaremos o teu nome.
19 Restaura-nos, ó Senhor, Deus dos Exércitos;
faze resplandecer sobre nós o teu rosto,
para que sejamos salvos.

bibliasagrada

Salmo 81


1 Cantem de alegria a Deus, nossa força;
aclamem o Deus de Jacó!
2 Comecem o louvor, façam ressoar o tamborim,
toquem a lira e a harpa melodiosa.
3 Toquem a trombeta na lua nova
e no dia de lua cheia, dia da nossa festa;
4 porque este é um decreto para Israel,
uma ordenança do Deus de Jacó,
5 que ele estabeleceu como estatuto para José,
quando atacou o Egito.
Ali ouvimos uma língua que não conhecíamos.
6 Ele diz: "Tirei o peso dos seus ombros;
suas mãos ficaram livres dos cestos de cargas.
7 Na sua aflição vocês clamaram e eu os livrei,
do esconderijo dos trovões lhes respondi;
eu os pus à prova nas águas de Meribá.
8 "Ouça, meu povo, as minhas advertências;
se tão somente você me escutasse, ó Israel!
9 Não tenha deus estrangeiro no seu meio;
não se incline perante nenhum deus estranho.
10 Eu sou o Senhor, o seu Deus,
que o tirei da terra do Egito.
Abra a sua boca, e eu o alimentarei.
11 "Mas o meu povo não quis ouvir-me;
Israel não quis obedecer-me.
12 Por isso os entreguei
ao seu coração obstinado,
para seguirem os seus próprios planos.
13 "Se o meu povo apenas me ouvisse,
se Israel seguisse os meus caminhos,
14 com rapidez eu subjugaria os seus inimigos
e voltaria a minha mão
contra os seus adversários!
15 Os que odeiam o Senhor
se renderiam diante dele
e receberiam um castigo perpétuo.
16 Mas eu sustentaria Israel
com o melhor trigo,
e com o mel da rocha eu o satisfaria".

bibliasagrada

salmo 82


1 É Deus quem preside a assembleia divina;
no meio dos deuses, ele é o juiz.
2 "Até quando vocês vão absolver os culpados
e favorecer os ímpios?
3 "Garantam justiça para os fracos
e para os órfãos;
mantenham os direitos dos necessitados
e dos oprimidos.
4 Livrem os fracos e os pobres;
libertem-nos das mãos dos ímpios.
5 "Eles nada sabem, nada entendem.
Vagueiam pelas trevas;
todos os fundamentos da terra estão abalados.
6 "Eu disse: 'Vocês são deuses,
todos vocês são filhos do Altíssimo'.
7 Mas vocês morrerão como simples homens;
cairão como qualquer outro governante."
8 Levanta-te, ó Deus, julga a terra,
pois todas as nações te pertencem.

bibliasagrada

salmo 83


1 Ó Deus, não te emudeças;
não fiques em silêncio nem te detenhas, ó Deus.
2 Vê como se agitam os teus inimigos,
como os teus adversários
te desafiam de cabeça erguida.
3 Com astúcia conspiram contra o teu povo;
tramam contra aqueles
que são o teu tesouro.
4 Eles dizem: "Venham,
vamos destruí-los como nação,
para que o nome de Israel
não seja mais lembrado!"
5 Com um só propósito tramam juntos;
é contra ti que fazem acordo
6 as tendas de Edom e os ismaelitas,
Moabe e os hagarenos,
7 Gebal, Amom e Amaleque,
a Filístia, com os habitantes de Tiro.
8 Até a Assíria aliou-se a eles,
e trouxe força aos descendentes de Ló.
9 Trata-os como trataste Midiã,
como trataste Sísera e Jabim no rio Quisom,
10 os quais morreram em En-Dor
e se tornaram esterco para a terra.
11 Faze com os seus nobres o que fizeste
com Orebe e Zeebe,
e com todos os seus príncipes
o que fizeste com Zeba e Zalmuna,
12 que disseram:
"Vamos apossar-nos das pastagens de Deus".
13 Faze-os como folhas secas
levadas no redemoinho, ó meu Deus,
como palha ao vento.
14 Assim como o fogo consome a floresta
e as chamas incendeiam os montes,
15 persegue-os com o teu vendaval
e aterroriza-os com a tua tempestade.
16 Cobre-lhes de vergonha o rosto
até que busquem o teu nome, Senhor.
17 Sejam eles humilhados e aterrorizados
para sempre;
pereçam em completa desgraça.
18 Saibam eles que tu, cujo nome é Senhor,
somente tu, és o Altíssimo sobre toda a terra.

