Poemas que Falam de Pai pra Filho

Cerca de 5119 poemas que Falam de Pai pra Filho

Quando eu era um garoto de 14 anos, meu pai era tão ignorante que eu mal conseguia suportar ficar perto daquele senhor. Mas, quando completei 21, fiquei estarrecido com quanto ele havia aprendido nesses sete anos.

Mark Twain

Nosso Deus não é pai apenas nos bons momentos. Ele não entra nessa de "ame seus filhos e os abandone". Posso confiar que ele estará ao meu lado, por pior que eu seja. Você também pode."

Max Lucado

Pra onde vão os trens, meu pai? Para Mahal, Tamí, para Camirí, espaços no mapa, e depois o pai ria: também pra lugar algum meu filho, tu podes ir e ainda que se mova o trem, tu não te moves de ti.

Hilda Hilst

Meu avô era pedófilo. Casou com minha avó quando ela contava apenas 16 anos.
Meu pai também era pedófilo. Casou-se com minha mãe quando ela contava apenas 15 anos.
E tal como meus pais e meus avós, muitas famílias no Brasil e no mundo (senão a maioria) possuem suas raízes na pedofilia. E por que?
Por que algum jurista mal formado considerou que o COSTUME que deveria fundamentar a LEI não deveria ser levado em consideração na hora de legislar, transformando assim nossos pais e nossos avós em criminosos e nós em filhos da contravenção...

Augusto Branco

[...]Toda vez que encontrava um pai reclamando da vida, do salário, da empresa, ele olhava para o filho que estava ao seu lado e o chocava:
- Quanto vale teu filho?
Espantado, o pai dizia:
- Não tem preço!
- Então, tu és o mais rico dos homens.

Augusto Cury

Amazonas

Amazonas,
capital das sílabas da água,
pai patriarca,és
a eternidade secreta
das fecundações,
te caem os rios como aves, te cobrem
os pistilos cor de incêndio,
os grandes troncos mortos te povoam de perfume,
a lua não pode vigiar-te ou medir-te.
És carregado de esperma verde
como árvore nupcial, és prateado
pela primavera selvagem,
és avermelhado de madeiras,
azul entre a lua das pedras,
vestido de vapor ferruginoso,
lento como um caminho de planeta.

Pablo Neruda

Culpo minha pobre e velha mãe e
meu magro e triste pai, por me
jogarem na vida e ousadamente
me colocarem o nome de Raul. Eis-me!
Culpo ao meu próprio escárnio de
repetir tres vezes o mesmo erro,
se é que qualquer um desses tres tenham
a mesma lucidez dilacerante do
que a dor do absurdo do ser.
Nada é mais que um nada mergulhado
no oceano de uma dor de chibata
chamada Deus! Que este tenha o meu perdão.
Só peço que um raio de amor
venha do espaço, e blind as tres
para que a escuridão da santa
divina ignorãncia lhes vedem a
visão do apocalipse, amem!

Raul Seixas

Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue...(2x)
Como beber
Dessa bebida amarga
Tragar a dor
Engolir a labuta
Mesmo calada a boca
Resta o peito
Silêncio na cidade
Não se escuta
De que me vale
Ser filho da santa
Melhor seria
Ser filho da outra
Outra realidade
Menos morta
Tanta mentira
Tanta força bruta...
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue...
Como é difícil
Acordar calado
Se na calada da noite
Eu me dano
Quero lançar
Um grito desumano
Que é uma maneira
De ser escutado
Esse silêncio todo
Me atordoa
Atordoado
Eu permaneço atento
Na arquibancada
Prá a qualquer momento
Ver emergir
O monstro da lagoa...
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue...
De muito gorda
A porca já não anda
(Cálice!)
De muito usada
A faca já não corta
Como é difícil
Pai, abrir a porta
(Cálice!)
Essa palavra
Presa na garganta
Esse pileque
Homérico no mundo
De que adianta
Ter boa vontade
Mesmo calado o peito
Resta a cuca
Dos bêbados
Do centro da cidade...
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
Pai! Afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue...
Talvez o mundo
Não seja pequeno
(Cálice!)
Nem seja a vida
Um fato consumado
(Cálice!)
Quero inventar
O meu próprio pecado
(Cálice!)
Quero morrer
Do meu próprio veneno
(Pai! Cálice!)
Quero perder de vez
Tua cabeça
(Cálice!)
Minha cabeça
Perder teu juízo
(Cálice!)
Quero cheirar fumaça
De óleo diesel
(Cálice!)
Me embriagar
Até que alguém me esqueça
(Cálice!)

