Poemas de Passado

Cerca de 5775 poemas de Passado

A mansidão da calmaria

Luto em sua vida
Vive em folhas ressecadas
Escutando o cantar dos pássaros
Admirando a alvorada

Nas mais belas tardes
Contemplando o silêncio
A um pestanejar
Cada vez mais sonolento

Na varanda verdes plantas
Que aparentam ter mais vida
Que esse corpo tão escasso
Outrora teve um dia

O rangido de cadeira
Passa-te o conforto
E na face resplandece
Um sorriso natimorto

Olhando o infinito
Dormindo acordado
A cadeira balançando
Só tem ela ao seu lado

Nas mãos tristes marcas
De cotidianos martirizados
O qual formou o seu império
De adornos temporários

Já aguardando conformado
A mansidão da calmaria
Satisfeito com seu feito
Eis que esta foi à vida

Ednilson Emmanoel Cintra

Só se ver o tamanho da burrada que se fez com o tempo...
É o tempo que mostra se foi ou não a escolha certa no passado. Cuidado nas escolhas do presente!
Elas influenciam diretamente no seu futuro.

DaMatta

Duas histórias

Histórias sopradas pelo vento
Da tristeza e decepção
Vidas separadas ao relento
Sem qualquer elo de ligação.

Diferentes perspectivas
Numa única adoração
Como se encontraram nossas vidas
Indo na mesma direção.

As experiências passadas
Forjaram nosso caráter
Sempre serão lembradas
Da mesma alma máter.

Decisões que nós fizemos
Conseqüências a nos marcar
Caminhos que escolhemos
Lições que vamos lembrar.

Hoje te vejo desejo
Mais e mais te conhecer
Parece que em ti eu me vejo
Tentando de novo nascer.

Angela Natel

2011

Livro escrito sobre a mesa
Pesar, doença
Tratamento que se estende
Antes que alguém lhe peça.

Visitas, ministrações
Compartilhei palavras
Sonhos, visões
Aulas dadas aos montões.

Foi tempo de faculdade
Perucas prá rir, não por vaidade
Visitas e novos tesouros
De grandes amizades.

Marchei, criei, inventei
Pintei e bordei nesse mundo
Vi a diversidade de perto
Aprendi mais do que tudo.

Divórcio tão esperado
Liberdade, segurança, perdão
Relacionamento recuperado
Com meus pais e meus irmãos.

Mas lutas é claro que tive
Porém crises são oportunidades.
Só não sofre quem não vive
Nesse mundo de possibilidades.

Angela Natel

Confronto

Passado é passado
Hoje tenho muito o que fazer
Não adianta correr agora
Amanhã não me interessa
porque não quero mais sofrer.

Cercada de acusações
calúnias, desconfianças
tenho só uma testemunha
que se cala em meu favor.

É por isso que me armo
treino, peço ajuda
porque não tenho mais condições
de enfrentar isso sozinha.

Não terá conversa alguma
nem negociação.
Não existe relacionamento
não existe mais casamento,
não há o que discutir na relação.

Fui abusada, violentada
não vou mais me calar
fui tida por mentirosa,
caluniada, humilhada,
chega de representar.

Se virem atrás de mim
não terão chance de falar
e se a lei nem ninguém me proteger
não importa,
não vou ver, não vou falar.

Porque só eu sei o que passei
só Deus sabe o que vivi
e o que senti
não tive como me defender
E as palavras de quem acha que se compadece
não me comovem, só me fazem rir
porque não sabem o que me oferecem.
Julgam pelo que sentem, não pelo que vi.

Angela Natel

Não vivo do passado,
nem das coisas que me fizeram.
Tento caminhar cada dia:
como agir? como falar?

Se perco a confiança
como me relacionar?
Para evitar novos problemas
mudo meu jeito de andar.

É fácil confundir
as mudanças que ocorrem
com rancor, mágoa, falta de perdão
quando, na verdade
trata-se de prevenção.

Por isso estou cansada
de ser analisada
constantemente observada
e rotulada.

Crio meus próprios rótulos
escolho as minhas máscaras
sou responsável pelo que faço
e pelo que deixo de fazer.

Cada um que cuide de si
e ajude no que for possível
mas condenar ou absolver
não está em nossas mãos.

Por isso não vivo no passado
nem me arrasto em ruminações
tento descobrir uma maneira
de viver sem repetir erros
evitando novas feridas.

