Poemas de Passarinho

Cerca de 320 poemas de Passarinho

Pássaro ferido

Perdido na madrugada e sem rumo certo,
De asas quebradas, frágil passarinho,
Busca o calor e aconchego de um ninho,
Que o acolha, nesse deserto...

Voou muito alto, sonhando demais,
Achando possível que fosse capaz,
Acreditando em contos e em tudo mais,
Sem imaginar que seria deixado para trás...

Acordou de repente, em manhã de inverno,
Sem migrar no outono... -"Antes fosse Ele eterno"...
Que viver esses dias em total solidão,
Enquanto os outros faziam verão...

Em cinzentas manhãs ainda espera o sol,
Que lhe venha trazendo o seu arrebol,
Que lhe aqueça a alma, que lhe aqueça a vida,
Curando-lhe as asas ...sarando a ferida.

Voar alto? ...Nunca mais...
Dormir? Sonhar? Tanto faz...
Pássaro ferido, de asas quebradas,
Perdido, sozinho...nas madrugadas...bjosss

Desconhecido

BOM DIA MEUS QUERIDOS AMIGOS!!!
A gente acorda e já tem passarinho cantando
Já tem flores se abrindo
Já tem o sol aquecendo
E as esperanças vão ressurgindo...

mel - ((*_*))

Melania Ludwig

FRUTOS A MAIS

Demétrio Sena, Magé - RJ.

Quem planta árvore colhe sombra, sonho e passarinho.

Demétrio Sena - Magé-RJ.

“Olha o nosso belo jardim,
Cheio de flores e alegria
Você me beijava enquanto os passarinho catavam no céu
mas agora tudo acabou, nada restou...
Só flores muchas e tristeza.
Esse lugar virou um cemitério de sentimentos,
nesse mesmo lugar, você disse que seria minha
nesse mesmo lugar, você disse que sempre estaria ao meu lado apesar de toda dor...
Nesse mesmo lugar você disse que andaríamos juntos para a eternidade,
mas foram só palavras....
E eu inocentemente plantei cada palavra em meu coração
e cuidei com todo meu carinho,
esperava flores, mas nasceram espinhos.”

Claudiano Clemente

A DOCE DOR DO AMOR.
Juntinho ao meu ouvido,
Um passarinho me falou,
A dor que estou sentindo,
É a doce dor de amor.

Ela vem tão sorrateira,
Nem mesmo sem avisar,
Bate logo de primeira,
Sem licença para entrar.

Aos poucos ela se desperta,
Nos enche de emoção,
Quando encontra uma fresta,
Na porta do coração.

Passarinho, por favor,
Seja sincero e me diz,
Será com esse novo amor,
Voltarei a ser feliz?

E numa rápida voada,
Ele desapareceu,
Foi perguntar à minha amada,
Voltou e me respondeu

Amigo eu lhe garanto,
O amor é como a flor,
Se a rego quando a planto,
Terei sempre um grande AMOR.

Ame e cuide com carinho,
Só depende de você,
Existe apenas um caminho,
Pois quem dá, quer receber.

Almas que juntas caminham,
Em pistas de duas mãos,
Já não vivem mais sozinhas,
Pois trocaram os corações.

Já lhe dei minha mensagem,
A tua felicidade, depende de ti agora,
Vou seguir minha viagem,
Bateu asas e foi embora,

Márcio Souza

Sonho...
Me perdi olhando as estrelas
e como um passarinho solitário,
acabei voando sem direção
quando procurava um ninho
para depositar meu sonho.
Bem mais tarde,
compreendi que sonho,
não se guarda, realiza-se.
by/erotildes vittoria

Erotildes Vittoria

Amor é:

