Poemas de Esperança

Cerca de 4745 poemas de Esperança

Feliz ano novo

Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.

Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder te emocionar.

Para você neste novo ano,
desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
que sua família esteja mais unida,
que sua vida seja bem melhor vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas,
mas nada seria suficiente para
repassar o que realmente desejo a você.

Então,
desejo apenas que você tenha muitos desejos, (desejos grandes),
que eles possam te mover a cada minuto
ao rumo da sua FELICIDADE!

Que Deus abençoe a sua vida,
que Ele coloque suas mãos poderosas em sua cabeça,
e distribua muitos pensamentos bons…

Feliz vida Nova!
Feliz Ano Novo!

(Esse texto vem sendo confundido com um poema de Carlos Drummund de Andrade, mas é de minha autoria, ele fez um poema que tem uma frase que lembra uma citação nesse texto)

Vilma Galvão

Tenha sempre dentro de você,
a esperança,
mesmo que o ideal
pareça-lhe impossível,
faça dela a sua aliada,
a sua força maior,
a sua melhor qualidade.
Sem esperanças,
o homem não tem
como alcançar a sua meta,
esvazia-se todas às vezes
que o objetivo se aproxima.
A esperança,
é a fonte de todas as nossas alegrias,
dela tiramos o mapa do nosso futuro,
e seguimos em frente,
para sermos o que queremos ser,
para termos o que pretendemos ter,
para atingir o ponto maior
de nossa existência,
cada vez mais no topo,
cada vez mais, perto de Deus...

Vilma Galvão

"Sonho lindo que se foi
Esperança que esqueci
Foi por medo de perder
Que eu perdi
Tanto eu tinha prá dizer
Tanta coisa eu calei
Foi por medo de sofrer
Que eu sofri
Foi pensando em me guardar
E querendo não querer
Me dizendo prá esquecer
Foi pensando só em mim
Que eu pensei só em você
Foi tentando me afastar
Foi negando o meu amor
Foi por não querer amar
Que eu amei você."

Roberto Carlos

A Esperança da HumanidadeA vida política, porém, veio como um trovão desviar-me dos meus trabalhos. Regressei uma vez mais à multidão.
A multidão humana foi a maior lição da minha vida. Posso chegar a ela com a inerente timidez do poeta, com o receio do tímido; mas, uma vez no seu seio, sinto-me transfigurado. Sou parte da essencial maioria, sou mais uma folha da grande árvore humana.

Solidão e multidão continuarão a ser deveres elementares do poeta do nosso tempo. Na solidão, a minha vida enriqueceu-se com a batalha da ondulação no litoral chileno. Intrigaram-me e apaixonaram-me as águas combatentes e os penhascos combatidos, a multiplicação da vida oceânica, a impecável formação dos «pássaros errantes», o esplendor da espuma marítima.

Mas aprendi muito mais com a grande maré das vidas, com a ternura vista em milhares de olhos que me viam ao mesmo tempo. Pode esta mensagem não ser possível a todos os poetas, mas quem a tenha sentido guardá-la-á no coração, desenvolvendo-a na sua obra.
É memorável e desvanecedor para o poeta ter encarnado para muitos homens, durante um minuto, a esperança.

Pablo Neruda, in "Confesso que Vivi"

Pablo Neruda

Um alguem, VOCÊ
Uma esperança, NOS DOIS
Uma cor, A DOS TEU OLHOS
Um pedido, NÂO ME DEIXE
Um conselho, ME AME COMO EU TE AMEI

diego

Paz e Alegria

Planta, por onde fores,
Uma flor de bondade.

Irradia a esperança
Nas palavras de fé.

Veste de paz e amor
O ambiente em que estejas.

Se algum mal aparece,
Olvida e faze o bem.

Suprime quanto possas
Os problemas que encontres.

Pelo Sol, Deus nos guarda
No esplendor da alegria.

Emmanuel

Eterno Agora

A cada amor uma esperança
A cada pensamento uma lembrança
E o doce amor que um dia senti,
Não sei se foi amor
E o que será amor?

