Poemas de Perdão de Mãe para Filho

Cerca de 5615 poemas de Perdão de Mãe para Filho

Sempre peço a Deus que ilumine meus caminhos;
que guie meu destino;
que me vigie e me proteja;
que me de paz, alegria, e amor;
mas que acima de tudo, abençoe a todos aqueles que me são caros, e que eu amo.

Leobino Filho

Hoje é Natal

Ontem foi dia de festa!
Dia de presentes, ceias, abraços e confraternizações.
Hoje dia paz!
Dia que nasceu o Salvador.
Dia de abrir a cesta.
Dia do descanso, sonhos e reflexões.
Dia de se sentir aprendiz,
amoroso e capaz.
Dia de sorriso angelical.
Dia de se ofertar uma flôr.
Que todos tenham um dia feliz!
Hoje é Natal! Hoje é Natal!
Dez/1968

Leobino Filho

Quando tudo estiver dando errado!
Quando tudo parecer impossível!
Pare, pense e reflita!
Comece tudo de novo!

Leobino Filho

A busca!

Não busco uma só mulher,
nem tão pouco um só amor;
busco uma cúmprice,
de personalidade marcante,
bom pensamento,
sempre presente;
que ame com ardor,
tenha vontade e querer,
e sorriso no olhar;
seja ao mesmo tempo,
simples, artífice,
esposa, companheira,
amiga, amante,
criativa, e faceira;
e o mais importante,
que tenha prazer.
Prazer em me amar!
(jan/1968)

Leobino Filho

Dormir e sonhar!

Te jogo na grama,
te amo sem cama,
e nesse seu balançar,
quero morrer de te amar.

E nesses loucos desejos,
de amor e de beijos,
só nos resta voar.....
Depois! Vou dormir e sonhar!
Ago/1975

Leobino Filho

Caricias

Um dia maravilhoso,
um sol escaldante,
um mar calmo e gostoso,
uma areia brilhante.

Uma brisa gostosa,
Uma temperatura agradável,
uma mulher formosa,
uma praia impecável.

Muitas crianças correndo,
muitas beldades de costa,
tudo muito lindo.
Meu Deus! Quem não gosta?

Mas, o melhor das delícias,
É ter você ao meu lado,
trocando muitas carícias,
de corpo todo colado.
Jan/1969

Leobino Filho

Tento

Tento buscar a minha liberdade plena,
tento aprender viver solteiro,
tento também aprender gostar da minha própria companhia.
Mas quanto mais tento....
Mais tento a presença de uma agradável companheira.
Jan/1990

Leonino Filho

Meus filhos

Lindos, marcantes,
muito importantes,
maior felicidade,
nessa minha idade.

Me fazem viver,
me fazem crescer.
me fazem aprendiz,
me fazem feliz.

Minhas flores!
meus amores!
prazer em tê-los!
prazer em vê-los!

Razão principal,
desse lindo Natal,
razão do poder,
razão do meu ser.

Envoltos em laço,
o meu grande abraço,
meus melhores amigos,
meus filhos queridos!
Dez/1982

Leobino Filho

Preciso

Hoje eu preciso de você!
Bateu aquela saudade.
Que tremenda saudade!
Hoje preciso de você!
Com qualquer dor,
com qualquer sorriso,
com qualquer humor.
Hoje eu preciso de você!
E como minha alma diz:
só sua presença,
vai me deixar feliz.
Fev/79

Leobino Filho

Prazer de sorrir!

Sorria!
Sorria sempre!
Sorria com prazer,
sorria com alegria,
sorria com a alma.
Sorria!
Sorria sempre!
O prazer do sorriso,
é a alegria da alma!
Junho/74

Leonino Filho

Noite eterna

Uma boa companhia,
uma eterna magia,
uma boa acústica,
uma bela música,
um boa conversa,
um tapete persa,
um aconchegante ninho,
um delicioso vinho.
Dois sorrisos,
muitos motivos,
e na afinidade fraterna,
uma noite eterna!!!
Ago/1975

Leobino Filho

Trilhas

O vento sopra!
Sopra em toda direção.
Dependendo da temperatura,
altura e pressão,
pode cair e subir,
ir ao alto e ao fundo,
subir e descer calçada,
fazer dor e furor,
e trazer maldição...
Mas não existe aqui,
nem tão pouco ali,
e em nenhum lugar deste mundo,
qualquer sentido e calor,
força e aflição,
que me faça sair,
das trilhas traçadas,
pelo meu coração.
Maio/1998

Leonino Filho

Sentimento!

