Poemas para Chegada da Filha

Cerca de 811 poemas para Chegada da Filha

É chegada a hora
Hora de fazer balanços, deletar lixos, apagar histórias mal resolvidas...
Hora de preparar a terra para semear novas histórias
Limpar a poeira do tempo e organizar prioridades
Hora de deixar no armário do fundo o que ainda pode vir a ser usado
Lançar fora o que nunca serviu direito
Abrir a janela dos olhos e limpar a vidraça embaçada
Dos medos e inseguranças que nunca foram necessários
A hora se faz nesse resto de tempo que ainda resta.

Jacqueline Batista

As bombas anunciavam a chegada dos anjos da escuridão,junto de tiros, o massacre ia sendo feito, e era certo que ia entrar pra história.
Os Alemães não sabiam o quanto o mundo chorou por justiça, mas a raça ariana não tinha piedade, só havia rancor, ódio e uma insegurança entre eles, esta é que não queria que outra raça fosse "melhor" que eles, que se diziam ser raça "pura", mesmo sabendo que todos os dias, manchavam o céu com sangue de inocentes, não... porque não encontraram o culpado, e sim porque não havia.
Ficando em silêncio, podia escutar as orações em uma nação inteira, suplicando por suas vidas e as de seus familiares.
No Campo a imagem que se via era de sofrimento, e de pessoas sem esperança, de sair de lá vivo, os choros de piedade, as lágrimas de certeza de que o fim estava próximo permaneciam entre aqueles que estavam lá, négros, judeus, pagavam por serem oque eram.
Mas os arianos contavam a historia errada, eles não queriam sujar suas mãos, dizendo que aquilo era certo e só os arianos ocupariam o céu.
Aquele sentimento de que não haveria amanhã, estava expresso em cada rosto, pessoas eram mutiladas, tiradas de suas famílias ou até mortas em frente delas. Para muitos a única forma de se libertar era o suicídio, acreditava-se que assim iriam poupa-los da dor, da tortura. Mas a dor física não chegava nem perto da dor interior que era constante e profundamente corroedora, que não tinha cura, iria pra sempre estar alí, no coração daqueles que um dia tiveram sonhos, mas foram destruídos, num lugar chamado "Campo de Concentração"

Tayane de Assis Silva

A CHEGADA DO AMOR
Você pode buscar o amor
Em vários cantos do mundo
Mas saiba estar preparado para recebe-lo
Ele chega trazendo um reboliço em sua vida
Modifica os sentimentos
Retira tudo o que não é agradável
Transforma os nossos dias
Alimenta a nossa alma
E nada mais é "normal"...
Se estiver ciente de todas essas coisas
O amor se fará presente
Caso não esteja
O amor será sufocado aos poucos
Prepare o ambiente da sua vida
Retire as angustias, o que for negativo
Então verá o amor chegar e invadir o seu coração.

Adriano Ferris

O Anúncio

Sinos anunciam a chegada hora
Ninguém mais me segura
O vento está ao meu favor
A correnteza me ajuda no nado correto
Rompeu-se o véu do insucesso
Abriu-se as portas para a vitória
Estou apenas começando, o céu é meu
O hoje é o prenúncio do amanhã
Assim como "a beleza só importa nos 15
primeiros minutos pois depois você tem
que ter algo a mais para oferecer"
Tenho ainda muito mais para oferecer
É só uma questão de tempo
E se você quiser ver
Senta e observa, ou vêm e me acompanha!

Samir França

Espumas flutuantes

É quase meia-noite. Por que o sono tarda?
Chegada é a hora, daqui, desta mansarda,
Olhar o firmamento, em sombras embebido,
E receber das ruas constante alarido.

Monótono murmúrio, mais uma vez repita
A velha cantilena de um laço de fita,
Mas, por ter retomado o verso centenário,
Irão meus detratores chamar-me de plagiário?

A ânfora sagrada repleta até a borda
Entorno com cuidado. O líquido transborda.
E afogado em néctar, aos poucos esqueço
Aquela dor que um dia virou-me pelo avesso.

Perdido na saudade daquela criatura,
A mente se rebela, protesta, esconjura.
Mas rende-se covarde à sombra que levita,
Fantasma do passado com seu laço de fita.

Abafam os meus passos espessa alcatifa,
Espio Sherezade à frente do califa,
Contando o sonho louco de um jovem colegial,
Que viu na Messalina a aura de vestal.

O tempo foi trazendo a doce acalmia,
O sono se aproxima da ânfora vazia,
E no mais lindo verso de púrpura escarlate,
O caos da amnésia, debalde se debate.

Pois outros são os tempos. Mas vejo a figura
Menina com seu laço de Vênus imatura,
Tu, náiade perversa, eu, um cabuletê.
Teu corpo é espuma cobrindo o Tietê.

Alexandru Solomon

A CBF DIZ: "CALA A BOCA DUNGA"; EU NÃO CALARIA.

Aclamado na chegada,
Ele disse que ficava.
Não pensou que a cachorrada,
A espada lhe fincava.

