Pequenos textos sobre Morte

Cerca de 592 pequenos textos sobre Morte

Palavras que não lhe valeram
Um dia ouviu dizer que se colheria o que plantou, mas em sua realidade a vida foi traiçoeira, não fez questão, o deixou pra trás, o trapaceou. Ele morreu com o sentimento de vazio por nas palavras de conforto no final não haver o conforto que se pretendia. Hoje ele no escuro se retorce de vontade de voltar e contar a todos que o certo é viver sem o peso na consciência, sem o dever de achar dever algo.

Diego Anizio

O horizonte visto hoje será apenas a miragem do amanhã?!

Devagar o velho caminha, procurando um destino,
lentamente ele se perde, num encontro de ruínas.
Que estrada infinita, ele não vê a direção.
Apenas sente-se distrair aos olhares que se vão.

Desconhecidos esses trilhos, que o empurraram a andejar.
O nobre, escassamente segue.
Sem enxergar além, apenas permanece.
- Que direito então o homem tem?

- Incontestável!
O horizonte visto hoje é a miragem do amanhã...

Ele continua a vagar.
Sempre, sempre...
Até a esperada morte, finalmente,
então o levar.

AmandaLRocha

ILUSÕES (B.A.S)

E como nada é garantido na vida,
a morte é a única certeza.
Tudo que contamos em vida, como:
riqueza, abundância, riso, fama, são coisas frágeis,
nada é garantido, de nada adianta, é garantia de nada.
Não podemos edificar nossas vidas, nas ilusões, não devemos vangloriarmos em nada.
Porque uma ventania derrubará tudo.
Opte por Deus e sua vida será bem sucedida.
Amém.

Bartolomeu Assis Souza

- Ainda gota -

Quantas gotas debaixo da ponte...
onde a água passou há tanto e ainda passa ?
Quantas vidas até ser de novo água ?
Muitas vezes não quis ser gota, nem me via assim...
preferia ser a madeira, o concreto da ponte,
suportar e não ser suportado...
mas de nada adianta esse meu querer...
Sempre o mesmo e triste trajeto.

Porque não me busca essa corrente abaixo de mim ?

Não aguento mais esperar preso nessa corrente.

Waldo Gomes

Um dia

Um dia...
Um dia tudo terá fim
Esses olhos não mais verão
Esses dedos não mais tocarão

E esse coração que hoje bate por ti
Não irá bater...
Nem por ti e nem por ninguém mais
Ele irá perecer

Será decomposto
Pelo verme que come
Os míseros restos
Que sobrarão do meu ser

'Que morbidez!'
Você pode dizer...
Mas apenas escrevo
O que vai acontecer

Porque um dia tudo terá fim
Ao vento será deixado
E tudo que há em mim
Será apenas pó espalhado

Débora Soares

O limite do ódio chega ao extremo
A conversa proibida chega a tona
O sentimento de algo melhor é almejado
Para que um dia possa ser feliz
O passaporte de uma vida melhor esta em minhas mãos

As lembranças boas voltam
São poucas, mas elas estão aqui
Por um segundo, você sorri
Até que a angustia volta
O efeito da cocaína passa
E o passaporte de uma vida melhor
chega a sua cabeça

Guilherme Castanharo

No existe el tiempo
Existe el movimiento y el cambio.
Lo que llamamos tiempo es un invento humano
Hemos observado que hay realidades cíclicas y nos apoyamos en ellas en un torpe intento de tener control sobre un enorme movimiento que en todo nos rebasa.
Conenzando por el propio proceso de oxidación de nuestro cuerpo.

C.M

Qual a coisa mais difícil que temos que enfrentar?
A morte ou a perda da pessoa que nós amamos?
Eu acho que as duas coisas, porque um dia todos vamos morrer,mas enquanto estamos aqui e vivos, temos que viver o máximo que pudermos. Cada sorriso, cada tristeza, cada choro, devemos aproveitar esses momentos porque devemos amar, sorrir e chorar, devemos viver...

Isa Reis

confissão

esperando pela morte
como um gato
que vai pular
na cama
sinto muita pena de
minha mulher
ela vai ver este
corpo
rijo e
branco
vai sacudi-lo talvez
sacudi-lo de novo:
hank!
e hank não vai responder
não é minha morte que me
preocupa, é minha mulher
deixada sozinha com este monte
de coisa
nenhuma.
no entanto
eu quero que ela
saiba
que dormir todas as noites
a seu lado
e mesmo as
discussões mais banais
eram coisas
realmente esplêndidas
e as palavras
difíceis
que sempre tive medo de
dizer
podem agora ser ditas:
eu te
amo.

Charles Bukowski

Não é fácil escrever sobre certas coisas complexas, como:
Amor, morte, Deus... mas à medida que cresço essas palavras vão ganhando novas formas, sentidos e significados e assim vou escrevendo sem grandes esforços, então percebo que escrever é a respiração da minha experiência, a tradução do meu existir.

Idenir Ramos

Meu Deus, Vou Morrer...

Trabalho com a morte
Dia após dia, "sempre".
Todos os dias vejo uma
Vida deixar este mundo.

Apesar desta "vivência",
Talvez pela louca rotina,
Talvez pela luta pela vida,
Não percebo minha finitude.

