Pessoas Dissimuladas

Cerca de 86 frases e pensamentos: Pessoas Dissimuladas

Pessoas mentirosas e dissimuladas até conseguem enganar as outras, mas com o tempo elas se enrolam nas próprias mentiras e a máscara cai.

Hemerson Santos

Poderia ser o contrário a ideia que se tem de que as pessoas dissimuladas são hipócritas por natureza.

Henrique de Shivas

Você e seu mundinho perfeito...Eu não preciso maquiar situações ou pintar sorrisos,em meus lábios.Se eu sentir vontade de chorar eu choro.

cintia cirino

Algumas pessoas sao tao dissimuladas..
mentem tanto..
que nem elas se encontram mais..
no antro do seu proprio caracter...

M.I.R.L ( Maria Isabel Ribeiro Lopes )

O que é uma pessoa dissimulada?

Hoje vamos abordar e escrever sobre uma categoria de pessoas especiais (e põe especial nisso). Mas não é simplesmente qualquer tipo de ser humano. São denominados os famosos dissimulados, ou seja, aqueles que se fazem de bobos para se dar bem com os outros e sempre em busca de levar vantagem em alguma situação. Pessoas que para se darem bem fingem que não tem opinião própria (porque escondem), são muitas vezes poucos corajosos (na verdade são é covardes mesmo) e acham o máximo se dar bem em cima de outras pessoas.

Definição de uma pessoa dissimulada:
adj. e s.m. Que ou aquele que tem o hábito de dissimular; enganador; hipócrita. / Que é feito com dissimulação: sorriso dissimulado.

Na verdade, uma pessoa que gosta de enganar as outras se fazendo de desentendida. Se passando por coitada e muitas vezes sofredora e gente boa.
Sempre que é inquerida sobre qualquer assunto concorda com tudo e nunca mostra realmente o que pensa de verdade, e para se saírem bem, não medem esforços para conseguir o que realmente almeja, ainda que, em muitas vezes prejudique alguém, pouco importando com os sentimentos de outras pessoas ao seu redor.
Quando em perigo, ou pressionada por uma situação, não tem coragem de assumir posição sobre o que pensa e sobre suas atitudes, desconversa e tenta sempre ser o bonzinho, nunca mostra-se o que realmente é e o que pensa de verdade.
È o famoso EM CIMA DO MURO.
Ele tem a necessidade e tem como meta agradar a todos, Na verdade em sua cabeça, não pode ficar mal com ninguém, e para isso ele se anula, ou finge de coitado (somente na hora), por que passado a situação em que estava, age completamente diferente do que quando estava pressionado, ai mostrando toda sua personalidade.
Este tipo de pessoa em resumo é tida como:
Uma pessoa geralmente fingida, que se faz de boba para viver, que vive na penumbra, muitas das vezes tomando conta da vida dos outros e articulando situações para jogar um contra o outro em seu ambiente de trabalho e até em sua própria casa, e o mais grave de tudo é que se passa e posa de inocente na história, fingindo que nada fez e não sabe de nada sobre o ocorrido.
Tenho a opinião que mesmo aparentando intenções de proteger, orientar, conversar, ser amigo das pessoas, o Dissimulado é frio, calculista e falso, caracterizando mais ainda um estilo fortemente manipulador. Essa característica fica evidenciada em suas atitudes e somente esta bem quando consegue manipular a todos. Apesar de reconhecer que está manipulando seu entorno social, tenta convencer aos outros de que suas intenções são boas e que suas atitudes são, no mínimo, bem intencionadas.
Percebi também que quando as pessoas com esse tipo de características são pressionadas ou confrontadas, sentem-se muito encabulados e suas reações oscilam entre a explosão agressiva e vingança calculista. A bondade e afabilidade dos dissimulados é superficial, estando sempre predispostos a depreciarem a qualquer um que represente alguma ameaça à sua hegemonia, chegando mesmo a perderem o controle e explodirem em cólera.
Você conhece alguém assim? Eu convivo todos os dias… Todos nós convivemos com esse tipo de gente.
É uma pessoa que esta ao seu lado todos os dias, seja no trabalho ou em sua própria casa. Reconhecer e identificar o dissimulado muitas vezes não é tarefa fácil. Geralmente com suas atitudes e ações vamos percebendo seu comportamento e vamos identificando alguma coisa que não bate com o que aquela pessoa quer passar.
Quanto mais vamos observando, nota-se que esta pessoa premedita suas atitudes e ações, usa de mentiras e se passa por uma pessoa que não é.
Na realidade, por mais que se pareça uma pessoa confiável, joga com os sentimentos das pessoas, toma atitudes que prejudicam e magoam outras pessoas, tudo isso por se achar melhor e superior aos outros.
De tudo isso escrito acima simplesmente acho que estas pessoas não passam de criaturas sem caráter e honestidade, covardes e sem palavras, que mentem e não dão valor aos outros. Fingem-se de bonzinhos e na verdade não querem é ficar mal com ninguém, por isso fica em cima do muro e nunca tomam posição sobre qualquer assunto que possa lhe prejudicar. Pessoas que se acham muito superiores e na verdade são é umas frustradas e incompetente em suas vidas e atribuições.

