Peguei

Cerca de 390 frases e pensamentos: Peguei

"Não sei se estou perto ou longe demais, se peguei o rumo certo ou errado, sei apenas que sigo em frente, vivendo dias iguais de formas diferentes ! Já não caminho mais sozinha, levo comigo cada recordação, cada vivência, cada lição. Amo todos os que amo sempre com a alma iluminada! O meu passado foi a minha melhor lição de vida. Aprendi tanto tanto que hoje sei, principalmente, o que não quero para mim. A mudança trouxe-me tudo o que os meus sonhos sempre almejavam e muito mais! O passado deu-me os amores incondicionais que se multiplicam e engrandecem ainda mais o meu amor! E assim me sinto hoje... muito feliz e agradecida!"

Maria José Leitão

Recordações...

Hoje me peguei pensando em você, em quando te conheci. Lembro que nosso primeiro encontro foi meio perturbador, você me deixava confusa, sem saber o que pensar a seu respeito. Tava lembrando que logo ao te conhecer eu quis mudar, por você. Lembro como muitas vezes eu agi de forma ridícula, sempre querendo ser alguém mais interessante.
Nervosismo, ansiedade, borboletas no estômago, foram esses os primeiros sinais que me fizeram perceber que tinha te encontrado. Ai, como eu era boba!

Você me fez rir, me deixou alegre, fez com que eu me sentisse tão bem, mas por você eu também chorei e senti tanta raiva que desejei mais que tudo que fosse embora da minha vida e nunca mais voltasse. Quantas vezes tentei te entender? Quantas vezes tentei ME entender, entender minhas atitudes quando o assunto era você? Eu já desisti, descobri que é impossível te decodificar.
Sei que qualquer dia desses vamos nos encontrar novamente. A gente sempre se encontra né?

Então, até a próxima!

A. Alves

Ontem a noite me peguei chorando por um velho amor, um amor que eu tinha enterrado há muito tempo atrás, mas ontem eu me lembrei de que esse amor foi o meu primeiro, logo é inesquecível. Agora me pergunto que diabos esse amor quis voltar dessa maneira, deixando-me nostálgica com tantas lembranças que jurei jamais lembra-las novamente. Eu estava pronta para assumir um novo amor, começar uma nova vida, tudo novamente… mas por algum motivo, ainda não me esqueci do velho amor, por que não? Faz tanto tempo, não o vejo há meses e nem sei se ainda se lembra de mim. Esse velho amor voltou para me chatear como fazia, mas será que vai me fazer rir também da forma que só ele sabia? Que saudades eu sinto do seu carinho, da sua voz, das suas piadas, que saudade sinto de você, queria poder nunca ter saído de perto de você. Parece que foi arrancando um pedaço de mim e eu continuei viva, parece que foi arrancado minha alma e meu corpo continuou vagando por aí. Se eu pudesse fazer um último pedido, um último desejo, eu pedira você aqui pela última vez, poder sentir seu abraço, seus beijos, só quero mais uma vez sentir você comigo, ser sua só por mais um dia

Liege Cangussu

Nessa de querer abraçar o mundo, me peguei enrolada só em meus próprios braços.

Joyce Carolino

Carimbei esse homem com o batido das minhas coxas no entreperna dele. Peguei o doce, que só existe no sabor romântico, e transformei em diversos sabores esfregados em acordes.

~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor

Me peguei pensando, pensando não sei em que só sei que no final do pensamento o que me veio a cabeça, obviamente foi você.

Mariana Bavaresco

Quando vc ta andando com um menino,passa uma menina bonita,vc fala eu já peguei,mais vc nao pegou.
Quando quer namorar com ela,,, vc chega na frente dela e tenta falar quer namorar comigo,mais nao consegue.

O Amor Não é Fácio...Tenta nascer com estilo

Matheus775

Peguei carona na cauda



do cometa que passava



numa alegria graúda



da estrela que brilhava



vagando os olhos se perdem



no imenso céu azul



nos mil delírios que dizem:



-Estás perto de Istambul!



Aquela Lua amarela



pendurada tão sozinha



verso palavra ardida



no prato pimenta Rainha



tenho sede da tua boca



saudade que não vivi



sangue vinho que brota



da asas do colibri

Marcos Devanir dos Santos

Verdade seja dita, eu tentei o meu melhor. Mas em algum lugar ao longo do caminho, eu peguei em tudo o que havia para oferecer, e o custo foi muito mais do que eu poderia suportar. Embora eu tenha tentado, eu caí ... Tenho descido tão baixo. Todos nós começamos com boas intenções, o amor era cru e jovem, nós acreditávamos que poderíamos mudar a nós mesmos.
O passado pode ser desfeito, mas nós carregamos em nossas costas o fardo, o tempo sempre revela a luz solitária da manhã. As feridas que não cicatrizam, é o gosto amargo de perder tudo que eu guardei tão bem. Enquanto eu estiver assim, nessa interminável agonia, esperando notícias que nunca chegam, vou deixar passar várias possibilidades interessantes ao meu redor. Claro, ninguém se compara a quem eu aguardo, mas quem eu aguardo não está disponível no momento. Poderá, inclusive, nunca estar, apesar de tudo o que já falei.