é um estado de momento,
é sensação,
é uma grata emoção,
é empatia,
é também simpatia,
é sensibilidade,
é as vezes piedade,
é convivência,
é uma boa vivência,
é solidariedade,
é as vezes piedade,
é ligação,
é sempre coração,
é esperança,
é uma simples lembrança,
é ardente calor,
mas, é afeição do amor!
Julho/1990

Leobino Filho

Parecendo paixão!

Não sei qual razão,
amanheci mais feliz,
por que algo me diz;
são coisas do coração.....

Sem falsa Ilusão,
sinto uma força motriz,
de forte raiz
me chamando atenção....

E falo com emoção!
Não sou aprendiz,
mas minha atriz,
está parecendo paixão.....
Out/1998

Leobino Filho

Olhar

Em todos os quadrantes do infinito
Não se pode procurar, nem achar
Outro olhar tão lindo como o teu.
Como um raio cortando os céus
Teu olhar me faz em pedaços...
E depois me consome como a
Chama ardente do bem querer.

Francisco Filho

Minha flor

Meus sinais te dizem tudo,
Mas você não entende...
Tua linda voz me diz tudo
Menos o que eu queria ouvir.
Eu só queria que tu entendesses
Que eu sou como a terra e você como a flor
Que embeleza a terra. Em retribuição a terra dá
Os nutrientes necessários para a flor
Demonstrar mais beleza... Um dependendo do outro.

Francisco Filho

Ainda há tempo?

Será que ainda há tempo de dizer o quê sinto?
E se tenho esse tempo, vale a pena dizer?
E se vale a pena dizer, você vai aceitar?
E se você aceiatr é porque valeu a pena
Ter sentido, ter dito, ter aceitado...
A vida é feita do sim e do não
Basta você escolher qual vai ser a resposta
Sendo que ela vai permutar toda a sua vida

Francisco Filho

Infinito

O quê é o infinito? o amor de um homem para uma mulher?, de um pai para um filho?, O amor acaba quando morremos. O quê é o infinito? o quê é o infinito para você? o quê é o infinito senão o amor de Deus para com a humanidade por enviar seu próprio filho para nos dar esperança de que um dia todo o sofrimento acabará inclusive a morte?!. Nada que pertence aos humanos é infinito. O máximo que nos pertence é por toda a vida, depois nada mais. O amor de um homem para uma mulher pode ser por toda a vida. A amizade pode ser por toda a vida. O amor de um pai para um filho é por toda a vida mas o infinito pertence a Deus.

Francisco Filho

troca de valores

Se fosse apenas a reciprocidade poder-se-ia dar um jeito na humanidade, mas vivemos em um mundo capitalista onde coisas ínfimas valem de tudo e o que é realmente importante fica para traz ou simplesmente esquecidas: um abraço, um simples gesto de dizer bom dia, um sorriso e coisas mais humanas.

Francisco Filho

Quebrando barreiras

Saltei o abismo da indiferença
Quebrei essa barreira entre nós
E criei o arrepio na tua crença
Só para desmanchar esses nós

E quem sabe cantarei a canção
Que fiz outrora para te alegrar.
Fala da minha clara emoção
Que tive só para te consagrar.

Meu passo ficou lento ao teu lado
Só para passar mais tempo contigo.
O coração ficou esse tempo calado
E pensando no meu amor antigo.

Vi que ele não era verdadeiro,
Só pude ver por meio do teu abraço,
Não quero que este seja o derradeiro!
Quero pegar tua mão e te levar no braço.

Francisco Filho