Marcelo MArtins

Ela tinha medo de pessoas dissimuladas.
Afinal, ser verdadeira era a unica virtude que lhe restava, o mundo já tinha lhe tirado o resto.

Camila Godoy

"Ame. Não seja covarde, seja exagerado... Por que?
Quem sempre perde são as pessoas dissimuladas, as que nunca mostram seus sentimentos verdadeiros.Coisas de covardes que nos últimos instantes da solidão e do desespero desta
vida dizem e cobram loucamente os que pensa que ele ama quando sem lucidez acha e perderá o amigo (a), companheiro (a), parente, etc..."

Lili Angelika

Não acredite num olhar, por que pessoas dissimuladas fingem muito bem...

Vanessa Wallignan

Pessoas dissimuladas vivem a espreita esperando uma oportunidade para te prejudicar. Elas são mentirosas, invejosas e de baixa autoestima. Se forem da família cuidado;se for a vizinha fuja rapidinho; se for inimigo declarado aí não se espante, porque ele não é dissimulado e sim sincero,preocupe-se só com os ocultos,porque fora o sincero; o oculto se funde com os outros 2 e formam 3 em 1

Marryas

Pessoas dissimuladas quando estão em apuros se rebaixam ao máximo pedindo misericórdia, mas ao dar a voltar por cima, são implacáveis com os seus opositores, a ponto de não reconhecer o bem que um dia eles os fizeram.

Djalma CMF

Não gosto de desacreditar nas pessoas. Graças a isso já mudei meu conceito sobre algumas delas, mas, putzgrila: tem gente que é causa perdida!
Aff!

Valdecir Neves - Vila Velha - ES

O sonho é uma porta estreita, dissimulada no que tem a alma de mais obscuro e íntimo; abre-se sobre a noite original e cósmica que pré-formava a alma muito antes da existência da consciência do eu e que a perpetuará até muito além do que possa alcançar a consciência individual.

Carl Jung

Andar de menina levada
Reação de menina dissimulada
Jeito de menina imaculada
Estilo de menina diferenciada
Pensamento de menina destrambelhada
Idéias de menina espevitada
Sorriso de menina ensolarada
Sonhos de menina equilibrada
Olhar de menina encantada
Vontade de menina encorajada
Emoções de menina amada
Pernas de menina desejada
Desejos de menina viajada
Choro de menina mimada
Quadris de menina desenhada
Razão de menina estudada
Boca de menina beijada
Personalidade de menina reservada
E coração de menina apaixonada…

Menina dos Olhos

"O culto da paixão tem mais sabor que pitanga roubada e minha alma dissoluta, dissimulada, mistura ao vinho uma idéia de me jogar em lençóis de linho ou no mar

Bruna Lombardi

"A inveja serena é a pior das invejas, pois além de tudo ela é traiçoeira, dissimulada e rica em falsidades."

