Poemas sobre Ler

Cerca de 1211 poemas sobre Ler

Poeta não só é aquele que escreve.
poeta é aquele que ler e sente.
E deixa se levar pela rima,
Se entrega na métrica
E finalmente se embriaga...
Com a continuação de algumas reticencias.

Djanira Meneses

Aprende a ler e também a ser singular quantas vezes for preciso desce ao abismo, só não morra no conformismo do “achismo” ou do senso popular.
...Pensando no vento onde vai parar? As folhas são levadas sem destino
Não há determinismos, depende da “maré”…As vezes um tsunami, um furacão
ou uma brisa leve, assim é a explosão que se chama inquietação.
Ela move os céus, os” mundos mais profundos” e o inconstante coração...

Katiana Santiago

Há coisas que eu amaria ouvir, enquanto detestaria ler...
Em quem está o teu coração?
Ouvir, olhar...interessante.
Ler...às vezes entediante.
Isso parece-me uma parede de vidro, sabe?
E de lados opostos dessa parede, é como se corpos exaustos se esforçassem em mímicas insanas, para dizer o que nem sempre é compreendido.
Para você, quem está de cada lado?
Decifra, se fores capaz.
Decifra-me!

(21 abr 2011)

Fabi Braga

Um Pouco Mais de Você

Um pedaço de você já ficou no tempo, quando você deixou de ler um bom livro, quando não acreditou naquele amigo, quando não aproveitou aquele instante para falar de amor, quando não abraçou seu pai e nem beijou a mãe.

Um pedaço de você se perdeu na curva, quando abandonou o seu sonho sem tentar, quando aceitou trabalhar onde não gostava, quando fazia o que não suportava, quando disse sim, quando queria dizer não, quando deixou o amor morrer antes de nascer, por medo de sofrer…

Um pedaço de você ficou a parado, quando você não quis fazer um novo percurso, quando se conformou com o velho, quando ficou parado vendo o povo correr, quando votou em branco, se podia escolher, quando não apareceu quando era esperado.

A vida pede atitude em cada instante, e passa por cima de quem se cala, de quem aceita, de quem acredita que tudo está irremediavelmente perdido. A vida desacata quem não se aceita, humilha quem não se valoriza, ensina com amor os que amam sem medidas, ensina com dor, os que fogem das lições.

Um pedaço de você quer tudo, outro quer se esconder. Assim, cabe a você, só a você, dosar ansiedade e apatia, ter um tempo para criar e outro para executar, falar e ouvir, ensinar e aprender, caminhar e correr, amar e ser amado, falar baixo e gritar, ter um tempo para refletir…

Só não vale cruzar os braços, só não vale não ser você, só não vale esquecer: que nada é mais importante que você.

Eu, simplesmente.

Anne Alves

Saudades do tempo que as pessoas ainda deixavam o computador para ler livros, ainda trocavam o celular por uma boa conversa com os amigos na calçada.
Ahh, que falta me faz aquele tempo que agente saia de bicicleta no fim de tarde e pedalava por aí, as vezes até meio sem ter aonde ir,sem ponto certo de saída ou de chegada, mas só pra passear com alguém especial.
Tenho saudade das amizades verdadeiras que se foram, umas por escolha, umas por necessidade, outras talvez por descuido meu.
Nossa que bonito eram os amigos da escola que antigamente não queriam saber se você andava bem vestido, com sapato de grife, cabelo arrumado ou se você sempre estava na moda, eles só queriam ser seus amigos, ver seu sorriso e acreditar na sua capacidade de ser a cada dia uma pessoa melhor.Eles aplaudiam suas conquistas ao invés de perder tempo tentando mostrar que eram melhor que você.
Quanta saudade dos dias de chuva, quando agente corria pela rua deixando a água carregar nosso chinelo pra voltar pra casa apostando corrida com o pé no chão, tocando a areia molhada, sem dar tanta importância para as pedras mesmo que elas estivessem ali.
Que saudade da gentileza que tinham os nossos antigos professores, tão poucos hoje sabem entender a nossa fadiga, tão poucos sabem olhar dentro de nós.
Saudade,daquela saudade boa que dava nas férias longe de casa, longe da escola, longe de tudo que pra mim era feliz.
Espero matar essa saudade antes que ela me mate ou me deixe sega de tanto escorrer pelos meus olhos.