bibliasagrada

salmo 84


1 Como é agradável o lugar da tua habitação,
Senhor dos Exércitos!
2 A minha alma anela, e até desfalece,
pelos átrios do Senhor;
o meu coração e o meu corpo
cantam de alegria ao Deus vivo.
3 Até o pardal achou um lar
e a andorinha um ninho para si,
para abrigar os seus filhotes,
um lugar perto do teu altar,
ó Senhor dos Exércitos, meu Rei e meu Deus.
4 Como são felizes
os que habitam em tua casa;
louvam-te sem cessar!
5 Como são felizes os que em ti
encontram força
e os que são peregrinos de coração!
6 Ao passarem pelo vale de Baca,
fazem dele um lugar de fontes;
as chuvas de outono
também o enchem de cisternas.
7 Prosseguem o caminho de força em força,
até que cada um se apresente a Deus em Sião.
8 Ouve a minha oração,
ó Senhor Deus dos Exércitos;
escuta-me, ó Deus de Jacó.
9 Olha, ó Deus, que és nosso escudo;
trata com bondade o teu ungido.
10 Melhor é um dia nos teus átrios
do que mil noutro lugar;
prefiro ficar à porta da casa do meu Deus
a habitar nas tendas dos ímpios.
11 O Senhor Deus é sol e escudo;
o Senhor concede favor e honra;
não recusa nenhum bem
aos que vivem com integridade.
12 Ó Senhor dos Exércitos,
como é feliz aquele que em ti confia!

bibliasagrada

salmo 85


1 Foste favorável à tua terra, ó Senhor;
trouxeste restauração a Jacó.
2 Perdoaste a culpa do teu povo
e cobriste todos os seus pecados.
3 Retiraste todo o teu furor
e te afastaste da tua ira tremenda.
4 Restaura-nos mais uma vez,
ó Deus, nosso Salvador,
e desfaze o teu furor para conosco.
5 Ficarás indignado conosco para sempre?
Prolongarás a tua ira por todas as gerações?
6 Acaso não nos renovarás a vida,
a fim de que o teu povo se alegre em ti?
7 Mostra-nos o teu amor, ó Senhor,
e concede-nos a tua salvação!
8 Eu ouvirei o que Deus, o Senhor, disse;
ele promete paz ao seu povo, aos seus fiéis!
Não voltem eles à insensatez!
9 Perto está a salvação que ele trará
aos que o temem,
e a sua glória habitará em nossa terra.
10 O amor e a fidelidade se encontrarão;
a justiça e a paz se beijarão.
11 A fidelidade brotará da terra,
e a justiça descerá dos céus.
12 O Senhor nos trará bênçãos,
e a nossa terra dará a sua colheita.
13 A justiça irá adiante dele
e preparará o caminho para os seus passos.