Ivan Teorilang

O dissimulado é o último a ser julgado, pois o tolo

entende mais facilmente o que vê, e não o que se

omite.

Geraldo Fonseca

Na vida existe o certo,o errado e todas as retóricas dos dissimulados

Hermes Renato

O traidor é tão dissimulado que até engana a própria consciência.

Poeta Gilson Silva

Sou bandido, sou herói, sou líder, sou subordinado, sou bom, sou mal, sou verdadeiro, sou dissimulado. Sou humano e sou fiel a todos eles. Só não sou elitista nem tampouco me permito ser marginalizado!

Alan 'elfo

O MELHOR DOS MEUS DRAMAS

Nunca fui de fazer dramas para afetar os outros com lágrimas dissimuladas e discursos de intensidade barata, mas sempre fui dramática. Você sabe. Não é que eu aumente fatos e sentimentos, é apenas aquela coisa de que eles já brotam acrescidos e alargados em mim. Tudo o que passa por esse meu peito tem o costume de ficar profundo, singular e agigantado. Até nas pessoas que nem se preocuparam em trazer originalidade, falando e agindo como com tantas outras, eu enxerguei o que de incomum e maior poderia abstrair. Entretanto, é a primeira vez em que me deparo com tão algo imenso, tão incalculável e real. É clarividente a lisura e autenticidade do oceano que vivo agora, é transparente que desta vez não é grande só partindo de mim, e que o meu âmago não ampliou nada, ele apenas está fazendo o exato reflexo do que já existe por si só como gigante: Doa a quem doer, olhe quem olhar. É dos dois lados e não somente interna, a nossa enormidade. Por isto mesmo, por já sermos o drama, a intensidade, o mar inteiro, é que resolvi me ater à realidade para falar de nós.

A verdade é que não preciso que você venha para que eu sobreviva. Preciso é tomar na hora certa aquele remédio horrível que o médico me indicou na semana passada. Preciso comprar papel higiênico e consertar o meu micro-ondas quebrado a quase um mês, porque é necessário que eu esteja limpa e alimentada para não cair dura no chão por doenças ou anorexia não intencional (isso existe?). Preciso fazer atividades físicas, porque a minha respiração está péssima e aquela dor que senti noite passada pode ser consequência da minha preguiça e sedentarismo. Preciso de muita coisa, mas não de você. Não para existir, não para que meus órgãos funcionem e para que meu coração continue pulsando o sangue que necessito.

Contudo, não sei como seria a etapa de aguentar a dor de perder as suas manias e cuidados. Não quero nem pensar. Porque justamente por não precisar, é que surge a questão do querer, e eu quero. Não porque vou morrer se não tiver, porém, porque só estarei agora vivendo bem e realizada, ao ter. É que não almejo só sobreviver, só existir, só perambular pela vida com o básico necessário. Quero viver, ser e acrescer. Foi um dos desejos que você despertou em mim com tudo o que veio a lecionar. Quero então, a evolução tão descrita pelos velhos de alma. E para isto, eu preciso de você. Careço dos nossos planos para que a minha esperança seja revitalizada nos dias difíceis e do seu colo acompanhado de palavras que me ajudam a acreditar um pouco mais em mim quando tudo parece perdido. Quero a garra que ganho também quando vejo a força que temos e que sou capaz de possuir por nós. Preciso dos seus afagos que me mostram que não devemos só tomar um remédio para que a saúde esteja normalizada, mas sim, para estarmos vivos e dispostos para cuidar também de quem amamos. Preciso dos nossos risos e da sua massagem agressiva que me faz lembrar que as dores também podem ser engraçadas, se olharmos de um ponto de vista mais bem humorado, ou um tempo depois. Preciso das suas teses, brincadeiras, de você por quem é, sendo e estando presente para que haja mais do que apenas o ar e as obrigações no meu mundo, para me tirar do universo prescrito, mostrando que a vida vai além da sobrevivência, que se trata de viver, e que viver sozinho não faz tanto sentido assim.

