Poemas Bahia

Cerca de 80 poemas Bahia

Ah Bahia, que bom te rever
Andei com saudade de você
Senti falta da sua alegria
Da sua magia
Do seu carnaval
Cadê o trio elétrico?
Me leva pra lá
Quero ver Armandinho, Dodô e Osmar
Que bom estar aqui de novo
Sentir a alegria do seu povo
Poder te abraçar por um só momento
E cantar a canção que eu fiz
Como forma de agradecimento
Salvador, meu amor
Toda história que eu conto você está
Todo álbum meu tem foto sua
Lembro dos nossos beijos em plena rua
Tomara que passe logo o ano inteiro
Chegue logo fevereiro
Pra gente se reencontrar.

Saulo Fernandes

Foi quando Tomé de Souza / Desembarcou na Bahia / Logo no primeiro dia / Passou o pau na esposa / Ligeiro que nem raposa / Comeu na frente e atrás / Depois, na beira do cais / Por onde os navio trafega / Comeu o Padre Nóbrega / Que os anos não trazem mais.

Zé Limeira

Meu amor toca e fere
Ferida que nunca mais se regenere
Não sou homem sou moleque
Magoar, verbo que me persegui
Que contra ti eu não peque
Pois o Seu Amor é algo que
Ao tentar entender confesso
Me lembro do primeiro verso.

Vini Bahia

Senhora Dona Bahia

Ninguém vê, ninguém fala, nem impugna,
e é que, quem o dinheiro nos arranca,
nos arranca as mãos, a língua, os olhos."

“Esta mãe universal,
esta célebre Bahia,
que a seus peitos toma, e cria,
os que enjeita Portugal"

"Cansado de vos pregar
cultíssimas profecias,
quero das culteranias
hoje o hábito enforcar:
de que serve arrebentar
por quem de mim não tem mágoa?
verdades direi como água
porque todos entendais,
os ladinos e os boçais,
a Musa praguejadora.
Entendeis-me agora?"

Gregório de Matos

Descrevo que era Realmente Naquele Tempo a Cidade da Bahia

A cada canto um grande conselheiro,
que nos quer governar cabana, e vinha,
não sabem governar sua cozinha,
e podem governar o mundo inteiro.

Em cada porta um freqüentado olheiro,
que a vida do vizinho, e da vizinha
pesquisa, escuta, espreita, e esquadrinha,
para a levar à Praça, e ao Terreiro.

Muitos mulatos desavergonhados,
trazidos pelos pés os homens nobres,
posta nas palmas toda a picardia.

Estupendas usuras nos mercados,
todos, os que não furtam, muito pobres,
e eis aqui a cidade da Bahia.

Gregório de Matos

Os baianos invadiram o Rio para cantar "Ó, que saudades eu tenho da Bahia...". Bem, se é por falta de adeus, PT saudações.

Paulo Francis

Para que chorar se posso rir...
Pra que chorar se posso amar...
Pra que chorar se posso levantar o rosto e ao céu contemplar...
Pra que chorar se posso pra você olhar...

Viny Bahia

Olhe pra cima, você vai ver um ceu lindo,
Olhe pra baixo, que planeta bonito,
Olhe pro lado, quantos amigos!
Olhe pra tras, quantos desafios passamos...
Olhe pra frente, quantos ainda vamos passar...
Olhe no Espelho, Um grande milagre de Deus!!

Vinni Bahia

NOSSA FAMILIA ,NOSSA CASA, NOSSA ENERGIA , NOSS0A ESSÊNCIA E OS FRUTOS DE UMA GRANDE BATALHA QUE MUITOS NÃO ACREDITARAM POIS ESTAMOS TENDO VITORIAS NAS BATALHAS, MAS SEI QUE NUNCA HAVERÁ VITORIA NESSA GUERRA POIS OS VERDADEIROS GUERREIROS SEMPRE ESTÃO LUTANDO POIS ELES NUNCA DESSISTEM!

Geisa Bahia Ginga

Tudo que vc toca vira prata
tudo que vc diz vira ouro
esse é meu mestre
é meu tesouro.
quando te conhecir
todos dizizam que
vc não tinham coragem
todos diziam que
vc não tinha maladragem
eu sair do seu grupo por
pura arrogancia
Mas como tudo no tempo amadurece
e o mundo me vez ver
que vc é um grande mestre
obrigada meus mestre por me ensinar o abc
se hj eu sou alguem tudo começou por vc.
Tudo que vc toca vira prata.
tudo que vc diz vira ouro

Geisa Bahia Ginga

EU SOU PILASTRA
OS MAIS VELHOS AS FUNDAÇÕES
JÁ SOFREMOS MUITOS ABALOS
JÁ ENFRETAMOS TERREMOTOS
ALGUMAS PILASTRAS CAIRAM
ALGUMAS FUNDAÇÕES CEDERAM
A PRESSAÕ DAS DIFICULDADES DO TEMPO
MAS SE EU ESTOU COM ESSA CAMISA
É POR QUE EU SOU DISCIPU-LO
QUE APRENDEU COM OS ERROS
DOS QUE SIMPLESMENTE FORAM ALUNOS
QUE APRENDERAM E FORAM EM BUSCA DE SUA MELHORA
MAS EU SOU BAHIA GINGA ONTEM, AGORA E SEMPRE

Geisa Bahia Ginga

EDUCANDO PARA ESQUIVAR A VIOLÊNCIA,
APRENDENDO A RESPEITAR O PRÓXIMO
ATRÁVES DO SABER OUVIR E O MOMENTO CERTO DE FALAR.
SABER CHEGAR E SAIR SEJA DE ONDE FOR.
A CASA PODE SER DE RICO OU DE POBRE,
BAIRRO NOBRE OU FAVELA.
O IMPORTANTE É PREVALECER A HUMILDADE E O RESPEITO COM QUEM MORA NELA!

