Planejamento Estratégico

Cerca de 113 frases e pensamentos: Planejamento Estratégico

Todas as diretrizes são resultado de um planejamento e todo planejamento é resultado de sonhos.

Flavio Augusto

O planejamento trará a transparência e a inteligência global de nossa ação ou será burrice, safadeza e opressão.

Danilo Gandin

Dominar, pelo pensamento, toda a realidade é o ideal do planejamento.

Danilo Gandin

Não limite seus sonhos! Alcançá-los só depende do seu planejamento.

André Suhanov

Cada mergulho sem planejamento será seu afogamento no Raso.

EdivaldoJr

Um bom Marketing é constituido por: planejamento, execução e conferência!

Carlos Silvério - Votuporanga SP

Dia dos namorados

Que tal um dia dos namorados
Fora do planejamento
Um dia ensolarado
Sem ressentimento.

A começar o perdão
Pelos males realizados
Depois satisfação
Pelos traumas superados.

Em seguida um passo
Em direção ao bem
Àqueles que armaram laço
mas com quem não vivo sem.

Presente é facultativo
Atitudes são valiosas
Palavras são incentivo
E teimosia é perigosa.

Que tal um carinho, um abraço
Compreensão é vital
Sem amar é que não passo
Nesse dia especial.

Angela Natel

Nossa vida é resumida em tres fatores:planejamento,meta e objetivo.

Rodrigo milla

Não haverá fracassos, derrotas e trabalhos infrutíferos, se as pessoas fizerem planejamento, vivendo cada semana, cada mês e cada ano, agindo com transpiração e motivação.

Helgir Girodo

“Quando se têm objetivos, é preciso planejamento, havendo planejamento, é necessário analise o conjunto de todas estas coisas, só será possível com ações progressivas, e ainda muita luta e determinação e pura ousadia.”

Paulo Samuel

Assim como na vida, o desenvolvimento de uma região exige planejamento.
É primordial obedecermos limites e respeitarmos territórios,
Para que exista sustentabilidade.
Somente assim o planeta conterá sua fúria,
Pois caminhará lado a lado com o desenvolvimento.
Afinal, o mundo que temos, é nada além do que os reflexos dos nossos atos e atitudes.

Nildo Lage

Planejamento de uma nação democrática está mais fácil, pois não está mais comprometido com as pessoas, pais e filhos da democracia suicidando suas atitudes por causa do uso exagerado do poder.

Jayme Mece

“Negócio sem planejamento não dura muito.”

Juarez de Oliveira

Ela vai, sem rumo, cansada, mas ela sempre vai. Sem muito planejamento, apenas no agora ou nunca, jamais um meio termo. Para ela, os “é-só-que-não-exatamente” são o que complicam a vida. Ás vezes desaba, chora e esquece da força que dentro de si. Ás vezes se sente tão sozinha em toda sua vida que seu olhar atinge uma tristeza singular e seu sorriso, nessas situações, que em outras é tão vivo, se transforma no sorriso de quem está respirando mas não está vivo para o mundo. Sente que deveria ter feito algumas coisas lá atras em um passado distante. Muitas vezes, tem o sonho em que o relógio está voltando para atrás e ela pode consertar todas as burradas, mas ela sabe que não pode, ela sabe que precisa penas no que realmente a fascina: o futuro, a esperança. E é isso que a faz seguir em frente.

