Poemas sobre Dinheiro

Cerca de 2513 poemas sobre Dinheiro

Dos Excluídos II

Nunca dará certo, nesse mundo governado por seres humanos fascinados por fortuna, a tentativa de misturar o dinheiro com o gerenciamento de vidas seja ela qual for. O dinheiro, para os mercadores capitalistas, tem mais sabor, brilha mais, é mais requintado e poderoso. Vidas! Para eles, é apenas um amontoado de gente ou seres que servem apenas a seus propósitos.

Genival Silva

A chamada da matéria anuncia: "CELEBRIDADE FULANA DE TAL CONTA SEUS SEGREDOS DE BELEZA".

Ao ler a entrevista, me deparo com a resposta: "Meu segredo de beleza é ser feliz e não me entregar aos problemas. Ah, eu também bebo muita água". Logo, concluo que eu - 'cidadã comum - sou triste, me entrego aos problemas e não bebo água. Ah vá. Conta outra.

Não estou dizendo que ser feliz, despreocupada e beber água não ajudam na beleza, sei que faz parte. Mas resumir seus 'segredos' a isso é o fim da picada. É no mínimo subestimar minha inteligência. Essas mulheres tem acesso a tratamentos estéticos caríssimos, selecionados (e alguns que nem imaginamos que existam), possuem personal pra tudo (roupa, cabelo, pele, alimentação, exercícios, etc) e com dinheiro no bolso conseguem comprar produtos milagrosos e quase exclusivos.

Enquanto isso vou 'pelejando' aqui, com meus cremes de farmácia, minhas 'personal blogueiras' (sempre com dicas bacanas) e de vez em quando uma limpezinha de pele básica, pra tirar os cravos que insistem em achar que meu nariz é um jardim.

Sou feliz. Enfrento os problemas. Bebo água.
Só me falta o glamour.

Tainah Ferreira

Quando você estiver devendo determinada quantia à operadora do cartão de crédito, some a dívida e avalie se os objetos que comprou têm valor venal igual ao cobrado no cartão.

Assim, caso você venda tudo o que comprou e não consiga pagar a dívida, significa que você gastou dinheiro com supérfluos.

Amorelindo

Só o castigo por ter seu nome incluído no SPC e SERASA já é suficiente para humilhar qualquer devedor.

Portanto, o banco deveria deixá-lo em paz até que consiga juntar dinheiro para pagar a dívida.

José Guimarães

Já calculou os gastos feitos este ano? Planejou o orçamento para o ano que vem? É necessário.
Veja por que e como fazê-lo:

http://conban.blogspot.com.br/2013/12/saiba-como-fazer-todos-na-familia.html

Copie o URL e cole-o na barra de endereços.

Elias Alves (Cariacica - ES)

O amor? … Não sei! Ele nos prende, também!
Sabe o que eu acho?
Mais que o amor, o dinheiro, a fé, a fama, a beleza me deem a verdade.
A verdade nos torna livre e deixa as pessoas livres!

Do Filme na Natureza Selvagem

Felicidade

Porque ser feliz é algo que transborda. Ser feliz, é tentar fazer alguém feliz, sendo você mesmo. É ver que aquele seu amigo, está bem, e ficar feliz com a felicidade dele. É ver que sua família te ama, e retribuir o amor.
É acordar e sair disposto a trabalhar. É chegar em casa, e sentir se realmente em casa.

Ser feliz é saber viver com aquilo que se é, e não com aquilo que se tem.
Dinheiro é bom, e ajuda muito. Mas não há nada capaz de comprar a sensação de estar bem, e nada capaz de vender a sensação de bem estar.

Saúde é questão de aceitar a si mesmo. Felicidade é questão de aceitar a si, e aos outros.
Dinheiro compra parte de uma felicidade, que só tem por inteiro, quem tem humildade.

Se estou feliz, repasso a minha felicidade para aqueles que precisam.
Se estou infeliz, busco a felicidade naqueles que "me precisam"...

E educação e bom senso, valem mais que qualquer conta bancária.

Fernanda Sorce Marinho

Se antes, a violência mantinha aceso o instinto de auto-defesa dos oprimidos, ainda que sob risco de extinção dos mesmos, com o surgimento do dinheiro houve a vinculação definitiva entre exploradores e explorados, onde os primeiros passaram a coagir os segundos a servirem de forma leniente e, na maioria das vezes, voluntária. O fim dos sistemas escravagistas não significou, de modo algum, a abolição da servidão, mas seu recrudescimento definitivo.

