Poema Concreto a Chuva e o Vento

Cerca de 213 poema Concreto a Chuva e o Vento

As lágrimas e os meus sentimentos
são da chuva e do vento
são o corpo e alma, dor, raiva,
solidão, saudade e angustia,
Choro como a tempestade de sentimentos,
porque é assim que estou por dentro,
lágrimas caídas do céu, são da liberdade
vivida, sentida e talvez esquecidas
gotas de água, puras e cristalinas..!!

MariaIsabelMoraisRF

Tornou-se amiga da chuva,
das estrelas, do sol
da lua e do vento
que lhe faziam companhia
e ouviam seus versos
assinados sempre,
natureza.
do meu poema - Assinado, natureza

Erotildes Vittoria

Palavras ditas ao vento....
escritas na alma, no corpo..
páginas deitadas na areia da praia
chuva de lágrimas em forma de lírios...
perdidos no meio da tempestade.....
orvalho de gotas soltas, esquecidas...
palavras escritas, ditas, perdidas..
páginas em branco, sem serem lidas..
sem sentimentos, sem dor ou lamento...
pranto do corpo ferido, angustiado e sofrido..
podre imundo, profundo, imperfeito e negro...!!!

IsabelMoraisRibeiro

Quando vento eu for, não poderás mais me tocar apenas sentir...
Quando chuva eu for, cairei sobre ti e não mais poderás me segurar...
Então deslizarei em teu corpo tocando suavemente tua pele chegando até o chão...
Onde sumirei na terra, para morrer na mais absoluta solidão...

Marcos O. Pimentel

Gosto de sentir o vento a passar…
Da chuva a cair…do tempo a ir e a vir

Viver as sensações e os momentos
Do encantamento como um sonho.

Cheio de presenças com emoções…
Da realidade cheia de incertezas...

Do fascínio que a vida ensina,vivo hoje.
Agora…cada momento com toda a intensidade.!!

IsabelMoraisRibeiro

PÉ DE ROSA

Eu não queria que o vento ferisse essa rosa
Que a chuva as suas pétalas molhasse,
Queria a somente rosa
Pairando sobre a eternidade.

Queria que todos os movimentos
Envolta dela cessassem,
Que o tempo fosse vago
E ela a realidade,

Um lugar vazio de saudade,
Assim a teria para sempre
Como a vejo agora na flor da idade,

Cheia de vida, tão bela,
Á cópula de um olhar completo,
A glória, de uma derrota interna.

R. S. JABIS

R. S. JABIS

A chuva pode ser calma
Assim como o vento é intenso
O mar pode ser profundo
Assim como deserto é imenso
O horizonte pode ser distante
Assim como o céu é infinito
Mas no coração de quem sonha
Só uma existência não é o bastante
Eu quero viver muito mais que uma vida
Nessa mesma vida

Marcus Patrick Pens

A lua brilhar
O vento refresca
As estrelas confessão que você é perfeita
O barulho da chuva entre raios e trovões,servem para trazer inspirações

A os galhos secos que caí das árvores
Das manhãs frias,das tardes quentes,
das noites belas...
me fazem lembrar você!
Um carinho a tantos sorrisos,
a tantos beijos e abraços apertados

Entre o sol e a terra
Entre a lua e o mar
me fazem sonhar..

Yohan Nambar

Domingo cinzento
Dia nublado
Tarde de chuva
Pela janela passa o vento
E a melancolia mora ao lado

Marcus Patrick Pens

Título:
Amar é ....

Amar é enfrentar o mundo... as distâncias ...a chuva..o vento, o sol... as tempestades.

Amar é ...enfrentar as diferenças...as tradições ..as religiões...as discriminações....para estar e ficar ao lado de quem nos ama e a quem amamos tambem!!
Amar é.....simplesmente amar e ser feliz !
è isso ...simples e real, basta querer , lutar e amar !
Autor:
Gilberto Braga

Gilberto Braga, cerimonialista, celebrante de caasamentos,locutor..

Vagando sozinho na solidão do pensamento,
sentido na pele a chuva e na janela apenas o vento.
Um sopro de saudade,misturado ao cheiro dos lençóis
olhos negros como a noite, sorriso de menina,
lábios encantadores, perigo à vista, risco de prender-me
nesses beijos...

Elton Jhon

É você

Sou como ar livre
como o vento forte
sou chuva que cai
preciso com você estar
seja lá aonde for
você me faz feliz
aprendi mil e uma maravilhas com você
e ensinei também mil pra você
nossa paixão é linda
como sol de verão
amo te amar e viver esse amor
atualmente sou feliz
como nunca havia sido
vivo esse amor nuclear
essa paixão explosiva
profundamente dentro do meu ser
e a maior razão de eu estar feliz
é você meu lindo amor

Bruna Abrantes de Almeida

A chuva – Rafael Rocha
05/08/2012

A chuva cai
E logo o vento se vai
Vai e volta e traz junto
Um pouco de paixão
Cigarros largados no meu chão
Volta o vento e traz junto
As folhas da primavera
Que se deixaram pelo mundo
No jardim não há vida
Além do espírito das rosas
Um jardim sem saída
Um santuário de memórias mortas
Túmulos de palavras prontas
Talvez eu tenha errado
Em ter me cegado
Mas não errei
Em ter me apaixonado.

