Peguei

Cerca de 387 frases e pensamentos: Peguei

Me peguei em meio a uma tempestade de lembranças.
Lembranças de uma simples e mais perfeita história de amor.
Abro a janela,e a chuva parece não cessar,
Alagando a minha mente com lembranças.
Lembranças de você,do seu sorriso,do seu perfume,de um olhar.
Lembranças de momentos especiais,mas também lembranças das lágrimas que derramei por você.
Porque meu coração me deixou fazer isso?
Me fez admirar você,amar você...
Mas agora tenta te esquecer!

Amanda

Hoje me peguei aos suspiros, daqueles em que a gente tenta transcrever para o papel e não consegue. Uma daquelas impressões de que o corpo vibra com tanta felicidade por leveza de espírito e paz interior, de pura e plena alegria, em que basta você enxerga que tudo no seu organismo se encontra funcionando bem, para que as excitações de uma vida toda lhe tragam de volta essa vontade de viver com o coração aberto, capaz de experimentar a textura de cada momento, no tempo devido de cada uma.

http://lisandralavigne.blogspot.com/

Lisandra Lavigne

Quando vc ta andando com um menino,passa uma menina bonita,vc fala eu já peguei,mais vc nao pegou.
Quando quer namorar com ela,,, vc chega na frente dela e tenta falar quer namorar comigo,mais nao consegue.

O Amor Não é Fácio...Tenta nascer com estilo

Matheus775

Dias atrás, me peguei observando os lençóis que havia pendurado no varal, e surpreemdi-me com a sensação que estava tendo... Algo que já havia sentido antes, mas que, talvez por um segundo a menos de sensibilidade, não tivesse registrado.
Não sei se consigo descrever - não é fácil colocar em palavras a sensação que se tem ao ver "lençóis ao vento"...
Mas foi algo tão delicioso, apaziguante (lençóis trazem paz?...), prazeroso ao ponto de tirar-me do foco, por uns instantes.
Depois desse momento indelével, fiquei, durante o dia todo com aquela imagem, indo e vindo, na minha cabeça, tentando encontrar uma definição plausível para aquilo.
Talvez hoje eu realmente tenha descoberto: as coisas simples da vida são prazerosas.
Estou numa fase, nesta minha jornada, em que a euforia de saber o que vai acontecer no próximo minuto, já não existe.
Valorizo os minutos que estou vivendo, como se o próximo não fosse acontecer.
Pelo menos tento...
Sempre me descobri observando as criações de Deus: uma flor, no meio do mato; passarinhos pousados "nos fios densos da pauta de metal..."; uma nuvem solitária, na imensidão azul; o cheiro absurdamente bom da terra molhada.
Então, contra toda expectativa, toda surpresa, me pego no deleite com "lençóis ao vento"?!!
Seria final de carreira? Seria falta do que pensar:? Ou, quem sabe, o excesso de tecnologia atual entranhado, fazendo um backup das coisas boas?
Não!
Certamente, é o ciclo natural da vida, mostrando as coisas infindáveis, imutáveis, que não se constroem por mãos humanas, que não se explicam por mentes humanas, porque não foram criadas por sabedoria humana!
Por isso, detalhes tão, aparentemente, sem significado tornam-se surpreendentes, muitas vezes.
E não só pra pessoas sensíveis, ou aguçadamente curiosas, mas àquelas que passaram pela vida sem se dar conta de que estas coisas existiam.
É uma oportunidade única - ou várias oportunidades únicas!!
É imperdível!

Meu desafio hoje, pra nós, é:
deixemo-nos ser absorvidos pelo prazer de ver "lençóis ao vento"...
...ou flores no mato...
...ou passarinhos pousados - ou voando...
...ou nuvens passeando pelo céu...
... ou degustando o cheirinho de terra molhada!

Aproveite! Você não vai ter a mesma oportunidade duas vezes!!

Marília Ferreira de Oliveira

Carimbei esse homem com o batido das minhas coxas no entreperna dele. Peguei o doce, que só existe no sabor romântico, e transformei em diversos sabores esfregados em acordes.

~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor

Me peguei pensando, pensando não sei em que só sei que no final do pensamento o que me veio a cabeça, obviamente foi você.

