Poemas sobre Frio

Cerca de 1857 poemas sobre Frio

ALMA GÊMEA


É noite alta.
Com a velocidade da moto
Sinto o vento frio tocar e arrepiar meu corpo.
Olho pro céu e me pergunto:
Alma gemea da minha alma,
_Em que estrela você foi morar?
Em que poeira cósmica você se escondeu?
Me procuras como te procuro,
Ou será que de mim se esqueceu?
Uma estrela cadente rasga o céu.
Reacende dentro de mim uma chama.
Me traz a esperança de que ela
seja uma mensagem sua,
dizendo que ainda me ama como eu te amo.


15/03/09

Fátima Duarte (Penápolis)

"E mais uma noite,vou
dormir tranquila... Ouvindo
a chuva no telhado,sentind
o o vento frio entrar pela
janela pensando em mais
um dia que se vai. Se vai
com a certeza que diz o que
pude hoje. Falei pra quem
gosto o que sinto,abracei
amigos,sorri com
eles...tremi e senti o coração
acelerar ao ver alguém
especial chegar perto.
Tomei as decisões certas pra
hoje. Tudo certo. Sem
nenhum sentimento ruim
no meu coração,nenhuma
mágoa,nenhum
ressentimento. Nada de
ruim. O que passou
passou,o que fez mal ficou
pra trás. Não tem espaço
pra sentimento ruim no
meu coração não. Tudo tem
um motivo e de cada erro
tiro uma lição. E procuro
aprender pra não acabar
repetindo... Mais um dia...
Chove... Faz frio... To aqui.
Confesso que não
exatamente no lugar que
eu gostaria,mas nem por
isso to triste. Tá tudo bem.
Vai ficar melhor? Vai sim.
Tenho certeza. Tenho fé que
é o que mais importa. Mais
um dia... Mais algumas
lições pra anotar,mais
alguns sorrisos,mais
algumas lembranças pra
guardar! E mais amor no
coração... Cada dia mais.
Venha o que vier. Afinal
estamos aí pra que? Pra
assistir a vida passar?
Não,nem pensar. Somos
protagonistas. Estamos aí
pra viver."

Helen Machado

Quando estou com você...
É como comer chocolate em tempo frio...
É como carregar todos os sorrisos dentro de mim...
É como abraçar o infinito...
É como voar com os pés no chão...
É como se nada mais existisse além de nós dois...
Quando você olha é como se uma chuva de estrelas caisse sobre mim e todos os minutos se transformam
em grandes momentos e até as coisas mais simples ganham um toque especial.

Tatiana Marinho

Aqui estou eu
Aonde esta você?
Será que amanhã você ira despertar?
Aqui esta frio e quieto
Faz um tempo que o sol não vem
Sinto o bolor nas paredes
Como pode¿ como pôde?
Não sentiu, não viu?

Ester Cruz

“O frio lá fora… ‘E cá estamos, juntos no começo do inverno. A neve cai e os pássaros estão dormindo. A ventania está atrapalhando a miragem da lua, ou melhor, apagando-a brevemente; E então aquela cama que no verão chorava de solidão hoje sorri enquanto nos chama.
-Vamos, venha! Deite-se comigo!
E então você caminha levemente e se deita, te puxo e te aconchego. Em conchinha então, ficamos…
- Seu cheiro me lembra o frio. É suave e ao mesmo tempo gelado, me fazendo sentir o coração gelar de panico: -O que eu faço? - Grita meu pobre coração…!
Enquanto miro a janela, minhas narinas se abrem e me drogo com seu cheiro, ou melhor, me vicio cada vez mais. - E agora? E se você partir? É doloroso sabia, sentir seu cheiro a cada pano e lembrar que você não pode estar comigo… não mais…
- Dito e feito, você se tornou má! Você me deixou aqui no frio sob as lagrimas de minha cama novamente; e partira assim, sem mais e nem menos. Volte para o alcance de meus braços.
- Oh! Sinto sua falta, minha amada… Deixe-me sentir seu cheiro mais uma vez, nessa noite escura e gelada. Oh! Minha amada, volte…!’”