RECOMEÇO ( PARTE I )

Gessika Felix

Dias atrás, me peguei observando os lençóis que havia pendurado no varal, e surpreemdi-me com a sensação que estava tendo... Algo que já havia sentido antes, mas que, talvez por um segundo a menos de sensibilidade, não tivesse registrado.
Não sei se consigo descrever - não é fácil colocar em palavras a sensação que se tem ao ver "lençóis ao vento"...
Mas foi algo tão delicioso, apaziguante (lençóis trazem paz?...), prazeroso ao ponto de tirar-me do foco, por uns instantes.
Depois desse momento indelével, fiquei, durante o dia todo com aquela imagem, indo e vindo, na minha cabeça, tentando encontrar uma definição plausível para aquilo.
Talvez hoje eu realmente tenha descoberto: as coisas simples da vida são prazerosas.
Estou numa fase, nesta minha jornada, em que a euforia de saber o que vai acontecer no próximo minuto, já não existe.
Valorizo os minutos que estou vivendo, como se o próximo não fosse acontecer.
Pelo menos tento...
Sempre me descobri observando as criações de Deus: uma flor, no meio do mato; passarinhos pousados "nos fios densos da pauta de metal..."; uma nuvem solitária, na imensidão azul; o cheiro absurdamente bom da terra molhada.
Então, contra toda expectativa, toda surpresa, me pego no deleite com "lençóis ao vento"?!!
Seria final de carreira? Seria falta do que pensar:? Ou, quem sabe, o excesso de tecnologia atual entranhado, fazendo um backup das coisas boas?
Não!
Certamente, é o ciclo natural da vida, mostrando as coisas infindáveis, imutáveis, que não se constroem por mãos humanas, que não se explicam por mentes humanas, porque não foram criadas por sabedoria humana!
Por isso, detalhes tão, aparentemente, sem significado tornam-se surpreendentes, muitas vezes.
E não só pra pessoas sensíveis, ou aguçadamente curiosas, mas àquelas que passaram pela vida sem se dar conta de que estas coisas existiam.
É uma oportunidade única - ou várias oportunidades únicas!!
É imperdível!

Meu desafio hoje, pra nós, é:
deixemo-nos ser absorvidos pelo prazer de ver "lençóis ao vento"...
...ou flores no mato...
...ou passarinhos pousados - ou voando...
...ou nuvens passeando pelo céu...
... ou degustando o cheirinho de terra molhada!

Aproveite! Você não vai ter a mesma oportunidade duas vezes!!

Marília Ferreira de Oliveira

Por que eu á amo?
Hoje me peguei pensando no porquê que eu á amo...
Será que é porque quando estou com ela esqueço dos problemas e das dores da vida?
Comecei a reparar em suas atitudes,suas manias.
Por exemplo nas duas horas que você demora para se arrumar,experimentando varias camisas, calças, sapatos, bolsas.Me divirto nessas horas pois no fim de tantas trocas de roupas você acaba se decidindo pela primeira troca de roupa.
Penso nas suas covinhas ao sorrir,principalmente ao me pedir algum favor do qual não irei gostar.No biquinho que você faz ao me pedir um beijo quando percebe que fiquei irritado com algo que você tenha feito.Os seus surtos de raiva quando tudo da errado.
O seu jeito de me corrigir tentando,não se descontrolar, quando faço algo para ti mas que não saiu da maneira que você queria.O seu jeito de me olhar para ver se estou mentindo quando você me pergunta se está linda e eu respondo com um sim.
Há muitas coisa que poderia citar aqui...
Mas neste exato momento eu olho para ti,num sono profundo ao meu lado,e penso no conforto que você me da nos meus momentos dificeis com apenas um simples sorriso,um cafuné,um abraço.Agora todas as suas atitudes e manias que eu estava reparando antes foram substituidas com apenas uma feição;
Aquela que você faz ao nos reencontrarmos após alguns dias,aquela que você faz quando eu digo de coração - "eu te amo".
Acho que esta sensação não tem explicação,o amor não tem explicação!
Apesar de não sabermos explicar,só quem ama sabe o porque ama...!

Alan Soares

Esquerdo

Peguei-me na tentativa abstrata
De meros caminhos flácidos,
Como todos.
Meu sangue corre poroso,
Roendo as paredes do céu.

