Poemas com Rimas

Cerca de 349 poemas com Rimas

Para construir um poema é fácil, basta ter rimas palavras bonitas ou pelo menos desconhecidas...
Fazer o poema ter sentido e fazer com que as pessoas reflitam sobre ele e a parte difícil...
pois cada um tem sua forma de pensar e nem sempre é a mesma que a sua...

Jessica Carneiro Machado

Em Versos e Rimas

Todos os lugares,
escolhidos,
pelo amor
para namorar…
Existem poesias!!
E em versos e rimas,
ele vai acontecendo…

Dayse Sene

esquece
esquece o mundo
as coisas
o lugar
aquele em que me perdia em
voce
as rimas
o toque
a mão em meu
corpo...
desliga a vontade
o anceio
de todas tuas ancoras
inclusive do
eu...
é assim que a paz toma
conta
da gente...
se alastra por todo o
caminho
andado sozinho
esquece
o dia em que te
deixei...
pois
eu ja esqueci
agora
só mantenho umido meus
labios
o beijo aquele que
sonhado
e não realizado
esquece tudo
apaga a
luz
e sonhe...

fatima j zuanetti

Cores e Tons

Que eu permaneça,
sempre com cores e tons!
Que eu seja versos.
Rimas...
Suavidade!
Que as minhas cores
mudem de acordo com meus sonhos...
Mas que elas sejam sempre suaves.
Que não cansem os olhos de quem deseja me admirar!

Dayse Sene

EU SOU A POETISA SEM POESIA
SOU A MUSA SEM POETA,
SOU A POESIA EM VERSOS NAUFRAGADOS DE RIMAS E VENTOS.

MarlyceOSilva

SOU A POESIA SEM RIMAS, SOU A JUNÇÃO
DO CÔNCAVO E CONVEXO NAS LINHAS MAL TRAÇADAS
DE UM POEMA QUAL QUER

MarlyceOSilva

Minha vida é cheia de rimas

E rimando assim vou adiante

Se as rimas não formam quadrinhas,

Minha alegria ainda é constante

Siomara Reis Teixeira

Rimas fáceis por um segundo mais feliz que arrume meu caminho e desatine minha razão;
guardo inteiro em mim os detalhes que o vento afastou das ocasiões que tanto me interessam;
Onde é que anda seus pensamentos agora que tanto te espero para juntos vivermos uma história de amor;

Julio Aukay

Oh, versos! Às vezes, com rimas,
Vezes sem rima...
Não importa...
Precisa só sair da margem,
Ser profundo.

Rosemary Chaia

Hoje sou como pássaro livre, desprendida das rimas
Descobrindo, redescobrindo
Inventando, reinventando...
Como um artista a desenhar um quadro,
Nesse momento eu me desenharia como um pássaro a voar em um céu ensolarado com pingos finos de chuva.

Rosicleide David

Escrever ainda é o modo de libertar minha dor.

Não espere encontrar rimas e métricas perfeitas...
O que você vai achar e escutar...
É a minha alma.

Carla

Carla Monteiro

Loucas Rimas de Conquista e Futriques

Em meio a uma Vitória da Conquista turbulenta meu irmão
Valeu o pirão ver os Arautos louvando em meio a grande multidão
E o Pastor Luiz Gonsalves, que maravilha de pregação.

E no Shoping com a galera foi uma tremenda zuação
Uma tal Pizza Familha, são histórias do Cherão.
Mas e eu cara, cinco e cinquenta num briquedo sem noção kkk

Outros assuntos do nosso dialeto
Uma mocinha bonita, de pele macia, humm, dexa queto
Não é mesmo Gelber Santos, tipo os olhos miram reto kkk.

Olha lá eu digo mais, furdunso na Van,
muito futunululu e rimas sem sentido com Jean kkkkkk
Cantáva musica das Chiquititas e vc ria, lembrava da Taty ao olhar para a Bia.

Coisas apócrifas e avulsas acontecem eu nem posso falar, e para completar a Samay ainda esquece o celular kkkkkk.