A cada futuro um passado
Ser da loucura pelo prazer
De uma rápida emoção
Onde se arrisca tudo
Pra ganhar o inexplicável

Mas e o amor do futuro
Onde todos querem para sempre
E em duas faces
Se apresentarão em uma
O amor eterno e o pensamento sem razão
E o eterno amor acontece agora.

Keidy Lee Jones

Aquém/além das trevas... O amor!
Chama que alimenta um fio de esperança
regado a lágrimas...

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Lampejos de Esperança

Raros lampejos de Esperança iluminam os labirintos do vício...
Não fosse a Fé, jamais encontraríamos força e disposição para permanecer ao lado de alguém que escolhe anular-se e - no entrelaçar do tempo perdido - esporadicamente tateia possíveis saídas.

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Meu TUDO, meu nada...

Se há vida,
A esperança não pode morrer
Ainda que seja tarde
Não será o bastante
Pra eu desistir de VOCÊ...

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Efêmera chama...

No limiar da esperança,
Longos são os dias, as noites...
Nas horas caladas,
A espera

Efêmera chama,
Taça depositária de ilusões
Frias são as lágrimas, o silêncio...
Na pausa forçada,
A queda

Ardente ontem,
Agonizante hoje
Incertos são os caminhos, os ventos...
Na dor mascarada,
O amor em fragmentos

Nada mais...

Maria Aparecida Giacomini Dóro

Minha Esperança

As vezes fico pensando na vida, em tudo que passo e ja passei...
E choro por motivos, os quais ainda não sei.
Mas de uma coisa eu tenho certeza: Existe esperança!
Olho para o céu, mil estrelas a brilhar;
Contemplo as ondas do infinito mar.
Flores no jardim, começam a brotar;
Tudo isso me faz entender, quem espera sempre alcança.
Pois ainda existe esperança.

Se existe esperança, então por que me preocupar com as coisas que virá?
Pois Deus tudo criou com seu infinito amor, e jamais me abandonará.
Sempre existe uma esperança para aquele que Nele confiar!


Minha esperança é saber que Deus tem cuidado de mim, com seu amor sem fim. Por isso não temerei e nele confiarei.
Em Deus deposito minha fé e confiança, pois nele encontro minha esperança!

A esperança não é ultima que morre, pois ela estará sempre viva em meu coração.

Luna.

Meu coracao que te espera
de te esperar nao se cansa
quando uma esperanca morre
ele inventa outra esperanca

e como um louco abrasado,
no amor em que se consome
delira na tua imagem
e vive a chamar teu nome.

Cleómenes Campos

Inexplicável esperança de reviver todo aquele tempo que passou
Eu fui e voltei, e ainda há alguma coisa aqui dentro.
Talvez fragmentos desse amor...
Acreditei em mentiras, pois assim era feliz e eu sabia que se eu caísse na verdade jamais me reergueria...
Levasse anos pra construir uma vida, e em apenas uma palavra tudo se termina...
Minha maior loucura, quem sabe, seja acreditar que sou louca...
Louca pela vida, louca por viver...
Talvez meu maior engano, seja acreditar na bondade dos homens e confiar na palavra e nas juras...
Meu pior erro, quem sabe, seja ser eu, apenas eu....
Esse erro eu repito sem arrependimento, me arrependeria se me corrompesse pela vontades dos outros, não levo a vida do jeito que for mas, do meu jeito!

Paula Câmara Ferreira

Olhar

Eu sei que olhar mais lindo que o seu não há.
Nele vejo sonhos, esperança, um futuro melhor..
Vejo a felicidade que sai de mim e reflete em ti,,,
Sinto um arrepio que vem do pé e vai até o pescoço, só de olhar para esses teus olhos castanhos...
Pequeno, moreno, bom moço, sincero, sereno...
Lembrança, beijos, poemas...
Eu encontrei num olhar tudo o que eu sempre quis.

