Poesia sobre Bola

Cerca de 244 poesia sobre Bola

Como ela é bonitinha
Pena que não meda bola
As vezes se finge de coitadinha
Diz que tem que ir embora
E eu aqui, esperando que ela volte
Mas quem sabe com um pouco de sorte
Ela apareça lá pelas 04:00 horas

Marcus Patrick Pens

"Tudo volta ao zero"

“Se ela está te dando bola, é feio. Se é bonita, está acompanhada. Quando ela está sozinha, eu estou acompanhado.”no final,tudo é zero de novo!

Gilmar Fontes

Os temos não são mais os mesmos. A bola caiu, a saia desabotoou e o nariz de palhaço permaneceu apenas para manifestações de rua, que também não são mais as mesmas.
Aristides assistia ao ”Grandioso Circo Ínfimo” engolindo cada gota da semelhança que a peça passava. Seus talentos artísticos se resumiam em entreter crianças em postos de saúde ou distribuir balões nos dias de ações governamentais em creches ou algo parecido. Assistia, então, à peça que contava o fim da arte, do circo e a decadência do teatro. Seu coração palüitava e seu olhar endurecia tentando demonstrar indiferença.
Não. O tempo não podia se perder assim. Cidadezinhas acabaram. Só restaram fotografias. Proust já dizia. O circo desaparecera junto. Aristides, que um dia recitara Camões, Gil Vicente e Dante Alligeri, contentava-se com as peripécias de palhaços de rua e pirulitos de maçã verde nas portas de lojas de brinquedos. Levantou-se. Partiu.
Chorou uma lágrima como se fosse a última. Malandro. Na dureza, sentou à mesa do café. Deu um gole de cachaça. Deu no pé. Macabeando entrou na mão atrapalhando o tráfego. Caiu, sangrou, na hora. A hora da estrela. Ao menos uma vez.

Maria Eduarda Gimenes

Onde estão nossas crianças?
Foi-se o tempo em que ser criança era corre atrás de bola soltar pipas e
sem pressa dar mergulho nas represas.
Foi-se o tempo em que andar descalço era legal,
brincar de pega-pega era saudável,
era bom ter amigo imaginável.
Onde estão nossas crianças?
Hoje armadas, não vão mais à escola,
já não brincam mais de finca
nem tão pouco jogam bola.
Onde estão nossas crianças?
Uns no trafico, outros em semáforos lutam pelo pão sem ao pouco conhecerem a realeza de ser criança.
Levados pelos os que só o mal conhecem pois fácil são de manejar, com pais alheios vivem pelas ruas a vagar.
Salvem nossas crianças,
que não conhecem presentes caros e nos braços do acaso sentem medo de brincar.
Voltemos aos velhos tempos em que tudo era infância quando tínhamos a esperança de que tudo ir mudar
Voltemos aos tempos lindos em que só corríamos para brincar, de bolinhas , pique-esconde, pega-pega e mergulhar
Salvem nossas crianças
para que no futuro tenham orgulho de se lembrar, que fostes criança e como tal soube brincar.
Salvem nossas crianças
para que num futuro próximo tenhamos Médicos, Psicólogos outros Doutores a se formar.
Por isso digamos e façamos sempre algo para nossas crianças salvar.

Claudenir Reis

Éramos peixes numa bola de cristal, fazendo promessas e assoprando o café. Beirando uma profecia inalterável. Juras despejadas mão a mão, não muito menos que lábios lambuzados de expectativas.
A imensidão tão aberta e devasta parece fazer a brisa soar mais fria, fazendo as narinas arderem num ar tão puro de inverno-primavera. Eu espero poder respirar bem o suficiente para ver a noite amanhecer hoje. Se eu pudesse contemplar os amantes do alto dos telhados as coisas seriam plausivelmente melhores, eu os acertaria uma flecha que rasgaria suas peles flácidas e juntaria seus corações murchos e desperdiçados e eles nem me agradeceriam. No entanto, eu me contentaria, vestindo olheiras visíveis nesta madrugada frígida. Quem sabe aliviasse um coração que já não exibe um humor saudável, quem sabe eu me consertasse.