Chico Buarque

'Vale a pena esperar, contra toda a esperança,
o cumprimento da Promessa que Deus fez a nossos
pais no deserto. Até lá, o sol com chuva, o arco-íris,
o esforço de amor, o maná em pequeninas rodelas,
tornam boa a vida. A vida rui? A vida rola mas não cai.
A vida é boa.

Adélia Prado

CORAÇÃO CIVIL

Quero a utopia, quero tudo e mais
Quero a felicidade nos olhos de um pai
Quero a alegria muita gente feliz
Quero que a justiça reine em meu país
Quero a liberdade, quero o vinho e o pão
Quero ser amizade, quero amor, prazer
Quero nossa cidade sempre ensolarada
Os meninos e o povo no poder, eu quero ver
São José da Costa Rica, coração civil
Me inspire no meu sonho de amor Brasil
Se o poeta é o que sonha o que vai ser real
Vou sonhar coisas boas que o homem faz
E esperar pelos frutos no quintal
Sem polícia, nem a milícia, nem feitiço, cadê poder ?
Viva a preguiça viva a malícia que só a gente é que sabe ter
Assim dizendo a minha utopia
Eu vou levando a vida, eu vou viver bem melhor
doido prá ver o meu sonho teimoso um dia se realizar
E Eu viver bem melhor

Milton Nascimento

Senhor, meu Deus e Pai,
livrai-me do despeito feminino!
= Poucas coisas são tão terríveis para um homem
do que uma vingativa mulher despeitada.
Amém.

Augusto Branco

Livro dos abraços

“Diego não conhecia o mar. O pai, Santiago Kovakloff, levou-o para que descobrisse o mar. Viajaram para o Sul. Ele, o mar, estava do outro lado das dunas altas, esperando. Quando o menino e o pai enfim alcançaram aquelas alturas de areia, depois de muito caminhar, o mar estava na frente de seus olhos. E foi tanta a imensidão do mar, e tanto seu fulgor, que o menino ficou mudo de beleza. E quando finalmente conseguiu falar, tremendo, gaguejando, pediu ao pai: – Pai, me ensina a olhar!

Eduardo Galeano

Amor de Família é a coisa mais inexplicável do mundo, nem um pai consegue dizer para um filho o quanto o ama, nem o filho sabe dizer ao pai, então eles simplesmentem demonstram ...

pasini

Um amigo é como um irmão que não é filho do seu pai e da sua mãe, mas que você ama tanto como se fosse!

Jhony Rodrigues

Quem me dera poder abrir meu corpo.
Tiraria tudo que há de ruim de dentro de mim, tiraria minhas angústias,aquela mancha roxa que teima em ficar dentro de mim, tiraria meus amores que não está na cabeça e sim no coração, limpar o coração pra colocar tudo que há de bom dentro de mim.
Quem me dera poder tocar no teto do mundo. chegar até o limite dos limites, e provar pra mim mesmo que superei o limite de todos os limites.
Quem me dera poder modificar o vocabulário das pessoas, começaria sempre com por favor e terminaria com muito obrigado.
Quem me dera ser pequeno.
Não enxergaria pessoas perversas e tanta desumanidade, assim não precisaria olhar sempre para baixo.
Quem me dera voltar no tempo.
Para repetir meus erros em dobro, pois aprenderia em dobro.
Quem me dera fazer da gratidão um crime.
Pois o ser humano teima em fazer o errado.