Beatrice Monserrat

Tempo perdido
Como posso me acostumar tão passivamente com a solidão…

Como posso gostar do frio que entra pela janela, se não tem ninguém para me aquecer…

Como posso por essa musica tão triste para repetir mil vezes e sentir o frio que vem da alma, sentir mais uma vez a dor de sua partida…

Interessante a minha capacidade de querer você aqui mesmo sabendo que não vai voltar, inacreditável como meus olhos ainda te caça por aqui…

E depois de admirar a chuva la fora a sua presença se tornar mais distantes que antes, por que insisto em guardar seu lugar na cama, seu pijama …

Que mania é essa de viver no passado feliz, se eu sei que o tempo não volta!

Pobre menina que espera pelo amor perdido, esperando na janela de sua alma aberta para sua volta…É triste ter um coração que não sabe deixar de te amar…

Como é triste viver esperando a volta de quem já fechou a porta, como pode um coração ser são teimoso assim…

Eu esperava mais orgulho dessa menina que sempre olhava para cima, e vencia todos os desafios, fora traída por seu pobre coração…

E hoje vive de canções tristes e saudades sem sim…

felicity Secret

E quando você acorda mais cedo que todos
e no silencio frio da solãolidade
que te rocorre os sapentos,
te fazendo sentir lam mais uma vez,
é naquele tomento em que sua lapravas já se focundem com seus sapentos,
falar,
já não é o bastante.
Seria digno eu de fazer tal otracidade ¿

Lucas Castro

Passos e pensamentos

"Ouço apenas passos... O toque frio e constante na madeira faz ecoar ainda mais alto o som do vazio. Vazio de alma, que chora, geme, sofre e teme calada.

Alma assustada, cansada e que sabe que a dor é inevitável. O vazio a persegue... Quem dera pudesse fugir, ou ainda quisesse, como fizera antes, resistir a tudo isso e sonhar. Mas, sua ingenuidade foi roubada enquanto declarava amor à lua, e fazia juras ao sol, em seu despontar.

Ela já não consegue correr. Ela não quer. Deseja apenas que tudo acabe o quanto antes, mas... acabe. A angústia que causa esta solidão, desespera tão frágil alma, grande de espírito que não cabe dentro de si. Se ela suportará? Não sei. Mas, os passos continuam tocando o piso, ecoando o vazio e, se aproximando..."

Gabriel Moreira de Santana

Há quem diga que, vingança é um prato que se come frio.
Vai lá! Te vinga!! Bobinha...
Daí, você se empolga e se lambusa...
Certo ou errado?! Bonito ou feio?!
Tenho minha opnião sobre, mas...
Quer saber, euzinha nem consigo me imaginar perdendo, meu precioso, tempo com comportamentos vingativos ...
O que é ruim se destrói sozinho!

Dayse Figueiredo

Apaixonando... Sensações inéditas, suspiros, e um frio na barriga, a famosa espera... Dito como loucura o qual declarar o seu amor antes, primeiro, o começo, e recomeço, do novo estar... juntos, nós, ambos se apaixonando.
Essa é uma história muito contada, pouco vivida, e por muita sorte fará parte desse novo roteiro.
Loucura mesmo seria se render ao medo... O medo de tentar. Só se pode ter quem foi julgado como louco por antes de tudo ter tentado.
No começo ninguém entende, nem tudo se compreende, são muitas sensações para uma única explicação. Por tanto, eu apenas fecho os olhos e agora penso... Penso no quão bom seria dizer "eu fui louco".

Natalhiê Ferreira.

Anoiteceu tao cedo...
O frio bate na janela...a chuva insiste em visitar a rua...
Permaneço aqui esperando..
Refletindo sobre o passado que já passou...reconheço que ensinou...
O presente tao glorioso que me traz a honra de ainda sentir..
Sentindo poder sorrir...deslumbrando a luz da certeza do...
Meu amor existir e comigo compartilhar nao só as alegrias...
Que envolvem a minha alma e todos os meus dias...
Na luz das estrelas que de tao radiosas fingem por vezes...
Imitar a vida...na intimidade da cama que na sabedoria da vida...
Sempre diz que a melhor parte do amor encerra-se sempre...
No escuro do quarto no calor do corpo da mulher amada...
Sacramentando a mais verdadeira das verdades...
Onde se encontra a ...
Melhor parte do casamento!!!