Dizem que a tristeza é o que mais aflora o nosso lado artístico, porque nos fechamos em nós para digerir as mágoas, assim, refletindo até expelir em imagens caladas. E quando alegres, queremos viver, tanto que não "podemos" parar para compartilhar aquilo, só que você, que me faz tão bem, me dá vontade de correr para a vida e de desmembrar em palavras, de tentar os dois. E mesmo que seja bem mais fácil não falar nada, porque quem sente faz mais do que cita e o cotidiano vai levando algumas das juras e das lindas palavras, e transformando tudo em apenas pequenos (e tão grandes) atos, ainda assim, eu falo. O amor continua a ser aquele que usa a voz e comete, não esquecendo nem de um e nem do outro. E esta é mais uma das coisas que você tem efetivado e consolidado no meu novo estar. Por isso eu afirmo sempre para mim mesma, todos os dias, o quanto é surpreendente a forma com que você chegou de mansinho e provou que as minhas teorias sobre o amor podem ser concretas mesmo sem um cavalo branco e as palavras do Nicholas Sparks citadas dia após dia. Que é na rotina, nas durezas da vida e na intimidade construída que a ligação realmente está presente, fazendo o seu papel. Que não tem isso de enjoar, que no amor de verdade a gente luta, segura no que prende a estrutura, mas não joga fora tão fácil assim. Você quebrou as minhas asas só para reconstruí-las, e me mostrou que a realidade pode ser linda também, mesmo que com suas guerrilhas bobas.

Eu podia estar remoendo minha carga de dores passadas. Aliais, não posso dizer que sou dessas pessoas que conseguem simplesmente abandonar as mágoas. Tenho o terrível costume de reler a minha vida inteira e debater como aquelas feridas chegaram onde puderam. Então eu podia sim, continuar dessa maneira, vivendo com um pé lá atrás e metade do outro aqui, no entanto, você me dá vontade de olhar para frente e estar no agora, de observar a sua paciência e entender que generalizar não adianta quando se trata de construir algo sólido. Que cada pedacinho de cada ser é diferente e deixa uma saudade inigualável.

É que é de dar agonia tanto amor! Você me emociona. Faz com que eu pergunte e responda, com que eu amadureça meu autoconhecimento e meu repertório, não como naquele amor que eu descrevi a uns meses atrás, e sim como naquele que eu nem sabia que existia, como aquele que me ensina como é. Porque você é a verdade mais bonita que conheci. Só peço é que nunca desacredite, que não abandone aquele nosso acordo de sempre falarmos um com o outro antes de ouvirmos os burburinhos. Só peço que tente entender a quantidade infinita desse calor que você plantou aqui, que faz com que o meu receio de acordar descabelada na frente de alguém e de escancarar os meus defeitos mais chocantes sejam uma bobagem, quando ao seu lado.

Então venha. Fique. Nunca foi tão bom lutar contra dragões e inverdades como está sendo agora. Traga as suas cicatrizes, isso não é problema, eu sou cheia delas também. Continue mostrando tudo, cada pedaço, porque eu quero descobrir novos com a sua existência. Vamos nos curando e deixando as bagagens pesadas no armário dos fundos. Não vamos jogá-las fora, porque é preciso abrir essas malas vez ou outra, porém já não quero futucar, reorganizar, renascer os mortos... Por isso venha, esteja. Leve-me. É por ser grande demais que aceito este amor como é: de verdade. Nem sempre tão lindo, nem sempre como queremos. Mas sem máscaras, e com uma intensidade tão absurda que para explicar até o meu drama vira indiferente. E para quem não acreditar, dane-se. É tudo grandão assim mesmo! Podem jogar as pedras no castelo, estamos aqui preparados, porque ele não é de areia e nem feito só do que o meu coração quis achar. Ele é tão de verdade, que cada tijolo que o mundo tasca pela janela, vira só mais um para segurar a base.

Vanessa Brunt