bibliasagrada

salmo 86



1 Inclina os teus ouvidos, ó Senhor,
e responde-me,
pois sou pobre e necessitado.
2 Guarda a minha vida, pois sou fiel a ti.
Tu és o meu Deus;
salva o teu servo que em ti confia!
3 Misericórdia, Senhor,
pois clamo a ti sem cessar.
4 Alegra o coração do teu servo,
pois a ti, Senhor, elevo a minha alma.
5 Tu és bondoso e perdoador, Senhor,
rico em graça
para com todos os que te invocam.
6 Escuta a minha oração, Senhor;
atenta para a minha súplica!
7 No dia da minha angústia clamarei a ti,
pois tu me responderás.
8 Nenhum dos deuses é comparável a ti, Senhor,
nenhum deles pode fazer o que tu fazes.
9 Todas as nações que tu formaste
virão e te adorarão, Senhor,
e glorificarão o teu nome.
10 Pois tu és grande
e realizas feitos maravilhosos;
só tu és Deus!
11 Ensina-me o teu caminho, Senhor,
para que eu ande na tua verdade;
dá-me um coração inteiramente fiel,
para que eu tema o teu nome.
12 De todo o meu coração te louvarei,
Senhor, meu Deus;
glorificarei o teu nome para sempre.
13 Pois grande é o teu amor para comigo;
tu me livraste das profundezas do Sheol.
14 Os arrogantes estão me atacando, ó Deus;
um bando de homens cruéis,
gente que não faz caso de ti
procura tirar-me a vida.
15 Mas tu, Senhor,
és Deus compassivo e misericordioso,
muito paciente, rico em amor e em fidelidade.
16 Volta-te para mim! Tem misericórdia de mim!
Concede a tua força a teu servo
e salva o filho da tua serva.
17 Dá-me um sinal da tua bondade,
para que os meus inimigos vejam
e sejam humilhados,
pois tu, Senhor, me ajudaste e me consolaste.

bibliasagrada

salmo 87


1 O Senhor edificou sua cidade sobre o monte santo;
2 ele ama as portas de Sião
mais do que qualquer outro lugar de Jacó.
3 Coisas gloriosas são ditas de ti,
ó cidade de Deus!
4 "Entre os que me reconhecem
incluirei Raabe e Babilônia,
além da Filístia, de Tiro,
e também da Etiópia,
como se tivessem nascido em Sião."
5 De fato, acerca de Sião se dirá:
"Todos estes nasceram em Sião,
e o próprio Altíssimo a estabelecerá".
6 O Senhor escreverá no registro dos povos:
"Este nasceu ali".
7 Com danças e cânticos, dirão:
"Em Sião estão as nossas origens!"

bibliasagrada

salmo 88


1 Ó Senhor, Deus que me salva,
a ti clamo dia e noite.
2 Que a minha oração chegue diante de ti;
inclina os teus ouvidos ao meu clamor.
3 Tenho sofrido tanto que a minha vida
está à beira da sepultura!
4 Sou contado entre os que descem à cova;
sou como um homem que já não tem forças.
5 Fui colocado junto aos mortos,
sou como os cadáveres que jazem no túmulo,
dos quais já não te lembras,
pois foram tirados de tua mão.
6 Puseste-me na cova mais profunda,
na escuridão das profundezas.
7 Tua ira pesa sobre mim;
com todas as tuas ondas me afligiste.
8 Afastaste de mim os meus melhores amigos
e me tornaste repugnante para eles.
Estou como um preso que não pode fugir;
9 minhas vistas já estão fracas de tristeza.
A ti, Senhor, clamo cada dia;
a ti ergo as minhas mãos.
10 Acaso mostras as tuas maravilhas aos mortos?
Acaso os mortos se levantam
e te louvam?
11 Será que o teu amor é anunciado no túmulo
e a tua fidelidade no Abismo da Morte?
12 Acaso são conhecidas as tuas maravilhas
na região das trevas
e os teus feitos de justiça
na terra do esquecimento?
13 Mas eu, Senhor, a ti clamo por socorro;
já de manhã a minha oração
chega à tua presença.
14 Por que, Senhor, me rejeitas
e escondes de mim o teu rosto?
15 Desde moço tenho sofrido
e ando perto da morte;
os teus terrores levaram-me ao desespero.
16 Sobre mim se abateu a tua ira;
os pavores que me causas me destruíram.
17 Cercam-me o dia todo como uma inundação;
envolvem-me por completo.
18 Tiraste de mim os meus amigos
e os meus companheiros;
as trevas são a minha única companhia.

