Poemas sobre Frio

Cerca de 1679 poemas sobre Frio

A chuva
O frio
Um lençol
Um abraço
Apertado
Um carinho
Uma vontade
de dormir.

Elizamar Lanoa

CENÁRIO DE DOR
Sobre a mesa uma xícara de café
Algumas flores
E um livro de poesias!
Café frio...
Flores esquecidas
Poesias vazias
Sobre a mesa o resumo de nossas vidas
Sobre a mesa....
Tudo o que fomos e deixamos de ser
Tudo o que demos vida e deixamos morrer
Sobre a mesa...
Uma parte sou eu a outra é você!
Sobre a mesa...
Lembranças difíceis de esquecer.
Passarei por elas a todo instante
Mas não mais tocarei
Apenas as viverei na saudade!

Marinez Novaes

Porque não cuidou melhor?

Quando fez frio a gente se juntou. O calor ou a noite nos separou.
Sabíamos que éramos felizes e não desperdiçamos nenhuma oportunidade, nenhum copo.
Enquanto bebíamos, falávamos da vida e falavam da gente enquanto comíamos.
Cozinhei para você, fiz brigadeiro e abri um vinho. Você também cozinhou. Me cozinhou. Em banho maria.
Ainda dá tempo? O que vamos conseguir consertar?
Deixamos quebrar algo valioso demais, na beira da piscina: a confiança.
E eu lamento muito por não conseguir segurar, acudir.
Dói tanto porque foi uma pessoa que eu gostei e idealizei demais.
Esperei o melhor e por mais que eu tente, ainda não consegui esquecer.

Porque não foi mais sincero comigo? Quem pecou fui eu? Se foi, peço perdão e apago a luz. Boa noite!

Lucas de Godoi

Lucas de Godoi

Vendaval
Ó vento do norte, tão fundo e tão frio,
Não achas, soprando por tanta solidão,
Deserto, penhasco, coval mais vazio
Que o meu coração!
Indômita praia, que a raiva do oceano
Faz louco lugar, caverna sem fim,
Não são tão deixados do alegre e do humano
Como a alma que há em mim!
Mas dura planície, praia atra em fereza,
Só têm a tristeza que a gente lhes vê
E nisto que em mim é vácuo e tristeza
É o visto o que vê.
Ah, mágoa de ter consciência da vida!
Tu, vento do norte, teimoso, iracundo,
Que rasgas os robles — teu pulso divida
Minh'alma do mundo!
Ah, se, como levas as folhas e a areia,
A alma que tenho pudesses levar -
Fosse pr'onde fosse, pra longe da idéia
De eu ter que pensar!
Abismo da noite, da chuva, do vento,
Mar torvo do caos que parece volver -
Porque é que não entras no meu penssamento
Para ele morrer?
Horror de ser sempre com vida a consciência!
Horror de sentir a alma sempre a pensar!
Arranca-me, é vento; do chão da existência,
De ser um lugar!
E, pela alta noite que fazes mais'scura,
Pelo caos furioso que crias no mundo,
Dissolve em areia esta minha amargura,
Meu tédio profundo.
E contra as vidraças dos que há que têm lares,
Telhados daqueles que têm razão,
Atira, já pária desfeito dos ares,
O meu coração!
Meu coração triste, meu coração ermo,
Tornado a substância dispersa e negada
Do vento sem forma, da noite sem termo,
Do abismo e do nada

Aceitar depoimento

sol - desconhecido

Sofrer sem remédio

Eu não temia o frio quando entrei na água gelada
Pois o que eu sentia era tão pior
Que não havia espaço para mais nada
Nenhuma outra percepção de dor.

Querer não é ter.
Ás vezes o silêncio fala mais alto.

Quando eu deitar quero estar tão exausta
Que não consiga mais pensar em nada.
Dormir me tira da realidade.

Gleice Guilherme

A magia do encontro se apresenta no olhar, a cada toque,na alegria, no jeito de falar, no suor frio que angustia o nervosismo. No meu imaginário,sua boca revelando um lindo sorriso. “Açude de desejos estiagem de teus beijos,” na magia do encontro.
No perfume do teu corpo,por um contanto inesperado, simples abraço, marcas de batom e luz atrelado ao encontro sob a estrelas e o luar.
Encontro de tua emoção com o batucar do meu coração denunciando que novas emoções, corações que se cortejam na mesma frequência, respirações em plena harmonia.

Sydenilson Santos

Sou gaudério sou arredio,
Não tenho certo uma morada,
Enfrento calor também o frio,
E não me arrependo por nada,
Quero-te para acalentar o que meu coração sentiu,
Nem que eu atravesse o Brasil,
Pra te fazer minha amada...

Sérgio o Cancioneiro

Aprecio o OUTONO por ser frio o suficiente
para me refrescar do calor
e suficientemente quente
para aquecer meu amor.

Vilma Spinelli

Quero de novo aquele frio na barriga,
aquele delicioso arrepio,
sentir o coração bombeando a todo vapor,
aquela dança involuntária das mãos,
aquele sorriso insistente que não sai do rosto...
ouvir tudo o mais que você queira dizer.
Você faz com que eu me sinta viva só de olhar pra mim.
Me faz querer dançar descalça na chuva.
Procuro sentir o frio para sentir alguma coisa,
mas nada vai substituir o que você me fez sentir.