Precisavam de um bode
Pra derrota espiar,
Assim o bobo se _ode,
E seguem a indicar,

Gente com bom patrocínio,
Para as burras entupir.
Pois, burro sem raciocínio,
Com dinheiro vai fingir,

Ser o dono deste mundo,
Com sete palmos pro fundo.
________________________

Pastéis, não diferenciam
O que apenas só viam,

Não sendo racionais,
Sem julgar, gestos errados,
Pois creem ser maiorais.
Ao se tornarem malvados.

Corrompem tudo e todos,
Que querem ter muito mais.
Costumam criar uns modos,
Que os fazem tais e quais,

Às bestas despudoradas,
Pouco importando quem torce.
Esquecem que nas 'peladas',
O fome ronca em morse.
__________________________

Daí vem o futebol,
Minorando o sofrer,
De quem olha o arrebol,
Pensando em renascer.

Talvez perdendo a Copa,
Consiga no voto vencer,
A política que dopa,
Com mentiras todo o ser,

Criando em farsa time,
Ao qual se deve torcer.
Não mais deitando no vime,
Mas lutando e vencer.

Do nosso berço beleza,
CRIEMOS NOSSA GRANDEZA!
_________________________
pinfo@drmarcioconsigo.com

Marcio Funghi de Salles Barbosa

Quando um amigo se vai
Fica um espaço vazio
Que não pode ser preenchido
Pela chegada de outro amigo.

Facundo Cabral

Agora

No infinito não se pode ter fim
Pensando já na chegada do trem,
E se todo dia fosse o começo?
Poder sonhar feliz no caminho.

Amanhã vai ter a grande promoção
Esquecer hoje do abraço,
E se todo dia fosse o começo?
Certo seria dizer o pra sempre te amei,

Pensar na chuva como se fosse desperdício
Esquecer de que existe imaginação.
E se todo dia fosse o começo?
A grandiosa tempestade seria a fé,

Não há tempo para chorar esta noite
Talvez amanhã quem sabe aprender a sentir,
E se todo dia fosse o começo?
jamais evitar o que se pode viver...

Fernando Luís de jesus

Despedida

Hoje estou partindo
Para uma nova chegada
Em algum lugar qualquer
Por entre as nuvens sumindo
Dando uma nova largada
Para o que der e vier

Fui sombra sem muito brilho
No transcorrer de meus dias
Com poucos me dando a mão
Segui sozinha o trilho
Como qualquer um faria
Nas coisas do coração

Porem, não sei onde vou
Porque a meta não tracei
Escolho quando chegar
A vida que me driblou
Lá atrás eu a deixei
Quando decidi voar

Meu novo mundo começa
Agora, neste momento,
Decisão por mim tomada
Não faço nada com pressa
Deixo longe o pensamento
Vou seguir por nova estrada

Assim, o novo caminho
Que pretendo encontrar
Desejo que seja o certo
E com uma taça de vinho
Vou com certeza brindar
Com quem estiver por perto

Paola Rhoden

Já é chegada a noite fria , o escuro que podemos ver lá fora,
e com a mesma intensidade por dentro de mim,
o silencio profundo atormenta-me por completo,
nenhum brilho, nenhuma luz , nenhuma estrela para poder olhar,
só enxergo a solidão porque está ao meu redor, bramando com leão feroz
buscando uma pequena fraqueza minha para que ela possa me tragar,
já ouço o som da chuva, nesse momento a LEMBRANÇA vem a mim
como uma espada de dois gumes, cortando meu vazio , me fazendo sangrar,
e hoje aprendi que solidão não é estar em um quarto escuro ,
é pensar que ninguém nos percebe,
mas solidão e voçe estar em meio a uma multidão,
e sentir a falta de uma só pessoa , > VOÇE <

Joabson Cavalcante

"Noite fria"

Já é chegada a noite fria , o escuro que podemos ver lá fora,
e com a mesma intensidade por dentro de mim,
o silencio profundo atormenta-me por completo,
nenhum brilho, nenhuma luz , nenhuma estrela para poder olhar,
só enxergo a solidão porque está ao meu redor, bramando com leão feroz
buscando uma pequena fraqueza minha para que ela possa me tragar,
já ouço o som da chuva, nesse momento a LEMBRANÇA vem a mim
como uma espada de dois gumes, cortando meu vazio , me fazendo sangrar,
e hoje aprendi que solidão não é estar em um quarto escuro ,
é pensar que ninguém nos percebe,
mas solidão e voçe estar em meio a uma multidão,
e sentir a falta de uma só pessoa , > VOÇE <

Joabson Cavalcante

"DONO DE SI"

"Então, é chegada a hora de dizer adeus à velha infância;
Ao tempo em que era coordenado, ordenado...
Hoje, você é o seu delegado, o seu próprio supremo.
Dono de si, a sua responsabilidade sobre si mesmo só aumenta.
Agora, já não há mais a quem culpar, ou a quem julgar.
Frente ao espelho, você é mera consequência das causas a que se propôs.
Você pode escolher entre ser o seu melhor amigo ou o mais desleixado deles".

