Poema Cachorro

Cerca de 312 poema Cachorro

Tenho uma casa nas montanhas
De madeira, não muito grande
Um cachorro, um cavalo
E a paz a reinar...
Vejo o Rio, os montes
E tudo o que há
Céu,Sol, lua e estrelas
E o vento a soprar...
Os pássaros cantam
Só é preciso escutar
Minha gaita, a viola
Vendo a noite chegar
Ser livre, ser só
Com nada se preocupar
Não há regras, não há leis
A natureza diz o que fazer
e nos ensina a viver...

Ser livre!

Alex Guedes

Olhos sábios de um cachorro


Entro no carro, saio da garagem, fecho o portão.
Paro na esquina olho para os lados, do lado esquerdo da rua dois olhos me observam.
Sim, o olhar de um cão.
Cachorro preto, com manchas acobreadas, da raça “salsichinha”.
Os olhos fixos em mim, serenos.
Olho novamente e percebo na cabeça pêlos brancos ao redor dos olhos e boca.
Aquele olhar sereno é de um cão que demonstra já ter vivido muito.
Impõe respeito, sabedoria.
Com o carro parado espero ele passar e novamente olha nos meus olhos como a me agradecer a gentileza.
Com a firmeza de quem já viveu muito, caminha a passos lentos,
Observador, pára, olha para os lados a observar se tudo está em ordem.
O movimento das pessoas na calçada, os carros a passar.
Segue calmamente e eu parada no carro a observá-lo,
Olha-me novamente,
Seus olhos nos meus refletem um velho cão sábio e cansado.
Um bom cão de rua.
Parece ser respeitado, nenhum outro cão o afronta ou perturba.
No dia seguinte, abro a janela do meu quarto, vejo o cão com o mesmo andar do dia anterior, parado na esquina, outro carro passa, ele olha, o carro passa e ele segue o seu destino.

Miriam Burlani Regianini - 23.01.2009

O João viajou,
Mas Joana ficou em casa,
Seu cachorro ele levou,
Mas deixou sua amada,

Sua amada que o amava,
Hoje não o ama mais,
E o cachorro que levara,
Já o deixou para trás,

Desprezado e sem ninguém,
Via a miséria acometê-lo,
Tinha fome de leão,
E da noite tinha medo,

Foi um ato sem motivo,
O acaso o desterrou,
Por um mísero cruzeiro,
Um senhor ele matou,

Já não era mais o mesmo,
Já não vivia pelo bem,
Os valores que antes tinha,
Forem-se,
Hoje é João-ninguém.

Lázaro Fernandes

A lição do veterinário

Levei meu cachorro ao veterinário fazer um check-up. Quando o Dr. foi aplicar a vacina, o cãozinho começou a se bater e a querer mordê-lo, ao que o Dr. falou:
"Agora que comecei vou até o final. Não se pode começar uma atividade e desistir assim, senão você não consegue mais."
Persistência e dedicação. Aprendizados do dia-a-dia, em simples ocasiões do cotidiano como essas, mas que podem elevar a nossa maneira de pensar, e colaborar no foco de nossa vida para sempre.

Diego Michel

Pouso Alegre

Uns partem, outros chegam.
Alguns apenas aguardam.

O cachorro esperava,
não sabia o que.

Num instante, um aceno.
Em direção àquele que o portava.
Não sem resposta, sorriso e aceno em retribuição.

Parava o ônibus e logo todos desciam.
O senhor de chapéu puxava o cachorro,
ou pelo menos tentava.

Ela desce do ônibus
Ele a encontra com um beijo
O cão eufórico parece sentir
a mesma felicidade do dono.

Agora é ele, o cão,
que recebe um pouco de atenção.

Ela, traz consigo a alegria,
uma mala e uma caixa.
Bagagem que logo compartilha.

Eles se vão. E assim a vida segue.
Partir e chegar.
Na rodoviária, um pouso alegre.

Tiago Belotte

Hoje acordei com vontade de brincar com meu cachorro,
abraçar o mendigo,
Jogar bola com as crianças na rua,
Abraçar toda minha familia
e o mais importante de tudo gritar para o mundo que eu te amo .

Que você é tudo para mim.
Que você me faz feliz.
Que eu te quero como nunca quis ninguem.

Guilherme Felipe do Nascimento Reis

(Nada feito)

Nada feito, o rato morto,o cachorro não sabe por que está amarrado,o dia da minha morte,o amanhã,o gato em cima da casa fazendo miauL,por que isso acontece,ninguém nunca sabe o real motivo.

E o impossível pode acontecer e surpreender sua vida em situação caótica,o que você faz pra se sentir bem quando está sozinho(a).

O que você precisa quando todos te abandonam e não tem ninguém pra te fazer companhia, por quem você derrama sua lágrima,pra quem guarda seus sentimentos de rancor e ódio,por que você anda em má companhia,por que nada te interessa nem da brecha a alegria.