bibliasagrada

Salmo 90



1 Senhor, tu és o nosso refúgio, sempre,
de geração em geração.
2 Antes de nascerem os montes
e de criares a terra e o mundo,
de eternidade a eternidade tu és Deus.
3 Fazes os homens voltarem ao pó,
dizendo: "Retornem ao pó, seres humanos!"
4 De fato, mil anos para ti
são como o dia de ontem que passou,
como as horas da noite.
5 Como uma correnteza, tu arrastas os homens;
são breves como o sono;
são como a relva que brota ao amanhecer;
6 germina e brota pela manhã,
mas, à tarde, murcha e seca.
7 Somos consumidos pela tua ira
e aterrorizados pelo teu furor.
8 Conheces as nossas iniquidades;
não escapam os nossos pecados secretos
à luz da tua presença.
9 Todos os nossos dias passam
debaixo do teu furor;
vão-se como um murmúrio.
10 Os anos de nossa vida chegam a setenta,
ou a oitenta para os que têm mais vigor;
entretanto, são anos difíceis
e cheios de sofrimento,
pois a vida passa depressa,
e nós voamos!
11 Quem conhece o poder da tua ira?
Pois o teu furor é tão grande
como o temor que te é devido.
12 Ensina-nos a contar os nossos dias
para que o nosso coração alcance sabedoria.
13 Volta-te, Senhor! Até quando será assim?
Tem compaixão dos teus servos!
14 Satisfaze-nos pela manhã
com o teu amor leal,
e todos os nossos dias cantaremos felizes.
15 Dá-nos alegria pelo tempo que nos afligiste,
pelos anos em que tanto sofremos.
16 Sejam manifestos os teus feitos
aos teus servos,
e aos filhos deles o teu esplendor!
17 Esteja sobre nós a bondade
do nosso Deus Soberano.
Consolida, para nós,
a obra de nossas mãos;
consolida a obra de nossas mãos!

bibliasagrada

Salmo 91


1 Aquele que habita no abrigo do Altíssimo
e descansa à sombra do Todo-poderoso
2 pode dizer ao Senhor:
"Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza,
o meu Deus, em quem confio".
3 Ele o livrará do laço do caçador
e do veneno mortal.
4 Ele o cobrirá com as suas penas,
e sob as suas asas você encontrará refúgio;
a fidelidade dele será o seu escudo protetor.
5 Você não temerá o pavor da noite
nem a flecha que voa de dia,
6 nem a peste que se move sorrateira
nas trevas,
nem a praga que devasta ao meio-dia.
7 Mil poderão cair ao seu lado;
dez mil, à sua direita,
mas nada o atingirá.
8 Você simplesmente olhará,
e verá o castigo dos ímpios.
9 Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo,
do Senhor o seu refúgio,
10 nenhum mal o atingirá,
desgraça alguma chegará à sua tenda.
11 Porque a seus anjos ele dará ordens
a seu respeito,
para que o protejam em todos
os seus caminhos;
12 com as mãos eles o segurarão,
para que você não tropece em alguma pedra.
13 Você pisará o leão e a cobra;
pisoteará o leão forte e a serpente.
14 "Porque ele me ama, eu o resgatarei;
eu o protegerei, pois conhece o meu nome.
15 Ele clamará a mim, e eu lhe darei resposta,
e na adversidade estarei com ele;
vou livrá-lo e cobri-lo de honra.
16 Vida longa eu lhe darei,
e lhe mostrarei a minha salvação."

