Poemas Anonimos

Cerca de 34 poemas Anonimos

Entrei para a associação dos casados anônimos. Quando me dá vontade de casar, eles mandam-me uma mulher de roupão e rolinhos no cabelo, para me queimar a torrada.

Dick Martin

[...] As sociedades são constituídas de heróis anônimos, que não estão sob os holofotes da mídia. Entre esses anônimos se encontram deprimidos, que apesar de abatidos pela cálida dor, enfrentam com dignidade seu inverno emocional; os ansiosos, que, solapados pela inquietação, sonham com dias tranqüilos; os portadores de câncer, que, como guerreiros, lutam pela vida e fazem cada dia um momento eterno; os pais, que esgotam seu corpo e sua mente para sustentar e educar os filhos; os professores, que, com salários magros e sem aplausos sociais, movem o mundo ao ensinar a seus alunos o pensamento crítico; os alunos, que, como frágeis Quixotes, creem que poderão mudar a história sem ter noção de que vivem em um sistema social engessado e pouco generoso ás novas idéias; os trabalhadores de escritórios e empresas, que não são notados e não ser quando causam escândalos, mas que têm histórias borbulhantes. Todos eles são de alguma forma vendedores de sonhos, embora também vendam pesadelos. [...]

(Parte retirada do livro O Vendedor de Sonhos – E a revolução dos anônimos)

Ausgusto Cury

'' Se a natureza me oferecesse duas coisas, com a segunda eu não me importaria desde que a primeira fosse voçê''

anônimos

O orkut foi destruído pelos anônimos. O twitter está sendo destruído pelos famosos.

William Rafael Dimas

exemplos anonimos

Manoel Porfirio Matias (pai) liderança
Wilson Soares Caresma ( mestre) sabedoria
Alvaro Maceio filho ( pastor) amor
Amor, sabedoria e liderança.
Quem ama é sábio, quem é sabio é lider e quem lidera deixa esse legado ( liderança, sabedoria e amor).

Agnaldo cavalcanti Matias

Versos Singelos

Vou seguindo num trem
Em direção a lua
E em meio aos anônimos
Vejo uma linda mulher completamente nua
Que se delira ao ler meus poemas singelos
E conta para suas amigas
Que esta apaixonada por um “ninguém”
Que escreve lindos versos
Como se fosse alguém
Mas é simplesmente um zero a esquerda
Apaixonado por uma mulher quase perfeita

Que quando passa na rua
Todos param para olhá-la
E se admirarem com tanta beleza
Que serve como colírio para cegos
E inspirações para poetas perversos

Quando ela acena para mim
É como se eu estivesse
Num céu infernal
Cheio de amor, tesão;
Ou coisa igual
Não consigo parar de olhar
Seu rosto e deslumbrar
Seus lindos cabelos negros

Perco a respiração caio no chão
E ela corre e me abraça
Dizendo no cantinho do meu ouvido
“-Não se vá, pois necessito dos teus versos singelos
para guardá-los no meu pobre coração”.

Pedro Padua

Somos anônimos, em um mundo de grandes nomes.
Os grandes nomes, do presente e do passado, já sabiam a importância de se fazer história.
Por isso que se tornaram grandes nomes.
Aos anônimos: façam a sua história e tornarse-ão grandes nomes.

Atila Andre de Negri Fonseca

Pacto:
Somos amantes anonimos disfarçados em versos...
Não tire a máscara agora...
Pode se reconhecer...

Vcruz

Os poetas da costa sul
anônimos, inquietos
não estão mais em terra.
Esperaram tanto as sereias
nas pontas das dunas
à beira mar...
E a cada lestada
um poeta a maré levava
pra junto de sua amada.

Lupus Blanck

Numa multidão de olhares anônimos o seu
fascinante... estonteante.

Assim é o seu olhar profundo
Nele, reflete o meu mundo.

Assim é o seu olhar
tem o brilho ofuscante
que vale a pena no olhar fixar
tem algo de diferente
finge ser indiferente quando cruza com o meu olhar.
e me fala de coisas difíceis de não acreditar.