Lavínia Lins

O que será de ti neste mundo? O que será do mundo?
É chegada hora. Quem sabe nem dê tempo de comprar um cartão de natal. O fim toca a campainha. Talvez o fim do mundo, talvez seu próprio fim.
Nunca se sabe.

Stéphani Paula

Prefácio

Não poderia me esquecer deste dia tão especial
ao anunciar ao mundo a chegada de mais uma estrelinha
que ao se desprender da constelação encheu-nos de luz
e de felicidade selando de vez a ansiedade de tê-la nos
braços e alegrando os dias de quem sempre esperou por
este momento tão sublime. SOPHIA.

Bem Vinda Sophia....

És tão pequenina
Menina formosa
Que gosta de flores
E adora rosas

-Sorrindo ela vê
Ao seu lado passar
Borboletas azuis
Bailando no ar

O dia se passa
E a noite formosa
Sobre o céu cor de rosa
Sorri o luar

Ao ver em seu berço
Amenina sophia
E borboletas azuis
Em seu quarto a bailar.

joaquim gomes alves

Encontro com a lua

A noite chegou primeiro

Eu atrasei-me na chegada mas não no momento

A lua apanhou-me na rua quando vinha deixar os restos de mais um dia

Ofereceu-me a sua face rosada para um beijo fugidio e tímido

O cão do vizinho passeava o dono pela trela

A lua tentou acariciá-lo mas este, ladino, escusou tal afecto

Subimos em direcção ao céu até à sua morada, eu e a lua

Esta convidou-me para um chá

Ela conhece-me bem: eu gosto de chá

Partilhámos este enquanto o mundo se nos discorria numa tela celestial

Muitas vezes os sonhos de infância regressam no zénite da vida

Porque não deixar tudo e segui-los incondicionalmente?

A última estrela apagou-se e a casa ficou na penumbra

A lua acariciou-me subtilmente por entre as nuvens que nos aqueciam

O seu rosto aproximou-se exitante

Lábios nos lábios, aconteceu, a lua brilhou

Afagou-me a escuridão com a sua doce luz

Senti-me iluminar por dentro

Vislumbrei o reflexo do meu brilho no seu rosto

No seu inspirar profundo consegui ver para lá dos seus olhos fechados

Fechei os meus também e, por momentos, perdi-me no vácuo colorido da noite

Assim ficámos até que o sono nos invadiu

Separámo-nos no sono restaurador e velado

Eu, embalado pelo ósculo carinhoso, adormeci

A aurora despontou silenciosa

Através da vidraça de ar puro saudei-a comovido

A lua reapareceu pela porta entreaberta

Sentou-se a meu lado, discreta

Ficámos a olhar a aurora, calados entre sorrisos

Por fim, serviu-me uma leve refeição e despediu-me

O último beijo, breve, apressou a minha descida à terra

Um novo dia nascia

António Oliveira

Chegada e partida

Chegou querendo partir
Partiu querendo voltar
Voltou sem saber ficar
Ficou tentando pensar
Decidiu partir sem saber seu lugar
Voltou confuso deixando o tempo explicar

Vânia Leite

Papai e mamãe,
Parabéns pela chegada da princesa,
Demorou para chegar
Mas em boa hora brilhou
em suas vidas.
Trazendo muita Luz para
abrilhantar esse Lar
tão querido de vocês!
Rogamos que Deus abençôe cada
vez mais essa família querida.
Viva a Bianca.
Salve22/02/2011. Ivete

Ivete Maurília

É chegada a hora de partir.
Desligar o telefone e não dizer para onde ir.
Chove frio, mas não molha.
É inverno para quem vai embora.
Aderbal Galvão as vezes me dava razão.
O que me comove é que sempre foi assim.
O mesmo sorriso e não estou contente.
As ruas com um brilho diferente,
Esse que só a noite, a solidão pode mostrar.
No aconchego dos lares à vida passa.
E nem sempre é noite feliz.

Renilmar Fernandes

Dia 01 de Abril de 2013.
No calendário não consta nada.
Nem minha partida, muito menos a chegada.
Data essa de pouca importância, de que me valeria?
Minha morte sentada na calçada, à noite é fria.
Grande noite, é um show.
Espero não me despedir, fique com os meus sapatos.
Meu toca fita, e vá se divertir.
Queimando neurônios na cachola.
Empinando pipas em frente à escola.
Grande festa da partida, onde a data será esquecida.

Marcelo Leite

Você um dia fez parte da minha vida
Não foi um encontro qualquer
Mas uma chegada sentida
Não me refiro ao seu eu mulher

Mas a beleza de uma alma pura
Que fez de dia o mais azul do meu céu
Minhas noites tinham mais estrelas
Que enfeitavam e adoçavam como o mel

Sua voz soava-me como bela canção
Tinha no teclar um pouso de paz
Sinto saudades de ti minha paixão
Lágrimas rolam em saber
Que para você meu amor
Agora tanto faz

Mas eu vejo brotar um sorriso
Em meus lábios que me enche de emoção
Ao lembrar que contigo eu já vi o riso
E que um dia eu já estive dentro
Deste seu lindo coração

fabiofan