Angela Natel

Do passado só me interessa o ainda maior esquecimento que ele pode me dar.

R. S. JABIS

R. S. JABIS

Quando ainda nao aconteçeu dezejas que o momento nao xegue.
Quando esta a aconteçer dezejas que passe .
Quando passou queres esquesselo

Andreia.C

Andreia.C

PENSANDO
NO VELHO AMIGO ANO

NAS COISAS
QUE NÃO FIZ

NOS SONHOS
QUE NÃO SE FIZERAM REAIS

PENSANDO
QUE FOI CULPA MINHA

RESOLVI CONTINUAR PENSANDO
COMO A ÁGUA E O FOGO
QUE SUBJUGAM UM AO OUTRO

COMO DUAS MULHERES
EM MIM

ALIADAS
NA CONFIANÇA E ILUMINAÇÃO

JUNTOS O CÉU E A TERRA
GERAM A REVOLUÇÃO

AS QUATRO ESTAÇÕES
SE COMPLETAM
ENTERRANDO O QUE SE DETERIOROU

EM MIM
UMA REVIVE
DEVOTA DO CÉU
VERDADEIRA E GRANDE

RENOVA-SE
LIBERTA-SE

LIMPA A SUJEIRA DO PASSADO

SEMEA EM TERRA FÉRTIL
REGA COM ÁGUAS DE ALEGRIA

ACENDE O FOGO DA CLAREZA
ESPERA O MOMENTO CERTO

FICA ISENTA DE QUALQUER
MOTIVAÇÃO EGOÍSTA

A MUDANÇA SERÁ REAL
PALPÁVEL
LINDA DE SE ADMIRAR

ORGANIZA O CALENDÁRIO
DO AMIGO NOVO
CONQUISTA
A CONFIANÇA
OUVE
O CLAMOR DO ESPÍRITO

COM ABSOLUTA DETERMINAÇÃO
FAZ PROMESSAS AO SEU CORAÇÃO
NO EQUILÍBRIO HARMÔNICO
DAS PALAVRAS

ESCREVE
QUE TUDO SE FARÁ NOVO

QUANDO
O NOVO AMIGO ANO CHEGAR

Carla Fabiane

Nada do que vejo.
Tente ser estranho falando de mim mesmo,
abra sua mente para o que vem do expoente,
em minha ira abaixo minha guarda.
do que sabes, eu penso a respeito,
do mais perto do delírio eu sou o seu auxílio.
Falava o anjo que voa em tua direção, você não é o que finge que é,
você é parte do que nada é,
mas ainda sabes,
que os nossos velhos tempos são perfeitos,
Do meu passado fiz estrago, e do meu presente me fiz ausente,
do meu caminhar ao que nada sente,
Se quem se sente indiferente.

Gustavo Fernandes

A nossas Abelhas!

Ainda hoje no ônibus uma cena quase normal me fez pensar um pouco...
Estava olhando meu caderno e ouço um som, um zumbido.
E ao meu lado, ali estava, uma abelha.

Peguei uma folha e a enrolei, pronto para mata-la.
Então percebi algo,
Não faria menor sentido!

A abelha, pobre bobinha queria seguir em apenas uma direção,
Para fora... Para a janela...
Ela queria ir para casa.

Naquele momento pensei,
Será que hoje temos coragem o suficiente para pegar um ser como esse,
Que nada nos fez e mata-lo?

Um simples pensamento me fez olhar para dentro,
Ver minhas “abelhas” que não puderam encontrar o rumo,
Perderam-se...

Nesse momento disse a mim mesmo:
“Você tem mais uma chance”
Abri a janela, e ela se foi...

Se a verei novamente?
Não sei,
Mais a chance... Foi-lhe dada...

SIEBENEICHLER, Guilherme Augusto

A PELÍCULA

Os meios me atacam severamente
Sobra me pouco com o que me alimentar
A minha alma esta imersa no sangue
Da ferida que não para de sangrar.

A imagem sai mais tarde de sua forma
Entra dentro do vazio que a estoura
Quando já esta aplicada a memória
Que não tem corpo nem alma própria.

Abro ensurdecido todas as gavetas,
Sei que em algum lugar deste arquivo
Acharei a morte em um poema escrito.