Mariana Bavaresco

Peguei minha onda e voltei pro mar,
Quebrei as correntes do oceano
Que não me deixavam te amar.

Ariel Lisboa

Suspeito passando num carro de vidro fumê


Na rua peguei a pista em plena véspera de natal a caminho do Peba, povoado de Piaçabuçu via BR 101.
Uma multidão com fuzis apunhalados a minha face.
Me fez respirar mais contida, no pulsar de um coração em meio a uma guerra de reais sem cor. excluída de dignidade que carrego todo dia que consigo respirar. No universo da não contradição, do não fazer o que é de errado por tanto levanto a mão não, policia, pois não sou ladrão e segura a língua quando usar sua entonação de quartéis que ainda não me alistei no exército pois nesse momento aponto o fuzil, pra o ir e vir, pra o abordar com sutileza. Pra o respeita pessoas comuns, pra falar comigo como se eu fosse um ser humano.
Primeiro entra na sua vida: saia do carro com a mão pra cima, depois usa de mau educação pra lidar com os civis. Busco a dignidade de andar pelas ruas não quero ser chacota de ninguém. Nem quero fazer ninguém de chacota.
Quero andar nas ruas feliz da vida e me sentir protegida pelos meus impostos não atordoada por eles.
Respeito é bom e eu gosto.
Então que se respeite, para ele lhe ser dado.
Precisamos de cursos de boas maneiras também na policia. Bons tratos não se dar só ao presidente.

Adriana Calumby

Sabe, esses dias me peguei olhando pro nada. Mas dentro da minha cabeça vinha tudo á tona. Olhei pro nada e me vi com lágrimas nos olhos, mas também com um sorriso no rosto, sabe porque? porque os momentos que passamos juntos foram os mais felizes da minha vida mas desde que você me deixou tudo que eu consigo é chorar pra tentar substituir esse vazio dentro de mim.

Mariana Bavaresco

Me peguei na praia pensando o porque de tudo isso, o porque de um mundo tolo.. Passando a vida em segundos, tantos dias gastos pra nada, aproveitados, ou melhor não vividos, nem um pouco gastos.. Ei você que tem medo de não aprender as leis dessa sociedade, por que tens se preocupado com meras bobagens? miragens? Não sabes do que és capaz? entre no seu interior e busque somente a verdade, explore momentos não vivenciados com toda capacidade, num fluxo distante, cultivando a liberdade, ela ta em jogo.. Se não souber lidar, apenas deixando a vida o levar, eu lhe digo que tudo que no fim lhe sobrará não é o que você fez é sim o que não soube valorizar. O ódio não sobra por que ele vai te corroer, deixe o amor entrar, e aprenda a esquecer, o que te trazem de mal, amanhã podem te trazer de bem.. Antes de cobrar um ao outro, ensine-os o que de melhor podem fazer, para que sua falta não passe despercebida, e sim seja uma alavanca para novos seres reais então existirem. Se me acham louco, eu então vos lhes digo, louco é quem é perfeito e não sabe usar o que de melhor os cosmos deram..

Stephanie Schmidt

Você - Lucky

Quantas vezes me peguei vagando em meu pensamento, e do nada ele para e volta sempre no mesmo lugar, na mesma pessoa, numa frase, num momento, num silencio constrangedor, de quando me sinto perdido, e ao mesmo tempo me encontro, repleto, sereno, feliz, e com saudades de momentos que ainda não aconteceram, mas como eu queria que eles existissem.

Uma mistura de passado que não existe, presente que deveria ocorrer e um futuro que vai acontecer, momentos translúcidos dentro de minha imaginação. Uma sombra que vem perdida em meio a um raio de luz, que vai clareando, uma forma aparecendo, e um rosto surgindo.

Descubro que estou curtindo alguém, que chego a sentir falta do que nem aconteceu ainda, é o sentimento mais puro de uma paixão que vem surgindo, quando quero viver aquilo com tamanha intensidade que chego a me perder, e não me achar mais, e vou querendo buscar cada vez mais e me perdendo no meu mundo.

