Poemas de Vinícius de Moraes

Cerca de 243 poemas de Vinícius de Moraes

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor

Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes

Deve existir
Eu sei que deve existir
Algum lugar onde o amor
Possa viver a sua vida em paz
E esquecido de que existe o amor
Ser feliz, ser feliz, bem feliz

Vinícius de Moraes (Em Algum Lugar)

Pra viver um grande amor é muito, muito importante viver sempre junto. Até ser, se possível, um só defunto, pra não morrer de dor. É preciso um cuidado permanente, não só com o corpo, mas também com a mente. Pois qualquer baixo seu a amada sente, e esfria um pouco o amor. Há que ser bem cortês sem cortesia. Doce e conciliador sem covardia. Saber ganhar dinheiro com poesia, não ser um ganhador. Mas tudo isso não adianta nada, se nesta selva escura e desvairada , não se souber achar a grande amada, pra viver um grande amor!

Vinicius de Moraes

"Eu não ando só. Só ando em boa companhia. Com meu violão, minha canção e a poesia.

Vinicius de Moraes

"Que o meu rosto reflita nos espelhos um olhar doce e tranquilo, mesmo no mais fundo sofrimento; e que eu não me esqueça nunca que devo estar constantemente em guarda de mim mesmo, para que sejam humanos e dignos o meu orgulho e a minha humildade, e para que eu cresça sempre no sentido de Tempo..."

Vinicius de Moraes

Tomara
Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais

Vinicius de Moraes

Mesmo que as pessoas mudem
e suas vidas se reorganizem,
os amigos devem ser amigos para sempre,
mesmo que não tenham nada em comum,
somente compartilhar as mesmas recordações.

Vinicius de Moraes

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! A alguns deles não procuro, basta saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida...mas é delicioso que eu saiba e sinta que eu os adoro, embora não declare e os procure sempre...

Vinicius de Moraes

É curioso, a alegria não é um sentimento nem uma atmosfera de vida nada criadora. Eu só sei criar na dor e na tristeza, mesmo que as coisas que resultem sejam alegres. Não me considero uma pessoa negativa, quer dizer, eu não deprimo o ser humano. É por isso que acho que estou vivendo num movimento de equilibrio infecundo do qual estou tentando me libertar. O paradigma máximo para mim seria: a calma no seio da paixão. Mas realmente não sei se é um ideal humanamente atingível.

Vinicius de Moraes

“Para que vieste / Na minha janela / Meter o nariz? / Se foi por um verso / Não sou mais poeta / Ando tão feliz.”

Vinicius de Moraes

Porque a vida só se dá pra quem se deu. Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu. Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não. Não há mal pior do que a descrença.
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão.

Vinicius de Moraes

Não, a maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, e que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro. O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e de ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete. Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes da emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto da sua fria e desolada torre.

Vinicius de Moraes

Só deixarei de te amar quando o véu da minha morte cobre o meu rosto e na minha sepultura nascer rosas cuja e nas pétalas estarao escritas em letras de sanguí ainda amo VOCE.

Vinicius de Moraes

Quase sempre a beleza interior é o mais importante. Entretanto, como diria o Vinicius de Moraes: - nem só de recheio se faz um rocambole!

Raniere Gonçalves

O Velho E A Flor
Vinicius de Moraes

Por céus e mares eu andei
Vi um poeta e vi um rei
Na esperança de saber o que é o amor
Ninguém sabia me dizer
E eu já queria até morrer
Quando um velhinho com uma flor assim falou:

O amor é o carinho
É o espinho que não se vê em cada flor
É a vida quando
Chega sangrando
Aberta em pétalas de amor

Vinicius de Moraes

... não fazemos amigos ...

R E C O N H E C E M O - N O S

(vinicius de moraes)

Vinicius de Moraes

O nome dele era Vinicius, mas não era Vinicius de Moraes e nem qualquer outro Vinicius.
Ele foi meu primeiro amor. Nunca foi a primeira pessoas que eu gostei. Mas amar, amar, o ato de sentir amor, de dizer amar, de estar apaixonada, Isso foi só com ele.
Tudo com ele era mais perfeito, os risos mais verdadeiros, as alegrias mais intensas. O sorriso dele, tinha doçura, leveza, simplicidade, alegria que me alegrava. Ao sorrir seus olhos quase se fechavam. E seus olhos tinham um brilho, mas um brilho próprio, brilho que me fazia lembrar as estrelas. Mas como ? Se nem mesmo as estrelas brilhavam tanto ? E seu beijo, a seu beijo... Não comparo a nenhum outro, era perfeito.
Só sei que foi meu primeiro amor, ou ainda é. Não sei dizer ao certo.

Maiara Cardoso

Organização

Vinícius de Moraes

Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somente compartilhar as mesmas recordações. Pois boas lembranças, são marcantes, e o que é marcante nunca se esquece! Uma grande amizade mesmo com o passar do tempo é cultivada assim!

Renato Santos

Vinicius de Moraes

Dá-lhe poetinha
não temendo essa vidinha
cheio de amores
sem problemas com pudores
sem arrependimentos
uma viagem de casamentos.

Sedutor da palavra
Escritor que lavra
Apreciador de lirismos
Vida sem modismos
Conquistador de sentimentos
Encantador de pensamentos.

Amante da arte
Diplomata aparte
Dramaturgo e jornalista
Compositor e poeta,
Boêmio de sonetos
Fumante de intentos.

Vivendo sob a paixão
Tudo com muita emoção
Toma uísque de flores
Aprende com as dores
Eterno em todos momentos
Efêmero nos sofrimentos.

Realiza uma doce mistura
De teatro, cinema, música e literatura
De nada afeta
Caminha entre o mistério, a paixão e a morte
Ele sim foi poeta,
Sonhou e amou na sua vida apaixonante!

Danielli Rodrigues

Inspirado no Poema da Separação ( Vinicius de Moraes)

De repente do riso fez-se o nada
Silencioso e branco como o tudo
E das bocas unidas fez-se a espada
E das mãos espalmadas fez-se o escudo

De repente da calma fez-se a tempestade,
que nos olhos desfez um olhar distante
e das bocas unidas fez-se a saudade
e do momento imóvel fez-se o adeus marcante

De repente não mais que num instante
fez-se de sórdido o que se fez carente
e de sujo o que se fez amante

Fez-se do amigo próximo um ser errante
Fez-se da vida um fato insignificante
De repente, não mais que num instante!

Dalia Hewia