As estrelas é a angustia do imaginário,
A luz mais distânte que o coração orbita,
A existência mais profunda de uma cripta.

R. S. JABIS

R. S. JABIS

A maior violência que eu cometia contra mim mesma era não me reconhecer. Era sempre deixar com que o julgamento alheio -- mesmo de pessoas que eu eu não conhecia e que nunca estiveram comigo, presencialmente --- fosse mais importante do que aquilo o que vivenciava dentro de mim. E constatei que, não importa quanto tempo passe, sempre haverá pessoas que fizeram parte do seu passado torcendo para que aconteça algo ruim com você no presente.
O melhor que fiz por mim mesma foi me reconhecer enquanto Ser. Erguer a minha cabeça, deixar o passado para trás e vivenciar cada momento sagrado presente. A cada dia que passa, descubro em mim uma força que eu jamais imaginei que tivesse.
E a paz que me invade, a cada manhã que me levanto, me faz sentir gratidão por tanta bênção e amor infinitos.

Gabriela Yamada

Lamentar ou tentar reviver o passado repetindo os mesmos
caminhos que não deram em nada, não traz mudanças.
A ira e o rancor tampouco.
Contar a história de um ângulo que nos beneficie em
detrimento de outros distribuindo culpas e atraindo compaixão também não.
Melhor é aceitar os erros (tentativas de acertos!) e aprender com eles.
A vida pede honestidade consigo mesmo e aceitação dos fatos.
Se uma ou várias oportunidades foram perdidas é preciso
acreditar que outras virão e estaremos mais sábios e
cuidadosos para não perdê-las.

Silvana Lance

"Se o passado não reconhece seu lugar e se torna presente,
então nós é que devemos aprender a colocá-lo em seu devido
tempo."

Silvana Lance

Não volte ao passado. Tudo que aconteceu ficou pelo caminho, já não existe mais. Faça uma outra história. Não viva duas vezes a mesma.
A esperança, um dia morre, mesmo sendo a última a morrer.
Acalme e acalente a sua alma, quando ela precisar. Almas não entendem de perdas..(im).

Ivo de Mattos

A saudade constrói uma ponte entre memoráveis recordações versus realidade e invade nossos corações, por vezes faz alagar nossos olhos e hibernamos por anos em apenas um minuto...
Saudade do passado, saudade de um passado inventado, não realizado, saudade do que ou quem não se teve...
Saudade, tanta bagagem em você, tanta saudade de você!

Simone Resende

Não traga dentro do coração para o tempo presente as suas experiências mal sucedidas, tanto profissionais como pessoais. A vida é como uma peça de teatro, os protagonistas podem até serem os mesmos, mas a “peça” com certeza estará adaptada aos novos tempos.
Lembre-se: Não é por que no passado alguns de seus empreendimentos (tivessem sido eles quais fossem) não deram certo, que deverão continuar dando errado para sempre. Muitas vezes para alcançarmos a felicidade é preciso deixar para trás os traumas, orgulhos, medos e rancores relacionados com aquilo que “deveria” ter correspondido às nossas expectativas mas que não correspondeu naquele momento em especial.
A cada dia, para recomeçar a vida com alegria é preciso descartar as mazelas emocionais mal resolvidas que nos perseguem. Superar-se é dar o primeiro passo, acreditando que absolutamente nada nem ninguém permanece imune ao passar do tempo.
Em suma, a felicidade vem no saber viver de modo a colocar na prática apenas aquilo que de melhor “guardamos” e nos tornamos com o fluir da existência, sem o temor da parte fracassada das reprises.

Zeliane Oliveira

Vejo que eu mudei de novo
Minhas mãos já estão frias
e meu rímel esta escorrendo misturado a lágrimas do passado.

Gaby Mei

Eu não sei o sentido da vida, nem o significado da morte, aliais, isso deixou de ser interesse meu quase que por completo.
Descobri que Isso é ansiedade,
e sobre esse assunto sou phd, não como profissional, seria muita pretensão achar que "estudei" tão bem o inimigo.
Mas, como "gente", aprendi e me pós graduei na compreensão de que a ansiedade, rouba o passado e mata o futuro, consequentemente te faz anestesiado do presente.

Antes de adormecer, me concentro no que é possível transformar em sonhos, abandono todas as lembranças e encerro meu eterno delírio de futuro.

Ana Beltrão