Assim é o seu olhar...
difícil nele não acreditar

Rosangela Calza

Essa minha liberdade escolhida

Idas e vindas decididas
caminhos determinados
Anônimos consentidos

Essa minha liberdade faminta
Desejos incontroláveis
Vontades insaciáveis
Presenças intermináveis

Essa minha liberdade egoísta
Essa satisfação exclusiva
Essa motivação vaidosa
Essa realização pretensiosa

Essa minha liberdade vazia
A inquietude permanente
O desapego consciente
A felicidade comedida

-E mais uma noite que não termina

Lu Santiago

Seres Anônimos

Por aqui, nesta ilha,
circulam estes seres anônimos,
heróis da sua própria história,
poetas de sonhos, cada qual com sua expressão,
afinados nas suas inquietudes.
Seres olhados como espetáculo de um teatro
mambembe a beira das praias,
rostos estranhos, desconhecidos
em fantasias coloridas que passam
para lá e para cá, alheios ao que acontece.
Seres anônimos transeuntes,
expressões cansadas de uma silenciosa marcha.
Que fazem surgir submersos pensamentos.
A alma inquieta busca por seu poema
com trunfos reservados à gente comum,
estes seres calados, incógnitos,
que sequer se sabem anônimos
retratados em desconhecidos versos...

sonia schmorantz

Somos uma legião de escritores anônimos indistintos
De diferentes trajetos e caminhos
De diferentes contextos e espinhos
E diferentes sonhos, mas com o mesmo destino
A volta ao material de origem: O PÓ.

Rebecca Salomão de Carvalho

O que sei dessa vida é a forma como ela termina. Todos, ricos e pobres, famosos e anônimos, têm o mesmo destino traçado no berço. Esse fardo não pesa: se arrasta! Viver pode ser uma arte, um vício, um acidente... Depende dos olhos de quem vê. Venho de um mundo de loucos, que acreditaram em suas causas e abocanharam seus dias com a fome da eternidade. E de fato, tornaram-se eternos. Meus heróis são pura música, mística, morte plástica que de tão surreal, não aconteceu! A morte vem com o esquecimento e a eternidade está ao alcance de uma melodia. Então, me afogo em versos perdidos no tempo e esqueço de todas as pedras pelo caminho. Uma rosa, um abraço carinhoso no mestre Cartola...alguns boleros e pequenas doses de samba. De que valem palavras? Minhas palavras roubadas de poetas mortos... Mas a morte é só uma invenção dos vivos... Penso nisso e tudo fica bem... A noite chega e leva o cansaço. Tudo é nostalgia... Lá fora, os galhos brincam sob o vento e levam embora o medo, já remoído pela saudade. Pequenas gotas de sal se misturam ao orvalho. São apenas detalhes, cristais ínfimos entre as rosas do jardim...

Isabella A. Soares

Somos todos poetas anônimos no grande livro da sociedade, onde nossas vidas são as histórias, nossos próximos são coautores, e nossas decisões são as chaves para as próximas páginas. Cabe a nós desenhar um belo espetáculo ou fechar o livro para conservar, tolamente, as folhas

Murillo Rodrigues dos Santos

Existe um ser mais previsível do que os medíocres e escória dos fracassados, quanto os anônimos? Não, simplesmente não.

Fernanda Magalhães

Dedicatória:
A todos os anônimos da sociedade, que compreendem que a existência é um grande contrato de risco. E que "leram" nas cláusulas desse contrato que o drama e a comédia, as perdas e os ganhos, o deserto e o oásis, o relaxamento e o estresse são privilégio dos vivos.

Augusto Cury, em O Vendedor de Sonhos

Anônimos preocupam-se tanto com o câncer que eu vou desenvolver fumando cigarros, que é provável que morram de câncer primeiro que eu...

Dom Islon De Gouveia

Se todos os anônimos como eu tivessem a empáfia que tenho ao crer no meu êxito em tudo que almejo, nossa coletiva presunção seria a dádiva e o labor do mais forte exército de desconhecidos que o mundo já presenciou.

Luís Henrique Bignotto

Tenho ao meu lado todos tipos de pessoas. Isso mesmo, todos os tipos. Renomados e anônimos. Idealistas focados e viajantes despreocupados. Bandidos e mocinhos. Cada uma dessas pessoas possuem uma lição a me ensinar ou ainda que no silencio, uma reflexão a me conduzir. São estes ensinamentos e estas reflexões que nos fazem melhores ou piores, depende exclusivamente do nosso referencial adotado. São também estes ensinamentos e reflexões que dão sentido a vida e a razão de viver. Então observe todos tipos de pessoas ao seu redor, aproxime se daquelas as quais se sentir a vontade, mais não julgue os demais pela aparência ou pelos preconceitos incutidos através da ignorância de uma parcela humana. Mostre o sábio adormecido que esta dentro de você e pare de ficar procurando encontra-lo nos outros.

Mendéz David