Poemas de Separação

Cerca de 240 poemas de Separação

Egoismo
O pior da separação não é o Adeus...
O pior é quando a pessoa em questão inconformada
Fica criando estradinhas alternativas construídas sobre
pessoas inocentes tendo por objetivo que todos sofram também!
"Sofrer não é fraqueza...fraqueza é não querer sofrer sozinho"!

Marinez Novaes

Ah! Ela foi embora
Eu perdi as horas
Acreditei no seu amor
Não tive como evitar a separação
Pois meu coração não sabe o que é sofrer
Anda por aí brincando de ser feliz
Como sempre quis distraído na solidão
Ah se eu soubesse de alguém que me adore
Amor não chore
Foi tudo uma ilusão

Emiliano Pordeus

Aqueles que fazem separação
entre a política e a moralidade
jamais compreenderão nenhuma das duas.

Lord Morley

Acredito existir 3 fases numa separação...
Seja ela de uma amizade querida que foi traída...
De um trabalho de anos que fora despedida...
Ou de um suposto amor que houve a partida...
Fato é que, sempre percebo essas fases:
A Primeira é de fraqueza tristeza profunda, nada mais tem cor e nem sabor...você se sente menor que o coco do cavalo do bandido(rsrsrs...)...Como se fosse menos e não merecesse aquilo ou aquela pessoa.
A segunda vem a revolta, e você quer que tudo se exploda, que o que fora partido morra e que tudo despenque por não te ter!
E a ultima, e acredito ser a mais importante e real, vem a indiferença...
Você não lamenta mais pelo que passou, o que supostamente perdeu e sente-se forte,
Sabe que tudo acontece na hora certa , que na verdade, aquilo sim é que não te merece e ai, você simplesmente esquece, pois sabe que Deus sempre reserva pra ti o MELHOR!
Desejo a vocês sabedoria e discernimento pra que em toda sua vida, vocês possam passar por essas três etapas( espero sempre que a primeira e segunda, passe bem rápido!rsrsrs...)com uma só certeza, Deus é contigo e nem um fio de cabelo cai de sua cabeça, sem a permissão do MAGNANIMO.
Lindo dia a todas e todos
Amém!

Waceila Miranda

Dia de hoje

No outro rumo,
No amor, a separação
Te torna uma mentira
Ingenua, convencional
Que te consome e absorve
Até tu te integrar
Por inteiro
Por um ser que
Te enlouquece,
Te aquece,
Te adora
Dos dedos dos pés
Deslizando até o pescoço
Te alimenta
E cresce contigo o fogo,
Faz do branco das nuvens
Inesquecível rascunho
Desse esplendido
Dia de hoje!

Poeta: Valter Bitencourt Júnior

“- Ainda não entendi o por quê da sua separação.

- Excesso. Excesso de amor, de ciúmes, de pavor de perder. Excesso dela em mim. Senti minha falta. É engraçado, sou apaixonado pelo que ela acha que não vejo. Quando ela tira o cabelo do rosto pra escrever, faz aquela bagunça deixando pedaços seus pela casa. Passei a acreditar em Deus quando comecei a agradecer por ela amanhecer ao meu lado.”

Renata Fagundes

O amor transcende vida,morte.
Quem ama nunca está só.
Mesmo que haja separação.
Esse fio invisível é tênue e imortal.

Joelma Siqueira

Toda Separação tem um Luto

Hoje foi um dia histórico, não me ligo a datas, não guardo roupas importantes que marcaram a minha vida e tenho o desapego como ferramenta.
E hoje rememorei um histórico de vida que me levou ao casamento e me enquadrou ao divórcio.
Sofri, chorei, neguei, tive crises de raiva, mágoas, ira, não aceitava o fato de ter perdido o homem a quem tinha prometido amor eterno. É incrível como a separação e a morte faz de seres imperfeitos, verdadeiros mártires e santos. Não estava feliz, olhando para trás era uma relação desfuncional, era uma relação de competição e imposições, erramos juntos, fomos por caminhos tortos, esburacados e escuro, nos desencontramos e nos perdemos. Eu tinha uma vida pesada, com brigas, com mandos e desmandos, com faça assim, faça assado.
No entanto, eu estava amando a vontade de estar acompanhada, eu estava amando o amor eterno, o convívio eterno e o até que a morte nos separe.
Virava e mexia falava dele e não me culpava, falava dos momentos bons e dos momentos ruins. Sentia saudade de tudo que foi belo, intenso, verdadeiro.
Fui refletir sobre o passado, o presente e o futuro, fui reviver a minha história já vivida e entendi que meu luto terminou. Não há mágoas, não há raivas, não há respostas para perguntas e nem perguntas para obter respostas. Não me interessa o que ficou por resolver, não me interessa o vácuo, o vazio. Não me incomodo com mais nada, não dói, não sinto, não quero. Passou! Hoje me sinto preparada para um novo amor.