Um homem como eu
Dizia que o amor não existe
Somente para fugir da verdade
Que precisaria amar para viver
Movido pelos traumas
De uma pessoa errada
Essa é a maldade do amor
Ter que sorrir em meio á dor.

O homem colhia tristeza das estrelas
E regava suas flores com suas lágrimas
Esperanças não lhe faltavam
O amor que tantos matavam
O fazia pensar se deveria amar
Ou se devia somente chorar
Nada o fazia entender
Porque deveria viver
Viver para a vida compensar
Viver por alguém
Alguém que se deve amar.





Olhava seu jardim
Da janela embaçada
De seu quarto fechado
Com sua porta trancada
Fechava o coração
Para não ver a chuva
Que em cada gota
Trazia um beijo sujo
Memórias cruéis que mataram esse homem
Que tanto se entregou
Somente por amor
Amores errados
Pessoas erradas
Esse é o desafio de viver
Ame e tente sobreviver
E se você um dia conseguir
Saiba que estou aqui
Para sempre lhe lembrar
Não custa nada
Tentar amar.

Rafael Valladão Rocha

"E mais uma noite,vou
dormir tranquila... Ouvindo
a chuva no telhado,sentind
o o vento frio entrar pela
janela pensando em mais
um dia que se vai. Se vai
com a certeza que diz o que
pude hoje. Falei pra quem
gosto o que sinto,abracei
amigos,sorri com
eles...tremi e senti o coração
acelerar ao ver alguém
especial chegar perto.
Tomei as decisões certas pra
hoje. Tudo certo. Sem
nenhum sentimento ruim
no meu coração,nenhuma
mágoa,nenhum
ressentimento. Nada de
ruim. O que passou
passou,o que fez mal ficou
pra trás. Não tem espaço
pra sentimento ruim no
meu coração não. Tudo tem
um motivo e de cada erro
tiro uma lição. E procuro
aprender pra não acabar
repetindo... Mais um dia...
Chove... Faz frio... To aqui.
Confesso que não
exatamente no lugar que
eu gostaria,mas nem por
isso to triste. Tá tudo bem.
Vai ficar melhor? Vai sim.
Tenho certeza. Tenho fé que
é o que mais importa. Mais
um dia... Mais algumas
lições pra anotar,mais
alguns sorrisos,mais
algumas lembranças pra
guardar! E mais amor no
coração... Cada dia mais.
Venha o que vier. Afinal
estamos aí pra que? Pra
assistir a vida passar?
Não,nem pensar. Somos
protagonistas. Estamos aí
pra viver."

Helen Machado

As estrelas, a chuva e o vento,
Vêm tingir os sonhos de realidade.
Encontraremos cores perdidas no tempo
E nos ressuscitar em qualquer idade.

Clener Costa

Anjo
Sou a chuva que cai,
e molha teu coração
Sou o vento que sopra,
e leva tua solidão
Sou a estrela que brilha,
te mostrando a verdade
Sou um anjo realizado,
por te trazer felicidade

Rodolfo Rodrigues dos Santos

Amante do vento e também do cheiro da chuva;
Amante do outono e também de aves à partir o espaço.
Amante de folhas secas, de cavalos e sonhos alados.

Elizabeth W

O dia é cinza... O vento passa como uma sombra sem deixar rastros
A chuva é fria... Os sentimentos vagam no subconsciente a pensar
O silêncio é nostalgia... As palavras guardadas num pequeno espaço
A tarde é vazia... Como a melancolia solta no ar

Marcus Patrick Pens

Chuva de vento
Dança das águas
O chão antes seco
Embebeda-se
E nada. E nada.

RebecaMelo.

Hoje nada mais se move,
apenas voa o vento.
Hoje nada mais chora,
apenas cai a chuva.
Hoje parece que já está
esquecido e morto.
Hoje parece que tudo acabou
numa tragédia trágica que ninguém chorou.
Hoje estão voando os vagalumes
ao redor da lampada à procura da lua.
Hoje estão nadando os peixes
sob a correnteza que os leva e liberta.
Hoje já se tornou uma página,
umas página de um livro,
um livro que todos leram,
e de tanto ler já esqueceram,
sozinho em suas estantes,
estantes da memória.
Por favor, faça-me lembrar,
lembrar de hoje.
Por favor, lembre-me de fazer,
fazer o amanhã como se fosse hoje.

Caio Jvn