Peguei

Cerca de 423 frases e pensamentos: Peguei

Vamos definir!

Sou negro, flamenguista, e já peguei uma negra chamada Tereza!
MAS.
Não gosto de SAMBAFUNK, drogas e “probremas”, além de MCs.
O lugar que você frequenta eu dou descarga. Não me manda mais convite.

Professor Glauco Marques

Peguei um pedaço de papel e comecei escrever-te algo. Sobraram sentimentos, faltaram palavras. Rasguei a folha num ato súbito de raiva e frustração, meu desejo era poder estar ai do seu lado e poder te abraçar e te tocar, ao invés de tentar te explicar tudo o que eu sinto através das palavras. Essa maldita distância me limita tanto, e essa limitação me sufoca.

Pablo Reis Expresiones

Peguei um punhado de afeto, de sonhos, amor, fé, alegria, poesia e deixei como crédito no meu baú secreto...
Quando alguém precisar, posso doar!

Simone Resende

Abandonei as roupas no chão, peguei um vento no rosto e me encontrei aqui, pensando o quão pouco precisamos para ser feliz...
Talvez a felicidade seja essa simplicidade, um vento no rosto, um estar nu de corpo e alma e só sentir a brincadeira que o vento faz com as nossas sensações!

Simone Resende

"OS PROBLEMAS DA VIDA CHEGAM E ME DIZEM: -TE PEGUEI !.. MAS DOU UMA GARGALHADA E DIGO: - PALHAÇOS, VOCES ME FAZEM SORRIR !..

RobsonAlves

quando falo que o rolé foi daora, meu pai ja sabe que eu chapei e peguei uma mina

giampa

Pensando ou me lembrando! Foi que me peguei a ti querer, te querendo absurdamente que o meu coração lhe guardou para que transformasse respeito em amor verdadeiro...
Pergunto-me: Quem do seu lado está? Ou quem estará? Portanto lhe espero de braços abertos para te amar e te respeitar;

Julio Aukay

NÃO DESISTA!!
Me peguei pensando no pq de não desistir de coisas, oportunidades, tentativas e até pessoas. Por um momento veio em minha cabeça "pq continuar tb? não vale a pena" e aí veio aquela voz leve sabe, aquela voz boa, que se vc nao der atenção ela passa, aquela voz de Deus, dizendo pra eu não desistir. Errado ou não, bonito ou não, legal ou não, pq eu vou desistir? Sabe quantas pessoas desejam tudo o que vc tem? Sabe qntas pessoas queriam estar ou no seu lugar ou ter pelo menos metade do que vc tem? E vc ai, largando tudo, de bandeja, sem pensar direito, indo na emoção. Então veio aquela certeza dentro de mim: "Não largue!" Sim, aceitei isso pra mim e decidi, tudo que vier em minhas mãos, seja bonito ou não, caro ou não, seja la como for. Se veio pras minhas mão tem um propósito. Seja uma oportunidade, um objeto, um animal de estimação ou uma pessoa. Se veio até a mim, é pra eu cuidar. Será que eu realmente estou dando o valor certo? Ou será que estou que nem uma porca que não sabe reconhecer o valor de um diamante? Pois é, pensei, acreditei e aceitei pra mim, pq o valor quem dá é a gente. E a gente ganha de volta conforme o valor que a gente dá.