Arcise Câmara

Separação

Se vai aos prantos
Prantos de sangue
Sangue de arrependimento
De mentiras em vao

Sem paz
Com amor garrado em rancor
Se arrepende de um dia ter sentido amor
Em falencia, triste vai sozinho

entra em sua casa
sente teu perfume
e tem lembranças do carinho
e do corpo nu na cama vazia

como sua falta me faz
me faz encher de odio
e diminuir minha paz
por favor, amor se vai

Vai!
nao volta
para casa, nao retorna
não volta nao ama
mas ainda assim te amo minha lua...

Leonardo Sampaio Wolf

VALSA DA SEPARAÇÃO
(Paulinho Del Ribeiro)

Eu ainda quis evitar
Aquela separação
Dizendo ser minha falha
Ter ciúme sem tem razão

Ao invadir o seu pensamento
Mergulhei na imensidão
Dei-me conta que não eras minha
Me perdoa a intromissão

Eu ainda te faço versos
Meu amor tem esta função
O meu peito ficou em brasas
Foi fogo esta paixão

E tudo rodopia
No moinho da ilusão
Este amor foi a fantasia
Que vestiu o meu coração

O resto é só a poesia
Que ilustrou a minha canção.

Paulo Del Ribeiro

Continua sendo um dilema a aceitação de uma separação. Começando pelas causas que levaram ao tal acontecimento, seja por traição, desconfiança ou outros factores.
Logo depois passamos à fase da separação propriamente dita, nesta fase deparamo-nos com a culpa, quando de certa forma fomos ou achamos que fomos os culpados pela separação, dai surge então muita das vezes a perda da auto-estima e fica a famosa frase em nosso constante e maldito pensamento “porquê tinha de acontecer exactamente comigo” e no momento é só desespero, é como se o mundo tivesse desmoronado, como se nunca mais na vida fossemos ser felizes de novo, principalmente se tiver sido uma relação bastante intensa e que tenha durado muito tempo, para nos é como se já não existisse amor real e verdadeiro, fica no peito a dor, ficamos numa tristeza sem igual, a magoa mais profunda, como se nos tivessem arrancado o coração.
A vida é um jogo tão complicado, jogado por seres tão complexos, onde no fim de cada estagio pode cada um dizer se teve ou não êxitos.
Isto compara-se a fase da separação, quando temos de começar a desfazer os planos outrora traçados com o companheiro que passou então à ser “ex companheiro” O noivado, os planos de ter um filho, ou qui ça até um casamento já marcado, pensar em começar do 0, arranjar um novo amor, uma nova paixão… Pensar em tão longe do chão ser os pés de alguém.
Enfim, o que vale mesmo é tentarmos ao máximo não nos abalarmos ao ponto de nos esquecermos de nos mesmos, devemos olhar para frente e buscar novos horizontes, não dizer “não” não negarmos à nos mesmo um novo amor ou uma nova paixão, devemos sempre nos permitir sentir, entregarmo-nos de novo às asas do corpo e rumo ao coração de outro alguém 

Elvia e Silva

A dor da Separação

A dor da separação, é como uma espada de dois gumes, que fere o Corpo e a Alma.

João Américo.

Separação é assim ruim,
Uma serra cortando em dois
O que enganadamente se juntou,
Mas que um inteiro nunca foi.

Mariana Eliza de Oliveira Beguito

Entrega

Quem tem medo da entrega,
tem no fundo
medo de viver a separação.

Quem separa sem entrega,
verá que no medo
viveu em si, no fundo não.

Mas, quem viver sem medo,
no fundo há de ver
que todo fim é uma entrega
a uma nova criação.

Lucian Rodrigues Cardoso

AUSÊNCIA, CASTIGO OU SEPARAÇÃO?

Definitivamente não escolhemos as pessoas pelas quais iremos nos apaixonar.
Quando você começou a me sondar, querendo telefone ou outro meio de contato, achei um abuso.
Não sentia a menor simpatia pela sua pessoa, inclusive tinha um pouco de repulsa.
Não queria você perto de mim, evitava de todas as formas manter contato.
Não sei se eu fui muito discreta ou se você é muito insistente.
Quando aceitei seu convite para sair, nem passava pela minha cabeça, algo além de lanchar.
Bom, depois o resto é história.
O que era repulsa se transformou em grude, muito mais do que te queria longe, agora quero perto.
Flutuando é assim que você me deixa.
Algo mágico acontece quando estamos juntos, não sei explicar.
Em tão pouco tempo eu já não consigo viver com sua ausência.
Mas a dúvida é será apenas um castigo ou uma separação?
Eu quero ter você sempre presente, não só no meu coração, mas do meu lado,
me abraçando de forma que eu me sinta totalmente protegida.
Quero poder lhe contar como foi meu dia e saber como foi o seu.
Adoro ouvir seus conselhos, mesmo que me irrite, eu sei que está sempre certo.
Desconfio que meu anjo da guarda está de complo com você.
Talvez seja uma forma de ouvir o que ele tem a me dizer e eu não ouço.
Mas vindo de você faz todo sentido.
Tudo muito bom, senão fosse minha imaturidade.
Ciúmes tão cedo, para quê?
Ser castigada com sua ausência.
Saber que sua ausência é um castigo pelo meu comportamento até me consola.
O que dói é a dúvida, será castigo ou separação?