Alguém por aí

Planejamento para a Divisão de Canaã – Números 34

Neste capítulo 34º de Números são descritos os limites das fronteiras da terra que deveria ser distribuída às nove tribos e meia em Canaã, sem contar o território da Transjordânia, que já havia sido ocupado por Rúben, Gade, e pela metade da tribo de Manassés.
O próprio Deus determinou os limites da habitação deles, e isto deve ocorrer com todos os seus filhos neste mundo.
O lugar em que viveremos, a igreja em que congregaremos, com quem casaremos, e outras decisões importantes como estas devem ser resolvidas em Deus através da oração.
O grande propósito de Deus fixado na eternidade era o de derramar o Seu Espírito em todas as nações, mas como Ele é santo, seria necessário primeiro plantar a nação de Israel como uma boa oliveira, num jardim fechado, cercado por terras plantadas com oliveiras bravas por todos os lados.
Aquele bom olival estava destinado a servir de base de enxertia para todos os povos.
Por isso o que era relevante não era o tamanho do território a ser herdado pela descendência de Abraão, mas a missão de santidade de que estavam encarregados em relação ao mundo.
A distinção que Deus fizera em relação a Israel, separando-o das demais nações, não seria, portanto para um propósito exclusivista, mas, ao contrário, para que fossem uma bênção para todo o mundo, porque a promessa feita por Deus foi a de que na descendência de Abraão seriam benditas todas as nações da terra.
Todavia, para tanto, seria necessário forjar nos israelitas aquela mesma fé e santidade que caracterizou a vida dos seus patriarcas, e isto somente seria possível, se fossem organizados mediante os preceitos do Senhor, num território que pudesse mantê-los unidos em torno do culto do tabernáculo.
Se a terra prometida tivesse dimensões continentais, certamente eles teriam se dispersado rapidamente, se desviando dos mandamentos de Deus, para viverem como todas as demais nações.
Nos versos 16 a 29 são designados os nomes dos homens que deveriam coordenar a repartição da terra de Canaã, um príncipe de cada tribo, sendo que a Calebe foi dada a honra de ser o coordenador da tribo de Judá, e como Josué havia sido designado o sucessor de Moisés, caberia a ele, juntamente com Eleazar, o sumo sacerdote, a supervisão geral da repartição que seria feita.
Nada foi deixado para ser decidido na hora.
Disto aprendemos que Deus é planejador e ordeiro.
E faremos bem em considerar este aspecto do Seu caráter na obra que estivermos realizando para Ele.
Se temos recebido dEle uma determinada visão é nossa responsabilidade, assim como fizera o apóstolo Paulo, nos esforçarmos para que por todos os meios sejamos fiéis à visão celestial recebida e que a levemos a cabal cumprimento.
Quando alguém recebe uma palavra profética acerca do ministério e/ou obra de que será encarregado pelo Senhor, é dever de tal pessoa se preparar, se esforçar e orar para o cumprimento da palavra recebida, e continuar nestes mesmos deveres, quando estiver vivendo nos dias do seu cumprimento.
Quando Deus nos faz uma promessa nós devemos orar até que ela se cumpra, e se ela tem o caráter de serviço, devemos continuar orando para que a bênção da operação do Senhor continue nos acompanhando em nosso ministério.
Pela oração e esforço demonstramos ao Senhor o quanto estamos de fato interessados em fazer a Sua vontade, e ver o cumprimento daquilo que Ele prometeu.
Somos assim provados na nossa fé, como Isaque, que teve que orar durante vinte anos para que Rebeca, sua esposa, que era estéril, concebesse, para que a promessa de Deus, de fazer fecunda a descendência de Abraão se cumprisse (Gên 25.20-26).
Se ele não soubesse qual era o seu dever e responsabilidade em relação à promessa teria cruzado os braços, e nada faria alegando que era problema exclusivo de Deus cumprir o que havia prometido.
Mas Isaque havia sido bem instruído por seu pai, Abraão, que as promessas do Senhor são alcançadas por meio da fé, e esta deve ser expressada pela oração e pelas nossas obras e esforço, necessários e dirigidos ao cumprimento das Suas promessas.
Cruzar os braços e se deixar vencer pelo desânimo e pela preguiça, e ainda alegar que está esperando em Deus, e que tem fé de que é poderoso para cumprir o que prometeu, muitas vezes é uma desculpa para nossa falta de responsabilidade espiritual, de nossa negligência e falta de uma verdadeira fé dinâmica, viva, autêntica e operante, que é o único tipo de fé que pode agradar a Deus.
Os israelitas teriam que lutar em Canaã para conquistá-la.
Assim, a luta que empreenderiam seria a prova da sua fé em Deus, por confiarem que os guardaria do mal e cumpriria a Sua promessa de lhes dar Canaã por herança.
A indicação por Deus dos limites da terra e dos que fariam a sua repartição era uma palavra para ser apropriada pela fé, e assim, para animar e incentivar as ações de guerra dos israelitas, no sentido de se apropriarem no futuro, que estava próximo, daquilo que lhes havia sido dado por Deus.
Se o Senhor diz que tem aberto uma porta diante de nós, é nosso dever orar e agir para entrar por ela, e efetivamente entrarmos por ela.
Não podemos ficar parados esperando que em algum momento estaremos do outro lado da porta.
É preciso contribuir com nossos bens, cooperar com nossos irmãos e especialmente líderes, trabalhar incansavelmente na obra do Senhor, para que possamos ver as Suas promessas sendo cumpridas na terra.




