Poemas de Separação

Cerca de 287 poemas de Separação

Vicio

Existe uma linha tenue entre o coraçao e um impulso
Pra mim , nunca houve tal separação
O meu impeto sempre se deu entre os meu átrios
Pra mim, o amor é um grande e imenso impulso sem razão

Eu nunca respeitei limites corporais
Pois meu corpo é só um involucro feito de poeira estelar
Se dois corpos nao podem o mesmo espaço ocupar
Revisem a lei da fisica, pois isso precisa mudar

Eu sempre me apaixonei com tanta facilidade
ao ponto de nao aguentar sofrer de tanta saudade
Eu sofro com o peso que isso me traz
Com a quantidade de de paixões que meu meu peito atrai

Nunca escolhi, entre loiras e morenas
e nunca deliberei sobre grandes ou pequenas
É como se ainda guardasse em algum lugar
O cheiro e o abraço, e cada jeito de olhar

Por vezes fui compreendido, por vezes apenas eu busquei
Por vezes foi tão forte que sentei e chorei
Nao tinha nenhum motivo, bastava apenas gostar
Bastava uma gentileza , pra eu me ancorar

Ainda nao aprendi a escutar a razão
Continuo a me deleitar toda noite com a ilusão
Eu sei que tornei a mim mesmo objeto de escarnio proprio
E ainda espero entorpecido, como cheio de ópio

Durante as noites rogo a Deus pra que salve dessa condiçao
De por toda minha força de amar a oferta em um leilão
Em que o maior lance é só me aceitar
E que o grande prêmio não se pode mensurar

Sou prisioneiro eterno das minhas prorias mentiras
Sou Montecchio e Capuletto numa dessas montagens vespertinas
Pois, dessa agridoce vida , ainda o que mais me fascina
É me perder subitamente nos corações dessas meninas

L.L. Vargas

‪#‎UnidosSomosMaisFortes‬

Se houvesse uma separação os SULISTAS DE BEM poderiam ficar tranquilos, porém, os PRECONCEITUOSOS teriam que pagar pelo ar (Oxigênio) produzido em nossa região até aprenderem o valor da dignidade humana! Imaginem os Preconceituosos Ignorantes terem que importar de nossa Terra Discriminada desde o SAL até o mais nobre do Metal! (Adenilton Mota)

Adenilton Mota

" O UMBIGO É UMA CICATRIZ PROFUNDA DE NOSSA PRIMEIRA SEPARAÇÃO "

»Mãe«

fabio

Mais um adeus
Outra separação...
Tantos poetas já fizeram essas rimas
Não tem mais o que inventar
Outro final
Tristeza batendo
Coração enlutado
Corpo cansado...
Mas como bem disse o poeta
“...O amor é uma alegria
Vem de noite, vai de dia!...”
Vamos lá, recomeçar!

Lienne Liarte

Mirar-se Eternamente

Era tanto sentir que o corpo doía cada dor de separação
como se um fossem
Em dois, faltava-lhes o coração.

Um afago. Mais um toque,
o deslizar das mãos pela face, pelo ombro, braço.
Os dedos entrelaçavam-se, prendiam-se as mãos - desejos de união.
Instantes em que o corpo falava aquilo que a alma guardava.

Milímetro por milímetro iam separando-se,
até que restassem unidas apenas as pontas dos dedos indicadores dos dois.
Iam acostumando com o deixar-se, desta forma , lentamente.
Os olhos fixos – olhavam-se profundamente...

Os olhos...
Estes, nunca se separaram!
Continuam a mirar-se, eternamente!

Van Pezzato

O amanhã pode não acontecer
Nos fazíamos planos
Os sonhos eram muitos
Separação nem pensar
Estávamos unidos
Nosso relógio esse não parava
Dias e noites não víamos passar
Apenas a busca , a conquista e o amanhã
Esse parecia está a nosso dispor
Sempre vai está nos esperando
Mas a surpresa veio ao nosso encontro
E num belo dia
O amanhã não aconteceu.


