Poemas para os Pais que Morreram

Cerca de 1807 poemas para os Pais que Morreram

Inocência

Descalços nas ruas andando
A ermo sem direção
Meninos sem pais, sem rumo
Futuro desta nação.

Sem sonhos nem ilusões
Buscam no lixo a comida
Matando a fome do corpo
Antes que a alma desista

Em meio ao caos total
De um país sem parâmetros
Meninas se prostituem
Em nome de todos os santos!

Mazé Carvalho

O que direi ao meu pai?
-Feliz dias dos pais?
-Tome pai comprei pro senhor?
-Te adoro?
-Te amo?
-Vc é o melhor pai do mundo?
...não!,direi a ele simplesmente o que poucos falam,
olharei dentro dos olhos dele e darei um grande sorriso.
Sorriso esse que nenhum de meus irmãos lhe deu um dia.

Daniel P .Santos

Meu País Desgraçado

Meu país desgraçado!...
E no entanto há Sol a cada canto
e não há Mar tão lindo noutro lado.
Nem há Céu mais alegre do que o nosso,
nem pássaros, nem águas ...

Meu país desgraçado!...
Por que fatal engano?
Que malévolos crimes
teus direitos de berço violaram?

Meu Povo
de cabeça pendida, mãos caídas,
de olhos sem fé
— busca, dentro de ti, fora de ti, aonde
a causa da miséria se te esconde.

E em nome dos direitos
que te deram a terra, o Sol, o Mar,
fere-a sem dó
com o lume do teu antigo olhar.

Alevanta-te, Povo!
Ah!, visses tu, nos olhos das mulheres,
a calada censura
que te reclama filhos mais robustos!

Meu Povo anémico e triste,
meu Pedro Sem sem forças, sem haveres!
— olha a censura muda das mulheres!
Vai-te de novo ao Mar!
Reganha tuas barcas, tuas forças
e o direito de amar e fecundar
as que só por Amor te não desprezam!

Sebastião da Gama

Filhos 
Oi Hique e Renata,  vcs são, uns filhos abençoados, que todos os pais gostariam de ter. Nós, somos os  pais abençoados pelos filhos que temos !!!!
Fico feliz ,por ter conseguido passar para vcs, aquilo que penso ser esencial para a preservação da espécie humana !!!!
O que é familia !!!!
Bjs!!!

Raimundo grossi

Minha vida é andar
Por esse país
Pra ver se um dia
Descanso feliz
Guardando as recordações
Das terras por onde passei
Andando pelos sertões
E dos amigos que lá deixei.

Luiz Gonzaga

É sério mesmo que agora fazemos parte de uma geração que 'fiscaliza' o que os pais fazem na rua com os seus filhos?

Por favor, vocês são inteligentes: não estou falando de extremos, de maus tratos, abusos, violência. Estou falando de correção paterna/materna. Daquela chamada de atenção mais firme quando, depois de inúmeras tentativas verbais e ameaças de castigo, o seu filho não para de chorar (birra, melindre, mimo) ou se encontra jogado no chão de algum local público, esperneando: "Eu queeeeeeerooooooooo!!!"

Eu admito, não é uma cena agradável de se ver. Mas acredite: para o pai e a mãe envolvidos é muito pior.

E aí, o que a sociedade espera que eu faça? Ah! Ela quer que eu literalmente FAÇA, é isso? Ela quer que eu ceda a vontade daquela criança, ainda que não seja algo apropriado para o momento (ou apropriado nunca - cada um com o seu motivo, sua realidade)?

Então você, pai e mãe amoroso, que ama seu filho a ponto de dar a vida por ele e quer que essa criança se torne um cidadão de bem, alguém que saiba o que é LIMITE, vai chamar a atenção do seu filho (ainda que seja em um local mais reservado, por exemplo, um banheiro) e encontra alguma criatura que, ao presenciar a cena por 1 minuto, sem saber do que se trata (aliás, precisa?), sem ao menos saber quem você é, te julga, te condena, te ameaça com o olhar... é isso mesmo, sociedade?

E olha que não estou falando de palmadas, estou falando de segurar o braço e falar firme olhando nos olhos!!