“1 Disse mais o Senhor a Moisés:
2 Dá ordem aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando entrardes na terra de Canaã, terra esta que vos há de cair em herança, por toda a sua extensão,
3 a banda do sul será desde o deserto de Zim, ao longo de Edom; e o limite do sul se estenderá da extremidade do Mar Salgado, para o oriente;
4 e este limite irá rodeando para o sul da subida de Acrabim, e continuará até Zim; e, saindo ao sul de Cades-Barneia, seguirá para Hazar-Hadar, e continuará até Azmom;
5 e daí irá rodeando até o ribeiro do Egito, e terminará na praia do mar.
6 Para o ocidente, o Mar Grande vos será por limite; o próprio mar será o vosso limite ocidental.
7 Este será o vosso limite setentrional: desde o Mar Grande marcareis para vós até o Monte Hor;
8 desde o monte Hor marcareis até a entrada de Hamate; daí ele se estenderá até Zedade;
9 dali continuará até Zifrom, e irá terminar em Hazar-Enã. Este será o vosso limite setentrional.
10 Marcareis o vosso limite oriental desde Hazar-Enã até Sefã;
11 este limite descerá de Sefã até Ribla, ao oriente de Aim; depois irá descendo ao longo da borda do mar de Quinerete ao oriente;
12 descerá ainda para o Jordão, e irá terminar no Mar Salgado. Esta será a vossa terra, segundo os seus limites em redor.
13 Moisés, pois, deu ordem aos filhos de Israel, dizendo: Esta é a terra que herdareis por sortes, a qual o Senhor mandou que se desse às nove tribos e à meia tribo;
14 porque a tribo dos filhos de Rúben, segundo as casas de seus pais, e a tribo dos filhos de Gade, segundo as casas de seus pais, como também a meia tribo de Manassés, já receberam a sua herança;
15 isto é, duas tribos e meia já receberam a sua herança aquém do Jordão, na altura de Jericó, do lado oriental.
16 Disse mais o Senhor a Moisés:
17 Estes são os nomes dos homens que vos repartirão a terra por herança: Eleazar, o sacerdote, e Josué, filho de Num;
18 também tomareis de cada tribo um príncipe, para repartir a terra em herança.
19 E estes são os nomes dos homens: Da tribo de Judá, Calebe, filho de Jefoné:
20 da tribo dos filhos de Simeão, Semuel, filho de Amiúde;
21 da tribo de Benjamim, Elidá, filho de Quislom;
22 da tribo dos filhos de Dã o príncipe Buqui, filho de Jógli;
23 dos filhos de José: da tribo dos filhos de Manassés o príncipe Haniel, filho de Éfode;
24 da tribo dos filhos de Efraim o príncipe Quemuel, filho de Siftã;
25 da tribo dos filhos de Zebulom o príncipe Elizafã, filho de Parnaque;
26 da tribo dos filhos de Issacar o príncipe Paltiel, filho de Azã;
27 da tribo dos filhos de Aser o príncipe Aiúde, filho de Selômi;
28 da tribo dos filhos de Naftali o príncipe Pedael, filho de Amiúde.
29 Estes são aqueles a quem o Senhor ordenou que repartissem a herança pelos filhos de Israel na terra de Canaã.” (Nm 34.1-29).

Silvio Dutra

“Planejamento é a palavra que organiza as ideias, aumenta o desempenho e te faz um profissional de sucesso.”

Aline Rocha Cardoso

Coleciono botões de momentos costurados ao acaso sem nenhum planejamento, mas harmoniosamente compondo a felicidade e a alegria de conviver.

Andre Saut

Olhe para o passado pela experiência e pelas recordações; Olhe para o futuro pelo planejamento e pela esperança, mas aja no presente, pois o ontem já passou e o amanhã ainda não chegou.

Ocileide Miranda Teixeira

O amor verdadeiro trás a segurança, a felicidade, a paz, o planejamento e esperança.

keila marques.

Acrescente planejamento ao esforço e terá sucesso.

Jean Cleber Alves