Geisa Bahia Ginga

Hoje acordei com uma sensação estranha de que algo estava faltando e realmente estava eu quero acordar e olhar para você dormindo, fazer cafuné na sua cabeça.
Eu mesmo cansado quero você comigo.
As vezes a vida nos apronta essas coisas nos faz gostar de pessoas que olhando não são nada parecidas, mas quando se conhecem olham o cabelo e o rosto, o jeito de falar, simplesmente só em pensar na pessoa a felicidade enche o coração de alegria e foi do nada sem maldade que nasceu um sentimento que no começo tenho certeza que você negou tanto quando eu, mais com o passar do tempo eu fui percebendo e a cada dia parece que crescendo um pouco mais . Eu 1º achava que era só atração física mas a vontade de lhe ver foi aumentando, depois o ciúmes e ai mim perguntei: Porquê eu estava com este sentimento? Chegou a resposta ;Comecei a sonhar com o futuro e a planejar, em minha decisões comecei a lhe incluir parecendo que iremos ficar juntos um bom tempo .
Só que não sei se realmente isso vai acontecer por isso quero aproveitar cada dia do seu lado e viver um dia após o outro com você .
Muito obrigada por mim fazer acordar de um pesadelo e transforma minha realidade no conto de fadas mesmo sem saber você já marcou minha vida

Geisa Bahia Ginga

Bahia ,envolve-me em teus caminhos como fosse véu.Vitalizadora,sublime,nosso orgulho.
Não há lanças,nem pseudo-benfeitores que apaguem o singelo sorriso da tua gente.
Fui seduzido ...
BAHIA,MEU AMOR!

Weder Nascimento

Folia

Quem sabe um dia...
Bahia...
Vamos pular....
Fazer folia
Esquecer de tudo...
Sem se preocupar
Só amar
Vamos perder os sentidos
Vamos brincar como crianças
E ver a todos como amigos
Fazer a maior folia
Tudo que sempre quisemos
Brincar de pular sem ter hora para parar
Correr, de um lado para o outro
Só loucura
Vamos nos vestir de que quisermos
Hoje você pode
Não há o que ou quem que te diga o que fazer
Vamos ...
Ta na hora de parar de ser serio
É só pular
Pular é Carnaval...
Deixa de ser serio e caia na loucura
Perca a razão
Viva só de emoção
Seja bicho...
Pule...

Gustavo H. Nascimento

Triste Bahia! Ó quão dessemelhante
Estás e estou do nosso antigo estado!
Pobre te vejo a ti, tu a mi empenhado,
Rica te vi eu já, tu a mi abundante.

A ti trocou-te a máquina mercante,
Que em tua larga barra tem entrado,
A mim foi-me trocando, e tem trocado,
Tanto negócio e tanto negociante.

Deste em dar tanto açúcar excelente
Pelas drogas inúteis, que abelhuda
Simples aceitas do sagaz Brichote.

Oh se quisera Deus que de repente
Um dia amanheceras tão sisuda
Que fora de algodão o teu capote!

Gregório de Matos

Eu estive na Bahia
terra santa de Caetano
do Soteropolitano
onde o canto é poesia
do batuque da folia
do sabor do acarajé
deste povo abençoado
do museu de Jorge Amado
ouvi o som candomblé.

Guibson Medeiros

Na viagem pra Bahia

Na viagem pra Bahia,
um acidente:
Carros batidos,
trânsito lento,
os carros pararam,
custaram ir em frente.

Na viagem pra Bahia,
um inconveniente:
Crianças pedindo,
trânsito fluente,
e se os carros andaram,
será acidente?

Lucian Rodrigues Cardoso

Bahia de todos nós?


Sobe e desce a ladeira,
Pelourinho, Nordeste ou Ribeira,
Talvez não tenha o que comer
Mas sabe a maneira de viver.
Sorriso para afastar a tristeza,
És feliz como pode ser,
Vive na luta para sobreviver.
A esperança no coração
Nos dias que faltam pão,
O desrespeito com sua razão
Será culpa da nação?
Malabarismo no sinal fechado,
Qualquer coisa por um trocado,
Nem todos que param ali,
Tiram do bolso algo para ti.
Dias e noites se repetem,
Mas nada se repartem,
E alguém aparece na TV,
Quando é pago para dizer:
“Essa é a Bahia de todos nós
Do governo participativo
De Educação de qualidade
Do futuro da mocidade”.

Alva Xavier

Biografia

Nascido em 07/05/1960 no interior da Bahia (Local ainda desconhecido), conhecido na sua terra natal como Raposa, pelo seu costume de andar no mato quando criança caçando pequenas aves e por roubar galinhas no quintal dos vizinhos, costume o qual perdeu quando foi morar com sua tia na capital Salvador – BA.
Eberaldo Martins nasceu e cresceu num ambiente hostil, duro para se viver. Sua mãe Augusta Martins morreu quando Eberaldo tinha 19 anos, forçando-o a ir morar com sua tia, terminando os estudos na capital aos 23.
Sem nenhum curso de graduação Eberaldo começa a escrever seus pensamentos, tenta ser colunista em um jornal, mas com o seu baixo nível acadêmico não consegue.
No auge dos seus 51 anos, Eberaldo descobre a internet, então passa a ter como seus leitores os internautas.

Raposa ( Igor Improta Figueredo)