Poema de Mae pra seu Filho Recem Nascido

Cerca de 4567 poema de Mae pra seu Filho Recem Nascido

Finitude! Mãe terna e eterna
Prepara-te para receber teu filho
Já completei meu ciclo ...

Hunaldo

confissão

Quando eu morrer, Mãe,
esqueçe este filho
tão triste, tão pobre,
que só pede uma planta no túmulo.
Quanto eu morrer, Mãe.
tudo o que peço é uma oração crepuscular.
Quanto eu morrer, Mãe,
perdoa a falsa alegria,
o riso gratuito,
a alegria postiça,
que escondia uma tristeza tão grande
que você, Mãe, nunca suspeitou.
Quando eu morrer, Mãe,
perdoa os erros todos deste filho
que nunca deixou de ser criança

Milton Dias

Que todo homem seja um pai...
a quem o filho possa dizer:
- Pai; você é uma mãe!...

Demétrio Sena - Magé-RJ.

Brigas de família

Mãe, para! filho, calado!
Choros; no berço do bêbe, que se acostuma com a gritaria .
No quarto a filha mais novo coloca o travesseiro por cima do rosto para não ouvir aquele debalde fraterno.
Estas brigas de família por muitas são rotinas, por outras sinal de desavança.
O que será que ocasiona estes disturbios incomuns dentre queridos e amados.
Acredito que as brigas são um aviso de uma rachadura nas colunas que sustentam a base famíliar. E que por muitas vezes mechida taz a ruína aquela harmonia de uma relação conjugal.
se bem que uns dizem que relacionar-se sem brigas, significa desconfiança,insegurança e medo de perca.
Que haja então brigas, mas que no seu devido controle, não tente usurpar a alegria dos momentos familiares, nem mesmo frustar o amor em carinhos fraternos.

WESLLEY HEIMARD

O pai e a mãe no seu quarto a portas trancadas, televisão ligada, isolados em seu mundo.

O filho em seu quarto, música tocando, jogos online, portas trancadas, escondendo-se em seu mundo.
A filha em seu quarto, redes sociais, enganando-se em seu mundo.

Lá fora, seus vizinhos fazendo o mesmo.

Na rua não se encontram mais amigos, na internet estão todos online.
Na rua se encontram muitos colegas, pra sair e beber, pra curtir e se divertir, pra mentir aos pais, pra dar o primeiro trago e o primeiro gole.

Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus.
Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo.
Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não fizerem alguém tropeçar.
Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência.
Provérbios 4:14-17

Dizem que a tecnologia aproxima.
Dizem que ela vicia, cria dependentes.

Marlon Ribeiro Teixeira

A dor de uma mãe, volta meu filho

Volta meu tesouro
Volta
Volta que mamãe cantará no bosque
Volta não dorme na horta
Volta vou cantar para as aves
Volta
Volta é você minha alma
Volta lá não tem tristeza
Volta meu filho querido, mamãe te ama tanto
Volta
Volta reabra os olhos
Volta para mamãe
Volta vem ouvir o som do pardal e ouvir minha doce voz
Volta...
Um grito de dor, um choro tenebroso, uma alma que morreu mesma viva, um grito tal alto que mesmo no final do Universo escutara...E seu filho foi morar no horizonte...

Joemar Rios

De tudo, o mais sagrado;
é o amor da mãe que se faz arrimo
e escudo ao filho que lhe promove a dor,
desde o nascer.

Eduardo Aques

TV Demais...

- Mãe! O mano tá falando palavrão!
- Que palavrão, filho?
- Pi, piii, piiiiiiii!

(Verídico...).

Francismar Prestes Leal

Pedro, O Filósofo...

- Mãe, eu sei quem foi que chorou primeiro!

- É, meu filho? Quem foi?

- Foi Deus, mãe!

Após um breve silêncio:

- Pensando bem, deve ter sido os pais Dele...

(Verídico, mesmo...).

Francismar Prestes Leal

Sinal da Cruz...

Em nome do Pai, do Filho...
Mãe! De que lado fica
O Espírito Santo?

Francismar Prestes Leal

A mãe olha o filho
By wclledjaaraujo
E tende a olhar fixamente. Como se aquele pedaço de gente fizesse com que todo seu passado se transportasse para o presente.
Olha atenta. E mesmo que tudo a sua volta lhe diga para notar detalhes, prestar atenção em coisas alheias, ela olha o filho.
E olha para ele como se olhasse para o futuro um futuro do qual ela nada sabe. e nada pode prever. Futuro que ela quer ver.
Ela vê aquele ser que ainda precisa tanto dela como alguém que um dia não irá precisar.
Como alguém que um dia não vai mais procurar.
A mãe olha o filho como quem vê a se. Como quem vê seu fruto. Como quem vê algo que ela quer conhecer. E ver crescer.
E não importa o que aconteça, a mãe olha o filho.

