Poemas para Chegada da Filha

Cerca de 967 poemas para Chegada da Filha

O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu.

Clarissa Corrêa

Desde que nasci te espero...
Desde que cresci aguardo sua chegada.
Até quando amor de minha vida,
Viverei sem ser amada?

Zil Soares

Chegada à noite,
Tornamo-nos então, superiores, ficamos excelsos
Ultrapassamos os limites da experiência possível
No que é Metafísico!
Nas batidas da musica...
Pernas, braços, mãos, corpo, pensamentos, tudo parece estar fazendo parte de uma musica psicodélica!
Transcendemos...
Sem que percebamos
Evoluímos, e crescemos
Com essa eletroacústica
Correndo por todo o nosso corpo

Subimos para um plano superior
Alçamos então, vôo...
Desordenamos, desorganizamos
Perturbamos, atrapalhamos!
Com pés descalços, batendo, sustentamos polemicas
Na areia branca
Atordoamos, fazemos perder o controle
Transtornamos...
Derepente passamos a
Privar-nos da razão, do entendimento,
Desvairamos...
Iludimos, entramos em um completo
Delírio
Neste memento os olhos enchem de cores e flores
Alucinamos...
Tivemos um arrebatamento intimo
Completas admirações, estamos em um estado espiritual de união com o divino,
coisas sobrenaturais...
Ficamos pasmados, assombrados
Encantamos, inebriamos
Percebemos que de uma tal maneira
Através da arte, cultura, musica e dança
Extasiamos!

Fernanda Magalhães

Mergulha-te na esperança...
Encare a vida com fé...
Busque sempre a chegada...
Mantenha-te de pé...
Se errares o caminho não tenhas receio em voltar...
É melhor retroceder... que no lugar errado chegar!

Marcelo Rondoni

segunda-feira, 27 de junho de 2011
10:44
MEU SILENCO
É UM GRITO SEM VOZ
UM CAMINHO SEM CHEGADA
UM PEDIDO DE SOCORRO SEM RESPOSTA
UM CHORO SEM LAGRIMA
DE UMA CRIANÇA ASSUSTADA.

Dairini Camargo

Quanto mais me guardo
mais valorosa será a chegada
toda espera é recompensada
nunca tarda, o amor tem sua hora
será como não imaginamos
surpreenderá todos os planos
antes premeditados
e numa fração de segundos
se formará o eterno.


Depois de muito longe,
estamos chegando perto

Cáh Morandi

Diz, quem é maior que o amor?
Me abraça forte agora, que é chegada a nossa hora
Vem, vamos além. Vão dizer
que a vida é passageira
Sem notar que a nossa estrela
vai cair

Los Hermanos

CHEGADA

Sua chegada
Pequenas impressões que formam um painel, como num jogo.
Jogo de pequenas pecas que nunca irão se completar.
Painel em branco e preto anunciando novas cores
Pergunto-me quem é você...
Conseguirei realmente saber como é cara desse jogo?
Saberei, saberei que você é real, mutante e único como todos nós;
Como tantos de nós que chegam todos os dias,
Encontros e desencontros, juntos...
Deixando suas marcas, seja qual for a cara do jogo,
Sejam quais forem as formas e as cores que ele se pinte.

Vânia Fontes

Chegadas e Idas...

Acho que a vida se assemelha ao porto
Uma hora é chegada, outra é partida
Um caminho certo, outro torto
Mas nada impede a nossa ida...

Chegam pessoas todo os dias
Algumas que ficam quase “pra sempre”
Outras que vão no outro dia
Pessoas que nos deixam contente,
Outras que nos deixam vazia...

Karina Perussi

Folhas

Apesar de secas
Ondulam ao ritmo do vento.
A chegada do outono
Indica a passagem da estação.
Acumuladas no chão
Deixam o destino de quem passa
Um tapete infinito
Na cor pálida
Cor do outono
Cor da tua pele.

Rita Padoin

Algumas pessoas esperam toda a semana pela chegada da sexta feira.
Outras esperam o ano inteiro pela chegada do verão.
Há também aquelas que esperam toda uma vida pela chegada da felicidade.
O mais correto a fazer seria transformar todos os dias em sextas feiras.
Aproveitar as quatro estações do ano com o mesmo calor e entusiasmo do verão.
Desfrute da felicidade diária, e jamais espere a vida passar por você para que seja feliz!

