Poesias curtas

Cerca de 570 poesias curtas curtas poesias

Não me importo se você me quer pouco,
ou muito,
O amor para mim, não é uma questão de quantidade...
e sim,
de qualidade....


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

O amor, é assim, como algo que você perde e não consegue lembrar onde...
Nunca encontra quando busca...
De repente acontece, aparece, de maneira inesperada,
Como você,
que é a coisa mais bonita que me aconteceu recentemente...


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

E por acaso,
ESSE TAL DO AMOR,
vem com manual de instrução?
Vide bula?
Prazo de validade?

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Foi como o SOl olhou para o mar...
e disse: deixe-me beijar sua alma que sua boca beija qualquer um..

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Então chore,
chore o quando quiser, o quanto puder,
não é errado chorar, desabafe, descarregue.
Às vezes é necessário, se não a gente despenca,
a gente engasga, a gente morre.
Precisamos por pra fora todo o mal
que nos causaram..

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Necessitamos de um tempo...
Tempo para nos abraçarmos,
nos beijarmos,
de tempo para saber que existimos...


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Peço perdão por todas as horas intermináveis que eu lutei por seu amor e agora deixo no esquecimento ...
Acredite em mim, é melhor assim..


...

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Deus cura,
reestrutura,
restaura,
tranforma,
muda,
todas as nossas fraquezas!!

..


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

E lembre-se que existem três poderes maiores do que qualquer coisa que possam te ferir ou magoar!
Pai, Filho e o Espírito Santo.


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

GRANDE PESSOA

(Para Fernando Pessoa, com admiração)

Grande Pessoa, o Fernando!
Quem me dera, pessoalmente,
aprender como um Graduando,
A transcender o que se sente!

Sob o Céu que me apreende,
E sob as nuvens, dançando,
Quero o Lume que ascende
E desce, à moda de Fernando!

Ebrael

Sou sempre assim...
como uma água que flutua nos tempos da dor...
ou danço conforme a música, como ondas ao longo do vento que toca a superfície....


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

E o jardim!
Qual jardim?
Aquele jardim era tão belo...
Tinha flores de todas as cores,
um cheiro maravilhoso,
Parecia que as fadas tinham atravessado
por ele, jogando sementes...

...

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

E quem sabe um dia você se da conta de que a vida não exigia tanto de ti..
Tanto sacrifício,
Tanto cansaço,
Tanto esforço,
Tanta persisténcia,
Quem sabe a vida somente te pedia para ser feliz!

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Coisa de loucos,
gostoso,
dói a saudade, de vontade,
nem toca,
nem se toca, não vê,
se sente..
se quer,
nosso amor é como a letra dos médicos,
ninguém entende...

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Apenas olhe para mim através de uma imagem e deixar-me sem palavras, eu ouvi-lo falar e pensar, mesmo sem a sua voz. Eu não sei o que está acontecendo comigo, talvez apenas sonhar, talvez o feitiço acaba de começar!

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Se, eu tenho os pés no chão?
Ando pousando nas nuvens...
Me faz falta as fantasias para suportar a realidade...


..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Lindo é quando alguém escolhe pousar do teu lado, podendo voar....
Podendo até encontrar outros ninhos, outros caminhos… Escolhe ficar.

...

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

EU TAMBÉM QUERO!
quero alguém que persiga meu lábios em baixo da chuva..
que através da noite busque meus braços...
quero alguém que me necessite para saciar suas anciedades..
quero alguém que me deseje como água no deserto..

...

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Hoje eu descobri,
hoje eu sei,
hoje eu sou,
hoje eu quero,
hoje eu posso,
EU TENHO CURA!

..

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado

Porque há atitudes que machucam, apenas uma palavra
magoa e feri...
As pessoas confundem tudo,
Julgam e condenam...
E por fim, por orgulho se distância!!

...

sonia solange da silveira ssolsevilha poetisa do cerrado