Paula Câmara Ferreira

É a vida que segue,
segue seca
seca como a alma dos sem esperança
esperança essa que deveria alimentar a alma
alma que sangra
sangue que jorra lentamente
lento como a batida do coração
esse que bate, por hora, se reerguendo
cansado de sofrer, de ser maltratado
se reergue, com a esperança que devagar
volta a alimentar a alma
alma que vai cicatrizando
e para de sangrar
e também volta a acreditar
que a vida continua seguindo
e segue sem secar!

eu

Penitenciária das Classes

Punkita

Querem roubar a esperança da face juvenil
A vida real da periferia virou bang-bang
Assim nascem as novas vítimas do Brasil
Sob barulhento berço do sangue.

Sem governo a lei é do mais forte
O cachorro mais fraco é o que morre primeiro
Na luta pelo osso não se conta só com sorte
O malandro sabe esse verso por inteiro.

A juventude da favela também tem virtude
Não importa que o plenário diga o contrário
O sistema falho é que exige atitude
Nem todo moleque nasceu pra operário.

A policia sabe o morro fazendo a roleta russa
E assim aumenta a nossa "bela" estatística
Quando o pulso juvenil não mais pulsa
É ibope pro programa sensacionalista.

A criança da favela já não sabe o que é herói
Mas a classe burguesia não tá nem aí
Enquanto no gueto a realidade dói
O filho da madame tá na loja de gibi.

(Mas o raciocínio não é por aí)

O problema está nos dois lados da moeda
Tanto da classe A, como da classe D
É esse sistema que nos seda
Pra virarmos inimigos sem saber.

A geração da favela e a geração burguesa
Garotos são garotos o que muda é o sobrenome
Cada um com seu problema de pobreza e realeza
A rachadura vem da fome.

Quem morre é vítima pra sociedade
Sistema penitenciário já não exige grade
Quem mata é vitima da sociedade
Esse sistema já começa na maternidade.

O mocinho e o vilão a TV já escolheu
Novela da vida real é audiência
A sua opinião que já se corrompeu
Só fortalece o Brasil Decadência.

Eu fiz esse poema depois que comecei a ouvir rap de periferia.

Autor desconhecido

Não me diga que não há nenhuma
esperança
Juntos nós resistimos, separados nós caimos...

Pink Floyd

Esperança viva
Que o sangue amansa
Vem lá do espaço aberto
E faz do nosso braço
Um abrigo
Que possa guardar
A vitória do sentimento claro
Vencendo todo medo
Mãos dadas pela rua
Num destino de luz e amor
Vem agora
Quase não há mais tempo
Vem com teu passo firme
E rosto de criança
A maldade já vimos demais
Olha
Sempre poderemos viver em paz
Em tempo
Tanto a fazer pelo nosso bem
Iremos passar
Mas não podemos nunca esquecer
De mais alguém
Que vem
Simples inocentes a nos julgar
Perdidos
As iluminadas crianças
Herdeiras do chão

Solo plantado
Não as ruínas de um caos
Diamantes e cristais
Não valem tal poder
Contos de luar
Ou a história dos homens
Lua vaga vem brincar
E manda teus sinais
Que será de nós
Se estivermos cansados
Da verdade
Do amor
Esperança viva
Que a mão alcança
Vem com teu passo firme
O rosto de criança
A maldade já vimos demais

Beto Guedes

The end!
Vida sedenta por ânsia! Ânsia inerte de esperança.
Esperança!
De que vale ter se ela não fortalece nada?
Esperança morta é o que eu tenho, agora depois dela só falto eu!
O desejo corroeu a minha alma permanecendo apenas a súbita espera da tão desejada morte.

Já fiz de tudo que precisei para viver, já tive de tudo nessa vida...
Agora só resta esperar o tempo vim e me da tudo que quero. Ou apenas desejar que a morte ultrapasse o tempo chegue primeiro ao meu encontro.

Só assim saberei se a minha ‘’historia sem fim'' realmente acabou...
05/10/07

Raphael Santos Araujo