bibliasagrada

Salmo 92



1 Como é bom render graças ao Senhor
e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo;
2 anunciar de manhã o teu amor leal
e de noite a tua fidelidade,
3 ao som da lira de dez cordas e da cítara,
e da melodia da harpa.
4 Tu me alegras, Senhor, com os teus feitos;
as obras das tuas mãos
levam-me a cantar de alegria.
5 Como são grandes as tuas obras, Senhor,
como são profundos os teus propósitos!
6 O insensato não entende, o tolo não vê
7 que, embora os ímpios brotem como a erva
e floresçam todos os malfeitores,
eles serão destruídos para sempre.
8 Pois tu, Senhor, és exaltado para sempre.
9 Mas os teus inimigos, Senhor,
os teus inimigos perecerão;
serão dispersos todos os malfeitores!
10 Tu aumentaste a minha força
como a do boi selvagem;
derramaste sobre mim óleo novo.
11 Os meus olhos contemplaram a derrota
dos meus inimigos;
os meus ouvidos escutaram a debandada
dos meus maldosos agressores.
12 Os justos florescerão como a palmeira,
crescerão como o cedro do Líbano;
13 plantados na casa do Senhor,
florescerão nos átrios do nosso Deus.
14 Mesmo na velhice darão fruto,
permanecerão viçosos e verdejantes,
15 para proclamar que o Senhor é justo.
Ele é a minha Rocha;
nele não há injustiça.

bibliasagrada

Salmo 93


1 O Senhor reina!
Vestiu-se de majestade;
de majestade vestiu-se o Senhor
e armou-se de poder!
O mundo está firme e não se abalará.
2 O teu trono está firme desde a antiguidade;
tu existes desde a eternidade.
3 As águas se levantaram, Senhor,
as águas levantaram a voz;
as águas levantaram seu bramido.
4 Mais poderoso do que o estrondo
das águas impetuosas,
mais poderoso do que as ondas do mar
é o Senhor nas alturas.
5 Os teus mandamentos
permanecem firmes e fiéis;
a santidade, SENHOR,
é o ornamento perpétuo da tua casa.

bibliasagrada

Salmo 94


1 Ó Senhor, Deus vingador;
Deus vingador! Intervém!
2 Levanta-te, Juiz da terra;
retribui aos orgulhosos o que merecem.
3 Até quando os ímpios, Senhor,
até quando os ímpios exultarão?
4 Eles despejam palavras arrogantes;
todos esses malfeitores enchem-se de vanglória.
5 Massacram o teu povo, Senhor,
e oprimem a tua herança;
6 matam as viúvas e os estrangeiros,
assassinam os órfãos
7 e ainda dizem: "O Senhor não nos vê;
o Deus de Jacó nada percebe".
8 Insensatos, procurem entender!
E vocês, tolos, quando se tornarão sábios?
9 Será que quem fez o ouvido não ouve?
Será que quem formou o olho não vê?
10 Aquele que disciplina as nações
os deixará sem castigo?
Não tem sabedoria aquele
que dá ao homem o conhecimento?
11 O Senhor conhece
os pensamentos do homem,
e sabe como são fúteis.
12 Como é feliz o homem a quem disciplinas,
Senhor,
aquele a quem ensinas a tua lei;
13 tranquilo, enfrentará os dias maus,
enquanto, para os ímpios,
uma cova se abrirá.
14 O Senhor não desamparará o seu povo;
jamais abandonará a sua herança.
15 Voltará a haver justiça nos julgamentos,
e todos os retos de coração a seguirão.
16 Quem se levantará a meu favor
contra os ímpios?
Quem ficará a meu lado contra os malfeitores?
17 Não fosse a ajuda do Senhor,
eu já estaria habitando no silêncio.
18 Quando eu disse:
Os meus pés escorregaram,
o teu amor leal, Senhor, me amparou!
19 Quando a ansiedade
já me dominava no íntimo,
o teu consolo trouxe alívio à minha alma.
20 Poderá um trono corrupto
estar em aliança contigo?,
um trono que faz injustiças em nome da lei?
21 Eles planejam contra a vida dos justos
e condenam os inocentes à morte.
22 Mas o Senhor é a minha torre segura;
o meu Deus é a rocha em que encontro refúgio.
23 Deus fará cair sobre eles os seus crimes,
e os destruirá por causa dos seus pecados;
o Senhor, o nosso Deus, os destruirá!

bibliasagrada