Senti vibrações cósmicas
No entardecer caótico, e aceitei.
Mas o caos!
Eu aceito o caos?
– não!
Recuso-me aceitá-lo.

Meu prazer está na criação discreta
Da punhalada.

Sobrevivo entre os escombros
De uma nação encardida, cariada.
Que seus dentes amarelos ferem
Fundo os meus olhos e ouvidos.

E limito-me a canonizar a
Vergonha nacional, com meu verso
De sete pontas. Porque sei que
Este fere mais.

Manolo Kottwitz

Peguei papel e caneta para escrever alguma coisa,qualquer coisa,menos sobre você.Não quero escrever sobre esse sentimento que eu crio e faço crescer a cada milésimo de segundo;definitivamente não quero.Não é que eu não o ame,mas…não sei por quê me deu vontade de parar com isso de uma vez por todas.Não quero mais sentir o meu coração acelerar quando eu te vejo de longe.Nao quero mais me sentir fraca diante de um simples e doce sorriso seu.Não quero mais passar noites em claro sonhando e desejando todos os nossos possíveis encontros,que podem nunca acontecer.Isso tudo acaba comigo.Cansei.Não,não cansei do amor que eu sinto.Pra falar a verdade é o que eu mais quero sentir.A única coisa que me incomoda é:por que não podemos ter um amor sem desgastes?O amor é tão bonito,tão envolvente;é o sentimento mais puro que uma pessoa pode sentir.O problema é o poder que ele tem de desgastar qualquer ser-humano que o sente.

Kelly Riby

Suspeito passando num carro de vidro fumê


Na rua peguei a pista em plena véspera de natal a caminho do Peba, povoado de Piaçabuçu via BR 101.
Uma multidão com fuzis apunhalados a minha face.
Me fez respirar mais contida, no pulsar de um coração em meio a uma guerra de reais sem cor. excluída de dignidade que carrego todo dia que consigo respirar. No universo da não contradição, do não fazer o que é de errado por tanto levanto a mão não, policia, pois não sou ladrão e segura a língua quando usar sua entonação de quartéis que ainda não me alistei no exército pois nesse momento aponto o fuzil, pra o ir e vir, pra o abordar com sutileza. Pra o respeita pessoas comuns, pra falar comigo como se eu fosse um ser humano.
Primeiro entra na sua vida: saia do carro com a mão pra cima, depois usa de mau educação pra lidar com os civis. Busco a dignidade de andar pelas ruas não quero ser chacota de ninguém. Nem quero fazer ninguém de chacota.
Quero andar nas ruas feliz da vida e me sentir protegida pelos meus impostos não atordoada por eles.
Respeito é bom e eu gosto.
Então que se respeite, para ele lhe ser dado.
Precisamos de cursos de boas maneiras também na policia. Bons tratos não se dar só ao presidente.

Adriana Calumby

Sabe, esses dias me peguei olhando pro nada. Mas dentro da minha cabeça vinha tudo á tona. Olhei pro nada e me vi com lágrimas nos olhos, mas também com um sorriso no rosto, sabe porque? porque os momentos que passamos juntos foram os mais felizes da minha vida mas desde que você me deixou tudo que eu consigo é chorar pra tentar substituir esse vazio dentro de mim.

Mariana Bavaresco

Me peguei na praia pensando o porque de tudo isso, o porque de um mundo tolo.. Passando a vida em segundos, tantos dias gastos pra nada, aproveitados, ou melhor não vividos, nem um pouco gastos.. Ei você que tem medo de não aprender as leis dessa sociedade, por que tens se preocupado com meras bobagens? miragens? Não sabes do que és capaz? entre no seu interior e busque somente a verdade, explore momentos não vivenciados com toda capacidade, num fluxo distante, cultivando a liberdade, ela ta em jogo.. Se não souber lidar, apenas deixando a vida o levar, eu lhe digo que tudo que no fim lhe sobrará não é o que você fez é sim o que não soube valorizar. O ódio não sobra por que ele vai te corroer, deixe o amor entrar, e aprenda a esquecer, o que te trazem de mal, amanhã podem te trazer de bem.. Antes de cobrar um ao outro, ensine-os o que de melhor podem fazer, para que sua falta não passe despercebida, e sim seja uma alavanca para novos seres reais então existirem. Se me acham louco, eu então vos lhes digo, louco é quem é perfeito e não sabe usar o que de melhor os cosmos deram..

Stephanie Schmidt

Você - Lucky

Quantas vezes me peguei vagando em meu pensamento, e do nada ele para e volta sempre no mesmo lugar, na mesma pessoa, numa frase, num momento, num silencio constrangedor, de quando me sinto perdido, e ao mesmo tempo me encontro, repleto, sereno, feliz, e com saudades de momentos que ainda não aconteceram, mas como eu queria que eles existissem.