Quero dizer, não percebo
Que também vou morrer...
Ou melhor, quase esqueço.

E quando então lembro que
"Meu Deus, vou morrer...",
Iluminado, sinto: "Sou vivo!"

Francismar Prestes Leal

Morte Confortante

Há felicidade no morrer.
Pois acaba toda tristeza.
E junto vai o sofrer.
Eu vejo na morte a beleza.

A morte chega a ser uma recompensa,
Para uma vida de solidão.
Quem sofre, na morte sempre pensa,
Principalmente quem sofre de paixão.

Morte eu te agradeço.
Faz tempo que eu espero por este encontro.
A minha vida eu te ofereço.
Abraça-me! Eu estou pronto.

Ricarlosmelo

Tudo me incomoda



A multidão me incomoda,a solidão me incomoda,a vida me incomoda,a morte me incomoda,o amor me incomoda e a falta de amor,me incomoda. Tudo me incomoda quando não estou bem comigo mesma.Quando estou bem nada me incomoda,tudo fica completamente bem.Eu queria apenas não me incomodar e me acomodar,eu sempre quero mais infelizmente NADA é como eu quero.Eu quero parar de me incomodar e de incomodar,mas não dá,simplismente não dá!

Juliana de Souza Malaquias

Muita coisa eu quero

Muita coisa eu não compreendo;
Deus...
Infinito...
Morte
Você...

Muita coisa eu acho lindo;
Uma casa..
Um cachorro...
Uma criança...
Você...

Muita coisa eu gosto;
Doce de leite...
Sorvete de ameixa..
Dias de chuva...
Você..

Muita coisa eu não aceito;
Injustiça..
Despedida...
Egoísmo...
Perder você...

Muita coisa eu desejo;
Paz..
Liberdade..
Amor...
Você...

Muita coisa eu quero;
Você..
Você..
Você...
Você...

Ricarlosmelo

Lamentos

Não sei porque não me abraça morte.
E acaba de vez com meu pranto.
Cerrar esta vida vazia.
De um homem sem sorte
Cobri-me com teu manto.
E não deixa eu amanhecer o dia.

Sinto-me despido de afeto.
Esta fria solidão, sem abraços e muita ilusão.
Nem quero mais sofrer.
Morte debruça no meu leito
E me veste o coração.
Chega rápido, não precisa nem bater.

A porta vai esta aberta.
E caregar pra sempre este sofrimento.
É cruel o desprezo.
Leva a única coisa que me resta.
Esta vida de lamentos
Acaba comigo a qualquer preço.

Ricarlosmelo

Os Abutres Estão Prontos

Carne, ossos e miolos, espalhados pelo chão
Fim da vida, chega a morte, logo a putrefação
Muito tempo se passou, e o cadáver lá deixado
Vermes, moscas e micróbios, corpo seco e retalhado
Os abutres estão prontos pra devorar a carcaça
Jaz um corpo na estrada, que sofreu uma desgraça.

Allan Snipher

Medo de Morrer

Tenho medo de morrer
Pois não sei com a morte o que fazer
Se até hoje ninguém voltou pra me dizer,
Como é que vou saber...
Enquanto isso prefiro é viver,
Talvez aqui tenho mais sorte,
Não vou com a cara da morte,
Nessa cena, eu peço corte,
Dela não quero participar,
Sei lá...
Até hoje, ninguém voltou de lá,
Se a morte for um teatro,
Deve ser um clima chato,
Ver as cortinas se fechar.
Sei lá.
Deixe-me aqui ficar,
Quem tiver curiosidade,
Que vá.
De quem foi tenho saudade,
Mas, deixe-me ficar,
Quero é viver...
Tenho medo de morrer.

Reff Carvalho

Trevas
sou o vampiro que mora na sombra terrestre
sou o suspiro de morte da vida humana
sou o que vive o que morre e alimenta da carne
na direção oposta do sol eu me cubro,
com o manto negro da morte minha alma se esconde de vez,
correndo da dor, sem sofrer como um porco
me facina sua derrota,
seu imploro de socorro já não me importa
sua alma na vida é morta e no inferno é presa
veja que beleza lá não tem luz solar
mais no fogo do inferno sua alma queimará
trevas para todo o fim!

Henry Nascimento

A VIDA
A vida é a arte de acreditar, sonhar e amar.
É o período entre a fecundação e a morte.
Para muitos uma obra de arte mal acabada.
Para outros, um tempo de aprimoramento e grandes realizações.
Para os que têm fé, é a esperança de vida eterna.
Para os que amam, é uma promessa de felicidade.
Para os que sonham, é a certeza de grandes realizações.
Para quem não tem fé, não ama e nem sonha: é apenas um dia após o outro.

Ana Fraga - Ivaiporã

Apenas os poetas falam da morte
assim tão liberais, eu já escolhi o dia
em que morrei. Será em um belo dia de sol
há de fazer bastante calor, para que o fogo
termine brevemente com seu ofício sacramental
queimará meu corpo, mas aprimorará a minha essência
no estado de cinzas, portanto mais leve.
A poesia divina ecoará nos quatro cantos do universo
o pó, que tão frágil se negou ao pó voltar, transmutará
em matéria quântica, em almas tantas, que ao cosmo se unirá.

Evan do carmo