Poetisa
Islene Souza Leite

ISLENE SOUZA LEITE

MEUS SONHOS FORAM UM MARCO NA SEPARAÇÃO...
TOQUEI A ETERNIDADE COM LEVE ABRAÇO
E SENTI A DOR DA MORTE.
MESMO ASSIM SENTI VONTADE DE VIVER,
QUANTO CANTEI UMA MUSICA,
QUIS FOSSE TOCADA NO TEU CORAÇÃO...
SEMPRE TUDO QUE MAIS QUIS ESTÁ NU PASSADO...
NÃO ENTENDIA O PORQUÊ DE TANTAS ABSTINÊNCIA,
ASSIM QUANDO OUVI UMA VOZ VINDA DO MEU PASSADO,
FERIDAS SE FECHARAM TUDO ESQUECIDO...
SUAS DOCES PALAVRAS ENTRARAM NA ESCURIDÃO
DO MEU CORAÇÃO APENAS UMA CANÇÃO...
QUE ECOOU NAS BRECHAS DA ESCURIDÃO...
MAIS UMA VEZ ESTOU SENTINDO A VIDA.
COM A ESPERANÇA SENTI UM PAZ...
QUE NUNCA HAVIA SENTIDO ANTES
DO MEU CORAÇÃO PARAR NOS LAÇOS DO SENTIMENTO.
TODAS EM SUAS VIRTUDES NO MUNDO
TORNO SE POEIRA JOGADA NAS BARREIRAS DO ESPAÇO...
SEUS LÁBIOS SÃO UMA ESTRADA SEM DESTINO...
MAIS UMA VEZ TOQUEI LAÇOS DA ETERNIDADE,
COM GOLE DE VENENO MESMO ME FEZ VOLTAR A VIDA...
POIS MAIS QUERIA ABANDONEI A LUZ A MUITO TEMPO...
E ASSIM TIVE SOPRO DE VIDA QUE FOI TEU AMOR.

Celso Roberto Nadilo

Houve um tempo que pensei não suportar sua ausência em minha vida, a dor da nossa separação foi cavando a sepultura do nosso amor, doía tanto tanto, pensei que ia morrer de tanta dor, não doía no corpo, doía na alma, era
como se uma rajada de metralhadora viesse de dentro. Foi assim que o tempo apagou a luz daquela estrela que brilhava para nós, apagou a chama do pingo de fogo que ainda ardia e queimava meu corpo.
Foi assim que o vento soprava suavemente, o meu rosto, sacudindo lentamente meus cabelos, como se dissesse no som de seu sopro, levante a cabeça e siga em frente, quem ama não deixa dor nem abre crateras na alma, isso não é amor.

Maria Izabel da Silva Thomáz

A Separação quebra votos sagrados.
Na maioria das vezes,
é como arrancar uma rosa de caule espinhoso,
com as mãos com espinho, fere, sangra,
provoca raiva, mas, passa,
pois, se o amanhã não curar a ferida,
pelo menos ameniza
enquanto sua cicatriz não chega.
Apesar da dor,
separar faz-se necessário,
quando as vidas ,
não mais é compartilhada a dois,
e um novo amar pode emergir
no dobrar das esquinas da vida,
ou em algum lugar distante dos nossos olhos,
mas, eventualmente presente em nosso coração,
O importante é viver e amar sempre.
(Sócrates Di Lima)

Sócrates Di Lima

Separação
A despeito do desfecho
Uma separação é sempre triste
Um anúncio na entrada
Vende-se esta casa
E vários cartazes de imobiliárias

O casamento até pode esperar
A separação não.

Meire Moreira

Te quero assim:
Sem pressa.
Sem vírgulas.
Sem ponto final.
Sem brigas.
Sem separação.
Sem mágoa.
Sem dor.
Somente amor.
Venha devagar.
Venha de mansinho.
Mas venha inteira.

Paulo Batista dos Santos

A esperança me traz uma solução
Porém o medo me traz uma dura separação
A esperança cria em minha mente o momento do encontro
Mais o medo faz com que eu desista como se não houvesse motivo para o encontro.
Norte e Sul extremidades diferentes assim me faz sentir tão longe do meu ponto referente
Sentimento em mim tem de sobra
Mas nele não se o sentimento vigora
Amor por ele tenho por de más
Espero um dia abraçá-lo
E viver como se tudo fosse paz. 29/12/13

wiley christian gil.

Há um bom tempo atrás...
Um casal comum vivenciou dias de tormenta. Após a separação criou-se uma guerra.
Então os dias se passaram e os ataques que no começo da batalha pareciam não se findar, agora já não tinham mais forças.
Ele prepotente, certamente não ousaria em desistir assim. Ela Orgulhosamente não podia deixar os outros vê-la vencida por um amor antigo.
O amor tem validade?
O tempo foi passando e após longos dias de combate, o tempo foi senhor e trouxe cansaço para aqueles dois que bem lá no fundo não queriam guerra.
E o que fazer agora que já não existiam armas para lutar?
Eles se decidiram.
E ao invés de continuar com aquela tempestade sem chuva, calor sem sol, se entregaram.
Não nego que vi tudo isso acontecer e fiquei feliz quando ouvir que a solidão que sentiam por estarem longe um do outro, se atacando com mentiras chegou ao fim e depois da guerra eles preferiram morrer juntos.