As coisas vão ficando mais alegres, a vida mais fácil, coisas estressantes ficando maravilhosas, um congestionamento que antes era agoniante, passa a ser algo que me faz viajar no pensamento e me remeter de novo, a aquele rosto, aquela voz, aquela pessoa que eu busco e quero, e que normalmente não me da bola.

De repente surge um sorriso, um brilho no olhar, uma mudança de humor, e a vida muda, e sentimos o chão sumir, o corpo tremer, e parece que estamos voando, num céu sem limites, sem fins, e tornando tudo possível. Quando algo vem e nos puxa, com tamanha intensidade, que perdemos o fôlego, o momento, o tempo para, o coração dispara, a respiração acelera, e sinto um lábio quente tocando a minha boca.

Então abro os olhos, afastando aquilo tudo, tentando me recompor, pensando o que ta acontecendo, imaginando como fiquei assim, e quando a escuridão some, a luz aparece, o sonho acaba, e avisto... quem eu mais desejava... VOCÊ.

Lucky - Luciano Castro

Peguei meu amor e pendurei no varal depois de limpo. O vento secou sem o calor do seu sol. Mesmo assim eu o guardei. Ainda desbotado era peça única, ficou marcado. Marcado por um ferro que com brasa quente, derretia a seda amarrotada de ansiedade e aguava minha parte bonita, bem passada, aquela... do passado. Sobre o afetuoso elo calado que se içava aqui por dentro, saltei em um beco de flores. Chamei o tempo de solução. Cantei proezas e sorria amores.
Aquele mesmo tempo já sabia sua vez...
E com conhecimento me disse: vida é emoção! É agora, é movimento, é feito. Depositei saudade nas vontades do meu corpo e carreguei com muita fortaleza. Talvez por este excesso, senti seu peso e pousei na agonia cansada. Bom ou ruim fui motivo de sensação para abrigar nossos desejos em meu amor:
Coberto sem teto; Regado com terra; Plantado em pedra.
Um brinde ao nosso mundo consumado. O vento daqui é muito forte ...
Agora eu não concluo, mas por você guardo este amor, ele também sentiu frio. pendurado alí, no varal, tão só. E agora dorme limpo, em paz, tranquilo, macio... Outro dia me des-pregador. Se ao acaso eu me soltar é porque continuei aí do lado, no nosso ocaso escuro, em cenário para enamorados.
(tin tin)

Ana Barroso

No momento que dei a mão, te peguei pelo pé, você me amarrou pelo corpo e te segurei pela alma.

~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor

Hoje eu me peguei pensando
Nas sensações por nós sentidas
Quando por palavras somos surpreendidas
E que acabam mexendo conosco

Uma vez alguém me disse
Que simples palavras fazem grandes diferenças
Enquanto palavras complexas podem soar duras e frias
Criando uma repulsa e até descontentamento

Palavras fáceis
Porém de grande valor sentimental
Dão-nos uma sensação de carinho
E nos fazem cairmos em sonhos e pensamentos
Que tornam o mundo mais bonito
E nos fazem sentirmos bem

Palavras pequenas ou grandes
Simples ou difíceis
A diferença não está em sua estrutura
Mas sim nos sentimentos que nelas colocamos

Karine

Hoje me peguei pensando em ti. Como todos os dias... sim.
E sinto meu coração partir em mil pedaços e minha alma se esvair.
Lembro-me dos poucos momentos que passamos juntos, de como me sentia realizada com um simples beijo seu... Beijo esse que não mais pertence a mim, beijo esse que faz outro alguém feliz.

Você me ensinou a ser feliz, me mostrou que a vida vale a pena e o amor existe sim, me ensinou a sorrir de verdade, me mostrou o seu mundo e me deixou fazer parte dele e, depois apontou a saída. Mas você não me ensinou a te esquecer...

E esse vazio da tua ausência me esmorece a cada segundo.
Já não sei mais o que fazer com os dias que tornaram-se tão longos e as horas tão extensas.

Um relacionamento deveria acabar e, junto com ele, todos os sentimentos de amor e afeto que nos vinculam ao ser amado, esvaziando o coração. Assim, sofríamos menos a perda de alguém. Não existiria 'falta', apenas um momento para renovação.

