Poemas sobre Avós

Cerca de 58 poemas sobre Avós

Quando jovem não tinha tempo para meus pais
Mas amava muito meus avós.
Quando velho meus filhos não tem tempo para mim
Mas sou amado pelos meus netos.

Antonio S. Sousa

''Vou inventar avós que nunca morrem… e cachorros também. Eu vou inventar uma verdade sem problemas e um caminho doce pra poder voltar e catar todos os caramelos que tiraram de mim. E mesmo que tudo dê errado, mesmo assim, não tem problema. Eu deito no telhado de uma casa qualquer, olho pro céu e invento uma nuvem que chove sorrisos, bem em cima de mim…''

Marcelo Camelo

Pai, mãe, avós, irmãos, primos, cachorros de estimação, peixinhos do aquário, amigos de alma, amigos de boteco, ou até mesmo a própria solidão. O que define o que é família ou não, não é a consangüinidade, mas sim a predisposição de quem quer ficar do seu lado, cuidar de você e querer te ver feliz, acima de tudo.

Renée Venâncio

Avós são mágicos, em qualquer tempo eles trazem de volta os sabores da infância. Amo.

Raquel Piffer

Saudade

Saudade da minha infância
Quando aniversário era bolo, brigadeiro, todos os avós e os dois bisos.
Daquele tempo que eram as fadas e eu brincando na inocência
E de lembrança tinha muitos risos.

Mas tudo o que é bom dura pouco...
E quando se cresce até as coisas boas passam muito rápido.
Aí comento, trabalho, viajo na minha mente como um louco
Muitas vezes deixando sem querer alguém ferido.

E se saudade é a dor da ausência de algo bom,
quero deixá-lá no ambom,
Atear fogo para consumi-la e livrar-me de uma vez
Das coisas que me fazem remoer o bom que deixei por estupidez.

Bruna Romero

Com o passar dos anos entendemos

Os ditados que nossos avos ou pais dizem
Os versos que os poetas declamam
que todos pecam
que na mesma medida com que jugarmos seremos julgados e ateh condenados
que a vida vira de ponta cabe;a num piscar de olhos
Que as pessoas vao embora
que nossos pais tambem tem direito de errar
que princesas, principes, fada-madrinha e felizes para sempre nao existem
Que o amor eh uma escolha e nao um sentimento
Que a paixao acaba e temos que dar lugar para criatividade e a renuncia
Que o mundo eh pequeno
Que a nossa familia eh a melhor mesmo parecendo a pior
Psicologos sao os profissionais da nossa gera;ao
que as coisas e as pessoas ao nosso redor mudam e nos precisamos mudar um pouquinho tbm
que amigos sao poucos
namoros sao dificeis depois de um tempo
que o planeta terra nao para de girar por minha causa
titulos soh servem para a primeira impressao
que devemos administrar bem o dinheiro e comprarmos coisas boas, pq o barato sai realmente caro
nao adianta exigir dos outros, tenho que fazer eu mesma
paciencia eh mesmo uma virtuuuude
Que mesmo que Jesus nao fosse Deus Ele ainda seria o cara mais legal para seguir
que se nao cuidarmos da nossa saude ninguem vai fazer isso por nos
E que nao importa quao rica ou bonita seja uma pessoa, essa NAO eh a receita da felicidade (interior)
TUDO o que aprendemos um dia vamos usar
Acabamos agindo da mesmissima forma que nossos pais, naquilo que exatamente dizemos que nao fariamos
que todos fofocam, mas ninguem gosta de ser o assunto
Que ninguem mais sabe OUVIR...soh os psicologos...afinal eles sao pagos para isso!!!
que as coisas perdem a gra;a com o tempo
todo mundo eh bonito de algum jeito e feio de outro
e que um dia de princesa ou principe da um jeito em qqr um mas soh quem mora junto sabe o que aquela pessoa realmente eh!
que a internet dominou o mundo
e principalmente que...
somos todos diferentes..bons e maus!!!

Irmem Sarai Pires Vasconcellos

Despedida de Domingo

Quando criança, dos meus avós me despedia
Na adolescência, era a namorada que se ia
Adulto, para meus pais, adeus dizia
Agora, ao despedir-me de minha filha,
Sinto a mesma velha agonia
Na velhice, hei de ser vingado
Aos Domingos, serei lembrado

Renê M. P. Barreto

Valor?
O que é o mundo hoje?
Vivemos em um mundo, muito diferente do qual nossos avôs viveram
Os valores estão mudados, os ideais deturpados;
O que era verso agora está enterrado;
Os rumos, os cursos, o ciclo está invertido;
A roda não gira mais.
A esperança se difundiu num escuro túnel;
Porque o mundo hoje perdeu o sentido
A vida perdeu o principio,
Os dias fúteis se tornaram

Yasmin Nobre

Carta para os meus avós...

