Poemas Cinetico de Millôr Fernandes

Cerca de 2862 poemas Cinetico de Millôr Fernandes

Mas não te culpo por minhas
confusões, eu quís sentir assim, ter-
te assim, quase te amar assim, quís
chamar de caminharemos sempre
juntos ao momento em que seguraste
minha mão.

Leocádia Fernandes

Quero ser o melhor de mim para ti... Sonho dia e noite com o merecer dos teus mais puros sorrisos.
És exactamente o que faltava em minha vida, para dar sentido aos meus passos, dar ar ao meu respirar e dar voz ao meu cantar.
Tu es o meu sonho por seres o reflexo da minha mais bela fantasia: sinceridade. Já deves saber que sou apaixonada pela verdade e obcecada pela fantasia... Eu gosto de poder tocar nas palavras e ficar com o cheiro da verdade impregnado em meu corpo...
Gosto de te ter na minha vida por seres alcansavel... Não es nenhum príncipe num cavalo branco, não es um mágico a trazer coelhos na cartola... Tu.és humano. Precisas de cuidado mas sabes cuidar até chegares ao teu limite... Sabes o quão está difícil conhecer um príncipe tão real ? Teu coração é um castelo, meu sonho é ter direito a uma noite tranquila dentro de ti, acordar pela madrugada e caminhar dentro do teu corpo a procura de um lugar entre as tuas veias para sentar a ouvir teu coração bater melodicamente... Adormecer outra vez e viver alimentada de amor.

Leocádia Fernandes

Hoje acordei encharcada de
lágrimas, inundada em cansaço,
ainda a sentir a falta de crença em
dias melhores a passear dentro de
mim.
Sabe como foi ontem? Foi como
anteontem, foi como semana
passada, mês passado, ano
passado.... Foi exactamente igual a
todos outros dias.
Ontem acordei como hoje, a
diferença é que ontem eu não tinha
toda essa força para levantar. Mas
o fiz. Levantei e tentei me sentir
menos pequena diante do mundo
gigante. Arrumei as sacolas pra vida,
limpei toda falta de fé, me pus a
polir meu sorriso, alimentei meu corpo
e saí pra vida. Sabe como foi?
Igual. A mesmice de sempre: Fé,
Luta, Derrota e Cansaço. Ontem foi
um pouquinho pior porque não tinha um
livro na carteira para ler no espaço
entre uma derrota e outra. Sempre
que levanto, parece que a queda se
torna maior, sempre que acho que por
fim acabou o nível de dor, me
apresentam novas fases antes de o
jogo terminar. E dói. Dói imenso.
Estava por transbordar.
Eu tentei ontem pensar em coisas
boas apenas e hoje farei o mesmo.
Tenho muita vontade de vencer
sabe ? Tenho imensos sonhos por
realizar... E detesto perder. Só
Levantei hoje, mais uma vez, porque
dói não conseguir adormecer de
sorriso no rosto, dormir com a
certeza de que fiz tudo do melhor
jeito. E porque dói, eu acordo e me
renovo, me reconstruo, eu tento
porque sei que de rosto fechado não
se vê o sol. E, eu só vou descansar
quando for a vencer.
Sou tão frágil, mas tão forte.. Na
verdade sou sonhadora, e existem
gotas de mim que nunca me deixam
desistir. Só eu sei do meu hoje e só
eu monto as peças do meu amanhã.

Leocádia Fernandes

E não te vou culpar.
Eu podia apenas com olhares explicar
o tamanho dos meus sentimentos, o
brilho dos meus olhos e o acelerar
dos batimentos do meu coração a
cada vez que tua imagem me vinha a
mente.
Podia chamar de amor o que sentia.
Eu era sustentada por meias
palavras que traziam consigo inteiros
pontos de interrogação.

Leocádia Fernandes

Chamei de sim ao teu talvez e de
talvez o teu não.
Chamei de te amo ao teu eu também
gosto de ti e de seremos felizes ao
teu confia em mim.

Leocádia Fernandes

Chamei de certeza aquilo que para
tí sempre foi uma dúvida, de
garantia aquilo que para ti foi
alternativa e de possivelmente
aquilo que para ti teimava em ser um
provavelmente.

Leocádia Fernandes

Não me arrependo de nada, fui
culpada dando nomes errados e o
cupido acertando só um de nós.

Leocádia Fernandes

Não é MULHER que falta no mundo;
são MULHERES de conteúdo.
Não é HOMEM que falta no mundo;
são HOMENS com maturidade, e cabeça. Para enxergar conteúdo em todas as mulheres.

ROGÉRIO FERNANDES

Sabedoria não é dizer que sabe tudo, sobre todos;
mas, sim. Saber muito sobre muitos.
Sem dizer uma palavra se quer.

ROGÉRIO FERNANDES

Amor:inexplicável teoria

Um sentimento incessante,quase perturbador;
na vontade de sempre estarmos juntos nasceu nosso amor.

