Poemas para Chegada da Filha

Cerca de 997 poemas para Chegada da Filha

Porque ás vezes você tem que abrir mão de uma coisa para dar espaço para a chegada da outra.

Clarissa Corrêa

"As linhas de chegada näo significam que ganhamos,mas sim que vamos começar outra corrida"

Lil Wayne

“Com a esperança do amanhecer e a chegada de um novo dia, me perguntei: O que deve ser mais grave: a incapacidade de caminhar, ou a incapacidade de amar? Quantas vezes aqueles que são obrigados a vencer uma quantidade maior de obstáculos chegam mais longe do que aqueles que sempre tiveram o caminho aberto?”

Lupita Fernandez

O amor vem com a maturidade emocional. É preciso estar preparado para a chegada dele, por isso eu disse que é preciso se apaixonar muito para amar. O amor é bem diferente. Ele não causa transtornos psicológicos. A paixão é a escola para o amor. Mas com o amor vivemos estudando. E essa é a grande graça da vida: nunca deixarmos de aprender.

Clarissa Corrêa

O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu.

Clarissa Corrêa

Algumas pessoas esperam toda a semana pela chegada da sexta feira.
Outras esperam o ano inteiro pela chegada do verão.
Há também aquelas que esperam toda uma vida pela chegada da felicidade.
O mais correto a fazer seria transformar todos os dias em sextas feiras.
Aproveitar as quatro estações do ano com o mesmo calor e entusiasmo do verão.
Desfrute da felicidade diária, e jamais espere a vida passar por você para que seja feliz!

Joanna Guedes

Folhas

Apesar de secas
Ondulam ao ritmo do vento.
A chegada do outono
Indica a passagem da estação.
Acumuladas no chão
Deixam o destino de quem passa
Um tapete infinito
Na cor pálida
Cor do outono
Cor da tua pele.

Rita Padoin

Diz, quem é maior que o amor?
Me abraça forte agora, que é chegada a nossa hora
Vem, vamos além. Vão dizer
que a vida é passageira
Sem notar que a nossa estrela
vai cair

Los Hermanos

Mergulha-te na esperança...
Encare a vida com fé...
Busque sempre a chegada...
Mantenha-te de pé...
Se errares o caminho não tenhas receio em voltar...
É melhor retroceder... que no lugar errado chegar!

Marcelo Rondoni

Chegadas e Idas...

Acho que a vida se assemelha ao porto
Uma hora é chegada, outra é partida
Um caminho certo, outro torto
Mas nada impede a nossa ida...

Chegam pessoas todo os dias
Algumas que ficam quase “pra sempre”
Outras que vão no outro dia
Pessoas que nos deixam contente,
Outras que nos deixam vazia...

Karina Perussi

Espere minha chegada...

Espere pela próxima brisa, destas que o tempo que precede o inverno traz: Estarei chegando com o primeiro raio de sol...
Estarei chegando com o orvalho das manhas de primavera, destas floridas de alma e perfumada pelos colibris...
Estarei chegando juntamente com o amor p aquecer o teu coração...
Mas ainda que demore um pouco, estarei chegando. Não sei se pelas asas de um anjo ou pelas nuvens de algodão, mas até mesmo em sonho estarei chegando...

Marcos Ferrer

segunda-feira, 27 de junho de 2011
10:44
MEU SILENCO
É UM GRITO SEM VOZ
UM CAMINHO SEM CHEGADA
UM PEDIDO DE SOCORRO SEM RESPOSTA
UM CHORO SEM LAGRIMA
DE UMA CRIANÇA ASSUSTADA.

Dairini Camargo

Desde que nasci te espero...
Desde que cresci aguardo sua chegada.
Até quando amor de minha vida,
Viverei sem ser amada?