Meu vovô e minha vovó...
Eu amo vocês...
Na realidade ñunca irei ter palavras suficientes para agradecer aos dois por toda sua bondade!
Mas com essa singela carta quero poder traduzir em palavras o quanto sou a grata a vocês por tudo!
Vovó nos meus momentos de aflições você também esteve ao meu lado, também me aconselhou...
Foi e é uma amiga e mãe pra mim!
Meu vovô sempre quando tinha duvidas na vida, o senhor sempre me aconselhou e me ajudou..a ti sou eternamente grata!

Tenho um enorme medo de perder vocês..., porque os amo demais...
Só quero que vocês saibam que não deixarei para amanhã o que posso dizer hoje , vocês significam muito para mim...e de uma forma simples e complexa: EU AMO VOCêS ATÉ O FIM....
(...)
:/

Giovanna bells

Tenho saudade de sensações...
Como a paz que se sente no colo dos avós, ou no abraço de mãe.
A admiração e delicadeza no toque de uma criança.
O frio na barriga que só se sente quando tem paixão envolvida.
A energia que revigora quando se tem os pés tocados pela primeira onda do mar.
O vento que delicadamente toca o rosto e refresca alma, em um dia quente de verão.
Saudades do conforto e da paz contidos no abraço do amado.
Hoje amanheci assim, com saudades do que já passou e do que ainda não aconteceu.

Jeniffer Pompilho

Pecado inevitável

O pecado mora dentro de nós
Nasceu antes dos nossos avós
Esta aqui e está lá
Basta você desejar
Como é tão fácil pecar
Parece bom...
Mas ninguém ainda sabe como pagar
Enquanto venderem pecados fiado
Pecadores virão de todo lado
Pensando que vão pra sempre enrolar
Mas este preço será bem cobrado
E sei que muitos não irão aguentar
Um pecadinho aqui outro acolar
Deste jeito a dívida fica grande
Quanto mais dinheiro se esbanje
O pecado tende a aumentar
Pecadores e seguidores
São só dez mandamentos
Pra gente não desviar
Mas pra que tanto sofrimento
Se a cada momento
Até mesmo no nosso nascimento
Já começamos a pecar?
Deus é bom e sabe que a carne é fraca
Na hora que a sedução ataca não dá pra evitar.

Reff Carvalho

És angolano e os teus avós não tiveram 13 ou 14 filhos!?

Você e a tua familia são posers!

Hermógenes Constantino

Coisicas de Vovó e Vovô

Dia dos avós é o ícone de pessoa querida, nos transporta para momentos inesquecíveis vivenciados por tão ilustres seres amadurecidos de amor.
Minha vó é da época desse desenho, quituteira, prendada e carinhosa. As avós de antigamente eram lindas enrugadas, com voz aveludada, cheiro de alfazema, batas ou vestidos estampados com fita na cintura, colocavam sua dentadura dentro do copo para descansar durante o sono. Batalhadoras desprovidas de preguiça, rainhas do lar e parideira, minha vó teve 13 lindos filhos. A profissão de uma avó de antigamente era CASAR.
Meu avô se preocupava com o sustento da casa, era o único provedor, trabalhava muito e ajudou a fazer os filhos supracitados. Tinha uma maneira rígida de educar, não impunha respeito e sim medo, os 13 filhos tinham medo do meu atual meigo vovô.
Falar de vó e de vô é sentir saudade, sentir cheiro de infância, sentir vontade de voltar ao tempo, valorizar com juros e correção cada momento vivido, cada emoção.
É lembrar de superstições que você acha engraçada, mas impossível esquecer: ao ver um chinelo emborcado, porque alguém vai morrer; um garfo, colher ou faca que cai no chão, porque tem gente chegando; a vassoura atrás da porta para sintonizar a visita de que é hora de partir.
Tudo se curava com chá, com ervas, com remédio caseiro, com copaíba, andiroba, crajiru, com garrafada, ninguém ia no ortopedista antes de ir no senhor que põe os ossos no lugar, ou na rezadeira.
Os avós de hoje são jovens, bonitos, antenados e internautas, lutam, buscam, materializam seus sonhos e comemoram conquistas. Os avós são mães e pais açucarados, com receitas inéditas de mimos, paparicos e proteções.
Feliz Dia dos Avós

Arcise Câmara

Foi vendo meus avós
Que descobri
Que a vida não somente uma linda poesia
Que em algumas épocas
Vivemos na melancolia

Eles me ensinaram
Que na estrada da vida
O chão é uma constante variável
De um solo já mais estável
Mas no final, ver sua trajetória é confortável

Eles me ensinaram que as estradas de pedras
Tornam dolorida a caminhada
Porem nela se tem a certeza
De que o solo está firme
Por mais que uma estrada assim exale tristeza

Eles me ensinaram que nos caminhos de flores
Aonde sentimos os puros, deliciosos e maravilhosos perfumes
Encontramos alguns amores
Mas em baixo das pétalas
Pode haver espinhos, que lhe causarão muitas dores

A única diferencia nos caminhos
É o errado do certo
Mas o sofrimento e alegria sempre virão
Mas deve-se manter o caráter
Pois é dele que seus familiares orgulho terão...