Tamy Henrique Reis Gomes

SEPARAÇÃO DE CORPUS
A cor dos meus olhos
-serena-
Confunde-se com a lua torpe
Das incertezas.

Não por falta de convicção
- me entenda-
Mas por saber que onde há rua
Há farol
E a penumbra é como pó
Que repousa sobre a mesa.

Talheres ao alto!
Que voem os copos
Quebrem-se o pratos
Os chatos
E os planos!

Eu quadriculo o quadrado
Cada um no seu,
E eu no meu
O nosso é o oceano.

Quadrado enorme
E disforme
Percorrido pelas marés longínquas
E correntes marítimas
A minha fé
Em ser tua mulher
Não cabe em uma rima.

Arruma
Os móveis todos
No canto da sala
E abre alas
Pros nossos poucos
Espaços
Que juntos
Constituem hemisférios.

Eu falo serio!
Meu dom mais terno
É estratificar o dito termo
E descontrai-lo ao extremo...

Relaxa.

A vida é bem mais simples
Do que as aspas
De "viver bem"
Mas bem viver
É viver às lagrimas!

E eu choro
Menina tola
Do pequeno pé
Que onde pisa
faz surgir
O asfalto.

Eu falto
Para ser presença
Inconstante
E esperada
No abrigo íngreme,
Na autopista
- Em lombadas e cicatrizes -
Que não se segue pelas placas.

Curva acentuada à esquerda
Direção segura é a consciente
E modesta
Pronta para desviar dos muros
Sem mirar em florestas.

A vida é uma selva
Eu bem sei!
O bem que eu procuro
Quem me dera!
Me dará
Terra firme?

Estou às margens da BR 115
Mas estou em festa.

Me perdoe, meu papel
Por não ferir-me
Nem às vésperas...

Não há dom
Que o amor não sublime
Nem o mesmo o dom
- acredite -
Que há na dor de ser poeta.

Naty Parreiras

Te quero assim:
Sem pressa.
Sem vírgulas.
Sem ponto final.
Sem brigas.
Sem separação.
Sem mágoa.
Sem dor.
Somente amor.
Venha devagar.
Venha de mansinho.
Mas venha inteira.

Paulo Batista dos Santos

A esperança me traz uma solução
Porém o medo me traz uma dura separação
A esperança cria em minha mente o momento do encontro
Mais o medo faz com que eu desista como se não houvesse motivo para o encontro.
Norte e Sul extremidades diferentes assim me faz sentir tão longe do meu ponto referente
Sentimento em mim tem de sobra
Mas nele não se o sentimento vigora
Amor por ele tenho por de más
Espero um dia abraçá-lo
E viver como se tudo fosse paz. 29/12/13

wiley christian gil.

Há um bom tempo atrás...
Um casal comum vivenciou dias de tormenta. Após a separação criou-se uma guerra.
Então os dias se passaram e os ataques que no começo da batalha pareciam não se findar, agora já não tinham mais forças.
Ele prepotente, certamente não ousaria em desistir assim. Ela Orgulhosamente não podia deixar os outros vê-la vencida por um amor antigo.
O amor tem validade?
O tempo foi passando e após longos dias de combate, o tempo foi senhor e trouxe cansaço para aqueles dois que bem lá no fundo não queriam guerra.
E o que fazer agora que já não existiam armas para lutar?
Eles se decidiram.
E ao invés de continuar com aquela tempestade sem chuva, calor sem sol, se entregaram.
Não nego que vi tudo isso acontecer e fiquei feliz quando ouvir que a solidão que sentiam por estarem longe um do outro, se atacando com mentiras chegou ao fim e depois da guerra eles preferiram morrer juntos.

Elvis Danilo

UMA JURA NÃO CUMPRIDA

Um dia ouvi meus pais brigarem,
Aquele foi o dia da separação.
Numa briga horrível eles se perguntavam
O porquê de terem se casado.

Eu me tranquei em meu quarto,
E assustado, jurei que nunca cometeria
o erro de me apaixonar por alguém,
Mas querida...
Você foi a única exceção!

Vitor Rocha