Carlos Machado Filho

Não é tempo de titubear.
Não é tempo de ficar indeciso por muito tempo.
Não é tempo de ser reativo.
Não é tempo de pensar negativamente.
É tempo de acreditar. É tempo de fazer.
É tempo de ser produtivo.
Acredite e pise fundo!
Pior do que uma decisão errada é uma indecisão contínua.
Tenho encontrado pessoas que pensam, pensam, pensam e nunca decidem. E quando decidem, foi-se a oportunidade. Uma decisão errada, no mais das vezes, pode ser corrigida. Uma indecisão contínua impede o fazer, impede o crescimento, impede a ação e cria uma enorme desmotivação nas pessoas.
É preciso acreditar na própria capacidade do acertar e pisar fundo. É preciso acreditar que as outras pessoas estarão ao nosso lado, mesmo que as evidências demonstrem o contrário. É preciso acreditar que os obstáculos serão sempre vencidos, um a um, e não todos de uma vez.
Pensar nos obstáculos como um bloco único só fará desistirmos da ação.

Há pessoas que não compreendem isso e vêem os problemas todos de uma vez só e então desistem achando-se incapazes de vencê-los.

Há outras pessoas que acreditam, fazem, mas não pisam fundo, isto é, não se comprometem totalmente. É preciso, além de acreditar, pisar fundo!
Gostaria de sugerir que você parasse e pensasse sobre a sua disposição em acreditar e pisar fundo. Veja se você não é do tipo de desistir frente à gama de problemas que poderão acontecer. Veja se você não é do tipo de desistir fácil de uma empreitada difícil. Acredite em você. Acredite na sua capacidade de vencer obstáculos e atingir a cada dia mais o sucesso que merece.

Pense nisso. Sucesso!

Luiz Almeida Marins Filho

Deixe ir
E DE CONTA QUE
ALGUMAS PESSOAS
SAO PARTE
DE TUA HISTORIA,
POREM NAO DE TEU DESTINO..

Flavio Gonçalves Filho

MUDANÇA...
MU...DANÇA
...MUDA!


Na dança da mudança só não se alcança
quem no ritmo da mudança não se lança

Muda o mundo e todo mundo muda
quem não muda fica mudo para o mundo

O sujeito que rejeita as mudanças
E sempre diz não às variâncias
nem se sujeita a perceber
que já está mudando de mundo sem querer

A mudança muda e muda sem se fazer notar e
Vai continuar a mudar
E de tão silenciosa fica muda
E muda não responde aos gritos de socorro
Dos que não querem mudar!



Guilherme Santos

José Guilherme S. Filho

EQUACIONANDO O PROBLEMA MATEMÁTICO DA IDADE:
Idade+Alegria no dia-a-dia+Maturidade+Saúde+Serenidade =
FELICIDADE.

Felicidade pelas cidades em que atravessas, num mergulho num mundo as avessas.
A idade vai chegando ao tempo em que a beleza interior não cessa.
Felicidade é algo que significa presença viva, gente querida em tua lida.
Na medida em que te preenches de entusiasmo com a própria vida.
Felicidade crescendo além da tua idade e as pessoas encantadas, sentindo-se por ela imensamente contagiadas.
Felicidade alicerçando lentamente através da idade a majestosa maturidade.
Felicidade estruturando suavemente a encantadora e sóbria serenidade.
Felicidade na felicidade do outro,
Felicidade contribuindo para nós outros.
Felicidade que nos coloca em unidade com um Deus único de grandiosa bondade.
Felicidade qu nos coloca além da singularidade de qualquer idade.

José Guilherme S. Filho

DE LOUCOS MOMENTOS

Olhos fechados
Corações palpitados
Lábios encostados
Beijos quentes e molhados
Noite fria e céu bem estrelado
A lua pendurado a fio
e mãos entreladas
Corpos fervendo
corpos encostados
e o suor escorrendo
Rostos acariciados
peitos acelerados
e a mente a voar
pela imensidão da imaginação e pelo luar
Olhos abertos
Fisgadas no olhar
palavras mudas
coração a entender
poesias a soar
Lindas e belas
a paixão à esquentar
O Amor a nos enlouquecer
Nos levando a amar e amado ser
Isso tudo é que me faz viver!

Edson Sodré Filho