Zil Soares

Chegada à noite,
Tornamo-nos então, superiores, ficamos excelsos
Ultrapassamos os limites da experiência possível
No que é Metafísico!
Nas batidas da musica...
Pernas, braços, mãos, corpo, pensamentos, tudo parece estar fazendo parte de uma musica psicodélica!
Transcendemos...
Sem que percebamos
Evoluímos, e crescemos
Com essa eletroacústica
Correndo por todo o nosso corpo

Subimos para um plano superior
Alçamos então, vôo...
Desordenamos, desorganizamos
Perturbamos, atrapalhamos!
Com pés descalços, batendo, sustentamos polemicas
Na areia branca
Atordoamos, fazemos perder o controle
Transtornamos...
Derepente passamos a
Privar-nos da razão, do entendimento,
Desvairamos...
Iludimos, entramos em um completo
Delírio
Neste memento os olhos enchem de cores e flores
Alucinamos...
Tivemos um arrebatamento intimo
Completas admirações, estamos em um estado espiritual de união com o divino,
coisas sobrenaturais...
Ficamos pasmados, assombrados
Encantamos, inebriamos
Percebemos que de uma tal maneira
Através da arte, cultura, musica e dança
Extasiamos!

Fernanda Magalhães

Quanto mais me guardo
mais valorosa será a chegada
toda espera é recompensada
nunca tarda, o amor tem sua hora
será como não imaginamos
surpreenderá todos os planos
antes premeditados
e numa fração de segundos
se formará o eterno.


Depois de muito longe,
estamos chegando perto

Cáh Morandi

CHEGADA

Sua chegada
Pequenas impressões que formam um painel, como num jogo.
Jogo de pequenas pecas que nunca irão se completar.
Painel em branco e preto anunciando novas cores
Pergunto-me quem é você...
Conseguirei realmente saber como é cara desse jogo?
Saberei, saberei que você é real, mutante e único como todos nós;
Como tantos de nós que chegam todos os dias,
Encontros e desencontros, juntos...
Deixando suas marcas, seja qual for a cara do jogo,
Sejam quais forem as formas e as cores que ele se pinte.

Vânia Fontes

As bombas anunciavam a chegada dos anjos da escuridão,junto de tiros, o massacre ia sendo feito, e era certo que ia entrar pra história.
Os Alemães não sabiam o quanto o mundo chorou por justiça, mas a raça ariana não tinha piedade, só havia rancor, ódio e uma insegurança entre eles, esta é que não queria que outra raça fosse "melhor" que eles, que se diziam ser raça "pura", mesmo sabendo que todos os dias, manchavam o céu com sangue de inocentes, não... porque não encontraram o culpado, e sim porque não havia.
Ficando em silêncio, podia escutar as orações em uma nação inteira, suplicando por suas vidas e as de seus familiares.
No Campo a imagem que se via era de sofrimento, e de pessoas sem esperança, de sair de lá vivo, os choros de piedade, as lágrimas de certeza de que o fim estava próximo permaneciam entre aqueles que estavam lá, négros, judeus, pagavam por serem oque eram.
Mas os arianos contavam a historia errada, eles não queriam sujar suas mãos, dizendo que aquilo era certo e só os arianos ocupariam o céu.
Aquele sentimento de que não haveria amanhã, estava expresso em cada rosto, pessoas eram mutiladas, tiradas de suas famílias ou até mortas em frente delas. Para muitos a única forma de se libertar era o suicídio, acreditava-se que assim iriam poupa-los da dor, da tortura. Mas a dor física não chegava nem perto da dor interior que era constante e profundamente corroedora, que não tinha cura, iria pra sempre estar alí, no coração daqueles que um dia tiveram sonhos, mas foram destruídos, num lugar chamado "Campo de Concentração"

Tayane de Assis Silva

Encontro com a lua

A noite chegou primeiro

Eu atrasei-me na chegada mas não no momento

A lua apanhou-me na rua quando vinha deixar os restos de mais um dia

Ofereceu-me a sua face rosada para um beijo fugidio e tímido

O cão do vizinho passeava o dono pela trela

A lua tentou acariciá-lo mas este, ladino, escusou tal afecto

Subimos em direcção ao céu até à sua morada, eu e a lua

Esta convidou-me para um chá

Ela conhece-me bem: eu gosto de chá

Partilhámos este enquanto o mundo se nos discorria numa tela celestial

Muitas vezes os sonhos de infância regressam no zénite da vida

Porque não deixar tudo e segui-los incondicionalmente?