(Ebrael Shaddai, 09/12/2013, em "O sistema financeiro, a falsa liberdade e a marca da Besta" - http://wp.me/pwUpj-1ku)

Ebrael

A lógica da vida é doar;
Mas no modelo atual, não se doa, apenas vende!
Q no fim se resume a doar, mesmo que não de conta!
Logo o homem, egoísta, não doaria nada a outro, porém o dinheiro o convence a doar-se, mesmo que ele pense que tá vendendo!

Elias Alves

Para mim vale mais o que as pessoas tem no coração, do que elas tem no banco...o que elas tem no coração eu consigo ver,agora o que tem no banco eu duvído.

SIDNEY.

SIDNEY PEREIRA DA SILVA

O cristão hoje é medido pelo tamanho do sacrifício em dinheiro que ele apresenta, se sacrifica muito é porque tem muita fé, se sacrifica pouco é porque tem pouca fé ou o diabo ta impedindo de dar.

Eles se esqueceram do ensinamento de Jesus quando fala da viúva pobre que deu duas moedas, e sua oferta foi considerada maior que a dos ricos. (Lucas 21).

Amilton Farias

Hoje você não ouve mais, “Senhor eu te peço, Senhor eu te suplico, Senhor eu clamo, Senhor eu imploro”, hoje você ouve, “Senhor eu te exijo, Senhor eu declaro, Senhor eu determino, Senhor eu reivindico meus direitos”.

O capitalismo religioso fez os cristãos deixarem de ser servos para serem senhores, ordenando que Deus faça realizar seus sonhos de consumo e suas necessidades pessoais.

Amilton Farias

Antes o dizimo e as ofertas eram apenas para manter a obra missionária.

Hoje tem a finalidade de construções de templos e estruturas com o simples desejo de mostrar o poder econômico da instituição.

Sem falar que o dizimo e a oferta se tornaram formas de investimento para se lucrar e prosperar usando Deus e Sua Palavra.

Amilton Farias

A comunhão nos lares e a vida cristã vivida nos lares fazia com que muitas pessoas que não criam fossem alcançadas.

Os cristãos mostravam Cristo no partir do pão, nas orações e na vida que vivia, eram estimados por todos, e muitos se convertiam.

Amilton Farias

Todas as atividades da Igreja era nos lares, nas casas eles em comunhão partiam o pão juntos, alimentavam-se juntos e
louvavam a Deus no culto doméstico.

A estrutura, e os grandes templos atuais, fazem parte do sistema religioso atual, cujo interesse é apenas o domínio das grandes massas em favor do seu próprio desejo de poder.

Amilton Farias

Para que haja a pregação do evangelho, não são necessários templos ou estruturas, mas sim pessoas que amem o próximo
e a Cristo sobre todas as coisas.

Para que haja crescimento na Igreja, não é necessário idealizar e colocar em prática estratégias de marketing, mas cumprir nossa tarefa de pregar o Evangelho e deixar que o Espírito faça a Obra que pertence só a Ele.

Amilton Farias

As instituições religiosas falam do velho testamento onde só ensinam as pessoas a praticarem os mesmos sacrifícios do passado (anulando assim o Sacrifício de Jesus na Cruz).

Quando falam do Novo Testamento, falam de Romanos em diante ou seja da institucionalização da estrutura da Instituição Religiosa.

Evitam falar de Jesus e da Sua Forma de Vida, Falar de Jesus e da sua forma simples de viver e amar sem preconceito, sempre preocupado com as pessoas conflita com aquilo que Eles ensinam e chamam de "igreja"

Amilton Farias

Jesus nunca convidou ninguém pra ir ao culto, nunca disse coloque uma roupa especial e nunca especificou lugar de adoração, pois a vida dEle era um culto diário de adoração.

Ele ensinava em qualquer lugar, na praia, nas casas, no templo em Jerusalém, num monte, etc.

Ele não se escondia das pessoas, mas conversava com todos os que O buscavam e O convidavam independente da religião,
da classe social ou raça.

Essa busca incessante para encher as instituições religiosas são cheios de interesses pessoais e econômicos.

O interesse não é mais a transformação do interior das pessoas e sim a ânsia de poder politico, econômico e social.

Amilton Farias

O que é a Casa de Deus?

A casa de Deus não é uma estrutura que o sistema religioso chama de igreja.

Você é a Igreja, é dentro de você que Ele habita ou deseja habitar.

E se Ele não habitar em você, não habitará em nenhum outro lugar

Amilton Farias

Tenho um diploma de...tenho um título de...tenho isso e aquilo.

O desejo alucinante de ter é justamente o que nos separa da nossa identidade.

O desejo apenas de ter e ser , nos traz medo de não ser, de não ter, ou de não conseguir cumprir os anseios dessa sociedade hipócrita.

Então se não tenho, não sou e não consigo, é melhor fingir viver de aparências, pois assim serei aceito nessa sociedade medíocre.

Amilton Farias