Elvis Danilo

UMA JURA NÃO CUMPRIDA

Um dia ouvi meus pais brigarem,
Aquele foi o dia da separação.
Numa briga horrível eles se perguntavam
O porquê de terem se casado.

Eu me tranquei em meu quarto,
E assustado, jurei que nunca cometeria
o erro de me apaixonar por alguém,
Mas querida...
Você foi a única exceção!

Vitor Rocha

SEPARAÇÃO DE CORPUS
A cor dos meus olhos
-serena-
Confunde-se com a lua torpe
Das incertezas.

Não por falta de convicção
- me entenda-
Mas por saber que onde há rua
Há farol
E a penumbra é como pó
Que repousa sobre a mesa.

Talheres ao alto!
Que voem os copos
Quebrem-se o pratos
Os chatos
E os planos!

Eu quadriculo o quadrado
Cada um no seu,
E eu no meu
O nosso é o oceano.

Quadrado enorme
E disforme
Percorrido pelas marés longínquas
E correntes marítimas
A minha fé
Em ser tua mulher
Não cabe em uma rima.

Arruma
Os móveis todos
No canto da sala
E abre alas
Pros nossos poucos
Espaços
Que juntos
Constituem hemisférios.

Eu falo serio!
Meu dom mais terno
É estratificar o dito termo
E descontrai-lo ao extremo...

Relaxa.

A vida é bem mais simples
Do que as aspas
De "viver bem"
Mas bem viver
É viver às lagrimas!

E eu choro
Menina tola
Do pequeno pé
Que onde pisa
faz surgir
O asfalto.

Eu falto
Para ser presença
Inconstante
E esperada
No abrigo íngreme,
Na autopista
- Em lombadas e cicatrizes -
Que não se segue pelas placas.

Curva acentuada à esquerda
Direção segura é a consciente
E modesta
Pronta para desviar dos muros
Sem mirar em florestas.

A vida é uma selva
Eu bem sei!
O bem que eu procuro
Quem me dera!
Me dará
Terra firme?

Estou às margens da BR 115
Mas estou em festa.

Me perdoe, meu papel
Por não ferir-me
Nem às vésperas...

Não há dom
Que o amor não sublime
Nem o mesmo o dom
- acredite -
Que há na dor de ser poeta.

Naty Parreiras

SEPARAÇÃO
A culpa não foi sua
A culpa não foi minha
Simplesmente algo nos venceu!

Marinez Novaes

Egoismo
O pior da separação não é o Adeus...
O pior é quando a pessoa em questão inconformada
Fica criando estradinhas alternativas construídas sobre
pessoas inocentes tendo por objetivo que todos sofram também!
"Sofrer não é fraqueza...fraqueza é não querer sofrer sozinho"!

Marinez Novaes

Dia de hoje

No outro rumo,
No amor, a separação
Te torna uma mentira
Ingenua, convencional
Que te consome e absorve
Até tu te integrar
Por inteiro
Por um ser que
Te enlouquece,
Te aquece,
Te adora
Dos dedos dos pés
Deslizando até o pescoço
Te alimenta
E cresce contigo o fogo,
Faz do branco das nuvens
Inesquecível rascunho
Desse esplendido
Dia de hoje!

Poeta: Valter Bitencourt Júnior

Separação

Tudo acabou
Você se virou
Triste fiquei
Me conformei.

Como eu chorei
Me resignei
Se hoje sorri
Não foi para ti.

Tua cabeça baixou
Teu semblante fechou
Não entendi
Não pude mais rir.

Você quer conversar
Falar sem parar
Só prá confundir
Minha mente a vagar.

Eu te ignorei
Dura eu fiquei
E eis-me a esperar
O cicatrizar.

De repente eu saí
Não te avisei
E a lua que eu vi
Lembrou o que amei.

Angela Natel

Aprendi.
Aprendi com a dor da separação,
Que os amores vem e vão.
Aprendi que um novo amor,
Te leva a superação.

F Marchetti