Joanna Guedes

Chegada e partida

Chegou querendo partir
Partiu querendo voltar
Voltou sem saber ficar
Ficou tentando pensar
Decidiu partir sem saber seu lugar
Voltou confuso deixando o tempo explicar

Vânia Leite

Chegada

Um meigo amante do amor,
Simples humano vivente,
Um simples energúmeno pecador,
Mera pessoa errante.

Se tu amas, sofre.
Sofrer dói.
Doer, machuca.
Tudo faz parte do ser que ama.
Não se tranque pro amor,
Ele quer que você ame.
Mas que ame com vontade de amar.
Não fique por amor a lamentar.
Não deixe que ele vá embora,
Agarre-o com todas as forças.
E se ele por você passar,
Mais adiante se arrependerá,
Por com ele não ficar.

Sinta o amor que lhe tenho,
Não a nada mais gostoso nessa vida que o amor puro!
Aquele amor cheio de carinho.
Poucos recebem algo assim,
Pena que nem todos o aceitam.

Lamento se você sofre.
Não existe culpado pra tal sofrimento.
Talvez exista!
O AMOR!
Se em você tudo ta diferente,
Reflita: O amor chegou a sua vida!

Wallace Neres

Papai e mamãe,
Parabéns pela chegada da princesa,
Demorou para chegar
Mas em boa hora brilhou
em suas vidas.
Trazendo muita Luz para
abrilhantar esse Lar
tão querido de vocês!
Rogamos que Deus abençôe cada
vez mais essa família querida.
Viva a Bianca.
Salve22/02/2011. Ivete

Ivete Maurília

Falta pouco, eis que e quase chegada a hora, o fim de uma batalha.
Para mim veio com muita tribulação, para outros como uma mera diversão.
Para mim uma dor imensa no coração, para outros euforia sem precisar pedir perdão.
Para mim cada partida dilacerava, para outros independência conquistada.
Para mim cada noite era o afogar em lagrimas, mas para outros uma nova balada.
Para mim o termino de uma trilha percorrida, para outros apenas o começo da caminhada.
É! eis o fim da minha jornada, ou simplesmente o inicio de uma nova Batalha...
Então que termine logo essa jornada, ou que simplesmente chegue logo essa nova batalha.

Giselle AFP

Vamos falar de solidão

Com a chegada da noite ele se sente só, dividindo segredos com as estrelas, tentando tirar o peso das costas, dividir com alguém a culpa de estar sozinho. Ele tenta abrir seu coração, mas não há nada a ser contado, nada de bonito para dizer. Nas noites em que não há estrelas só lhe resta as lágrimas, salgadas, que caem no chão como pequenos pedaços de um coraçao partido.
Quando o dia nasce, ele toma um banho, já desanimado, e sai a procura de algo que nao e dele.Cai a chuva, as gotas tocam-lhe como pedras caindo do céu, a sua vontade é de correr para qualquer direção, fugir de tanta solidão.
Algumas amizadestentam lhe reanimar, mas ele não vê motivo algum para voltar a sorrir. Na sua boca, em cada frase, o gosto amargo das mentiras...mas no fundo ele sabe que a solidão não é, nada mais, do que aquilo que ele cativou. O que lhe dói é a verdade de saber que se ele está sozinho a culpa é dele, e de mais ninguém.
A solidão é uma divida consigo mesmo, onde só você poderá quita-la, nem a pessoa que mais lhe ama no mundo poderá te ajudar. E ele, aos poucos deixa de existir, ele tenta não se culpar, mas ele nao passa de um "guerreiro morto sem feridas", ele não passa de nada, ele é um nada sem ninguém, ele é apenas mais um solitário no mundo...

Patrick Figueiredo

A CBF DIZ: "CALA A BOCA DUNGA"; EU NÃO CALARIA.

Aclamado na chegada,
Ele disse que ficava.
Não pensou que a cachorrada,
A espada lhe fincava.