Abrir a mão, deixar voar livre o passarinho a entoar sua canção, mesmo que logo a seguir, seja devorado por um falcão. É deixar-se levar pela ilusão, vale mais um ano de paixão, que cem de solidão. É querer só o que se pode dar. É nunca exigir e saber oferecer. É morrer e deixar viver. É amar e não comprometer-se, para não faltar. É não querer o mundo todo a seus pés. Enfim amar é tão complicado que, quando alguém se enamora, vai sempre de pé atrás: será que é pra valer? e até quando? neste nosso "mundo" de incógnitas há ir e não voltar, há amar e odiar que, vivem de mão dada e onde tudo não passa de conversa fiada, "cada cabeça sua sentença". A ilusão é linda, mas só dura enquanto é, e termina se deixa de ser. É aconselhável apaixonar-se sempre que puder, viver intensamente de cada vez e sobretudo não se apegar demasiado, para não sofrer.

ps: Não serve de base, só para quem quiser seguir. Eu nunca consegui...

Jorge Ferreira dos Santos

Amanhã

Amanhã eu vou acordar bem cedo, regar as plantas mau tratadas e alimentar meus passarinhos enjaulados naquela gaiola velha, passarinhos que inalam a fumaça do meu cigarro sendo tragado na varando do meu apartamento pequeno, porém que aconchegava nós duas sem nenhum desconforto. Amanhã é dia de relevância, é dia de aprender a levar a vida de uma maneira mais leve e decente. Amanhã vou sair sem maquiagem, vou sair pura com um vestido floral, chega de roupas escuras. Amanhã prometo que vou acordar disposta para levar meu cachorro pra passear na beira mar, e prometo que vou passar na livraria e pegar alguns livros pra ler. Vou revelar aquelas fotos que tiramos na pracinha perto da padaria do Seu Carlos. Amanhã vou fumar menos cigarro, e prometo que vou me alimentar direito. Mas quando chegar amanhã de manhã, da uma preguiça tão gostosa de sair da cama, da uma lerdeza tão fácil na gente. Que eu desisto de dormir, já é tarde mesmo, nesse altura é bem mais fácil ficar acordado até de manhã. Não dorme não, aguenta. Prometo que amanhã eu vou abrir todas as janelas e deixar a luz entrar por completo, prometo que vou lavar a louça sem reclamar, não sou mais criança, tenho que aprender a me virar sozinha. Prometo que amanhã eu vou mudar, ou pelo menos tentar ser melhor que isso que sou hoje, amanhã tudo vai se encaixar.

Luana Rodrigues

Hoje, um passarinho cor-de-rosa sorriu pra mim, uma borboleta colorida pousou no meu ombro, e pela primeira vez, eu vi uma luz diferente da luz dos seus olhos, aí então, eu notei que sorrisos, borboletas e claridade, eu teria sempre quando eu quisesse, sem ter que esperar tanto tempo pra isso, e me esquivar de coisas que eu não preciso.
Eu notei, que existe muito mais coisas nesse mundo do que você, e muitas outras formas de ser feliz, sem ter que viver para o dia que você finalmente vai chegar, e vai embora.
A vida meu bem, só vai me abandonar, quando não tiver mais forças pra lutar por ela. e força, eu tenho de sobra;

Lu Moraes Xavier

Mané, tem um viveiro
Tem passarinho de toda qualidade
Zabelê, canário, corrupião
Pipira, sábia tem azulão

Rosinha, tava brincando
Pipira, lhe biliscou
O dedo inchava, ela chorava
Ai ai, ai dor

O que é menina
Foi a pipira do mané que biliscou
O que é menina
Foi a pipira de mané que biliscou

Já vi menina da carne reimosa
Pipira do bico venenoso
Deixou todo mundo em alvoroço

Que a menina tá inchando
Do dedo até o pé do pescoço
E a menina tá inchando
Do dedo até o pé do pescoço

Eu via disso lá no bacabal
Ninguém pode ver o trem engordando
Censura ai meu deu que é um horror

Fica o povo comentando
Mais um que a pipira biliscou
E tu também ta engordando
Mais uma que a pipira biliscou
E tu também ta engordando
Mais uma que a pipira biliscou

João do Vale

Leve-me contigo

Cuidar,abrigar,proteger,amar
Eu: Sou a semente que não brotou,o passarinho que não cantou,
menina indefesa por falta de amor...
Deite-me em teu colo,encha-me de fervor,eis meu dono,
sou teu beija flor.
Araste-me
para teu ninho?...lugar de carinho.

