Poema Concreto a Chuva e o Vento

Cerca de 214 poema Concreto a Chuva e o Vento

"O amor, quando é amor... 
A chuva não molha
O vento não leva
O tempo não apaga
A distância naum o destrói e sim aumenta imensamente a voltade de mas e mas amar pois quem ama senti saudade "

Paulo love

NENHUM TEMPO
Nenhum momento,
Nenhuma chuva,
Nenhum vento,
Nenhum sol,
Nenhuma lua,
Nenhuma rua,
Nada e ninguém,
Daqui ou do além
Vai me fazer esquecer
Do que tão bonito vivi,
Do que infinito eu senti,
Com este guri que bem
Aqui conheci, que amar
Eu aprendi e que ainda
Tanto amo e clamo bem
Além do plano humano!
Guria da Poesia Gaúcha

Guria da Poesia Gaúcha

Que o nosso lar seja um ninho de amor..
de respeito e confiança.!
A chuva e o vento sejam a nossa esperança...
O cheiro do perfume das flores seja o nosso viver.!
Os grãos de areia sejam como os passos da nossa vida.!
Que nunca tenhamos medo de voar bem alto.!
Que as gotas do orvalho sejam a nossa brisa ao amanhecer.!
O nosso amor seja o canto da nossa canção.....
ao ouvir as ondas do mar.!
Os filhos são como as flores na nossa vida.....
eles são a benção de Deus!!

isabelRibeiroFonseca

Quando o vento soprava meus cabelos...e sentia o cheiro do orvalho...o cheiro da chuva...o gosto na boca da brisa...tudo era incrível...e trazia um estase de prazer...
isso era minha infancia.
01-02-05

marilymerirabrandao

Rezo o meu rosário.
Sopra o vento e eu não oiço.
A chuva cai nos canteiros.
O aroma a terra molhada.
A fragrância perfumada da natureza
Peço a Deus entre as contas do rosário
Senhor, a tristeza deixou um rastro no meu coração
A minha alma tem um ninho de dor e solidão
Rezo o rosário e adormeço com ele na mão.!!

MariaIsabelMoraisRF

O mar diz que ama o sol....
O sol nasce e diz que ama o vento
O vento diz que ama a chuva
A chuva que eu tanto amo
Esconde as nossas lágrimas de amor
De saudade e de dor..
Deixando o aroma suave da natureza
Terra molhada e seca onde andam os nossos pés
Por caminhos, trilhos,
ruas estreitas da nossa dor e amor.!!

MariaIsabelMoraisRF

Que venha:
O vento que trás a chuva,
O sol que nos ilumina,
O ar para respirarmos,
O tempo para aprender,
A vida para crescer,
E o amor que há de florescer.

Jorge Tolim

Perdi-me em tempestades......temporais....
De vento....chuva.....e neve fria.....
Murmurantes vozes....ouvidas...
No refúgio das minhas noites negras....
Carregadas de esperança....
Onde carrego as dores....de quem quer nascer......
Afago as ondas.... do mar aberto......
Escondido nas profundezas....
Do meu corpo...... da minha carne....
Onde tatuas-te na minha pele....o teu nome...
Encontro-me nas noites frias de cansaço...
Deixo- me seduzir pelos.... meus silêncios anônimos...
Percorro todos os gestos mudos....
E infindáveis abismos laterais....do teu corpo....
Perdi-me em temporais....
De vento....chuva.....fria.....
Onde tatuas-te na minha pele....o teu nome.....de desejo ardente...!!!

IsabelMoraisRibeiro

La fora tem uma chuva mansa
caindo de pouco em pouco...
Até parece uma dança
deixando o vento louco...

mel - ((*_*))

melanialudwig

Palavras ditas ao vento....
escritas na alma, no corpo..
páginas deitadas na areia da praia
chuva de lágrimas em forma de lírios...
perdidos no meio da tempestade.....
orvalho de gotas soltas, esquecidas...
palavras escritas, ditas, perdidas..
páginas em branco, sem serem lidas..
sem sentimentos, sem dor ou lamento...
pranto do corpo ferido, angustiado e sofrido..
podre imundo, profundo, imperfeito e negro...!!!