E quando juntos,recíprocos,eu lhe pertencia;
no fundo de seu olhar eu existia.

Era esse estranho sentimento que me fazia perder a calma?
Que me fazia passear no espelho de sua alma!

Que me fazia viver por causa do seu olhar.
Eu queria poder explicar...

Você não queria explicação.
Buscava em cada instante o sabor da emoção.

E nessa viagem louca,sentiu-se desprotegida.
Seu sonho era ser cuidada,amada,querida.

Seu sorriso me pedia para estar em todos seus belos momentos,
Que eu alcançasse...tocasse os seus mais íntimos pensamentos.

Tinhamos somente as asas da paixão para nos equilibrar,
Então,você quis explicar...

Nossos corações batiam no ritmo intenso do prazer;
Um beijo calou todas as perguntas a fazer.

Sabiamos que para o amor não existe explicação;
Era uma inexplicável teoria resolvida apenas pelo coração.

Adhilson Fernandes

QUANDO A GENTE ESTÁ FELIZ

Quando a gente está feliz !!!! ....
Quando a gente ta feliz, não precisa de "muito", porque tudo é MUITO INTENSO...
as cores (do céu, das flores, da rua, ...) ficam mais VIVAS...
a chuva que fica, cai mais lindamente...
trovões são "efeitos sonoros", celebrando a sua felicidade...
relãmpagos são como "flashes" clareando o seu vislumbre...
um "oi" do outro lado na linha é a palavra mais doce do mundo,
com a voz mais macia que voce ja ouviu...

Nossos olhos remetem um brilho diferente, e se tornam lindos...
a gente se olha no espelho, e RECONHECE o seu reflexo diante dele...
a gente sorrí mais, fica mais leve, mais atraente...

A pele fica mais limpa, mais clara, exteriorizando a sua paz...
a gente fica sem "pudores", "sem vergonha", não tem medo de nada...
de falar o que pensa, de agir como se quer, de dar gargalhadas...
Os problemas do dia a dia passam a ser corriquieros,
..mais leves, ...sem muita importancia...

A gente fica mais "amável", mais "amante", mais "amoroso"...
APROXIMA as pessoas em volta...
encanta... canta... agradece... sorrí...
Se LIGA em outros valores, não aos "convencionais",
ou impostos pelo social (ou sociável)...

Quando a gente está FELIZ,
a gente PODE TUDO,
porque a gente se torna "melhores"...
EXALANDO um brilho especial..

Isso não depende de "outro", mas da gente mesmo...
do nosso "ponto de vista"...
de nossa PRÓPRIA ESCOLHA...
pois a felicidade MORA DENTRO DA GENTE...
"basta" querer BUSCÁ-LA...

A gente É FELIZ quando
a gente encontra a nossa ESSENCIA
dentro de NÓS MESMOS !!!
..não DEPENDE de nada ou de coisa alguma...

Renata Fernandes

Desenho

Pouco me arrísco. Penso muito pra apostar.
Porém, minhas tentativas sempre foram inteiras.
Nunca consegui tentar algo arriscando-me apenas pela metade.
Seja lá de que forma, entre ríscos e rabiscos a vida vai se desenhando.
Esse quadro a gente vê só no final !

Renata Fernandes

Amor ou Vaidade ?!

Penso que a gente não pode ser feliz por conta de alguém,
nem esperar que alguém nos preencha algum vazio que nos falte.
Além de ser uma ilusão, é colocar um peso muito grande;
uma responsabilidade que na verdade não é do outro,
e sim de nós mesmos.
Alguém que está verdadeiramente disposto a amar,
precisa antes de mais nada estar amando a sua própria companhia.
Senão não é amor. É vaidade. Amor é troca.
Vaidade é a necessidade de atrair a admiração do outro.
O amor constrói.
A vaidade não passa de um projeto da sua própria auto-imagem.
O amor liberta.
A vaidade sufoca.

Renata Fernandes

Reexiste

Morre aquele que se deixa levar.
Reexiste o que fica.

Morre aquele que se cala.
Reexiste o que se desvenda.

Morre aquele que nunca mais acredita.
Reexiste o que ainda abraça.

Morre aquele que não deseja errar.
Reexiste quem sempre aprende um pouco mais com eles.

Morre quem resiste.
Reexiste quem não tem medo...

Renata Fernandes

Tenho a estranha mania de gostar de quem é autêntico.
Gosto de quem sabe quem eu sou,
de quem não preciso dizer muito
e que mesmo assim me desvenda pelo olhar.
Gosto do que é de verdade,
mesmo que amargo, mesmo que azedo.
Muita doçura mela.
Parece exagero.
Gosto do natural.
...sem frescura, mas com frescor.

Renata Fernandes

Que o corpo envelheça,
a mente amadureça,
mas a alma...
Ah a alma!!!
que esta permaneça na sua
mais sublime essência!