Aliás, eu respeito quem ache desnecessário usar palmadas. Mas eu penso diferente e de igual modo gostaria de ser respeitada. Levei palmadas dos meus pais e isso não me tornou uma pessoa infeliz, depressiva, mal sucedida, cheia de traumas. Pelo contrário, acho que eu apanhei pouco. Isso teria evitado uma série de burradas que eu fiz e faço.

POR FAVOR, SOCIEDADE: CUIDEM DAS SUAS VIDAS.
Ou comecem a pagar minhas contas.

Tainah Ferreira

Me sinto pior do que Julieta…
Meus pais me proíbem de amar o meu Romeu…
Fazem de tudo para que eu não o encontre…
Por falta de noticias minhas ele pensa que eu não quero mais nada com ele e me esquece…
Quando o reencontro…
Ele parece nem me conhecer…

Thamiris Rossetto Trapani

Aleatoriamente
no país do futebol
Eu fora da ordem
Em outra posição
Dentro da desordem
No banco de reserva
do progresso da nação

A ordem é organizada
O progresso é prometido
De olhos vendados
nosso verde é vendido
A aleatória ordem é mantida
eles ganhando e nós perdido

A ordem é produção
O progresso é ilusão
Nos deram a escola
Não nos deram educação
Nos deram uma escolha
Não nos deram opção
Eles vivendo em cinco estrelas
Nós sobrevivendo em um porão

matam nossa fome (para nos calar )
Matam nossa sede (Apenas pra sedar )
Oque não precisa (passa a precisar)
Fecham a cortina (para nos roubar )
Eles lutam contra eles
Mas não vão se dedurar
Uma valsa ensaiada por cobras
(onde a sobra vai dançar)

Junior Fortini

Só Para Refletir

Quando os pais, professores e até mesmo vizinhos, das gerações passadas corrigiam e disciplinavam as crianças e os jovens, havia o mesmo nível de vícios, homicídios, furtos, violência, adultérios, rebeldias, desrespeito, insolência, e tudo o mais que nos faz mal e agride?
Terá sido uma boa opção, a título de se dar liberdade e amor, abrir mão da boa educação, e consentir com quase todo tipo de comportamento inconveniente na nossa sociedade?
Ninguém tem o direito de reclamar do fruto que está colhendo da má semente que plantou.

Silvio Dutra

Que país é esse ?

Se Renato Russo ainda estivesse vivo , ainda indagaria :
Que país é esse ?
Onde uma vida vale tão pouco .
Que país é esse ?
Que não tenho a certeza se voltarei pra casa .

Roni Alves

AOS PAIS E FILHOS DE SANTA MARIA

"Que as falhas humanas se convertam em honrarias no Céu, ao receber tantos novos anjos de uma única vez"

Os filhos nascem com asas
Pra com elas voar um dia
E que voem de suas casas
Com a graça de Santa Maria

Crianças que ingerem alegria
Se alimentam de pura emoção
Que possam, Santa Maria,
Viver pautando a razão!

Em seus olhos hajam brilhos
Nada ofuscando seus medos
Verdade entre pais e filhos
E não nos guardem segredos

Que a vida transcorra imune
Que tenham salvo-condutos
Se lhes couber infortúnio
Santa Maria: Fazei-nos adultos

Perdestes o filho vosso
Que esperavas era partir
Perdoe, se perdendo os nossos
Não consigamos agir

Serão eternas crianças
Aos olhos de mãe e pai
Se nos faltar esperanças
Santa Maria: Por nós rogai

Se perda maior for possível
Livrai-nos Deus do algoz
Mas nessa tragédia terrível
Santa Maria: Rogaremos por vós!

MOZART BOAVENTURA SOBRINHO

Desastre ambiental,
eu só vejo choro no país do carnaval,
a meio mastro astiada,
a bandeira nacional.

Sergio Moreno

No meu país é assim: no metrô, no trem e no ônibus, os nossos filhos menores de 7 anos, podem viajar em pé, no colo, e sentado sem nenhuma proteção; Já em nosso carro, eles tem que ter uma cadeira especial e cinto de segurança...

