Pensamentos de Sigmund Freud

Cerca de 159 pensamentos de Sigmund Freud

A religião é comparável a uma neurose da infância.

Sigmund Freud

O sonho representa a realização de um desejo.

Sigmund Freud

A maioria das pessoas não quer realmente a liberdade, pois liberdade envolve responsabilidade, e a maioria das pessoas tem medo de responsabilidade.

Sigmund Freud

Nós nunca somos tão desamparadamente infelizes como quando perdemos um amor.

Sigmund Freud

Contra os ataques é possível nos defendermos: contra o elogio não se pode fazer nada.

Sigmund Freud

Somos feitos de carne, mas temos de viver como se fôssemos de ferro.

Sigmund Freud

Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada!

Sigmund Freud

Um homem que está livre da religião tem uma oportunidade melhor de viver uma vida mais normal e completa.

Sigmund Freud

A felicidade é um problema individual. Aqui, nenhum conselho é válido. Cada um deve procurar, por si, tornar-se feliz.

Sigmund Freud

A inteligência é o único meio que possuímos para dominar os nossos instintos.

Sigmund Freud

Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.

Sigmund Freud

O pensamento é o ensaio da ação.

Sigmund Freud

O sonho é a satisfação de que o desejo se realize.

Sigmund Freud

Se quiseres poder suportar a vida, fica pronto para aceitar a morte.

Sigmund Freud

O estado proíbe ao indivíduo a prática de atos infratores, não porque deseje aboli-los, mas sim porque quer monopolizá-los.

Sigmund Freud

A nossa civilização é em grande parte responsável pelas nossas desgraças. Seríamos muito mais felizes se a abandonássemos e retornássemos às condições primitivas.

Sigmund Freud

A ciência não é uma ilusão, mas seria uma ilusão acreditar que poderemos encontrar noutro lugar o que ela não nos pode dar.

Sigmund Freud

Qualquer coisa que encoraje o crescimento de laços emocionais tem que servir contra as guerras.

Sigmund Freud

É escusado sonhar que se bebe; quando a sede aperta, é preciso acordar para beber.

Sigmund Freud

Eduque-o como quiser; de qualquer maneira há-de educá-lo mal.

Sigmund Freud