Renata Fernandes

Meus Pecados

Os meus pecados não são muitos.
Acredito que mereçam absolvição.
Eles não fazem mal a ninguém a não ser a mim mesma
- pelo menos até onde eu sei !
Dentre eles, me enrolo com horários,
sou comilona,
detesto acordar cedo,
sou desorganizada com tudo que seja burocrático,
"perco" finais de semana sem sair,
assistindo filmes em casa (rsrs).
Demoro a acreditar em coisas boas que acontecem logo de cara na minha vida, e com isso muitas vezes acabo perdendo oportunidades importantes.
Me exponho demais.
Sou intensa demais e com isso as coisas mornas acabam caindo no esquecimento, sem ao menos eu ter esperado o tempo mínimo necessário para que entrassem em ebulição.
Sou muito prática talvez. O meu tempo é hoje. Agora. Já. Porque não ?
Analiso muito antes de me entregar. (Outro pecado)
Mas, contraditoriamente não tenho medo de viver, de ver pra crer, e quem sabe, ...amar.
Ninguém é obrigado a nada.
Não gostou ? Não leve.
Não é isso ? Então obviamente é aquilo...
Ai ! Ta bom ...confesso a minha agonia perante a indecisões e incertezas.
Quero experimentar. Resolver. Saber o que é. Morder a maçã... !!!
...Talvez esse seja o meu maior pecado: eu adorar morder maças !!! ...
Ainda bem ! ...O Paraíso deve ser UM TÉDIO ! Detestaria ser condenada a isso !rs

Renata Fernandes

Cobras e Cascas

Se for para temer,
NÃO TEMA as que se mostram,
as que aparecem,
que dão a cara a tapa...
Elas podem até intimidar,
chegam tomando espaço,
se esbaldando, chamando atenção...
Isso pode assustar,
mas é só uma primeira impressão.
Se for para temer,
TEMA as que não se deixam ver,
as sorrateiras,
as que ficam à observar detrás dos bastidores...
Elas são "invisíveis", podem golpear pelas costas.
Quase não se nota a sua presença...
São silenciosas...
quando menos se espera, dão o bote.
Se tens insegurança,
então pode crer :
entre as que chamam a atenção,
e as que quase não se fazem notar
TEMA A SEGUNDA !
Enquanto sua atenção se volta a mais vistosa,
a outra vem sorrateira, mansa, lânguida e golpeia.
SEU VENENO É MORTAL !!!!

Renata Fernandes

Uma história retorcida

A nossa história, ó homens,
é uma história completamente retorcida,
jamais serei capaz de aceitar
a teoria de como começa e termina a vida.

É um começo complicado pra descrever,
nosso começo foi trocado pelo fim,
através da morte deveríamos nascer,
e em um encontro caloroso terminar
seria mais prazeroso assim viver .

Mas infelizmente o criador do mundo assim quis,
e temos que respeitar, pois nascemos e nada ele nos diz .
A história da nossa vida em pequenas palavras refletidas
é escrita resumidamente assim:

Nossa fabricação, imaginem,
deve ser tão bonita ao ser feita
repleta de carinhos, carícias
e outras belezas,
A nossa infância a muitos traz saudades,
de tempos bons, e das antigas amizades.
A outros a dor no coração, ao lembrar
do ódio e da maldade, terminados em agressão,
muitos filhos por esse mundo, na mão de pessoas
malévolas sofreram, e nessas ficaram a sequela
de quase sempre sentirem medo.

A adolescencia uma fase gostosa e cheia de inspiração,
é o começo, de uma vida de solidão,
a partir dela começamos a liberar
os instintos de independência,
muitos que querem viver longe dos pais,
acabam caindo em carência.

Fase adulta, muitos jovens nela,
tem a vida já feita,
por errros na juventude,
já têm responsabilidades,
como filhos pequenos,
muitos, por imaturidade dos pais,
antes de nascerem, já estão morrendo.

Está chegando a fase que muitos amedrontam chegar,
a fase da velhice tão bonita de observar,
os idosos pra mim são como crianças,
o sorriso no rosto, e no olhar a petulancia,
petulancia, de a mais tempo de vida
poder chegar, isto sim é um motivo de se orgulhar.

Após este,
não há outro período de nossas vidas
para citar, chega a fase triste, a morte,
este é nosso fim, e nele temos que adentrar

Lázaro Fernandes

Que beleza de esplendor,
Que loucura de sentimento,
Vejo o sol com bons olhos,
E até ouço o som do vento.

Concentro-me em você,
Desconcentro minha razão,
Você é pura e gloriosa,
Envolveu-me de paixão.

Olho o sol, o esplendor,
Sinto agora, o vento,
Seu encanto, seu amor,
Trouxe a minha vida alento.

Animou-me o seu calor,
Enebriou-me com seu perfume,
Ofuscou-me com sua luz,
Ó sol, ó esplendor!

Lázaro Fernandes