Alex Veloso

Mães e avós

Cabelos brancos,
pele cansada,
marcas
da jornada;
passos lentos,
voz embargada
pelos ventos
na caminhada...
mãos firmes
olhos com brilho,
coração aberto,
para o filho.

Ivone Boechat

Esse mundo está perdido!

Ouvi, ainda muito criança, meus avós dizendo que o mundo estava perdido.
Depois de alguns anos, na minha juventude, foi a vez de ouvir meus pais repetirem que se algo não fosse feito o mundo estaria perdido.
Eles se referiam ás drogas, à permissividade, à violência e à corrupção que corria solta já nos anos sessenta.
As coisas mudaram muito e para pior.
A frase talvez não seja tão repetida por todos, porque essas mazelas tomaram de tal forma o controle das nossas vidas que parece não adiantar o lamento.
O mundo se perdeu.
Nos países mais adiantados a gente talvez não veja a violência urbana tão disseminada mas em compensação os mísseis se encarregam de mostrar que o desrespeito pela vida está generalizado.
Não tenho esperanças de que a situação se reverta e pouco posso fazer além de descrever esse desencanto.

Esse mundo está perdido!

Marinho Guzman

Casa de avós é depósito de netos.
Engraçado o contraste do tratamento dado ao seu neto, em relação como foi dado ao seu filho quando criança.
Parece que a velhice os deixam abobados...
É, talvez seja o exagero do amor que se aflora, já que talvez não tiveram amor dos seus pais quando crianças... Mas tiveram dos avós, não?
E assim vai...
Os pais aproveitam da situação, quando não têm paciência com o seu filho, logo se lembram dos avós. É como se fosse uma vingança: “já que depois que envelheceram, ficaram abobados, com um amor exagerado, e que esse amor nunca me foi dado...”
Eles envelhecerão também, e, talvez, serão abobados, com um amor exagerado...
E assim vai...

Leninha Milica

Nossos bisavós disseram a nossos avós que deveriam respeitar a natureza os mais velhos e o próximo.
Nossos avós disseram a nossos pais que deveriam respeitar a natureza os mais velhos e o próximo.
Nossos pais nos disseram que devemos respeitar a natureza os mais velhos e o próximo.
Não respeitamos a natureza os mais velhos e o próximo.
Onde todos nos erramos?
A resposta é simples faltou ensinarem oque realmente quer dizer a palavra respeito.

carlos lopes

As histórias miraculosas dos avós eram como uma escada para a fantasia. Ser criança até outros tempos era fantasiar, buscar estórias para viver e sentir-se herói. Talvez aquilo se convertesse em otimismo e persistência na fase adulta. Acreditar no sobrenatural em criança era uma sustentação para o sonho. Comigo fora assim, e até hoje sonho demasiado...


- Kélisson G. In: ' Casualidade '. 2010.

Kélisson Gondim

A BALUMA DA VIDA

A baluma está em todos nós
Dá direção antes de nossos avós.
Nascemos por um cordão,
Ele nós deu a máxima ligação.

A baluma terá que ser esticada,
Em outras haverá de ser afrouxada;
Assim o vento da vida nos dará direção
Levando ao rumo de ter um bom coração.

Se a baluma for frouxa não iremos a lugar algum,
Acabaremos à deriva no mar sendo apenas mais um.
E a frouxidão da baluma nos fará perde os ventos
Restara apodrecer em arrependimento e alentos.

Mas se baluma for pela nossa condutora bem manejada,
Iremos longe superando os temporais dando risada;
Fortaleceremos-nos no mal e agradeceremos o bom vento,
Viveremos à vida, vitoriosos, pois não ficaremos parados no alento.

Nós somos embarcações nesse grande oceano da vida,
Nossos motores, velas e remos nos foram dado sobre medida.
Fazer bom uso de nosso instrumento
É obrigação divina a todo o momento.

André Zanarella 03-08-2012
Baluma =Cordel, que passa por uma bainha das velas latinas.
http://www.recantodasletras.com.br/poesias/4302927

André Zanarella