Ellen Caroline

Neymar do Santos - Ou, Santos de Neymar?


Franzino,
jeito de moleque
que transforma a bola
num brinquedo
de fácil manipulação.

Com dribles desconsertantes,
deixa os adversários
com ar de admiração!

É o atleta, Neymar do Santos,
ou o Santos de Neymar!
Na verdade, ambos são grandes
e muito tem para comemorar...

Embora, não seja santista,
ao Santos deixo
minha homenagem.
Por ser um clube
de muitas glórias...
E ao atleta Neymar
que com a bola...
demonstra ser um grande artista.
Para se aplaudir, adimirar...

Nivaldo Duarte

FRASE 0488
Se eu pudesse, votaria em mim mesmo para ganhar a Bola de Ouro. Humildade demais não é bom. Em Portugal, as pessoas são exageradamente humildes, mas por vaidade.
Cristiano Ronaldo, português, jogador de futebol.

Horlando haleRgia (apenas a citação, não a autoria)

- Para muitas pessoas a felicidade é como uma bola: querem-a de todo jeito e, quando a possuem, dão-lhe um chute.

"Mário Glaab".

Rosimeri Barbosa

Ei, se liga!
Baixa a bola, quem se acha demais, acaba se perdendo no cometário dos outros...
E se não importa o que as pessoas acham, não deve viver em sociedade e sim em uma ilha...
Ei, se liga!
Está historia de que falem ou pensem o que quizerem, o que importa é o que sou, é muito bonito para escrever e ler...
... ... Mas a realidade é diferente...
Ei, se liga!
E segura sua onda...
Você ainda tem chance de mostrar que não é assim...
Ei, se liga!
Ou vai acabar desligando do mundo que vale apena viver...
Ei, se liga!
E reflita sobre sua vida hoje.

"Certas pessoas deviam amadurecer, mas ao invés disso apodreceram."

Wenner Áli

Todo dia a gente inventa uma alegria
A gente esquenta a água fria
E ignora a bola fora

Toda hora a gente dá um desconto
A gente faz de conta
Mas chega a um ponto em que ninguém mais quer saber

Crimes passionais
Profissionais liberais demais
Segredos de estado
Centroavante recuado

Isso me sugere muita sujeira
Isso não me cheira nada bem
Tem muita gente se queimando na fogueira
E muito pouca gente se dando muito bem

Agente secreto
Agente imobiliário
Gente como a gente
Presidente e operário

Empresas estatais
Estátuas de generais
Heróis de guerra
Guerra pela paz

Hindus, industriais
Tribos e tribunais
Pessoas que nunca aparecem
Ou aparecem demais

Isso me sugere muita sujeira
Isso não me cheira nada bem
Tem muita gente se queimando na fogueira
E muito pouca gente se dando muito bem

Críticos da arte
Arte pela arte
Pink Floyd sem Roger Waters (Welcome To The Machine)
Formas sem função

Fascistas de direita
Fascistas de esquerda
Empresas sem fins lucrativos
Empresas que lucram demais

E todo dia a gente inventa e fantasia
A gente tenta todo dia
Feitos cegos
Egos em agonia

Humberto Gessinger

As rédeas da bola.

O futebol por sua vez se caracteriza como circo no qual o palhaço é a bola, uma música na qual o jogador é o violino sem som, um parque no qual a plateia é o pranto de um menino insano; mas em que tempo?Numa inexpugnável fulgência é a tática que aclara o palco onde a escrita é uma índole crônica de demência. Os velhos gritam, os poetas escrevem, os torcedores rasgam e a bola chora à rede enfrentando à baliza que convence o mais alto grau. O gol é uma esfera impetuosa, é um Vivaldi em fúria, um Rodrigues convicto, o campo de uma luta.
A camisa de um clube é um vasto portento a que saliento como gracejo a que cortejo em vento. O palco nesse momento anda vazio e mortificado pela presença de um cartola que agrupa tua corte de uma natureza insanável. A bola tem mais brilho e mais eloquência, mais teatro de exatidão; e mais que literatura, tem transparência.

