Poemas sobre Frio

Cerca de 1831 poemas sobre Frio

Sou viciada...

Em chocolate, é claro.
Ele pode ser quente ou frio.
Não nego que é gostoso.
E sem falar que libera endorfina no meu organismo.
Me trazendo uma sensação de bem-estar única.

E tem mais...NÃO ME FAZ CHORAR.

PS: Calorias a mais? Perco depois fazendo outra coisa. kkk

Ninah Alves

Nuvens grisalhas com lágrimas geladas
Mãos trêmulas e voz baixa
Assim o frio me acalenta da saudade que tenho de ti
Olhos nublados e boca trincada
Procurando em você a minha morada
Assim o frio me acalenta da saudade que tenho de ti
Solitário andar nesta cidade
Com a lembrança ficcionada dos nossos corpos cansados
Do calor assombroso que vinha de ti
Da falta que faz o desejo velado que ao relembrar me faço existir

Bruno Fernandes Barcellos

Leve como o ar
Doce como mel
Parece como o céu

Molhado como a Água
Frio como o vento, e
Quente como Sol
Um pedacinho de vel.

Sussurrar como brisa
Mata quando não tens
Melhoras quando acha...

Viaja sem sair do lugar
Alucina sem cair
Flutua sem voar
E o Beijo que eu vou te dar...

Jhonata Chtistian

Vou me ao banheiro, vizitar o meu amigo chuveiro. Nesse frio, e com a cabeça cheia
fico só morrendo de vontade de estar com você, não importando onde e como sua presença me completava
com você me sentia inteiro, e agora me sinto inutil inerte, e logo fará um ano. Me lembro do dia em que te conheci
foi um dia que matou uma pessoa aqui dentro de mim que me arruinava, e ai então fui feliz com você, tranquei os medos
e joguei a chave fora. E então no logo lembro que está frio e na hora de entrar no chuveiro, queria seu calor porem só tinha
o do amigo chuveiro para me aquecer e me perdi na saudade, onde então me lembrei do teu sorriso e dos lindos seios dos teus olhos
e parei inerte com a agua caindo sob minha cabeça. Alucinado me vem um espelho a minha frente, em um piscar de olhos sua imagem junto a mim
por ali aparece, pisco e vejo direito, estou dentro do meu coração, dizia já respondendo a minha pergunta e mais afrente vejo a jaula onde me tranquei
quando te conheci para me salvar e realmente ser feliz. Chego perto da jaula e digo lentamente, te peguei, entao minha imagem se aproxima e diz, por quanto tempo
E sinto frio novamente, então nem o calor do chuveiro me engana mais, então tenho medo de mim mesmo, só me sinto bem sem agonias com você aqui.
E já te disse só você tem o poder de me fazer se sentir bem, saio do chuveiro onde a lágrima desce e me pergunto por quê?.

Rodrigo Rodrigues

CACTOS

"O DESERTO ME FAZ AO DIA MORRER DE CALOR
E NAS NOITES SOFRER DE FRIO

COMO A PLANTA QUE VAI MORRENDO QUANDO NÃO CUIDADA POR QUEM A PLANTOU.
VOCÊ PLANTOU O AMOR EM MIM E AGORA ME DEIXOU..
MAS AS RAÍZES DESSE SENTIMENTO TORNASSE CADA VEZ MAIS PROFUNDAS, A VISTA DA NECESSIDADE DE BUSCAR EM MIM MESMO O QUE DEIXASTE DE ME DAR.. ASSIM, COMO CACTOS, VOU SOBREVIVENDO NO DESERTO DESSA VIDA..
ARMAZENANDO DENTRO DE MIM..AS AGUAS DO AMOR QUE TU ME DESTE."

Wallison Souza

Dia frio... Sopa para esquentar... Pensando na vida.
Planos e objetivos que não se realizam... Não porque não
quero e sim porque não me dão espaço.
Por enquanto "estou num mundinho do nada",
sem fazer nada, só em casa... Fazendo nada.
Tédio não?

Jacksa Paraguaya

Justamente agora que o sol aqueceu os ares,
aqui dentro faz frio...
Enregelaram os sentires e as atitudes,
as lágrimas e o riso,
as mãos e os ossos...
A solidão jamais foi tão implacável
e a distância
.
.
.
ahhhh essa aumentou seu tamanho

Claudia Perotti

Levantam ondas de desassossego.
Remexe um mar de presságios...

Dentro do frio oceano,
como em uma tela,
sinto as cores que chegam.

Enrolo-me nelas,
mas não em qualquer uma,
só nas tuas.

Inspiro-me em ti...
Entrego-me a ti...

IV


Treme tudo em mim
o corpo, a pele...

É tanto desejo,
que tudo se mistura
em um só querer.

Ah! Louco devaneio
devolve-me a razão

Não posso querer esse tanto.
Silencia o meu pranto
e faz-me acordar!

Claudia Perotti

Minhas ex diziam que sou estranho,frio,enigmático...

Estranho é: não estar mais com uma pessoa,mas mesmo assim,não considera-la uma ex.

Frio é: quando se está ao lado de uma pessoa,mas desejando outra.

Enigmático é: porque aquela pessoa que está ao seu lado,essa que voce faz de tudo pra que te entenda(mesmo quando está calado ou longe),no fim,não te compreende. E voce sabe o porque?

