Poema Infância

Cerca de 658 poema Infância

Meu tempo passou que eu nem percebi o quanto me perdi da inocência que minha infância cultivava fazendo-me continuar a ter tamanha esperança;
Não quero ter a fraqueza ou ser tão covarde para me esconder e ficar assistindo minhas derrotas se aproximarem;
Quero mostrar o quanto tenho coragem para dizer pelo meu coração confesso que estou aqui para me refazer e te contemplar entre a perfeição;

Julio Aukay

O QUE FIZERAM DA INFÂNCIA?

Fico observando essa nova geração e me perguntando o que foi feito da infância, passa criança e o que consigo ver são pequenos “adultos” alienados com coisas da moda, marcas, conversam entre si como se fossem “pessoas grandes”.
Sabe que na minha infância e olha que não faz tanto tempo assim ainda corríamos uns atrás dos outros brincando de pique- esconde, amarelinha, bandeirinha, pique-pega ate de roda brincávamos, hoje as crianças sabem o que é Internet, jogo de rede, onde você mata, rouba no próprio jogo que dizem ser infantil você escolhe ser assassino ou policia, ah você pode do nada entrar no shopping e atirar em todos, ou furtar um carro e sair com ele atropelando pessoas, fico perplexa com a maneira de diversão dessa nova geração, na minha época éramos mais ingênuos, mais humanos.
O que mais me preocupa é quando paro e começo a refletir em que tipo de adultos estamos formando, num futuro não muito distante teremos adultos que pensam que tudo lhe é licito, hoje já temos visto isso quando adultos estressados com o nada, revoltados sabe Deus com o que, simplesmente sacam armas e atiram por coisas supérfluas tão medíocres quanto a própria atitude.
Rogo a Deus todos os dias que voltemos à ingenuidade às brincadeiras de roda, nos tornemos seres pueris capazes de respeitarmos ao próximo.

barbara

"A regra é simples, como nos livros de matemática da infância:
você pertence ou não pertence.
É ciência."

Eduardo Baszczyn

Velha Infância

Você é assim
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito...

Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo
É o meu amor...

E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa
De ser criança
A gente brinca
Na nossa velha infância...

Seus olhos meu clarão
Me guiam dentro da escuridão
Seus pés me abrem o caminho
Eu sigo e nunca me sinto só...

Você é assim
Um sonho pra mim
Quero te encher de beijos
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito...

Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo
É o meu amor...

E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa
De ser criança
A gente brinca
Na nossa velha infância...

Seus olhos meu clarão
Me guiam dentro da escuridão
Seus pés me abrem o caminho
Eu sigo e nunca me sinto só...

Você é assim
Um sonho pra mim
Você é assim...
Você é assim...
Você é assim...

-"Você é assim
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo
Penso em você
Desde o amanhecer
Até quando me deito
Eu gosto de você
Eu gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo
É o meu amor"

Tribalistas

Memórias de infância

Quantas brincadeiras,conversas,risadas,desabafos.Foi tudo lindo o que juntos fizemos.
Ainda somos crianças não posso negar.Muitas coisas acontecerá nas nossas vidas,mas será que vamos deixar tudo que vivemos para traz,vamos ficar só com as lembranças da nossa infancia ou então vamos fazer valer tudo isso que vivemos?

Francyane de Oliveira Soares

A saudade e a lembrança

Hoje de toda minha infância lembrei

Ao passar pela rua em que me criei

O que restou foi apenas uma grande lembrança

De minha tão boa infância

Bateu uma imensa saudade dos velhos amigos

Que hoje não tenho aqui comigo

Agora paro e penso

Os anos podem passar, a vida pode mudar

Mais os melhores momentos o tempo jamais ira nos tirar

Independente do que aconteça, nunca se esqueça

A amizade e´ a essência da felicidade

Marcus Patrick Pens

E do nada vêem lembranças daquela nossa infância, quando não existia inveja nem ganância.
Pois mesmo que o tempo passe, ele nunca apaga...
É tanta saudade que nunca acaba.

Marcus Patrick Pens

Saudade da minha infância, quando não me preocupava com despesas, brigas, pessoas interesseiras e de quando meu maior problema era não ter minha vontade feita pelos meus pais.
SAUDADE de quando tive certeza que certos amores seriam eternos e que eu jamais me decepcionaria...
SAUDADE de quando não existiam brigas na família, decepções com amizades nem injustiças no trabalho.
SAUDADE de quando a vida era muito mais simples e eu achava que tinha algum problema...

Talita Galhardo

Sinto saudades da minha infância e adolescencia.
São realmente as melhores fases da vida,mas que a gente menos aproveita,quando vê já passou.
São épocas únicas,que jamais voltarão,mesmo que a gente queira fazer hoje o que não fez antes,não é a mesma coisa,pois a gente muda,as pessoas mudam...o mundo em si muda!

Andy

Infância: ALEGRIA, DESEJOS INTENSOS DE COISAS SIMPLES, DO PRAZER DE SIMPLESMENTE SER...
Infãncia: AMOR SEM COBRANÇAS, PUREZA, SABORES E CHEIROS, SORRIR SEM TER PORQUE...
Infância: BRINCAR, CORRER, PULAR, CHORAR E ATÉ CALAR, VIVER, IMAGINAR, SONHAR...

ADULTO: Lembrar da INFÂNCIA e embolar na cama sentindo o sabor da lembrança!

