Poemas com Rimas

Cerca de 172 poemas com Rimas

Eu sou feita de versos, palavras, rimas...eu sou e sempre fui composta por letras!

Nathalia Mi

"E se o dia acabar, não quero que seja a meia noite,mas sim na hora que eu adormecer ao teu lado.Quando estou junto de ti,sei lá,o mundo não para como todos dizem,mas sinto q algo em mim surge,algo que não sei explicar,não sei se és amor,ou a simples vontade de estar junto a ti,só sei q quando não te vejo ou no ouço sua voz,sinto que meu dia não esta completo,que falta algo para completa-lo.Escrevo poemas porque não tenho coragem de dizer oque sinto,não por vergonha,mas por medo de ser rejeitado,ou por medo de ser mais um idiota no mundo.Só sei que gosto de você muito,mais que paçoca.As vezes paro de fazer oque estou fazendo e sento a sombra e fico imaginando o futuro,vendo nos dois felizes,mas logo volto ao mundo e percebo que tudo não passa de uma simples fantasia,porque é impossível amar alguém que já se foi a muito tempo,não de morte,mas de abandono,pois tu me abandonou,mas oque sinto por ti permanece aqui,junto a mim,como uma sombra,mas sem problemas,assim como a sombra,sempre vem a noite para afasta-la,mas como a sombra,sempre retorna no outro dia..."

Willian De Souza

"Sabe.ta difícil amar,ta difícil esquecer,ta difícil achar alguém pra amar,mas que não seja você.Ta difícil chorar,ta difícil escrever,porque as lagrimas correm,na carta que escrevo pra você.Lagrimas malditas,que escorrem sem querem,chamam por teu nome,porque oque queria era te ver.Queria esquecer,e nunca mais lembrar,lembrar do teu sorriso,que ainda me faz viajar.Esquecer o teu olhar,queria esquecer você,mas é impossível esquecer,alguém que sempre vou amar,esse alguém sempre sera você...."

Willian De Douza

Quando nos conhecemos, me apaixonei por ti e me preenchi de tanto amor e tanta ternura.
No primeiro momento não estava com medo de nada, pois o amor que pouco conhecia ainda não me assustava.
Agora viras as costas e me dizes adeus, não pronuncia nenhuma palavra. Não dizes qual foi o erro meu
Nesse período de aceitação, aprendi uma grande lição, você nunca me pertenceu.
Agora longe de mim estás, amas alguém verdadeiramente de ano em ano.
E eu aqui me enganando, pensei que nosso amor duraria mais do que isso, seria eterno, seria belo, seriamos dois aventureiros e viveríamos esse tal amor que tachamos de amor verdadeiro.
Não te culpo por não ter me amado verdadeiramente, e sim por ter está ferida, de teres me deixado vazia.
Agora aqui estou eu ironicamente escrevendo textos de amor sobre nós dois, com você ainda em meus pensamentos, porque você se foi, e no final de tudo, eu sim amei, mas eu amei por nós dois.

- Patrícia Angel

Patricia Angel

Eu - Te vi - Tão bela

Em um grito cantante
Alvejado de pura alegria
Te vi
Como necessitava te ver
Em total alegria...
Espelho ou cristal
Não importa
Te vi
Sem as luzes das maquiagens
Em pura verdade
De teu resplendor
Teu belo sorriso
Escolhido por mim...
Jamais impeças
O teu perfume de flor
Tu és linda
Agora me permita o olhar
O que fora meu
Em nossas primaveras
Assim suaves eternamente...
Amo
Teus gestos maduros
Onde o amor se compôs
Desejo te a paz
Ainda que a caminha seja extensa
Diante dos espelhos...
Em corpo maduro
Escrito no ar
Não te escondas mais
Em Ti tudo primoroso...
Apenas esconda-te
De meus abraços
Pois meus braços são solidão...
Lá fora a noite se faz
O sereno da paz
Derrama-se
Sobre nossos carinhos
A lua sempre risonha
Irradiando luz
E eu aqui enamorado
Sem ter
Para onde ir.

Jmal

2013-01-24

Jmal

Ingênuo fogo que arde e queima,
Então, berro, grito, urro e clamo,
Impotentes são as minhas ações,
Sem melodia, sem festa.

Jmal
2013-10-25

Jmal

Com as asas quebradas
De tanto voar
Em busca de sonhos
Sobre as ondas do mar

Me vendo cercado
Pelas areias do tempo
Vejo as folhas passarem
Carregadas pelo vento

Mesmo as estrelas do céu
Que ficam a brilhar
Sabem o quanto te quero
E que posso esperar

Faltanto um passo para lhe ter
Em meus braços, te levar
Vendo rios de esperança cresçer...
Para depois secar

Mesmo sem sentir meus braços
Eu tento me agarrar
Á lembranças perdidas
Que nunca vou recuperar

Nessa estrada de pétalas
Em nossos laços de flor
É o que nos faz acreditar
Que mesmo um deus...
não vai nos separar

Joelson-silva

Um dia ela resolve mudar, decidiu o que fazer
deixou suas fantasias pra lá, e seus problemas resolver
Disse agora vou me socializar, pessoas novas eu vou conhecer
começo a trabalhar, ocupou sua mente com o que?
se mesmo trabalhando, ela vivia pensando em você
O que ela desejava era a tal liberdade pra viver
ter os pensamentos mais saudáveis, ser livre, mais livre de que?
Ela queria fugir, mas não sábia pra onde ir, a tal liberdade que ela procurava era se libertar de ser escrava de si.