Nada feito nada,mais um rato nasce e o cachorro continua amarrado e agora não existe mais motivos pra viver por que amanhã estou morto.

Smith

Tv de Cachorro


Me derreta no azeite,
me coma frito ao molho rosé,
me asse pela metade,
tv de cachorro na tv.

Me cozinhe ao rolê,
ou à fricassê,
tostado ou cru,
bem vestido ou nu.

Na panela de pressão,
regado com parmesão,
sou o homem ideal
para sua refeição.

Horácio Leal

Uma cachorro, tomando de muita sede, aproximou-se de um rio para beber. Vendo, porém, que ali perto andava um enorme crocodilo, o cão ia bebendo e correndo, ao mesmo tempo.
O crocodilo, que desejava apanha-lo de jeito para seu jantar, perguntou-lhe:

- Por que corres?

E acrescentou, com ares bondosos de quem aconselha:

- Faz muito mal beber assim nessa corrida.

- Sei disso muito bem – respondeu o cachorro. – Mas ainda me fará mal maior deixar que tu me devores.


Moral da Fábula: Nunca se deve seguir o conselho de um Inimigo.

Linartt Vieira

Parem todos os relógios, desliguem o telefone,
Evitem o latido do cachorro com seu osso suculento,
Silenciem os pianos e com tambores lentos
Tragam o caixão, deixem que o luto chore.

Deixem que os aviões voem em círculos altos
Riscando no céu a mensagem Ele Está Morto,
Ponham gravatas beges no pescoço dos pombos brancos do chão,
Deixem que os guardas de trânsito usem luvas pretas de algodão.

Ele era meu Norte, meu Sul, meu Leste e Oeste,
Minha semana útil e meu domingo inerte,
Meu meio-dia, minha meia-noite, minha canção, meu papo,
Achei que o amor fosse para sempre: Eu estava errado.

As estrelas não são necessárias: retirem cada uma delas;
Empacotem a lua e façam o sol desmanchar;
Esvaziem o oceano e varram as florestas;
Pois nada no momento pode algum bem causar.

W.H. Auden

Se você quer uma amizade verdadeira ou um amor verdadeiro, compre um cachorro.
Ele nunca vai te abandonar, te trair, te chifrar ou te deixar na mão quando você mais precisar.
E na falta de carinho, compre um ursinho.

Grazielle Nardari

Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.

Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.

Eduardo Costa

Olha, a gente pode casar, ter dois filhos, um cachorro!
viajar pelo mundo, ou assistir a maior quantidade de filmes juntos que ninguém nunca assistiu; a gente pode ter uma casinha na praia, e ir pra lá quando desse vontade, ou não ter uma casinha na praia, e continuar indo pra lá quando desse vontade.
A gente podia acordar cedo no domingo, ir pra missa, depois comer pastel na feira. ai a gente fazia junto, algo pra almoçar, de tarde a gente reunia uns amigos, falava algumas bobagens, dava boas risadas, aí, ia todo mundo embora, a gente organizava a casa por cima, olhava um pouco as estrelas, você me dava um beijo na testa, e a gente ia deitar, feliz.. na segunda, eu levantava cedo, colocava a mesa pra você tomar café, a gente se arrumava, você me deixava no trabalho, e ir trabalhar também.
Você podia me ligar, dizendo que saiu mais cedo, e eu dava um jeito de sair também, sei lá, pra gente fazer alguma loucura no resto da tarde.
Durante a semana, a noite, a gente podia passar no mercado, fazer compras, você me levava para ver minha mãe, depois íamos na casa da sua ..
sabe, a gente podia fazer as coisas mais simples do mundo, juntos. por que tudo, quando é com você, é marcante, único, incomparável, e até as coisas mais simples do dia, são gratificantes, se você está comigo.

Lu Moraes Xavier

"Ela julgou ele como um cachorro. Ele julgou ela como uma vadia. O que ele não entendia era que ela era apenas uma garota normal afim de diversão e ela não entendeu que ele era apenas um cara buscando se encontrar em alguém especial."