Amanda Thainá da Silva Araújo

Parecendo uma boneca ainda aprendi a falar papai e mamãe
Parecendo uma criança aprendi a ler
Parecendo uma menina aprendi a somar
Parecendo uma adolecente aprendi que temos que ser forte
mesmo na hora que mais nos achamos fracas
Temos que saber como dizer sim a um amor verdadeiro
e não a um falso
Aprendi que a vida não é sempre um mar de rosas
Troquei as bonequinhas por maquiagem
Meu mundo de sonhos pela realidade
e assim encaramos o mundo, pois nao e feito
so de alegria e sim de dores que vem e vão.

Ingrid Carla -eu mesma kk

Qual a probabilidade de você um dia
ler o que eu escrevo aqui?
e qual a probabilidade de saber que
é sobre você que eu escrevo, ou ainda
que eu escrevi? Independente de qual seja
qualquer uma dessas probabilidades,
a probabilidade de eu te amar pra sempre
será de 100 para 100.

Erick Douglas Salustiano

Na frente de uma folha branca, você tenta escrever realmente o que as pessoas gostariam de ler. Elas perguntam por que você chora, chora tanto! Você escreve um motivo para cada mil pessoas, tentando se enganar, tentando agradar cada leitor, mas na verdade nem você sabe o real motivo e isso te machuca. Eu sei exatamente como é. A energia das pessoas é tão poderosa que até eu fiquei com medo agora. Como mostrar para as pessoas que você ama tanto, que apostam em você, que os heróis também são de papel? Uma vez se rasga, queima, joga fora ou simplesmente joga num lago que não é nem do cisne. O papel está molhado agora. Molhado de sangue.

Trecho extraído do livro O DIÁRIO IDIOTA DE RAFAELA

Gabriella Lima

Tento não ler os meus inimigos que se escondem na discrição de um sentimento distraído, porem descoberto por um desafio;
Não imagina os planos que há tempo faltava para completar um mar de espinho com passos beirando sinais de heranças;
Já perdi as ansiedades e encontrei uma maneira de me alimentar desse sentimento que se faz tão real e diferente ao meu coração;

Julio Aukay

*** Sem Mais ***

Tem dias que acordo cansado...
cansado de ver fotos sem noção, cansado de ler post que de conteúdo só do efeito ridículo que as palavras demonstram...
cansado de papo furado... cansado de exposições de imagem e nada de personalidade, onde foi parar a personalidade das pessoas?
creio que estão perdidas ao meio da vida virtual... por isso no face é tao bom e gostoso e na realidade é tão sem graça e de prazo curto!
nada mais dura... e quando dura, dura sem conteúdo...

OTTHON KNUST

Ela queria ser cantora mas,casou-se com um homem que não gostava de ler.
Ela queria ser escritora mas,casou-se com um homem que não gostava de filmes.
Tudo que faltava pra ela era se livrar daquele homem mas,ela pensava que ele era tudo pra ela.Um dia sem chuva ele foi embora sem deixar nem mesmo um bilhete.Ela nunca mais amou ninguem, morreu e nunca foi uma artista...

Villaverde

Hoje pude compreender que o escrever, e o ler
Não são suficiente.
Talvez se eu falar, e você
me ouvir, minhas vontades se tornem comoventes.

Maurivânia Medeiros

Pra que continuar a escrever
se nem ao menos minhas palavras
você consegue ler.
Pra que continuar a insistir
se você nem ao menos me toca,
e já pensa em desistir.
Pra que lutar,
se você ao menos foi capaz,
de tentar.
Não quero parecer idiota,
mas estou me cansando
de jogar tanto tempo fora.

Maurivânia Medeiros

Na última vez que nos encontramos, eu afirmei perguntando o porquê de não conseguir ler a sua mente, e você com um único olhar perdido num horizonte que eu sabia que eu não estava presente, negou respondendo que não sabia o motivo; eu não acreditei.
Chega uma hora que canso de tentar fazer de tudo para que nossa relação funcione.
Você nunca fez questão de que eu fizesse parte da sua vida, não inteiramente, e isso me incomodava, porque eu achava que dividir a minha, completava a sua, mas eu estava enganada.
Hoje as coisas parecem tão diferentes e só nós que continuamos os mesmos nesse vai e volta, sem perguntas, sem respostas...

Gabriella Lima

Se Deus não ouve as minhas preces
Poderia ler minhas Palavras
E por elas Julgar minhas necessidades
Atendendo asssim meus pedidos...

