Poema Concreto a Chuva e o Vento

Cerca de 195 poema Concreto a Chuva e o Vento

Saudades...
Despertei com som de uma chuva torrencial... O vento sussurrava e eu pensando em você.
E todas as lágrimas que você chorou, chamavam por mim. E quando você precisou de mim, eu correspondi...
Eu desenho um quadro dos dias que passaram... Quando o amor ficou cego e você me fazia ver.
Eu ficaria uma vida inteira em seus olhos azuis.... Assim eu sabia que você estava lá por mim,
Vez após vez, você estava lá para mim. Lembrei-me, ontem andando de mãos dadas naquelas calçadas do meu bairro.
Redesenhando e seguindo as curvas dos desenhos da calçada...
Emails de amor na internet, sim eu me lembro de você baby.... Quantas noite passamos conversando online...
Hoje através das noites sem dormir, e a cada dia interminável...
Eu queria ouvir você dizer, eu me lembro de você, eu sinto sua falta, eu quero você...
Nós passamos dias naquele quarto. Queria que sempre fosse assim...
Eu podia sentir você dizer "eu te amo baby" sem emitir um som
Eu disse que daria minha vida por apenas uns momentos contigo.
Eu viveria por seu sorriso e morreria por seus beijos.
Através das noites sem dormir, dias intermináveis.
Eu queria só ouvir você dizer, eu lembro de você, eu me importo com você.
Nós tivemos nossa porção de momentos difíceis... Mas esse é o preço que a gente paga.
Apesar de tudo mantivemos a promessa que fizemos.....Eu juro que você nunca estará sozinho.
Despertei com o som de uma chuva torrencial... Que levou um sonho com você.
Porém nada mais poderia afastar você de mim.... Porque você sempre será meu sonho... Eu te amo baby!

Nice Teixeira Moore.

Soneto XXXVIII

Quando a chuva cessava e um vento fino
franzia a tarde tímida e lavada,
eu saía a brincar, pela calçada,
nos meus tempos felizes de menino.

Fazia, de papel, toda uma armada,
e estendendo meu braço pequenino,
eu soltava os barquinhos, sem destino.
ao longo das sarjetas, na enxurrada...

Fiquei moço. E hoje sei, pensando neles,
que não são barcos de ouro os meus ideais:
são de papel, são como aqueles,

perfeitamente, exatamente iguais...
_Que meus barquinhos, lá se foram eles!
Foram-se embora e não voltaram mais!

Guilherme de Almeida

A chuva – Rafael Rocha
05/08/2012

A chuva cai
E logo o vento se vai
Vai e volta e traz junto
Um pouco de paixão
Cigarros largados no meu chão
Volta o vento e traz junto
As folhas da primavera
Que se deixaram pelo mundo
No jardim não há vida
Além do espírito das rosas
Um jardim sem saída
Um santuário de memórias mortas
Túmulos de palavras prontas
Talvez eu tenha errado
Em ter me cegado
Mas não errei
Em ter me apaixonado.

Um homem como eu
Dizia que o amor não existe
Somente para fugir da verdade
Que precisaria amar para viver
Movido pelos traumas
De uma pessoa errada
Essa é a maldade do amor
Ter que sorrir em meio á dor.

O homem colhia tristeza das estrelas
E regava suas flores com suas lágrimas
Esperanças não lhe faltavam
O amor que tantos matavam
O fazia pensar se deveria amar
Ou se devia somente chorar
Nada o fazia entender
Porque deveria viver
Viver para a vida compensar
Viver por alguém
Alguém que se deve amar.





Olhava seu jardim
Da janela embaçada
De seu quarto fechado
Com sua porta trancada
Fechava o coração
Para não ver a chuva
Que em cada gota
Trazia um beijo sujo
Memórias cruéis que mataram esse homem
Que tanto se entregou
Somente por amor
Amores errados
Pessoas erradas
Esse é o desafio de viver
Ame e tente sobreviver
E se você um dia conseguir
Saiba que estou aqui
Para sempre lhe lembrar
Não custa nada
Tentar amar.

Rafael Valladão Rocha

"E mais uma noite,vou
dormir tranquila... Ouvindo
a chuva no telhado,sentind
o o vento frio entrar pela
janela pensando em mais
um dia que se vai. Se vai
com a certeza que diz o que
pude hoje. Falei pra quem
gosto o que sinto,abracei
amigos,sorri com
eles...tremi e senti o coração
acelerar ao ver alguém
especial chegar perto.
Tomei as decisões certas pra
hoje. Tudo certo. Sem
nenhum sentimento ruim
no meu coração,nenhuma
mágoa,nenhum
ressentimento. Nada de
ruim. O que passou
passou,o que fez mal ficou
pra trás. Não tem espaço
pra sentimento ruim no
meu coração não. Tudo tem
um motivo e de cada erro
tiro uma lição. E procuro
aprender pra não acabar
repetindo... Mais um dia...
Chove... Faz frio... To aqui.
Confesso que não
exatamente no lugar que
eu gostaria,mas nem por
isso to triste. Tá tudo bem.
Vai ficar melhor? Vai sim.
Tenho certeza. Tenho fé que
é o que mais importa. Mais
um dia... Mais algumas
lições pra anotar,mais
alguns sorrisos,mais
algumas lembranças pra
guardar! E mais amor no
coração... Cada dia mais.
Venha o que vier. Afinal
estamos aí pra que? Pra
assistir a vida passar?
Não,nem pensar. Somos
protagonistas. Estamos aí
pra viver."

