Poemas sobre Rios

Cerca de 215 poemas sobre Rios

Pais se perguntam porque
os rios são amargos,
quando eles mesmo
envenenaram a fonte.

John Locke

Se todos os rios são doces, de onde o mar tira o sal?
Como sabem as estações do ano que devem trocar de camisa?
Por que são tão lentas no inverno e tão agitadas depois?
E como as raízes sabem que devem alçar-se até a luz e saudar o ar com tantas flores e cores?
É sempre a mesma primavera que repete seu papel?
E o outono?... ele chega legalmente ou é uma estação clandestina?

Pablo Neruda

Os rios que eu encontro
vão seguindo comigo.
Rios são de água pouca,
em que a água sempre está por um fio.
Cortados no verão
que faz secar todos os rios.
Rios todos com nome
e que abraço como a amigos.
Uns com nome de gente,
outros com nome de bicho,
uns com nome de santo,
muitos só com apelido.
Mas todos como a gente
que por aqui tenho visto:
a gente cuja vida
se interrompe quando os rios.

João Cabral de Melo Neto

Poucos rios, surgem de grandes nascentes, mas muitos crescem recolhendo filetes de água.

Ovídio

Soube que eu te amava por que quando eu te vi havia estrelas no firmamento, água no leito dos rios, e flores nos jardins: saber que tu eras a pessoa da minha vida era, pois, coisa tão clara que até um cego enxergaria!

Augusto Branco

Verdes,,,,,

eu amo a natureza,
as matas, rios e lagos,
animais e vegetais
eu amo o verde.....

Eu amo o verde
de seus lindos olhos verdes,
duas matas inexploradas
portais para a alma...

Quantos segredos há
por detrás desses olhos verdes?
verde-mar quando alegres..
verde-escuros quando lúgubres,,,,

hei eu de essas matas explorar,
encontrar a trilha do seu coração
para poder lá habitar
ao lado da minha paixão....

Tu és o oxigênio que respiro
fonte dàgua da qual bebo,
minha floresta encantada
meu sol que para sempre cintila....

te amo.........

Itamar Sarto

Se às vezes eu disser que as flores sorriem e se eu disser que os rios cantam não é porque eu julgue que há sorriso nas flores e cantos no correr dos rios.
É porque assim faço, mais sentir aos homens falsos a existência verdadeiramente real das árvores e das flores porque eu escrevo para eles me lêrem.Sacrifica-me às vezes, a sua estupidez de sentidos.
Por que eu sou só essa coisa séria uma intérprete da natureza.Porque os homens não percebem a sua linguagem.
Por ela não ser linguagem nenhuma.

Rosaly

Se você acreditar,
posso lhe dar asas
Se você me decepcionar,
posso te afogar em rios de lágrimas
Se você me abandonar,
posso morrer ao poucos
Mas se você deixar,
posso lhe fazer muito feliz.

Rubens Blanco

Q os rios do seu sol sejam dourados.
Q tods as nuvens sejam branquinhas como algodão.
Q a luz dos sorrisos iluminem teus momentos.
Q o teu coração mantenha sempre a porta aberta p/ receber tudo de bom q a vida reserva.
Felicidades!!!

Jesy

Escrevo mil versos só em pensar em seu olhar;
Escrevo rios de poemas só em lembrar do seu abraço;
E sorrio quando vejo tudo q escrevii não por serem lindas
palavras, mais sim por q eu tenho a pessoa q me inspirou
a essas palavras bem do meu lado ...

Marco Aurelio Maciel Reis

OS RIOS


Do poeta americano Langston Hughes: "Eu conheço os rios. Conheço rios tão antigos quanto o mudo, mais velhos que o fluxo de sangue nas veias humanas. Minha alma é tão funda como os rios. Me banhei no Eufrates, na aurora da civilização. Fiz cabana nas margens do Congo e suas águas me cantaram canções de ninar. Vi o Nilo e construí as pirâmides. Minha Alma se tornou tão profunda como os Rios".

Paulo Coelho Maktub

As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.

Salomão

Se algo for por água abaixo, não desvie sua correnteza...
Pois é da foz de rios que nascem belas cachoeiras.

Lucas Ferreira

"E aconteceu o seguinte meus Senhores, eu apenas me cansei de gente vazia e rios sem corredeiras."

Matheus Trindade Reis

Sabe os quilômetros que nos separam, as estradas, os rios, os mares, o frio, o calor, as dificuldades, o medo, sabe isso tudo? Não é nada perto do que o seu sorriso me causará quando nos encontrarmos.

Tumblr

Quem é que pode parar os caminhos? E os rios cantando e correndo? E as folhas ao vento? E os ninhos? E a poesia? A poesia como um seio nascendo...

Mario Quintana

Falo do limbo...

Hoje estou no limbo.....Mesmo com sol meu céu está cinza....Acho que entrei no meu inferno astral.... em todos os sentidos....
Eu sou o problema!
Excesso de ser eu...
Excesso de tudo o que sou...
Estou feito os rios que secam e racham ,porque sua represa desabou.
Grácia Monte

Gracia Monte Barradas

O Mar
Azul, verde ou amarelo no reflexo do Sol ao amanhecer,
Espuma branca das ondas a se espalhar nas praias
As águas límpidas e salgadas tem uma temperatura inexplicável
Suas marés reguladas pela lua são a prova da ligação com o universo
Ditam as leis aos pescadores e seus arrastões de quando haverá os cardumes
Suas areias massageiam os pés de quem vai ao encontro das ondas
Para revigorar-se e limpar o corpo de todas as impurezas
Quem vê o mar pela primeira vez
Fica em estado de encanto e deslumbramento
Com as águas que vai além do horizonte se confundindo com o azul do céu
Num interminável encontro que nos leva a sonhar...
O mar também e mágico e encantado
Que vislumbra em encontros com os rios das fontes e das lagoas
Na magia do amor e da contemplação...

Isaias Ribeiro

De volta aos meus rios

Em uma gota de chuva
Sinto de novo a natureza
A corrente das águas
Faz-me renascer

Traz de volta
A nascente
O princípio
O inicio de tudo

Neste mundo selvagem
Longe de tanta cidade
Tenho mais felicidade
A vida tem mais leveza
Corre mais tranquila

Sinto o céu e a terra
A aurora e o sereno
Sou o orvalho emoldurado
Em lágrimas de felicidade

Um lugar simples
Em que me sinto em liberdade
Flutuando no ventre materno
Crescendo como criança


A lua segue o meu caminho
Entre rios e cachoeiras
Onde o barulho das águas
Conduz a vida em harmonia

https://www.youtube.com/watch?v=T4qNn6NCceY

Luiz Martins

CONFLUÊNCIA PASSIONAL

Imaginem rios que se querem
e se esperem presos pelo cheiro
se arrastem tortos pelo mundo
afagando o leito em desespero...

Imaginem rios que se gostem
e se encostem longos de desejo
e se encontrem prontos de ternura
se misturem cada vez mais beijo
e se deixem em êxtase de espuma
troquem águas, algas, mágoas, peixes...


Altair de Oliveira – In: O Embebedário Diverso.

Altair de Oliveira