Precisavam de um bode
Pra derrota espiar,
Assim o bobo se _ode,
E seguem a indicar,

Gente com bom patrocínio,
Para as burras entupir.
Pois, burro sem raciocínio,
Com dinheiro vai fingir,

Ser o dono deste mundo,
Com sete palmos pro fundo.
________________________

Pastéis, não diferenciam
O que apenas só viam,

Não sendo racionais,
Sem julgar, gestos errados,
Pois creem ser maiorais.
Ao se tornarem malvados.

Corrompem tudo e todos,
Que querem ter muito mais.
Costumam criar uns modos,
Que os fazem tais e quais,

Às bestas despudoradas,
Pouco importando quem torce.
Esquecem que nas 'peladas',
O fome ronca em morse.
__________________________

Daí vem o futebol,
Minorando o sofrer,
De quem olha o arrebol,
Pensando em renascer.

Talvez perdendo a Copa,
Consiga no voto vencer,
A política que dopa,
Com mentiras todo o ser,

Criando em farsa time,
Ao qual se deve torcer.
Não mais deitando no vime,
Mas lutando e vencer.

Do nosso berço beleza,
CRIEMOS NOSSA GRANDEZA!
_________________________
pinfo@drmarcioconsigo.com

Marcio Funghi de Salles Barbosa

DEIXE-ME AVENTURAR NO TEU BALANÇAR




Eu sei que não esperavas a minha chegada,
Mas, o amor é assim: surge sempre do nada,
E vem como uma onda gigante sem barricada,
É quão uma enseada deixando a alma atada,
Dourada e desfolhada numa chama espalhada,
Encobrindo as distorções, às vezes na namorada.


Esse tal amor perverso e doce, é globalmente amável,
E não saberei explicar a sua atuação em cada cantada,
E pode ser: falada, sentida, escriturada ou gesticulada,
Contudo, o amor é assim: surge sempre do nada, e, nada,
Fortalecendo na fonte o anseio e contragosto da amada,
É uma viajada boa amar, gostar e tu persistirás apaixonada.
Nessa entravada ternura que inflama toda improvisada.


Eu sou como esses versos vão dando vida sem palavrada,
Aumentando em todos os caracteres que tu és a cortejada,
Galanteada e orada no meu íntimo com fina flor rosada,
Espero ter acertado de cheio numa inusitada pincelada,
Eu exoro que não tenhais o amargo da tristeza indelicada,
É como um trovão que relampeja durante a madrugada,
Em dúvida: Pense em mim e não se afaste da minha vida,
Sou seu. E o amor será destarte: surgindo sempre do nada.


Eu espero ter acertado de cheio numa inusitada pincelada,
O eixo central do teu coração batendo forte em disparada,
Será agudo demais, pois, eu sentirei onde estiver essa sacada,
Da minha cara metade amada integralmente pura e endeusada,
E tranquilamente, eu sei que tu não esperavas a minha chegada,
Como um trovão que relampeja e chameja durante a madrugada,
E vai germinando numa olhadela essa minha inclinação danada,
De ambicionar esse teu amor todo verdadeiro na noite ilustrada,
E não me pergunte o que deverás fazer em prol da minha pegada,
Eu estarei na tua existência como a haste duma flor bem regada.

Erasmo Shallkytton

Um beijo de despedida
Quero a chegada
E muito depois a partida...

Quero viver, não sobreviver
Dançar, saborear...
Quero a hora daquele dia tão diferente

Quero e não te quero...
Quero olhar pela janela e te ver,
Dar as costas e te esquecer
Só pra você me reconquistar.

Quero ouvir o barulho do mar,
Os passarinhos a cantar
Quero voar.

Quero banho de chuva, de lua...
Ser minha depois tua...
Quero sol, chuva, flor e amor...


O certo
O errado,
Quero tudo misturado.

Paula Câmara Ferreira

"DONO DE SI"

"Então, é chegada a hora de dizer adeus à velha infância;
Ao tempo em que era coordenado, ordenado...
Hoje, você é o seu delegado, o seu próprio supremo.
Dono de si, a sua responsabilidade sobre si mesmo só aumenta.
Agora, já não há mais a quem culpar, ou a quem julgar.
Frente ao espelho, você é mera consequência das causas a que se propôs.
Você pode escolher entre ser o seu melhor amigo ou o mais desleixado deles".

Lavínia Lins