Patricia Angel

TRÊS DIAS PARA DIZER EU TE AMO

Sozinho era como eu estava.
Sozinho era como eu cantava.
Uma música que narrava minha solidão.
Eu era um soldado da minha própria ilusão.

Aviões sobem e descem, levando pessoas, pelas pistas.
Eu olho pela janela e vejo a sociedade formada por raças mistas.
E eu só.
Quando era pra eu estar incluído, eu estava na borda.
Me sentia como se estivesse bambeando em uma corda.
O concreto vira pó.

Eu pego um papel e o pinto de prata.
A cor é sobre meu isolamento.
Corto o meu dedo na folha e isso quase me mata.
A partir daí começa o encantamento.

É como se alguém chegasse de repente.
E abalasse tudo o que você sente.
Não sei quanto tempo vai durar.
Não sei se isso veio pra ficar.
Mas vou viver intensamente.
Vou respirar profundamente.
Vou cometer erros.
Não sou experiente no ramo.
Não tenho certeza do futuro.
Mas tenho por base:
Bastaram três dias para dizer eu te amo.

E de repente a solidão fica no "plural".
O pó vira um edifício colossal.
O papel prata se transforma em vermelho.
É por causa do corte?
Esse é o cheiro da morte?
Eu acho que alguém o pintou.
Eu acho que isso é amor.
E eu espero que o vermelho não possa sair.
Nunca sair.
Se você pulasse do edifício,
Eu não seria o braço estendido lá embaixo pra te segurar.
Eu seria sua asa, pra te fazer voar e não te deixar cair.
Nunca cair.

O final desta história nós não vamos escrever.
Não vamos escrever.
Por que é que tem que ter um final? Seguir à risca?
Aviões sobem e descem, levando pessoas, pelas pistas.
E um dia um deles vai trazer você.
Trazer você.

Felipe Zanol

Estou plantando...
Agora é aguardar chover
Para depois eu colher
E à vida segue andando...

Estou buscando
Tentando sobreviver
Melhorar à cada amanhecer
Ando, ando... rimando... ;)

o.O ^_^ ... "PACIÊNCIA"

Cristiano de Campos

Silêncio Reivindicador

Que calor é esse que me acende o peito,
Tomando meu coração em batidas,
Descompassadas sem explicação,
Em um silêncio profundo reivindicador,
...Será que é amor?!!!

Jmal
2013-11-17

Jmal

Em Versos e Rimas

Todos os lugares,
escolhidos,
pelo amor
para namorar…
Existem poesias!!
E em versos e rimas,
ele vai acontecendo…

Dayse Sene

Dois Dedos De Prosa

De repente!
Me vejo tão só…
E começo a tocar a solidão!
A solidão dos meus dias
sem você…
E o vizinho emocionado.
Bate à minha porta!
Quer saber
porque tocar
a solidão…
Se os meus dedos,
Tocam tão bem as emoções
nos corações das pessoas.
Quando em versos…
Criam sonhos!
Inventam rimas.
E me diz atencioso,
e ao mesmo tempo
admirado de mim:
_Não se deixa só…
Não sou o seu amor…
Mas estou aqui,
para dois dedos de prosa!

Dayse Sene

EU SOU A POETISA SEM POESIA
SOU A MUSA SEM POETA,
SOU A POESIA EM VERSOS NAUFRAGADOS DE RIMAS E VENTOS.

MarlyceOSilva

Sobrevivente

Atualmente navego pelo meu lado agitado,
Permitindo meu sentido revolto,
Onde tudo é tempestade indomável,
Que jamais pondera,
Anteparando os perigos alucinados pelos ensejos,
Como forma única de vida e sobrevivência...

Jmal
2013-09-25

Jmal

Fantasias,
...Que em sonhos os sustentos,
Somente assim me enxergo,
Também me arrasto e mantenho.

Jmal
2013-10-25

Jmal

Eu sei das coisas que lá fora me esperam,
Eu sei:
Nem tanto para o bem, Nem tanto para o mau,
Porque deste olhar de espanto, Eu sei que Tu me amas...

Jmal
2013-10-22

Jmal

Menininha

Abuse da essência,
Brincado no aroma da primavera,
Primavera das flores,
Das cores e dos perfumes...

Jasmins, margaridas e girassóis,
Nos reflexos das cores, tudo é vida...

Menininha
Que caminha a beira-mar,
Das manhãs surgem os crepúsculos,
Atraindo os passarinhos...

Do brilho dos seus olhos,
Não sei sê a castanhos ou verdes,
Encantam os vaga-lumes...

Do Sol...
Viaja o verão, mais brilho,
No bater da brisa,
Saudade no coração...

Jmal
2013-10-26

Jmal

Era de Amor que Falávamos

Imaginava ser de amor que falávamos,
Quando fitávamos-nos em olhares de profundo silêncio.
Assim como os sorrisos que surgiam das formas mais imprevistas...

Éramos realmente livres, de alma e coração,
Sempre com um cantar suave que brotavam em nossos logros...

Era de amor que falávamos,
Também lambiscávamos dos melhores murmúrios,
Em beijos alucinantes, deixando nossos corações em disparada,
Fazendo-nos abafar o trilho da estrada,
Assim o doce perfume fluía,
Na mais gostosa das excitações.

Jmal
2013-10-29

Jmal

Enquanto no mesmo verso existir o amor e o ódio, as rimas serão tristes e as estrofes finais melancólicas. Tente substituir o ódio pela indiferença, essa que mata e maltrata a alma. O vazio é inevitável, sempre existe. Mas se tirarmos o ódio, sentimento igualitário ao amor, a vida se torna mais aceitável e logo nos apresenta novos desejos, sejam eles carnais ou sentimentais.

Hélio Netho