...esse é o meu país

Missionário Celso Alexandre Cesma

JARDIM CONTAMINADO

Enquanto nos quatro cantos de nosso país faltam profissionais como, professores,médicos, engenheiros e etc...
Políticos e líderes religiosos mau intencionados proliferam-se como ervas daninhas, roubando nossas riquezas, nossa auto estima e acima de tudo........nossas esperanças!!!

Orlando Salustiano Júnior (LANDINHO)

Nada pode ser tão triste,
Então acha que o mundo vai correr atrás de você?
Quando se há tanta paisagem a admirar.

amauri valim

Até Quando Vamos Suportar a Violência em Nosso País?...

Eis a questão?...

A coisa está tão grave, que ficamos com medo até de sair de casa, já notaram isso?...

Pois bem, aqui em Castelo, ES, também não é diferente! As últimas notícias não são muito animadoras: 1 - Alguém fora baleado na última Sexta-feira no Bairro Exposição; 2 - No Sábado, assaltaram na parte da manhã, a mão armada um despach...ante perto do Detran-ES, levando um cordão de ouro do mesmo; 3 - À tarde, assaltaram a mão armada o Supermercado do Juarez na Esplanada e o Bar do Amarelinho, tendo os bandidos enfrentado a Polícia Militar, efetuando vários disparos de arma de fogo, botando em perigo os comerciantes, funcionários, clientes e as pessoas que por ali passavam. E eu pergunto: "Até Quando Vamos Suportar a Violência em Nosso País?..."

Eis a questão?...

Se puderem me ajudar, aceito comentários e sugestões, pois, a coisa está grave e não podemos ficar aqui de braços cruzados, esperando que o pior aconteça.

Digamos todos não à violência!!! Lutemos pela paz e pela tranquilidade de todos nós brasileiros, que aqui nascemos e amamos a Nossa Pátria Querida!

Abraços fraternos.

Luiz Maria Borges dos Reis

Que será do amanhã
se o branco não aceitar o negro
Que será do amanhã
se os pais não educarem seus filhos
Que será do amanhã
se as mulheres assumirem o poder
Que será do amanhã
se os homens não mudarem o comportamento
Que será do amanhã
se o amor acabar
Que será do amanhã
se as pessoas tornarem se individuais
Que será do amanhã
se as pessoas só pensarem em dinheiro
Que será do amanhã
quando as cadeias não couberem mais
Que será do amanhã
quando os pobres tornarem se ricos
Que será do amanhã
quando as mulheres não quizerem mais ter filhos
Que será do amanhã
quando os casais ficarem velhos
Que será do amanhã
quando não conversarmos mais cara a cara
Que será do amanhã
quando os deveres sairem de moda
Que será do amanhã
quando os poetas forem proibidos falarem o que quizerem
Que será do amanhã
quando eu e voce formos esquecidos.

joão dantas

Um país que não sabe ler (ou não gosta, não pratica), nunca vai conseguir mudar a realidade onde vive. Nunca vai aprender a votar, pois não é capaz de ler a situação que o cerca, acaba elegendo aquele que fala bem, o que diz coisas bonitas!

Se queremos mudar isso devemos capacitar os cidadãos à leitura, peguemos nossos livros e façamos rodas de leitura. À nós professores, em especial, façamos a diferença, principalmente, sendo exemplos de leitores!

Assim, amanhã viveremos bem melhor!

Professor Lukas Cardoso

Sabe ,deveria considerar‘’poluição sonora ‘’
Tocar sertanejo em ''todo canto do país''.
Deveria haver uma campanha ‘’ouça e use sertanejo com moderação’’.
Ensinar as crianças ''a gostarem'' de sertanejo,e ''tocar isso'' em escola
deveria ser considerado ‘’Bullying’’

Anna Ruth Roveri

vivemos em um pais onde todos são estelionatários, todos querem ganhar vantagens, onde quem é a vitima sempre é um do próprio meio, querendo tirar vantagem em cima de algo. honestos e trabalhadores estão cada dia mais extinto.

Luto pelo nosso Pais!

allan elias