É impossível substituir,alterar ou apagar os planos de DEUS!

Bruninho Salles

Ai esse frio que chegou de mansinho, necessito mais do que nunca desse teu carinho. Preciso do seu corpo, do calor da sua boca, aquecendo o meu dorso, um cobertor que me esquenta.
Sinto calafrios, sinto meu corpo tremer, toda vez que vejo uma foto sua ou voce me escrever.
Meu corpo sente sede, minha alma clama saudade, meu coração chama de amor e minha boca escorre vontade de te beijar para sempre, por toda a eternidade.
Escrevo versos, alterno poemas, dito rimas e poesias, muitas vezes feito na hora pra voce;
Assim como meu corpo foi inspirado para o seu desde que nasci e minha alma namorada da sua, desde o início da nossa existência.

Rogerio Dutra

ALVORADA (Pate II)

Madrugada
Alvorada
Galo canta
Frio não espanta
Vontade desencanta, passa
Ela não levanta.

Cama que alenta
Calor que esquenta
Lenha que alimenta
Lareira que sustenta
Amor que se inventa.

Acordar
Trabalhar
Dinheiro ganhar
Lenha comprar
Fogo atiçar
Calor sustentar
Mulher me tentar
Amar
Volto pra cama
Amanhece.

Rogerio Dutra

NOITE

São onze horas, esta uma noite cálida, fria e sem cor
Sinto frio, os pássaros já se recolheram em seus ninhos eles já não piam mais

Única luz que ilumina é a luz da lua, lua cheia faça clarear o meu coração, pois eu já não o sinto mais bater.
Esta escuro, sinto frio, estou ficando molhado, quero voltar, quero ver o pôr do sol, quero sentir o calor do sentimento, sentimento que não tenho,
Sinto angustia, estou só ...

Quero a vida, quero retornar a viver, Deus leve-me de volta

Gilberto Brostel

Obituário

Lacrado.
Ali jaz o amor
E aqui jaz o frio.
Cerrado.
Aqui jaz a dor
E ali jaz o brio.

E com minhas lágrimas se vai assim...
Faleceu ontem mais uma parte de mim.

Bruna Romero

Hoje eu acordei assim no meio da chuva no meio do frio no meio
Do vento
Deixei minha cama vazia para encarar São Paulo
Passei minha manha sem escuta um canto de um pássaro
Não vir o brilho do sol não senti o aroma da mata
Não vi o desabrochar das flores
Não ouvir o lati dos cachorros
Não ouvir as crianças a brincar

Anoiteceu a lua desceu, mas ela não apareceu por quê?
No meio da chuva são Paulo não deixa a lua dançar
O sol cantar os pássaros assobiar
Os cachorros passear
As crianças brincar
Isso é vida sem luar?

Na minha terra do lado de lá
Os pássaros cantam
O sol se levanta
A lua convida os amigos na praça a senta-se a ela admirar
Os casais a namorar
A serenata tocar

Vou dormi
Quem sabe amanha vou sorrir?
Quem sabe amanha o sol vai brilhar?
Quem sabe os pássaros vão cantar?
Quem sabe as flores vão se abrir?
Quem sabe pela noite a lua me convida
Com ela a senta-me?
Com ela conversar?

Quem sabe?

Tinho

Autumn
Eu te desejo
um dia de outono...
nem tao quente que te bronzeie..
nem tao frio para que te recolhas.
... Eu te desejo
um cheiro de folhas douradas..
como tapetes no chao...
e um cheiro de fruta madura.

Luciete Valente

Te amo!!
Mas, não sei como te falar...
Dá um nó na garganta
Um frio no estômago
As mãos tremem
E agora?
Acho que vou começar
Te dando uma flor...

Riso Neves

Meu violão

Você diz que eu sou frio
e não sou romantico
mas um dia eu vou aprender
tocar um violão

Você fala que eu sou duro
num tenho emprego
mas vou ganhar muito dinheiro
com o meu violão

Desse jeito eu posso ti cantar
pra ti tocar e desalinhar
seu coração
tocando violão

Reinaldo Junior

O silêncio da paz...
O silêncio que acompanha o frio e as noites...
O silêncio que acompanha a brisa fria ao anoitecer...
o silêncio que eu uso nos momentos de solidão para ler...
O silêncio esse que entra aos meus ouvidos, sem nada despertar...
Silêncio que mim faz companhia quando penso em voçê...

Gilson Santos

18-Lençóis frios

Com o toque de minha mão no lençol frio
Vem o fim da esperança
De que você estivesse ao meu lado

A sensação de vazio desta cama
Da-me a certeza que ao encarar o sol
Mais um dia ruim se inicia

Não, não quero abrir os olhos.
Para que haja a constatação
De mais uma manhã de solidão

Noites quentes com dias frios
Dor, pranto e calafrio.
Dessabor do amor

Agora o quarto é um labirinto
Sem você para me guiar
Hoje o amanhecer se tornou um pôr-do-sol

Lágrimas, saudades, tristeza.
É o que há na mesa
Para o café da manhã

Sergio Zamproni

Estou cansado de tudo q é frio....estou cansando de quem é frio
Nossa natureza não é a gelo da solidão mas sim o calor do amor
E por que insistem em ser frios? Por que?

Mateus Mendes