Uma mistura de passado que não existe, presente que deveria ocorrer e um futuro que vai acontecer, momentos translúcidos dentro de minha imaginação. Uma sombra que vem perdida em meio a um raio de luz, que vai clareando, uma forma aparecendo, e um rosto surgindo.

Descubro que estou curtindo alguém, que chego a sentir falta do que nem aconteceu ainda, é o sentimento mais puro de uma paixão que vem surgindo, quando quero viver aquilo com tamanha intensidade que chego a me perder, e não me achar mais, e vou querendo buscar cada vez mais e me perdendo no meu mundo.

As coisas vão ficando mais alegres, a vida mais fácil, coisas estressantes ficando maravilhosas, um congestionamento que antes era agoniante, passa a ser algo que me faz viajar no pensamento e me remeter de novo, a aquele rosto, aquela voz, aquela pessoa que eu busco e quero, e que normalmente não me da bola.

De repente surge um sorriso, um brilho no olhar, uma mudança de humor, e a vida muda, e sentimos o chão sumir, o corpo tremer, e parece que estamos voando, num céu sem limites, sem fins, e tornando tudo possível. Quando algo vem e nos puxa, com tamanha intensidade, que perdemos o fôlego, o momento, o tempo para, o coração dispara, a respiração acelera, e sinto um lábio quente tocando a minha boca.

Então abro os olhos, afastando aquilo tudo, tentando me recompor, pensando o que ta acontecendo, imaginando como fiquei assim, e quando a escuridão some, a luz aparece, o sonho acaba, e avisto... quem eu mais desejava... VOCÊ.

Lucky - Luciano Castro

Peguei meu amor e pendurei no varal depois de limpo. O vento secou sem o calor do seu sol. Mesmo assim eu o guardei. Ainda desbotado era peça única, ficou marcado. Marcado por um ferro que com brasa quente, derretia a seda amarrotada de ansiedade e aguava minha parte bonita, bem passada, aquela... do passado. Sobre o afetuoso elo calado que se içava aqui por dentro, saltei em um beco de flores. Chamei o tempo de solução. Cantei proezas e sorria amores.
Aquele mesmo tempo já sabia sua vez...
E com conhecimento me disse: vida é emoção! É agora, é movimento, é feito. Depositei saudade nas vontades do meu corpo e carreguei com muita fortaleza. Talvez por este excesso, senti seu peso e pousei na agonia cansada. Bom ou ruim fui motivo de sensação para abrigar nossos desejos em meu amor:
Coberto sem teto; Regado com terra; Plantado em pedra.
Um brinde ao nosso mundo consumado. O vento daqui é muito forte ...
Agora eu não concluo, mas por você guardo este amor, ele também sentiu frio. pendurado alí, no varal, tão só. E agora dorme limpo, em paz, tranquilo, macio... Outro dia me des-pregador. Se ao acaso eu me soltar é porque continuei aí do lado, no nosso ocaso escuro, em cenário para enamorados.
(tin tin)

Ana Barroso

Me peguei chorando mais uma vez. Não havia mais risadas, euforia ou brincadeiras. Sofrer é uma lembrança que se fixou no meu presente. Sorrir se tornou banal. Levantar, uma carga que não cabe a mim. O sono se assemelha a morte, o sonho a uma segunda vida e a insônia, a uma espécie de delírio.

Camylla Gonçalves Cantanheide

A música começou a tocar, e eu me peguei pensando como foi que eu te ganhei. Lembro-me bem quando você pediu a minha mão, no momento apenas para segurá-la, enquanto a pobre da rua descalça levava toda a culpa pela minha maneira desajeitada. Eu pude sentir seu nervosismo, você tentava mostrar-se firme, mas, no entanto, era na minha mania de rir de tudo que você encontrava força. Eu me senti segura, como que toda alegria do mundo estivesse concentrada somente em mim e nada fosse o bastante para quebrar aquele encanto. Mas eu me esqueci de te avisar que as coisas não são eternas, meu amor, e que o caso da gente não era exceção. Eu fui ouvindo cada vez menos, e a creditar menos. Mas amor, você sabe, amor é uma coisa estranha. Talvez eu tivesse tudo, mas nem sempre isso se torna o bastante pelos reais princípios. E eu preferi tapar meus ouvidos, tapar meus olhos, tapar meu coração, tapar essa voz louca que tenta aprisionar-me a esse desejo tão equivocado que me fazia, além de tudo, te querer. Mas fazia, e a música acabou, juntamente com o meu amor.

Alanna Stefany