IsabelMoraisRibeiro

Quando vento eu for, não poderás mais me tocar apenas sentir...
Quando chuva eu for, cairei sobre ti e não mais poderás me segurar...
Então deslizarei em teu corpo tocando suavemente tua pele chegando até o chão...
Onde sumirei na terra, para morrer na mais absoluta solidão...

Marcos O. Pimentel

Gosto de sentir o vento a passar…
Da chuva a cair…do tempo a ir e a vir

Viver as sensações e os momentos
Do encantamento como um sonho.

Cheio de presenças com emoções…
Da realidade cheia de incertezas...

Do fascínio que a vida ensina,vivo hoje.
Agora…cada momento com toda a intensidade.!!

IsabelMoraisRibeiro

PÉ DE ROSA

Eu não queria que o vento ferisse essa rosa
Que a chuva as suas pétalas molhasse,
Queria a somente rosa
Pairando sobre a eternidade.

Queria que todos os movimentos
Envolta dela cessassem,
Que o tempo fosse vago
E ela a realidade,

Um lugar vazio de saudade,
Assim a teria para sempre
Como a vejo agora na flor da idade,

Cheia de vida, tão bela,
Á cópula de um olhar completo,
A glória, de uma derrota interna.

R. S. JABIS

R. S. JABIS

Como eu tive medo de me apaixonar. E o seu amor foi assim: Como o tempo, que usa a chuva e o vento pra moldar rochas, tecendo novas paisagens.

Hoje tudo que eu tenho é frio, e essa madrugada de solstício que se perdura por mil anos (...)

- Apenas Sendo

Apenas Sendo

A seca.

A seca trás sofrimento
a chuva nem piedade
o verde se foi no vento
e o gado deixou saudade
aqui se falta alimento
mas sobra dignidade

Guibson Medeiros

O desprezo não doi, um vento
frio e cortante, há garotas
que é uma chuva de verão,
aquece o espirito.

rafael ladeia

Palavras ditas, não ditas, escritas
nos dias silenciosos, à chuva ao vento
onde partimos as correntes de ninguém
alguém perdido, esquecido no tempo.!!

IsabelMoraisRibeiro

Se quiseres encontrar-me ...
e não souberes...
procura-me na chuva....no vento
que acaricia-te e beija-te na face.!

MariaIsabelMoraisRF

Você é a vela, o amor é a chama
Um fogo que arde através do vento e da chuva
Brilhe a vossa luz sobre este meu coração
'Até o fim dos tempos

Você veio para mim como a aurora através da noite
Apenas brilhando como o sol
para fora dos meus sonhos e na minha vida
Você é a única, você é a única.

Disse que te amava, mas eu menti
Porque isso é mais do que o amor que eu sinto por dentro
Disse que te amava, mas eu estava errado
Porque o amor pode nunca, jamais, me sinto tão forte.

Lenildo Silva

TEMPO

A CHUVA COMO AS LÁGRIMAS, PODEM TRAZER MÁGOAS
O VENTO COMO O SUSPIRO, PODEM PREVER DECEPÇÕES
O GRANIZO COMO AS PALAVRAS, PODEM MACHUCAR ALMAS
A NEVE COMO A FRIEZA, PODEM MACHUCAR CORAÇÕES

SOFREMOS DE TEMPOS EM TEMPOS
CHORAMOS POR UM INVERNO SEM FIM
MAIS NA MANHÃ AO ABRIR A PORTA

O SOL COMO O SORRISO, PODEM TRAZER A FELICIDADE PRA MIM

Por Carlos Santos Guimarães

Carlos Santos Guimarães