Perda de um Ente Querido

Cerca de 21204 frases e pensamentos: Perda de um Ente Querido

A morte nos ensina a transitoriedade de todas as coisas.

Leo Buscaglia

O pior não é morrer, mas ter de desejar / a morte e não conseguir obtê-la.

Sófocles

Faça aquilo que você tem medo de fazer e a morte do medo é certa.

Ralph Waldo Emerson

A velhice é uma tirania que proíbe, sob pena de morte, todos os prazeres da juventude.

François La Rochefoucauld

Arrepender-se do passado, aborrecer-se no presente, temer o futuro: assim é a vida. Só a morte, a quem está confiada a renovação sagrada das coisas, me promete a paz.

Ugo Foscolo

A morte é sempre e em todas as circunstâncias uma tragédia, pois, se não o é, quer dizer que a própria vida passou a ser uma tragédia.

Theodore Roosevelt

A vida anuncia que renuncia a morte.

O Teatro Mágico

A morte de uma organização acontece quando os de baixo já não querem e os de cima já não podem.

Lênin

A vida é o princípio da morte. A vida só existe em função da morte. A morte é acabar e começar ao mesmo tempo, separação e união mais estreita consigo mesmo.

Friedrich Novalis

Para o amor e a morte, não há coisa forte.

Mateo Alemán

O amor não mata a morte, a morte não mata o amor. No fundo, entendem-se muito bem. Cada um deles explica o outro.

Jules Michelet

Depois da morte não há nada e a morte também não é nada.

Sêneca

Quando chega a morte, não é da nossa ternura que nos arrependemos: é da nossa severidade.

George Eliot

O homem livre, no que pensa menos é na morte, e a sua sabedoria é uma meditação, não da morte, mas da vida.

Baruch Espinoza

Nada é mais certo neste mundo do que a morte e os impostos.

Benjamin Franklin

A morte é de fato o fim, no entanto não é a finalidade da vida.

Michel de Montaigne

Acontece com a velhice o mesmo que com a morte. Alguns enfrentam-nas com indiferença, não porque tenham mais coragem do que os outros, mas porque têm menos imaginação.

Marcel Proust

O ócio sem estudos é como a morte e a sepultura do homem vivo.

Sêneca

Devemos chorar as pessoas à nascença, e não aquando da sua morte.

Barão de Montesquieu

Sabe-se que enquanto vivemos estamos mais ou menos expostos à inveja, mas depois da nossa morte os nossos inimigos deixam de nos odiar.

Demóstenes