Wclledja Araujo

Querida mãe

Tu esteve aos pés da cruz, chorou e sofreu com o sofrimento de teu filho. Mas tu com fé foi confiante em Deus; E Quando teu filho nos ofereceu a ti, como teus filhos e filha, tu não negou, mas sim nos aceitou.
Por isso Mãe, ajude nos a caminhar na luz de teu filho Jesus. para que assim possamos construir um mundo cheio de amor e paz.
Nós te ofertamos nesta tarde, todo nosso carinho e gratidão, obrigado querida mãe.

Devanir v silva

Homem mata ex-mulher = tadinho, é donça...
mãe mata filho(a) = a lei não julga como deve, pqe é doença...
amigo mata melhor amigo = coitado, sofre de esquisofrenia...
Como diz a música: Que país é esse ?!

Nayla Mendes

Valores

Algum motivo tens para chorares filho?
Sim mãe, matei o meu passarinho.
Mataste- o tu, covardemente
Por teres mirado o teu estilingue a ele.
Não mãe, não mirei no meu pequeno passarinho
O meu ponto de mira era o Pedrinho
Que se diz meu amigo
Mas roubou o meu passarinho.

Maria da Penha Boina

FILHO PREDILETO


Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava.

E ela, deixando entrever um sorriso, respondeu:
"Nada é mais volúvel que um coração de mãe.

E, como mãe, lhe respondo: o filho dileto, aquele a quem me dedico de corpo e alma...

É o meu filho doente, até que sare.
O que partiu, até que volte.

O que está cansado, até que descanse.
O que está com fome, até que se alimente.
O que está com sede, até que beba.
.





O que está estudando, até que aprenda.
O que está nu, até que se vista.
O que não trabalha, até que se empregue.

O que namora, até que se case.
O que casa, até que conviva.

O que é pai, até que os crie.
O que prometeu, até que se cumpra.
O que deve, até que pague.
O que chora, até que cale.

E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou:
O que já me deixou...
...até que o reencontre...

Erma Bombeck

Particularidades Do Meu Ser!

Minha mãe é a lua,
Sou irmão de todas as estrelas,
Filho primogénito do sol,
Neto do ar,
Condão do luar,
Sobrinho do vento.

Eu sou enteado da terra,
Acórdão do céu,
Reverso do arco-iris,
Vizinho de uma formiga,
Advogado das borboletas,
Pai coruja de um beija-flor,

(...) Sou poeira esquecida
nas gavetas de um trovão,
sei que pareço ser estranho,
mas isso pouco importa, pois não?
Porque,apesar de tudo,

Eu Sou Poeta de coração.

Morgado Mbalate

Morgado Mbalate

DIA DAS MÃES

À você Mãe!
À você Mãe que gerou seu filho no coração, ficou esperando a "Bolsa estourar", mas já o amava!
À você mãe que gerou o filho no seu ventre: quanto amor!
À você Mãe que perdeu seu filho de um modo trágico!
À você Mãe idosa que é amparada com carinho por seus filhos!
À você Mãe que sabe que seus filhos só a visitam por obrigação e nunca deixou de amá-los!
À você Mãe que sustentou seus filhos sozinha!
À você Pai que teve que fazer o papel de Mãe!
À você Filha-Mãe que acalentou sua Mãe nos braços enquando ela chorava!
À você que não tem filho, mas é Mãe quando alguém precisa!
À você Mãe Humana ou Animal!
FELIZ DIA DAS MÃES!

VALDELICE BACIC

DIA DAS MÃES

À você Mãe!
À você Mãe que gerou seu filho no coração, ficou esperando a "Bolsa estourar", mas já o amava!
À você mãe que gerou o filho no seu ventre: quanto amor!
À você Mãe que perdeu seu filho de um modo trágico!
À você Mãe idosa que é amparada com carinho por seus filhos!
À você Mãe que sabe que seus filhos só a visitam por obrigação e nunca deixou de amá-los!
À você Mãe que sustentou seus filhos sozinha!
À você Pai que teve que fazer o papel de Mãe!
À você Filha-Mãe que acalentou sua Mãe nos braços enquanto ela chorava!
À você que não tem filho, mas é Mãe quando alguém precisa!
À você Mãe Humana ou Animal!
FELIZ DIA DAS MÃES!

VALDELICE BACIC

Vizinhança Globalizada
"Num fui eu mãe, mais não fui eu mãe" é o mais filho.
"Vou descobrir onde é esse cachorro que deixam sozinho e late sem parar".
Vizinho de lá é de cá, lembra Mafuf e seu eterno "num fui eu", please, Sorry American JUSTICE...

bin é caixa de arcos!

Bindes, Fá - vizinhança

Chora o menino, filho do mundo
Sem mãe nem pai, um corpo desnudo

Rosto em lágrimas e lama
Faz do nosso chão, sua cama
A bandeira nacional, cobertor
Única companhia, desafeto e amor

Trocando a alma por migalhas de pão
Alimenta-se de nuvens, sonhos e ilusão

Sorrindo para quem lhe renega
Assiste a dita classe média
Reivindicar sua morada

As tais senhoras e senhores
choram à mesma cena nas novelas
pois a ficção não dorme em sua calçada

Gustavo Matheus