Poema Agosto Mês de Desgosto

Cerca de 7 poema Agosto Mês de Desgosto

Em Agosto vem o desgosto que trás o oposto e mesmo assim nasceram rostos pra provar o gosto que a vida continua numa linha em alta estima
Aparecem os lobos, e o nosso poço tende a afundar na lama.
Faz na cama sua trama, que os desejos nos chama!
E suas plantas murchará em seu pleno dia de outono faça do nosso sonho a minha e sua realidade..
E a secura vem do vento, A todo tempo eu tento me dedicar a você.
Fiz meu presente esquecer seu passado há que chato essa ideia que agosto é o mês do outros menos o meu.

vanderleyBorrer

Acordei sem desgosto.
Com meu andar bem disposto.
Vivendo com gosto e esquecendo o alvoroço.
Com um sorriso no rosto.

Bem-vindo, agosto!

Iane Cruz

no frio de agosto,
acordei com encosto,
dor no pescoço,
na boca um mal gosto,
no olhar, o teu rosto

já paguei tanto imposto,
assume o teu posto,
vem bem disposto,
fazer meu almoço

Lina Marano

Que agosto me traga o riso gostoso....
que eu trague o gosto,
que eu não sorva desgosto...que seja o oposto do desquerer.
Que eu seja pintura e não apenas moldura.
Que pleno sejam os meus dias de candura.
E os nós, acabem por se desfazer.

Denise Lessa

Este mês de Agosto, com muito desgosto, tem sido o oposto do que gostaria. Mas, que tudo se dê a gosto de Deus, porque nele descanso e me faço disposto a confiar

Suellen Queiroz

Alguns diriam que agosto é o mês do desgosto, ao contrário delas... achei agosto inesperado e querendo ou não gostoso de viver.

Ingrid Ribeiro

Agosto me trouxe muitos desgostos; setembro ainda não conseguiu me curar completamente. Tenho esperanças para outubro.

Antônio Reis