Brenda Landim

Tempo perdido
Como posso me acostumar tão passivamente com a solidão…

Como posso gostar do frio que entra pela janela, se não tem ninguém para me aquecer…

Como posso por essa musica tão triste para repetir mil vezes e sentir o frio que vem da alma, sentir mais uma vez a dor de sua partida…

Interessante a minha capacidade de querer você aqui mesmo sabendo que não vai voltar, inacreditável como meus olhos ainda te caça por aqui…

E depois de admirar a chuva la fora a sua presença se tornar mais distantes que antes, por que insisto em guardar seu lugar na cama, seu pijama …

Que mania é essa de viver no passado feliz, se eu sei que o tempo não volta!

Pobre menina que espera pelo amor perdido, esperando na janela de sua alma aberta para sua volta…É triste ter um coração que não sabe deixar de te amar…

Como é triste viver esperando a volta de quem já fechou a porta, como pode um coração ser são teimoso assim…

Eu esperava mais orgulho dessa menina que sempre olhava para cima, e vencia todos os desafios, fora traída por seu pobre coração…

E hoje vive de canções tristes e saudades sem sim…

felicity Secret

BRANCA MANHÃ COLORIDA - Almany Sol, 01/01/2014

Amores gris ou amores multicor.
Um é frio e o outro é morno,
pois só com a força do pensamento,
é que se cria o elo que aquece
e faz arder como fogo de felicidade,
todo desejo de ser tom arco-íris,
chuva e sol, tudo ao mesmo tempo.
Sim, pois somente com o desaguar
e o brilho da alegria que se pinta,
é que podemos ter todas as cores,
clareando a vida e guiando o destino.
Um tino, que segue o caminho da luz,
aquele que levará você até a emoção
e ao prazer de se renovar por bençãos
a cada branca manhã colorida de paz!

Almany Sol

Eu por mim, por você, por todos.
Sou a antítese do medo.
No medo sou coragem.
No frio sou calor.
Na escuridão sou a luz.
Das dúvidas sou certeza, clareza, exatidão.
Estarei sempre feliz pois sou assim meio louco.
Loucura que sara, alimenta, fortalece, vislumbra, deslumbra.
Sou bonito, sou feio. Olhos contraditórios.
Coração que pensa, que faz, que pede, que manda sem escravizar.
Coração livre.
Liberdade sempre.
Sou lei.
Advérbio de tempo, de lugar. Agora, aqui. Sempre sei lá onde.
Sou amor sem medo do ódio.
Ódio? Não conheço.
Amor, vivo.
Sou tudo. Seu tudo, seu nada.
Sou nada.

Professor Galvão

Aquele dito que costumam dizer que
"a vingança é um prato que come-se frio"
Ao meu ver é um ledo engano, pois ao
fim ao cabo, o preço por se ser vingativo
é muito alto.

Ronilda DavidLoubah Sofia

Quero beijar tua boca

Estar com você nessa cama vazia

Te agasalhar quando vier o frio

Te esquentar com os meus beijos

Quero você

crislene

MINHAS SINAS

Queria ser a luz que brecha
O ventilador que te assopra
No frio, ser tua água morna
Pra depois virar tua coberta
E ir aquecendo tuas pernas
Naquelas noites de preguiça
Depois abrir nossas cortinas
E ser o florido do teu vestido
Guardando nos teus sorrisos
A lembrança de minhas sinas

Jefferson Moraes

Está a chegar as férias da Páscoa...
as crianças estão empolgadas....
O tempo está frio.... o sol esta escondido....
envergonhado......e triste......mas....
os dias são maiores já cheira a primavera.....
como o tempo passa depressa.....
as crianças crescem a cada dia, mais e....mais..!

IsabelMoraisRibeiro

"O vazio e frio
Cada sorriso, ainda que inocente
é um grito silencioso por liberdade."

Izabo Záfonne Argent

O reflexo da tela é duro e frio.
Mas o brilho de um olhar ampara e traz vida!

Márcio Silva

Márcio Silva

E quando eu dei conta estava ali..
Parada diante de ti como uma criança nos braços do pai.. Um frio invadia todo meu ser..
Meus olhos estavam fixos no olhar das tuas rentinas ..
E um turbilhão de pensamentos passavam como relâmpagos na minha mente..
E aos poucos uma alegria indiscretível tomava conta da minha alma...
Você estava ali tão perto de mim...
Nada podia interromper aquele momento mágico...
E todo o meu ser sorria a alegria do encontro...
E a tarde cálida com um vento suave,convidando-nos ...
Um canto silêncioso dos pássaros únicos presentes naquele momento....
Como a nos felicitar pelo encanto daquele encontro...
Mas o medo do novo veio de encontro as nossas emoções....
E naquele o momento mágico do amor reconheci a grandeza do criador..
Então soube que era simplesmente Eu e Você....

Mira

Ele passa por mim..
sinto frio.. um arrepio..
sinto minhas pernas tremendo..
meu Deus.. ele e meu mundo..
e nao sabe disso..
ele passa por mim.. e leva com ele..
toda minha esperança.. todo meu amor..
e eu fico aqui sonhando acordada..
esperando que um dia ele perceba ...
ele repare.. ele se toque..
que ele e meu mundo.. minha vida...

M.I.R.L ( Maria Isabel Ribeiro Lopes )