Poemas para um Filho que Morreu

Cerca de 2549 poemas para um Filho que Morreu

De que me vale ser filho da santa?
Melhor seria ser filho da outra
Outra realidade menos morta
Tanta mentira, tanta força bruta

Chico Buarque

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que n'Ele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Jesus Cristo

O amor é filho da compreensão; o amor é tanto mais veemente, quanto mais a compreensão é exata.

Leonardo da Vinci

Porque te dá um medo filho da puta: ser feliz, medo de amar, medo de ser bom. Tudo que faz bem pra gente, a gente tem medo.

Cazuza

Eu nunca mais quero ouvir que você só tem olhos pra mim, ok? E nem o quanto você é bom filho. Muito menos o quanto você ama crianças. E trate de parar com essa mania horrível de largar seus amigos quando eu ligo. Colabora, pô. Tá tão fácil me ganhar, basta fazer tudo pra me perder.

Tati Bernardi

O amor é filho da pobreza e da riqueza:da pobreza,porque constantemente pede,e da riqueza porque constantemente se dá.

Platão

Os responsáveis que levam o filho para a igreja, não vai buscá-lo na cadeia..."

Içami Tiba

Prepare seu filho para "ser", pois o mundo o preparará para "ter".

Augusto Cury

''Que a gente possa ser mais irmão, mais amigo, mais filho e mais pai ou mãe, mais humano, mais simples, mais desejoso de ser e fazer feliz.''

Lya Luft

Bob Marley...poeta...

se morreu por causa das drogas
ou usou as drogas para se matar
por sentir vergonha
vergonha de ter de viver espiritos ignorantes
que amam o poder em vez de ter o poder de amar
ensinou a todos o que fazer
mas só depois de sua morte
é que começaram a perseber

BarboZa23

Os olhos também falam

Um dia eu tive medo
Depois te conheci e te fiz meu amigo
Puxa, que amigo!
Como eu ria meu caro, contigo.

Cada dia era mais divertido
E eu ficava muito contente
Era meu amigo preferido
Alegre, legal e inteligente.

No mundo sempre tem alguém
Que surge para uma amizade criar
Alguém que soube como ninguém
Me ensinar o valor de um olhar

Nem sempre é necessário falar
Para dizer que a vida é incrível
Que bem lá no fundo do olhar
Tem algo inconfundível
A capacidade de Falar

Sorrindo com os olhos brilhando
Você me mostrou o valor de um gesto
Que vem de um lugar vivo e brando
Do olhar de alguém tão modesto

Mas é assim, um dia passa.
E se vai de verdade
Não há nada que se faça
Para curar essa saudade

Mas eu sempre vou lembrar
Que não é preciso falar
Que os olhos...
Os olhos também falam

Sebastião José Alexandre Filho

Amar é você não conseguir se expressar, pois toda palavra que encontra não é o bastante.
Amar é virar poeta e adotar todos os metodos culturais.
Amar é ousar, transceder o tempo, o tempo todo.
Amar é você querer a pessoa feliz, mesmo contigo longe.
Amar é...
Amar é ficar ao lado dele, e ficar com pensamento positivo.. mesmo quando não exista pensamento.
Amar é ter um nó na garganta e vontades de chorar de alegria
Amar é trocar o sorriso pelo choro, porque quando você está ao lado dele os dois são emocionantes.
Amar é ter dentro de sua cabeça pequenos “Filminhos” de pequenos momentos que você viveu, e que faria de tudo para revive-lo.
Amar é interditar uma frase, para entrada de um sorriso.
Amar é abrir a boca e sua mente não saber oque dizer, mas quando você percebe seu coração já disse tudo!
Amar é ter uma felicidade repentina motivado pela felicidade alheia.
Amar é ter a certeza que ele vai estar SEMPRE com você... mesmo sendo no coração ou na imaginação.
Amar é reunir os amigos para lembrar dos momentos bons e ao mesmo tempo esquecer um momento bom. Porque logo em seguida vem um momento maravilhoso.

Um homem amado, procura sempre uma palavra certa para o momento exato...
...e isso tudo é mentira! porque o Amor... nenhuma explicação tem comparação!

Carlos Machado Filho

SAUDADE
De vez em quando eu penso em ti
então minha voz se cala
meu corpo estremece
e meu coração bate desesperadamente...
uma lágrima se atira a esmo no espaço
e meus olhos se perdem no infinito.

De vez em quando eu te sinto
acariciando o meu rosto
balançando a cabeça, teus cabelos roçando o vento
tua voz acariciando meu ser
de vez em quando eu te encontro
perdida em meus passos
indomável diante dos meus braços
distante do meu sentimento.

De vez em quando eu penso em ti
como uma andorinha que se foi
como um raio que se apagou
ou uma luz que se perdeu no mar
de vez em quando eu te pressinto
tão perto e tão longe
tão perto que nem posso te alcançar
tão longe que não consigo te esquecer.

De vez em quando eu choro
e não consigo conter minha dor
por não poder te ter
por não poder te amar
por não suportar a força que tem
o rastro de uma felicidade
de vez em quando eu te tenho junto a mim,
pois és no meu amargor
a chama de uma saudade

Fernando Barbosa Filho

Com a mente seca e a cabeça ébria / Acabado, mas sem saber acabar, / Morreu esperando viver / e viveu esperando morrer.

Tristan Corbière

Quando Jean-Paul Sartre morreu, era Simone de Beauvoir quem eles deviam ter enterrado.

Tomi Ungerer

Homenagem ao meu filho, dentro de meu ventre...

Mal te sinto e já te amo...
Mal te sinto e já te quero tanto...
Tanto que nem sei como explicar...
Simplesmente sinto...
E sinto e sinto esse amor tão grande...
Que é simplesmente amar...
Nem sei como será seu rosto,
Nem a cor de seus cabelos, dos olhos...
Nem o sexo eu sei...
Mas, mesmo assim, já te quero e te amo tanto...
Que, de repente, até esqueci de mim e, agora...
Só em vc eu penso...
E sinto, e amo, e cuido, desde o primeiro momento...

Nilza Rodrigues

Conselho aos meus filhos:

Filho, quando escolher uma mulher, sempre olhe se ela tem um belo passado.
Filha, quando escolher um homem sempre olhe se ele tem um bom futuro.

Alfredo Martini Júnior

Para aplicar a pena de morte, a sociedade deveria ostentar a autoridade moral de não ter contribuído em nada para fabricar esse criminoso.

Evaristo de Moraes Filho

Muita gente há que não se arrepende verdadeiramente senão das suas boas acções.

Alexandre Dumas (filho)

Um filho pergunta à mãe:
- Mãe, posso ir ao hospital ver meu
amigo? Ele está doente!
- Claro! Mas o que ele tem?
O filho, com a cabeça baixa, diz:
- Tumor no cérebro.
A mãe, furiosa, diz:
- E você quer ir lá para quê? Vê-lo morrer?
O filho lhe dá as costas e vai...
Horas depois ele volta vermelho de tanto chorar, dizendo:
- Ai mãe, foi tão horrível, ele morreu na minha frente!
A mãe, com raiva:
- E agora?! Tá feliz?! Valeu a pena ter visto aquela cena?!
Uma última lágrima cai de seus olhos e acompanhado de um sorriso, ele diz:
- Muito, pois cheguei a tempo de vê-lo sorrir e dizer:
- "EU TINHA CERTEZA QUE VOCÊ VINHA!!!"
**Moral da história: A amizade não se resume só em horas boas, alegria e festa...

Desconhecido