Saudade é ausência em forma de lembrança.
Um fato que em mim ecoa...
Desconcentrante.
Minha alma chora, sente falta do sorriso, do enlace, da compaixão, da esperança.
Encontro conforto no meu silêncio, onde o "eu" busca paz em devaneios. Uma intimidade miúda de nós dois, talvez um consolo em forma de abraço.

A dor de uma saudade dói mais que a dor da perda.
Aceito o fim, aceito mudanças, mas não consigo aceitar a vontade de ter de volta. Mesmo porque não sei se te quero de volta.

Quero apenas esquecer que te amo, que um dia te amei de verdade, que entreguei uma mão, mas quando vi, estava inteira mergulhada... e sozinha.

Flavia Tonacci

Cobiço o sol nessa minha cara de chuva, porque a vida não peguei emprestada.

Rosa Berg

Só os loucos sabem...

Por diversas vezes me peguei pensando nas mais absurdas loucuras,
inocentemente acreditando que eram imotivadas, absurdas e muitas vezes as intitulei como delírio.

Aprendi ao longo dos poucos anos que vivi, que a única coisa que realmente fica deste nosso mundo é o que
não pode, sob nenhuma hipóstese, ser comprado; OS SENTIMENTOS.

Nascemos aliedados, fato! Mas ao mesmo tempo, a vida nos proporciona o que podemos ter de maior valor...
nos proporciona sermos quem somos, nos proporciona fazer escolhas, nos proporciona evoluir.

Todos queremos evolução, mas esta traz sérias consequências que muitas vezes podem se transformar em fogo amigo dentro de nós mesmos.
Quando refiro-me a alienação penso em todas as regras que somos submetidos, sobre ter que conviver com uma realidade hipócrita sobre tudo que é certo
e sobre tudo que é errado. Se você segue as regras, e consequentemente faz o certo, você é bom! Se você em algum momento foje dessas regras, você é errado!

Mas quem disse que as regras são certas?

E eis que somos sempre os mesmos seres robóticos submetidos a uma quantidade infinitamente gigante de "regras societárias" que nos mantém alienados e nos
transformam em seres absolutamente manipuláveis sempre pelos malditos: certo e errado.

O objetivo inicial dessa vida é ser alguém, ter um bom estudo, e comprir o mais tolo ciclo da vida; Nascer, crescer, reproduzir, envelhecer e morrer.

BASTA! Nada precisa ser assim! Até quando seremos seres manipuláveis por um bando de gente imbecíl que reprimem seus verdadeiros desejos e objetivos
para que não se tornem pessoas erradas aos olhos daqueles que se julgam certos?

Não, eu não aceito isso. Só quero desse mundo o que pode ser extendido a ele, que realmente é o que há de maior valor nesse mundo. Mas há um grande detalhe...

O que há de mais valor não pode ser comprado!

Mera ilusão de pobres mortais que buscam atingir seus objetivos e possuem a ilusão de que tudo que precisam pode ser conquistado financeiramente, passando
uma vida correta e de muito sucesso aos olhos dessa mesma sociedade doentia.

POBRE ALMA! Como já dizia um amigo meu...

Pobre alma porque vive em uma vida submissa, ilusória e sem valor. Reprimindo em seu EU os valores e sentimentos que o próprio EU julga errado por todas essas
regras societárias e medíocres a quais somos forçados a nos submeter.

Não, eu me nego!

Eu quero uma vida de verdades, de valores que realmente valem!

Quero pra mim tudo que desejo pras pessoas que amo.
Quero pra sejam pra mim tudo que tento ser pra eles.
Quero que meu valor seja o real, não o material!

Quero muitas coisas, mas também sou em muitos momentos submetido, mesmo que contráriamente, as mesmas regras que todos esses seres alienados são.

Mas há dentro de mim a loucura... o delírio... Há dentro de mim os mais loucos desejos de viver uma vida baseada nos valores que realmente possuem algum valor.
Não há como transcrever em palavras tudo isso, só há uma ÚNICA forma de entender o que eu realmente desejo... e essa forma é estampada na simplicidade do dia-a-dia:

Abrir os olhos e sentir!