Você: Não,não eis passarinho.Eis minha menina,minha preta, minha flor.
E o teu lugar não no ninho,mas onde estou:um Porto Seguro cheio de amor.

Érica Andrade

SOU EU SÓ


Sou crepúsculo sem pôr do sol,
Sou revoada sem passarinho,
Sou jardim sem girassol,
Sou errante que perde o caminho.

Sou inverno sem chuva,
Sou tempestade sem vendaval,
Sou noite de luar sem lua,
Sou oceano sem litoral.

Sou como paixão sem amor,
Sou a oração sem perdão,
Sou lágrimas num pranto sem dor,
Sou eu só, despedaçando o coração.

Sou como música sem sinfonia,
Sou princípio de solidão sem fim,
Sou o amanhecer sem o dia,
Sou eu só, acenando pra mim.

Sou a saudade no entardecer,
Sou essa sombra em seu olhar,
Sou triste sem saber porque,
Sou eu só, sem você.

Marcelo Lisboa

:::: Gaiola :::

Eu ouço o som de um triste passarinho
Á cantar - desespero - de amor
Que mora na casa do meu vizinho
Dono daquele esplêndido cantor

Que nem imagina que o pobrezinho
Canta diariamente sua grande dor
E que já cansado - canta baixinho
Os breves sintomas de um sonhador

Com os olhos pequenos vive olhando
O céu pintado de azul infinito
Triste e sozinho - começa á cantar

E em suas noites - só e sonhando
Lágrimas de um canto - triste e aflito
Sonho preso que não sabe voar!

Ana Luísa Ricardo

PASSARINHO

Estou fazendo a minha parte,
Passarinho,
Estou vertendo água dos olhos.
Gota a gota, derramando, passarinho.
Sem nem ter quem me console.

Estou fazendo dessa dor
Uma promessa
Que sem nem ver, estou pagando
E sem ter razão, que vida,
Passarinho, eu canto ainda,
O teu nome vou chamando.

Passarinho um rio indo
Na corrente é um destino
Que só se acaba com a morte.
Contravir é sacrifício
Que só peixe faz perdido
Confundindo o sul e o norte.

Naeno Rocha

Passarinho

Acordei passarinho
e resolvi continuar
Pessoas, presságios e passados:
hoje só quero voar


O céu e suas cores
só me verão passar

Aline Mariz

Passarinho

Um passarinho pousou em minha janela
Procurou flores
Procurou verde
Só encontrou solidão
Só encontrou vazio
Como para alegrar vida vazia
Cantou pianinho
Cantou bonitinho
Para alegrar e deixar uma semente
Alegrou um dia frio
Foi embora atrás de outras janelas
Alegrando outras vidas vazias

Marcela Lira

Ninho De Passarinho

Sempre
que as palavras,
lhe faltarem...
Fala-me com os braços!
Com um abraço.
De laços.
De fitas coloridas.
No silêncio de sons...
Mas que me aconchega tão bom ao seu corpo.
Como ninho de passarinho!

Dayse Sene

Ninho De Amor

Faz-me amor!
Faça-me carinhos...
Deixa-me ser passarinho...
Nesse seu ninho de amor!

Dayse Sene

Ninho

Faça do meu corpo
seu ninho!
Nele, crie canções de amor
feito um passarinho.
Somente voa...
Se de mim te faltar amor.
Se não...
Permaneça em meu corpo,
por favor!
E me cante as suas
mais lindas canções..

Dayse Sene

PASSARINHO

Amor ! Você quando quer,
prende, gruda, algema,
encarcera, aprisiona...
e a gente fica feito
um passarinho na tua mão.

Marcos Marques