Ponho a capuz da minha blusa e vou embora
Chego em casa, escrevo um monte de futriques e posto no Facebook agora

Janilson Gomes Rocha

Nas rimas do meu pensar, eu sempre vou te levar, onde quer que eu esteja, ou pra onde quer que eu vá, só peço que me esqueça, pra nunca mais você chorar. E todas as noites me lembro de lhe abençoar, mesmo estando distante e não querendo mais voltar.
Foi meu canto mais triste quando aprendi a amar, onde quer que esteja deus irá lhe guiar, nunca esqueça que a vida possa ser um singelo suspirar, mas jamais deixe que alguém impeça você de se manifestar, em seu ato de amor quando as cordas do violão dedilhar e com firmeza em um cântico supremo, sua voz entoar.

(Trecho do Texto: Minha alma canta, quando não chora).

Ariane Maganhoto

Sol, chuvas e rimas.
Paixão, amor e sinas.
Desejo, flores e solidão.
Fogo, dor e coração.
É disso que são feitos os dias confusos
Com Lagrimas, choro e soluços.
Sede, clamor e alma.
Reza, pedido e calma.
Paz, controle e chama.
Luz que ascende e anda.
É disso que são feito os dias de fé
Com orações e forças que nos Poe de pé

Pedrina p. Abreu

NÃO ME CALO

PERMEIO MEUS VERSOS
COM RIMAS DE PROTESTO,
E NÃO ME CALO.

PROTESTO ARGUMENTADO,
SUBVERSIVAMENTE RIMADO,
NÃO VIVO ESTAGNADO,
E NÃO ME CALO.

COM MÉTODO SOCRÁTICO
VIVO E FORMO MEU IDEÁRIO,
ENFRENTANDO O CAOS DIÁRIO,
E NÃO ME CALO.

REFUTO O PENSAMENTO DOGMÁTICO,
ME ATENTO AO SISTEMA POLÍTICO
E AO MONOPÓLIO MIDIÁTICO,
E NÃO ME CALO.

Daniel Brito

Na caatinga, rimas de despedidas
feridas abertas
É minha sina
Penso que sou poeta...

tadeumemoria

Poeta Obsoleto

Era só um poeta
Medíocre, de rimas pobres
Em poesias profanas
Para a musa idealizada

Se achava o tal
E era feliz em seu mundinho
Bastava-lhe o amor
Da que lhe dava inspiração

Mas seus sonhos ruíram
Implodidos num conto
De um infante contador
Infanto juvenil

O bom moço contador
Com porte de príncipe
Profanou todas as poesias
Do poeta cabisbaixo

Abandonou-lhe a inspiração
E a musa encantada
Pelos contos estampados
No peito do contador

Sem mais forças pra rimar
O poeta ultrapassado
Silenciou a poesia
Restando-lhe chorar

Suas noites insones
Outrora rabiscadas
Agora são testemunhas
Das lagrimas derramadas

O infante conta a alegria
Com mistérios e magias
Enquanto o velho poeta
Obsoleto, vê nascer o dia

Sem amor e sem humor
Silencia sua poesia
Para que não nao revele mais a sua dor
Em palavras rimadas e escritas

Nane vs

Mais um adeus
Outra separação...
Tantos poetas já fizeram essas rimas
Não tem mais o que inventar
Outro final
Tristeza batendo
Coração enlutado
Corpo cansado...
Mas como bem disse o poeta
“...O amor é uma alegria
Vem de noite, vai de dia!...”
Vamos lá, recomeçar!

Lienne Liarte

Notas chatas chatas são meu forte,
Seco e intrínseco como a vida pede,
Decidir não fazer rimas,
Tomei força maior pela harmonia,
Não conto mais os dias,
Nasço a cada amanhecer,
Notei que a diferença,
Está se tornando normal demais,
Fechei os olhos, e descobri uma nova forma de ver,
Mas está imagem está a perseguir,
Longe, tão fora margem,
Vou continuar,
Rejeitei a trilha feita,
Comprei um facão e uma bússola nova,
Dedos sujos, mãos grossas e com vontade de lutar,
Incentivei os instintos,
Não desprezei a evolução,
Só quero me sentir mais forte,
E não morrer a cada meta,
Meu coração só quer me confundir,
Comecei a tratá-lo somente como um órgão,
Todos sabem: o cérebro é o cérebro,
Só tenho uma certeza,
A morte me espera,
Coube a mim decidir o estilo,
Desejo somente que ela esteja a séculos de distância.

Sebastião Oliveira Ferreira dos Santos

Ela gosta de fazer rimas
Escreve poemas e poesias
Escuta Gessinger e Lennon
É pirada na natureza
É sentimental
Ela é puro amor no carnaval.

Sabrina Niehues