FELICIO

REFLEXÃO
Ele: Amor põe o casaco, tá muito frio...
Ela: Cala boca! Cuida da sua vida..
Ele: To tentando, só que ela é muito teimosa..

Giovanna bells

Havia uma xícara de chá quente a espera, horas se passam e o que se resta é o mesmo chá só que frio...
A espera se trata de uma expectativa lançada em cima de algo, ninguém espera de fato, apenas dão um prazo a algo quando ainda se esta quente, mas quando esse possível "esperar" se rompe por um atraso, ninguém mais quer o que ao seu ver está de fato frio.
Isso não se trata de uma xícara de chá quente ou fria, mas se trata de pessoas que sabem sim ou não esperar, realmente esperar...

Natalhiê Ferreira.

!...O...!


O findar do dia,
o declinar do Sol;
o cair da noite,
o frio como ponta de anzol.

O ajoelhar no chão,
o olhar aos céus em silêncio,
o louvar, o orar, o meditar, o dormir,
o passar das horas, o cruzar dos ponteiros,
o amanhecer do dia, o não saber se é o derradeiro!

A graça, a misericórdia, o amor, a paz.
o ser sustentados, o ver o novo dia que ELE faz.

DELE, por ELE e para ELE

Saulo Gurgel de Lima

O silêncio aterroriza a alma.
O silêncio vazio é frio.
O silêncio é veneno
Que mata lentamente.
O silêncio é dor gritante.
O silêncio sussurra o que não se houve.
O silêncio é o suicídio do amor.
O silêncio não é a melhor resposta.
Não ele não é. Tenha certeza que não.
O silêncio é nada mais que o fim.

Leandro M. Cortes

O frio na alma me atingia.
Dentre as lágrimas, soluços e incertezas de uma criança de sete anos, vi que nada poderia fazer.
Era sozinho no mundo.
Sem esperar, de repente, em meio às absorções constantes do nariz, veio também um aroma de baunilha que me inebriou os sentidos.
Tomado pelos sentidos, junto uma voz rompe o silêncio fúnebre em meio aos soluços, dizendo:
-Não fica assim, não chora, vai dar certo!
Ao me deparar com a fonte da voz, fui tomado por um afago angelical e um olhar de ternura eternal.
Era uma resposta aos meus anseios mais íntimos da alma?
Vinte e dois anos depois, a mesma cena, os mesmos personagens, o mesmo medo, as mesmas palavras fizeram ecoar a minha existência.
Descobri que há 22 anos um Lírio se fez vida em mim, descobri que a partir dali, os seus olhos iluminam as partes mais escuras do meu ser, descobri que os seus risos soam como a melhor das músicas proferida por seres perfeitos.
O Lírio se fez vida, sem o Lírio, nada do que aqui existe poderia ser revelado.
Ainda tento cair no mesmo sono para que o sonho volte a acontecer e me depare com um jardim com o Lírio que eu possa cuidar e ser o motivo da minha existência plena.

Silanio Pereira

No solidão do meu quarto,
Sinto um frio dentro de mim,
Não sei mais o que eu faço,
Tento fugir dos outros e de mim...

Vivo como Deus quer,
Nesse mundo de "loucos"
Vou pra lua sempre com meus delírios,
Vivo sorrindo e chorando como todos os "loucos"

Sou igual a você,
vivemos no mesmo mundo,
Com diferenças que nós mesmos vemos....

Sou igual a todos
Independente de tudo e de todos somos iguais,
Na RAÇA, RELIGIÃO, COR E OPÇÃO..............

Joseph Lima

"Frio cortante,
Amor penetrante,
Que aquece a gente.
Onde tu andas...
Que desencontro,
Para te amar tanto"!
(sem sofrimento).

E. Didier

Eu não sinto amor.
Eu não sinto apego, ou pena.
Não sinto vontade, ou repulsa.
Não sinto frio, ou calor.
Eu sinto ódio.
Eu sinto muito ódio.
Fora isso, tudo é muito indiferente.
Indiferente demais, na minha opinião.

Rafaella Kristinne

Faz frio quando teus olhos se esquecem dos meus
Tem saudades quando tua voz se cala
Sinto medo quando estas distante,
Falta tudo quando tu falta.

Leônia Teixeira