Diante disso todos saberemos como viver uma vida de valores realmente válidos... mas é uma pena...

QUE SÓ OS LOUCOS SABEM!

Elizandro Pacheco

Só os loucos sabem...

Por diversas vezes me peguei pensando nas mais absurdas loucuras,
inocentemente acreditando que eram imotivadas, absurdas e muitas vezes as intitulei como delírio.

Aprendi ao longo dos poucos anos que vivi, que a única coisa que realmente fica deste nosso mundo é o que
não pode, sob nenhuma hipóstese, ser comprado; OS SENTIMENTOS.

Nascemos aliedados, fato! Mas ao mesmo tempo, a vida nos proporciona o que podemos ter de maior valor...
nos proporciona sermos quem somos, nos proporciona fazer escolhas, nos proporciona evoluir.

Todos queremos evolução, mas esta traz sérias consequências que muitas vezes podem se transformar em fogo amigo dentro de nós mesmos.
Quando refiro-me a alienação penso em todas as regras que somos submetidos, sobre ter que conviver com uma realidade hipócrita sobre tudo que é certo
e sobre tudo que é errado. Se você segue as regras, e consequentemente faz o certo, você é bom! Se você em algum momento foje dessas regras, você é errado!

Mas quem disse que as regras são certas?

E eis que somos sempre os mesmos seres robóticos submetidos a uma quantidade infinitamente gigante de "regras societárias" que nos mantém alienados e nos
transformam em seres absolutamente manipuláveis sempre pelos malditos: certo e errado.

O objetivo inicial dessa vida é ser alguém, ter um bom estudo, e comprir o mais tolo ciclo da vida; Nascer, crescer, reproduzir, envelhecer e morrer.

BASTA! Nada precisa ser assim! Até quando seremos seres manipuláveis por um bando de gente imbecíl que reprimem seus verdadeiros desejos e objetivos
para que não se tornem pessoas erradas aos olhos daqueles que se julgam certos?

Não, eu não aceito isso. Só quero desse mundo o que pode ser extendido a ele, que realmente é o que há de maior valor nesse mundo. Mas há um grande detalhe...

O que há de mais valor não pode ser comprado!

Mera ilusão de pobres mortais que buscam atingir seus objetivos e possuem a ilusão de que tudo que precisam pode ser conquistado financeiramente, passando
uma vida correta e de muito sucesso aos olhos dessa mesma sociedade doentia.

POBRE ALMA! Como já dizia um amigo meu...

Pobre alma porque vive em uma vida submissa, ilusória e sem valor. Reprimindo em seu EU os valores e sentimentos que o próprio EU julga errado por todas essas
regras societárias e medíocres a quais somos forçados a nos submeter.

Não, eu me nego!

Eu quero uma vida de verdades, de valores que realmente valem!

Quero pra mim tudo que desejo pras pessoas que amo.
Quero pra sejam pra mim tudo que tento ser pra eles.
Quero que meu valor seja o real, não o material!

Quero muitas coisas, mas também sou em muitos momentos submetido, mesmo que contráriamente, as mesmas regras que todos esses seres alienados são.

Mas há dentro de mim a loucura... o delírio... Há dentro de mim os mais loucos desejos de viver uma vida baseada nos valores que realmente possuem algum valor.
Não há como transcrever em palavras tudo isso, só há uma ÚNICA forma de entender o que eu realmente desejo... e essa forma é estampada na simplicidade do dia-a-dia:

Abrir os olhos e sentir!

Diante disso todos saberemos como viver uma vida de valores realmente válidos... mas é uma pena...

QUE SÓ OS LOUCOS SAiBAM!

Elizandro Pacheco

Esses dias trancado nesse quarto eu me peguei pensando no porque está nessa vida sem ter um motivo especial, só agora percebi que meu motivo é Deus e nada mais !!

Josias.S

Hoje eu acordei e você não estava do meu lado. Peguei o celular e você não tinha me ligado. Fui dar uma volta e não esbarrei em você. Agora estou, aqui, quebrando a cabeça para entender o porquê de você estar demorando tanto para aparecer.

Clara Novais