A última estrela apagou-se e a casa ficou na penumbra

A lua acariciou-me subtilmente por entre as nuvens que nos aqueciam

O seu rosto aproximou-se exitante

Lábios nos lábios, aconteceu, a lua brilhou

Afagou-me a escuridão com a sua doce luz

Senti-me iluminar por dentro

Vislumbrei o reflexo do meu brilho no seu rosto

No seu inspirar profundo consegui ver para lá dos seus olhos fechados

Fechei os meus também e, por momentos, perdi-me no vácuo colorido da noite

Assim ficámos até que o sono nos invadiu

Separámo-nos no sono restaurador e velado

Eu, embalado pelo ósculo carinhoso, adormeci

A aurora despontou silenciosa

Através da vidraça de ar puro saudei-a comovido

A lua reapareceu pela porta entreaberta

Sentou-se a meu lado, discreta

Ficámos a olhar a aurora, calados entre sorrisos

Por fim, serviu-me uma leve refeição e despediu-me

O último beijo, breve, apressou a minha descida à terra

Um novo dia nascia

António Oliveira

DEIXE-ME AVENTURAR NO TEU BALANÇAR




Eu sei que não esperavas a minha chegada,
Mas, o amor é assim: surge sempre do nada,
E vem como uma onda gigante sem barricada,
É quão uma enseada deixando a alma atada,
Dourada e desfolhada numa chama espalhada,
Encobrindo as distorções, às vezes na namorada.


Esse tal amor perverso e doce, é globalmente amável,
E não saberei explicar a sua atuação em cada cantada,
E pode ser: falada, sentida, escriturada ou gesticulada,
Contudo, o amor é assim: surge sempre do nada, e, nada,
Fortalecendo na fonte o anseio e contragosto da amada,
É uma viajada boa amar, gostar e tu persistirás apaixonada.
Nessa entravada ternura que inflama toda improvisada.


Eu sou como esses versos vão dando vida sem palavrada,
Aumentando em todos os caracteres que tu és a cortejada,
Galanteada e orada no meu íntimo com fina flor rosada,
Espero ter acertado de cheio numa inusitada pincelada,
Eu exoro que não tenhais o amargo da tristeza indelicada,
É como um trovão que relampeja durante a madrugada,
Em dúvida: Pense em mim e não se afaste da minha vida,
Sou seu. E o amor será destarte: surgindo sempre do nada.


Eu espero ter acertado de cheio numa inusitada pincelada,
O eixo central do teu coração batendo forte em disparada,
Será agudo demais, pois, eu sentirei onde estiver essa sacada,
Da minha cara metade amada integralmente pura e endeusada,
E tranquilamente, eu sei que tu não esperavas a minha chegada,
Como um trovão que relampeja e chameja durante a madrugada,
E vai germinando numa olhadela essa minha inclinação danada,
De ambicionar esse teu amor todo verdadeiro na noite ilustrada,
E não me pergunte o que deverás fazer em prol da minha pegada,
Eu estarei na tua existência como a haste duma flor bem regada.

Erasmo Shallkytton

Um beijo de despedida
Quero a chegada
E muito depois a partida...

Quero viver, não sobreviver
Dançar, saborear...
Quero a hora daquele dia tão diferente

Quero e não te quero...
Quero olhar pela janela e te ver,
Dar as costas e te esquecer
Só pra você me reconquistar.

Quero ouvir o barulho do mar,
Os passarinhos a cantar
Quero voar.

Quero banho de chuva, de lua...
Ser minha depois tua...
Quero sol, chuva, flor e amor...


O certo
O errado,
Quero tudo misturado.

Paula Câmara Ferreira