Daniel Muzitano

Título: Esboço em delírio.

O teatro enaltece o jogo,
a bola chora sua perda.
Jamais esvai tu canalha,
que soubestes mais que nada;
cessar à beleza.

O drama se emudece,
arqueja sem teus escritos.
De dádivas nasciam gritos,
e saudades de mulheres sem teus tapas.

Que têmpera deixastes no ponto exato,
a dor das redes sem exalo.
E que te exultemos Nelson,
com tua cultura inexorável.

Daniel Muzitano

Bola pra frente

Pare com esse papo de história triste
Bola pra frente é o que já deu
Está tudo diferente, olha como está agora
Acabaram-se as rosas e o amor morreu

Foi bom enquanto durou a nossa história
Amizade continua melhor para nós dois
Não estou querendo me apegar, sofrer mais tarde
Eu sofri tanto no passado por um falso amor
Você de um geito inocente, e eu tão prepotente
Orgulhoso, decidido, sou mesmo assim:
Coração fechado, mas estive ao teu lado quando chamou por mim.

Ta faltando rosas, sobrando espinhos.
Estou com muito medo desse amor machucar
Vai ser feliz, me deixe ir embora
Que eu já passei por isso e sei aonde vai dar.

Ta faltando rosas, sobrando espinhos.
Estou com muito medo desse amor machucar
Vai ser feliz, me deixe ir embora
Que eu já passei por isso e sei aonde vai dar.

Foi bom enquanto durou a nossa história
Amizade continua melhor para nós dois
Não estou querendo me apegar, sofrer mais tarde
Eu sofri tanto no passado por um falso amor
Você de um geito inocente, e eu tão prepotente
Orgulhoso, decidido, sou mesmo assim:
Coração fechado, mas estive ao teu lado quando chamou por mim.

ta faltando rosas, sobrando espinhos.
estou com muito medo desse amor machucar

Vai ser feliz, me deixe ir embora
Que eu já passei por isso e sei aonde vai dar.
Vai ser feliz, me deixe ir embora
Que eu já passei por isso e sei aonde vai dar.

Henrique Costa

O tatu-bola
Lá de Bajé
Aprende chula
Batendo os pés.

O vento frio
Ringindo os dentes,
E o tatu-bola
No seu batente.

Vem vindo a noite,
Abraça o pampa,
E sobre o tablado,
O tatu dança.

Raios no céu
Fazem comício,
E o tatu-bola,
No seu ofício.

Tacos de botas
Contra a madeira,
Tacos de bota,
A vida inteira

Sérgio Capparelli

Queria Mesmo é ter meus Dez Anos,
Isso ia passarinha, Jogar bola, não tinha preocupação com roupa e coisa parecido... Não tinha que Fazer escolha...
E chegam os Dezoito anos e chega à responsabilidade e a cobrança da Faculdade... Ou algo parecido,
É vamos La rapaz. É hora de você fazer acontecer...
Seus sonhos de quando era criança deve se realizar, e o pior. Que agora você ou eu, ele, não tem, mas o colo dos pais para chora, a vida cobra e Devemos cobra dela...
Seu dever agora é dar um futuro pra você e pra sua futura família e tentar fazer acontecer aquilo que anos atrás disseram de você “As crianças são o nosso futuro"...
Só que agora Não somos, mas crianças ou somos,...
A Responsabilidade é nossa. Agora devemos conquista o respeito e a dignidade que um dia sonhemos ter...
O Destino é apenas questão de um sim ou não...
Escolha o sim para o bem e o não para o mal.
Queira muda o mundo e ajudar as pessoas...
Ou veio ao mundo para ser apenas mais um? ...