Esse é o problema da maioria dos relacionamentos!
Cobrar e buscar demais em alguém. Quando se começa algo com outro alguém, seja amizade, namoro, sociedade, seja lá o que for.
Você se completa e se satisfaz com o que você encontrou nessa pessoa, mas é com o passar dos dias que as coisas vão se modificando e ninguém é 100% algo.
EQUILIBRIO - Algo que existe em todos.
Eu, você, sua vó, aquele gay , aquela gostosa, o dono da banca, o segurança no shopping , etc.. Tem e usam todas as emoções que um ser humano pode ter.
Hora eu posso ser tããããããão amavél, e hora depois te mandar tomar no cú !
Simples e normal.
Por isso se jogar em um relacionamento esperando "momentos perfeitos" dignos de sessão da tarde é hipocrisia. Você, seus erros, seus defeitos, suas qualidades, suas escolhas, seus acertos, suas ações.. TUDO que envolve o seu carater é parte do que o outro alguém vai ter que aceitar se quiser pegar na sua mão e seguir feliz. Claro que ele tem toda e total liberdade de te mandar tomar no cú. Afinal ele não tem obrigação de gostar e aceitar o que você é, como você tem toda e total liberdade de mandar esse alguém se foder também.
Mas agora tentar mudar. Tentar construir e aperfeiçoar alguém ao seu modo é o pior defeito que um ser humano pode ter.
Então só julgue sua ações, afinal elas são suas.. diferente desse outro alguém que tem uma relacão (seja ela qual for).
RESPEITO, a palavra chave da vida

Jhonny Carlos

Pipoca, cachorro quente, filminho
Cerva, amigos, boteco
Música, dança, teatrinho, violão

Silvia

Olfato

Cheiro de grama cortada
Cachorro molhado
Parede pintada
Comida já pronta
Cabelo com amônia
Unha pintada
Álcool no carro
Sapato com cola
Cheiro de chulé
A vaca que passa
Banheiro no chão
Perfume que vaza
Cheiro de limão.
Suor masculino
Fogo que arde
Madeira de lei
Água com cloro
Especiarias
Que não sei de onde vêm.
O gás que escapa,
shampoo, sabonete
comida estragada
xixi e cocô
caderno novinho
flor, beija-flor
livro, papel
olfato, meu guia
no cheiro do amor.

Angela Natel

PATO COM LARANJA
Gafanhoto era o nome do meu pato,
Gato era o nome do cachorro,
Cachorro era o nome do papagaio
E o meu gato era canalha
Que um dia sumiu pelos telhados
Atrás da sardinha da vizinha
Cantava uma canção que eu não entendia
Fazia estardalhaço com a sardinha
Quebrava as telhas... ninguém dormia...
Até que gato latia
Como quem dissesse:
Esse vagabundo não tem jeito...
Até que um dia
Canalha apareceu todo duro,
Os dentes trincados
Mas essa história deixa tudo meio escuro...
Sardinha teve filhotes canalhinhas igual ao pai...
Gafanhoto voou pro quintal da vizinha
E virou pato com laranja...
Foi um almoço e tanto,
Mas depois deu até policia...
Gafanhoto ainda voa nas minhas lembranças
E se banha numa lagoa
Que nem existia,
E ali ele conheceu outros patos
Gansos e cisnes tudo fruto da minha fantasia...

tadeumemoria

Selvagem dentre a matilia
Cachorro louco em noite de lua cheia
Uiva no cume da montanha
o líder canibal em meio a toca dos leões.
Palomita já não brinca com bonecas
agora guerreira armada com arco e flexas.
Porém sangue índio torna às raízes deixando as armas na aldeia.

marcelorodriguesdasilva

O cachorro quente era sem verde e sem mostarda e o suco de abacaxi com hortelã.
Pela décima vez você trocou todos os detalhes e eu tentei te explicar que a mostarda é sim amarela, mas amarga o sabor do alimento. E que não é que eu não goste sem, mas a hortelã alivia um pouco o ácido do abacaxi.
A moça da lanchonete pergunta se quero trocar, e para poupar a pergunta:
- o lanche ou o namorado?
Rrespondo que pode deixar assim mesmo.
Até porque lá no fundo eu não troco o lanche para não dar mais trabalho e o namorado... Porque eu não troco mesmo?
Enquanto eu pensava no por que você me diz que eu sou fresca e ‘cheia de detalhes’. Nessas horas eu recordo Roberto Carlos e odeio os ‘detalhes tão pequenos de nós dois’. Odeio você por não se lembrar deles, me odeio pela minha mania insana de achar que você sempre vai se lembrar dos porquês, e odeio até a garçonete porque agora ela me olha com aquela cara de: “todo esse bico por causa de um maldito cachorro quente?” E essa é a pergunta que você me faz logo em seguida.
- Mas sabe Alfredinho não é o cachorro-quente, nem a mostarda, nem a hortelã. Não é essa droga de lanchonete que acaba com a minha dieta todo o final de semana. É você. São os detalhes. Os detalhes que você nunca percebe porque está ocupado demais pensando em si mesmo. Quer saber? Acho que vou trocar tudo!
De lanche, de casa, de namorado e de dedo se precisar... Para não errar mais de homem!

(texto: sem verde e sem mostarda/ autoria: Gabriela Noel)

Gabriela Noel

Eu gosto de cachorro que late ao pe do ouvido..
eu gosto de gato que arranha o corpo inteiro..
e gosto mais ainda de lobo mau..
que me devora todinha..

M.I.R.L ( Maria Isabel Ribeiro Lopes )