Conforme foi Combinado
Um Pai não nega ao Filho !
Perdoa, ilumina e aquece...

POR ISSO COBRO O QUE FOI PROMETIDO !!

Como Filho quero provas!
Quero encontrar um caminho
Posso errar e experimentar
Posso chorar e cantar
Pedindo por algo divino...

Ahhh, Sorrisos ! Paixões...
PRISÃO HUMANA !!
Gostaria de ser alma
E voar pelo Paraíso

Ficaria feliz se fosse ouvido
Sem pessoas
Sem palavras
Sem Inimigos...

Alexandre P. Kaffer

Minhas bobagens de amor!
Estou aqui em casa só a ler e escrever,
pois cada verso escrito nunca vou esqcer.
Amo te amar,amo te querer,mas se comigo
ñ estiveres q valor isso iria ter?
Se ñ tem amor,não tem felicidade
Se eu ñ tiver vc como poderia saber
se amo de verdade?
Meu amor é sincero,
simplesmente
puro e verdadeiro,
te quer por inteiro!

Me chamaste de charope,por ter momentos irritantes
Mas quando me beijas e me abraças,só dizes:Rutyenne te amo!
Xarope posso até ser,mas isso faz bem pra mim e pra vc pode crer.
Poeta sei q ñ sou apenas escrevo nas folhas oq sinto meu amor.

Rutyenne Márcia

Quando ler esta mensagem, Sorria! Mesmo que por um segundo! Pois estou pensando em você, neste exato momento! Pensando em como seria bom ter você aqui comigo, só para te ver sorrir!
Seu sorriso me inspira, me constrói uma vontade louca de ser, de vencer e de fazer acontecer!
Por isso, sorria minha linda, mesmo que por um segundo, assim criará... inspiração no mundo !!!!
Josias.Junior

Josias C. Ferreira Junior

Era uma vez um menino, assim como centenas de outros meninos. De tanto observar as pessoas e ler livros tomou medo do mundo e da vida.
Entretanto, como as necessidades cotidianas o faziam sair de sua casa decidiu que ia se refugiar dentro de uma caixa. Tentou impermeabiliza-la, mas sem sucesso desistiu. Apesar disso, dentro da caixa ainda havia proteção, segurança e conforto suficientes.
Para cada ocasião o menino tinha uma caixa diferente. Cores variadas, estampas para dias ensolarados.
Era tudo perfeito, quando regressava ao seu lar ele saía da caixa, mas foi aos poucos se acostumando, afinal era mais prático ficar lá dentro. Aprisionado, porém seguro.
O tempo, inimigo dos mortais, passou e num dia qualquer ele viu uma menina de grandes pupilas escuras, que lhe olhou de soslaio e mesmo assim o enxergou dentro da caixa.
Como aqueles olhos eram enigmáticos para o menino. Ele quase perdeu o medo, ele quase se mostrou. Quase!
Depois disso ele experimentou uma inquietação violenta, que o fazia sufocar em seu quarto, a ponto de leva-lo a sair da caixa e se olhar no espelho. Pobre menino, tentava encontrar no reflexo o brilho dos olhos da pequena. O miserável menino, sentiu o coração bater forte quando não pode mais reconhecer sua imagem refletida.
Quem era aquela pessoa pálida que revelara o espelho?
Ele já não sabia mais. Voltou para a caixa e foi dormir.
Talvez seja esse o mito da caverna invertido e moderno.
Gente que se esconde em carapaças por tanto tempo que já não sabe mais quem é.

Mirian Machado Mendes

Palavras, apenas…
escrevo os pensamentos e os sentimentos para você ler, pois se eu falar, vou me expressar mal, as palavras vão sair em desordem, sem nexo, e principalmente, sem razão!
Ainda não aprendi a arte de um diálogo inteligente… rsrs
sem perder a compostura, sem perder a razão…

Geisiany Quintino

Sono

Quando agente tá com sono
Não quer nada fazer
Nem ler ou escrever
Pode satisfazer

Quando agente tá com sono
Não quer nem pensar
A vontade é estar no quarto escuro
Em silencio se trancar

Quando agente tá com sono
Não adianta tentar
Por mais que os olhos estejam abertos
Eles vão se fechar

Quando agente tá com sono
Tem mesmo é que se entregar
Parar de lutar com o corpo
E começar a relaxar

Rutyenne Márcia