Jefferson Fagundes Silva

Aquele Menino

Saudade daqueles tempos de criança,

jogando bola,comendo bala,aproveitando toda a infância.

Sem nenhuma obrigação,negócio mesmo era brincar,

não gostava de namoro,nem sofria por amar.

Mas ano após ano o tempo foi passando,

vieram obrigações,aquela infância estava acabando.

Alguns anos se passaram e o menino agora é homem,

entrou pro ensino médio esquecendo o dia de ontem.

Jogava Futebol e era amigos de todo mundo,

Parecia até aquela criança correndo e pulando muro.

Vivia com as meninas,estava sempre feliz,

Contando história pra elas e elas sempre pedindo BIS.

Passava por problemas,mas de cabeça erguida seguia andando,

mas estava com sentimento de que algo tava faltando.

Saia para festa com os amigos,gostava de beber,

Conhecia algumas meninas mas não tinham nada à oferecer.

Chegava em casa de manhã,sempre arrependido,

Reclamava com Deus porque nunca atendia o seu Pedido.

Chorava Triste da vida,achava que não tinha solução,

Só não queria ser mais um no meio da multidão.

Mas isso tudo tinha hora de acabar,

Conheceu uma menina e achou seu lugar.

Menina linda que chegou para ficar,

Tinha certeza que era por ela que ia se apaixonar.

Ficaram juntos por um tempo,nada era tão lindo assim,

problemas aconteceram e infelizmente teve um fim.

Agora corre atrás pelos erros que cometeu,

a história desse menino que com seus tropeços aprendeu.

Robson Vieira _aclownbored

Alguns homens tem uma mania
engraçada de pisar na bola, errar, errar
novamente, chutar, despedaçar
sentimentos, e no fim achar que as
seguintes frases irão resolver: "me
desculpa!", "eu errei!" "me arrependi!", "me perdoa!"... Sabe o que eu digo?
"Como assim perdoar? Se erros fossem
consertados ou esquecidos com um
simples "perdão", BABACAS como você
jamais irão aprender a valorizar
MULHERES como eu.

Ana Dutra Medeiros

Título: O não manchar do beligerante.

Rola bola no gramado,na praça,no morro ou na rua
rola à procura.
Principia à conduta épica do sorriso da única não repugnância.
A bola não se mancha,não se mancha.

Não importa que faça parte do contexto a cbf,a fifa,a cartolagem ou não amor à camisa.
nada é mais opulente que o emitir da bola entrando na rede batendo na baliza.

O sorriso do drible se faz incomparável,
mesmo que eles trabalhem pelo deplorável.

Lutemos,ainda que eles vençam,
lembremos do lançamento do camisa 10,
a bola nasce dos pés.

A bola é à crítica
a bola é o inculca
a bola é nossa luta.

A mídia proporciona o desprezo
a bola é o endereço.

Quero chegar de carrinho na fifa e nas outras;
para que no futuro meu neto ouça:
seu avô limpou a louça.

frisava ele,caros amigos,
que a bola é maltratada pela lambança,
todavia nunca esqueçam:
a bola não se mancha.

Daniel Muzitano

Eu Heeim, sabe aquela pessoa que você sempre gostou?
E ela nunca lhe deu bola --"
Pois é, quando você ta em outra ela aparece para dizer
que sempre gostou de você... Eta deboche!

Barbara Cleide

Gosto de pessoas diretas que dizem o que pensam

Minha bola de cristal está quebrada!

Entendo intenções mas não sei ler pontos imaginários…

Pergunta é pergunta, afirmação é afirmação.

Minha palavra é firme… não volto atrás!



Anagramas e códigos secretos não existem na minha gramática,

O que eu falo é exatamente o que eu falo!

Toda palavra carrega energia,


Se não suporta a carga de seu discurso, CALE-SE!


Eu continuarei a falar para quem quiser ouvir…


O que eu falo é exatamente o que eu falo!

Richard Oliveira