Meury Kellme

"DONO DE SI"

"Então, é chegada a hora de dizer adeus à velha infância;
Ao tempo em que era coordenado, ordenado...
Hoje, você é o seu delegado, o seu próprio supremo.
Dono de si, a sua responsabilidade sobre si mesmo só aumenta.
Agora, já não há mais a quem culpar, ou a quem julgar.
Frente ao espelho, você é mera consequência das causas a que se propôs.
Você pode escolher entre ser o seu melhor amigo ou o mais desleixado deles".

Lavínia Lins

Rádio Recordar


Tenho saudades...
Dos tempos que não voltam mais.
Nostalgias da minha infância,
Momentos simples, triviais.

Andar de bicicleta de madrugada
Não te oferecia tanto perigo.
O Rock era ideológico.
As pessoas tinham mais amigos.

Tubaína por cinquenta centavos,
Sodinha por vinte e cinco.
Roupas coloridas só no Carnaval,
E os meninos não usavam brinco.

Celular, tinha só a função telefônica,
E pra distrair, o jogo da cobrinha.
As crianças praticavam mais esportes,
E colecionavam figurinhas.

Orkut suportava doze fotos
E era só para convidado.
Não possuia jogos em Flash,
E não tinha álbum "tudojunto&misturado".

Tenhos saudades...
Lembranças conseguem me entreter,
Lembranças estão por toda parte,
Pois recordar é viver.

Guilherme Serafim

Infância

Aqueles mil e um roxos nos joelhos e os primeiros passos de patins.
O abraço de uma amiga verdadeira e a companhia dela o dia todo, até mesmo sentada em baixo de uma árvore, conversando horas e horas.
A correria do pique-esconde.
A imaginação para "brincar de panelinha", a paciência de ficar horas e horas para montar a casinha da barbie...tudo perfeitamente no lugar, para depois desmontar "SEM brincar".
As dores nas pernas, por causa do famoso 'Elástico': (Dentro, pisa, fora e sai)
Cantava, chorava e ria, ria muito!
Fatos inesquecíveis, histórias maravilhosas que poucas pessoas entendem.
O tombo de bicicleta por causa de um marimbondo mirabolante que bate em testas.
O andar descalço sem se preocupar com nada.
Se matando para pegar pitanga na vizinha.
Ah..saudade, saudade da escola primária, do cheiro de giz de cera, da massinha.
Saudades dos tempos que se foram e não voltam, época feliz, que vou levar para sempre comigo.

Aline Sormani

Infancia

Criança pequena
Criança culta
Criança grande
Criança adulta


Criança inteligente
Criança complicada
Criança adolescente
Criança enjoada


Criança alegre
Criança curiosa
Criança humilde
Criança vaidosa


Criança criativa
Criança silenciosa
Criança hiperativa
Criança cuidadosa


Criança simples
Simples criança
Criança que cresce
que sofre mudança


Aprende
desenha
Escreve
Se empenhe


Erra
Bagunça
Acredita
Inventa
Brinca de tudo
Mais não se contenta


Fase importante
Mundo invisível
Lagrima que marca
O perfeito sorriso


Infância faz parte da vida
Impossível de adiar
Viva a infância
antes de acabar


o tempo sempre passa
e passa nessa fase
e se hoje vive como adulto
amanha terá saudade


de tudo o que não fez
tudo que podia fazer
tudo isso resultado
da pressa de crescer .

Alessandra Froes

Saudade, quem não tem? Seja de um amigo, um lugar, uma cidade, de alguém que ja se foi, da infancia, do colo de mãe, do mimo de pai. Saudade, ninguem sabe da onde vem, nem pra onde vai, mais quem a tem, sabe como dói.
Saudade de um passado, de um momento, de um lugar, saudade dificil explicar. Um sentimento que pode doer ou pode alegrar. Saudade será apenas saudade !
Saudade pra que existe ? Seja em momentos bons ou ruins sempre existirá a saudade para nos fazer lembrar !

juNiicolau

Saudade da Infância

A infância em que não se tinha problemas em misturar meninas com meninos no mesmo dormitório.

A infância em que a internet não podia substituir o contato com os amigos.

A infância em que a briga entre amigos durava apenas 1 dia.

A infância em que a novidade da semana era o novo colega de sala.

A infância em que a grande conquista era completar o álbum de figurinhas.

A infância em que tínhamos raiva por não entender o comportamento das pessoas que se comportavam como eu e você nos comportamos hoje.

Paulo Henrique Antunes de Almeida Moura

Infância ...
‎... agora é apenas uma palavra de 9 caracteres.

Nove sim! Olha o chapeuzinho do vovô ali.

Milena Leão

E ela me conhece, completa, como um amigo de infância, um amor da adolescência...
É como se soubesse todos os meus medos, segredos e sonhos.
Ela lê minha alma, e eu vejo tanta doçura naquele olhar...
E que a paixão, seja amor.
Que o amor torne-se amizade...
E a vida... e Deus, se for da Sua vontade unir essas almas,
Torne amizade amor.

Desconhecido

Chorar só se for de rir
Sofrer, nem de brincadeira
E saudade, só se for da infância

Desconhecido

Não recomponhas
tua sepultada e merencória infância.
Não osciles entre o espelho e a
memória em dissipação.
Que se dissipou, não era poesia.
Que se partiu, cristal não era.

Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.

Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema. Aceita-o
como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
no espaço.

Carlos Drummond de Andrade