Helen Machado

Amante do vento e também do cheiro da chuva;
Amante do outono e também de aves à partir o espaço.
Amante de folhas secas, de cavalos e sonhos alados.

Elizabeth W

O dia é cinza... O vento passa como uma sombra sem deixar rastros
A chuva é fria... Os sentimentos vagam no subconsciente a pensar
O silêncio é nostalgia... As palavras guardadas num pequeno espaço
A tarde é vazia... Como a melancolia solta no ar

Marcus Patrick Pens

Chuva de vento
Dança das águas
O chão antes seco
Embebeda-se
E nada. E nada.

RebecaMelo.

É você

Sou como ar livre
como o vento forte
sou chuva que cai
preciso com você estar
seja lá aonde for
você me faz feliz
aprendi mil e uma maravilhas com você
e ensinei também mil pra você
nossa paixão é linda
como sol de verão
amo te amar e viver esse amor
atualmente sou feliz
como nunca havia sido
vivo esse amor nuclear
essa paixão explosiva
profundamente dentro do meu ser
e a maior razão de eu estar feliz
é você meu lindo amor

Bruna Abrantes de Almeida

Hoje nada mais se move,
apenas voa o vento.
Hoje nada mais chora,
apenas cai a chuva.
Hoje parece que já está
esquecido e morto.
Hoje parece que tudo acabou
numa tragédia trágica que ninguém chorou.
Hoje estão voando os vagalumes
ao redor da lampada à procura da lua.
Hoje estão nadando os peixes
sob a correnteza que os leva e liberta.
Hoje já se tornou uma página,
umas página de um livro,
um livro que todos leram,
e de tanto ler já esqueceram,
sozinho em suas estantes,
estantes da memória.
Por favor, faça-me lembrar,
lembrar de hoje.
Por favor, lembre-me de fazer,
fazer o amanhã como se fosse hoje.

Caio Jvn

Belo dia é aquele que acorda cinza...
Ao soprar do vento...
Enquanto a chuva cai...
No gosto do frio...
E nesse ar de melancolia, tudo sempre é inspiração!

Marcus Patrick Pens

Lá vem a chuva, do firmamento.
Rasgando o espaço, seguindo o vento.
Trazendo a paz quando em calmaria,
Ou preocupação, se em demasia.

Mel

Quando vejo a chuva caindo ao meio, ora molhando ora gelando, com um pé de vento que a faz deitar por sobre o chão de barro de uma garagem sozinha longe da casa, me pergunto!
Porque tenho eu que estar aqui? como aconteceu?
Estando só, eu não ficaria parado.
Quando a chuva começou?
Isso é uma fase da colheita do que foi plantado logo passa!

José Marcos Mantovan

Quero tomar banho de chuva, quero lavar a alma e quero sentir aquele frio na espinha quando o vento bate com a água fazendo a pele arrepiar.
Quero que faça sentindo tudo o que disse e o que ainda tenho a dizer.
Quero troca beijos e olhares. Mãos entrelaçadas e todo o resto, tudo o que eu puder ter.
Quero nostalgia em cheiros.
Quero a verdade sobre os sentimentos e sobre as pessoas.
Quero a certeza de todo uma vida e mesmo que demore, eu quero você nessa vida.

Rafaella Kristinne

As estrelas, a chuva e o vento,
Vêm tingir os sonhos de realidade.
Encontraremos cores perdidas no tempo
E nos ressuscitar em qualquer idade.

Clener Costa

Anjo
Sou a chuva que cai,
e molha teu coração
Sou o vento que sopra,
e leva tua solidão
Sou a estrela que brilha,
te mostrando a verdade
Sou um anjo realizado,
por te trazer felicidade

Rodolfo Rodrigues dos Santos

O vento em minha solidão me abraçando
Faz com que eu me sinta melhor.
A chuva comigo chorando
Não me deixa sofrer só.
Os pássaros em meu lamento cantando
Ajuda-me a levantar.
A esperança no olhar de uma criança
Motiva-me a lutar.

Rockwell Lima

Ser

Sou vento que te despenteia
Sou sol que te sombreia
Sou gotas de chuva que molha tua face
Sou o calor que te esquenta
Sou saudade, silêncio, vontade
Por definição- Sou você
Pois sem você- Não sou EU

Magali Tavares

Macabéa
A chuva não cai
O vento não venta
O tempo não passa
O sono não chega

Venha antes que eu esqueça
Que sou algo mais do que da vida uma espera
Quando no enterro do que eu fora
Na minha hora, serei eu, enfim, estrela.

Macabéa de La Mancha ( Camila Paula )

"Porque, quando é amor...
A chuva não molha
O vento não leva
O tempo não apaga
A distância... o que quer mesmo dizer isto?!".

Mais em lavinialins.blogspot.com

Lavínia Lins

Hoje a chuva bate mais forte
com mais raiva, com mais ódio
o vento também não favorece
com sua tremenda força ele joga
a chuva de um lado para o outro
como se não bastasse alguns barulhos estão vindo do céu
e faz com que o mesmo fique claro
apesar desse conjunto assustador açoitando a noite
e bagunçando minha mente
isso é necessário
tanto o barulho, quanto a chuva, ventos e os clarões
a principio tive medo
mas depois comecei a entender e contemplar a natureza que me rodeia
a perfeição do conjunto de todas elas.

HrMartins