Carol Tovini

.. Esses dias me peguei com muitas saudades de minha cidade natal: SÃO PAULO... onde a vida ferve 24 hs. sem parar... onde você tem as quatro estações do ano em um dia... onde cada um vive sua vida... onde cada amizade conquistada, vira eterna...
... Me recordo que o respeito à vida alheia existia... meu vizinho podia fazer o que fosse, era problema dele... mas se precisasse, estávamos ali... existia o RESPEITO.
... o trânsito era insuportável, mas a gente descarregava ouvindo músicas, brincando, afinal, não tinha saída mesmo... era encarar com bom humor ou virava 'um dia de fúria'... (melhor sorrir...)
... na madrugada ouviam-se freadas de carros, buzinas, som alto, gritos, gemidos, um uivo ou outro por ali - nada de galos cantando ao alvorecer...
Alguns dias ainda sentíamos o sabor do interior ao som do 'carro da pamonha, direto de Piracicaba'... piada... mas delícia hoje relembrando da ingenuidade...
- Mudei para o interior, achando a paz... sim, a paz existe. (ilusória, dependendo do ponto de vista).
Quando me mudei, me irritei (por dias) com o som dos passarinhos ao amanhecer... e me toquei da loucura que São Paulo me fazia... 'como, meu Deus, me irritar ao som de pássaros?!?!?' me achei em plena quarta-feira, no meio da rua, sem passar um carro sequer!!! - 'morri????' (pensei) - não... estou no 'interior'... e sorri. pensando achar a tal sonhada 'paz'.
Andei na terra com pés descalços... senti cheiro de terra molhada com a chuva... ouvi o som dos bichos, o som do silêncio. Poucos em São Paulo já tiveram esse privilégio... o silêncio pleno... sem explicação.
- Cidade de interior ainda se pode dormir com portas abertas... cumprimentamos todos na rua com amabilidade... todos se conhecem...
Aí vem o defeito... 'todos se conhecem'..
Cuidam de sua vida, inventam, multiplicam...
Me pego pensando: - estou fazendo parte disso ou nunca fui??? estranha ainda no ninho?!
Acabei me deparando com outro lado da vida... de 'cidade pequena'... onde não somos mais um rosto na multidão. Aqui temos ENDEREÇO.
Leia-se: todos sabem onde você mora, o que faz, com quem sai, quem entra, o que come, quem não gosta, o que comeu (pelo que peidou), vasculham seu mais íntimo lixo, criam histórias hilárias que você jamais viveu...
(um dia espirrei dentro do meu quarto e ouvi, da rua: 'saúde' - sabe-se lá de quem).
Meus conceitos de vida são tão alheios a 'pequenices' dessas, que me volto em recordações da época em que vivia no meio do turbilhão paulista e nem me dava conta de como era boa a irritação de horários de pico, buzinas, trânsito, rostos anônimos na multidão... cada um cuidando da sua vida, preservando suas amizades como ouro (minhas melhores e maiores amizades são dessa época) mas se precisando... estávamos ali... para o desse e viesse...

Ahhh.. saudades de São Paulo...

Drica Bizzo

Me peguei olhando para o nada, e imaginando tudo,minha mente em disparada, nesse mundo de sonhos, onde nada é tudo e tudo é apenas ilusão e minha vida se torna um nada .

Murilo Telírio

Chinelinho verde
Pisou num sapo no portão
Dei um grito
Peguei sapinho na mão

Iris Borges

"Hoje andando pelas ruas me peguei pensando:
O que ainda me chama a atenção nesses lugares, nessas paisagens que eu conheço bem? As pessoas, os carros, as janelas das casas, as risadas, as formas das nuvens, os desenhos nas rachaduras das calçadas...
E dentro da minha alma? O que ainda me assombra, me dá calafrios e me tira o fôlego?
Resolvi seguir o conselho de um amigo:
Apenas respire..."

Meire Moreira

Me peguei pensando em você, sem entender os porquês, só sei que teu olhar não sai da minha cabeça.
Que lembro, relembro e me perco nos pensamentos desatinados, embaraçados, um tanto quanto enganados, mas tudo bem, não me importo.
Entender essas coisas pra que? Só se for pra me perder nos teus braços, ser o motivo do teu sorriso, ser tudo aquilo que um dia buscou. Se não for, seguiremos nossos caminhos sozinhos... e quem sabe lá na frente as coisas tomem rumos diferentes e voltemos a nos encontrar!

Flávia Barros

Ontem a noite me peguei chorando por um velho amor, um amor que eu tinha enterrado há muito tempo atrás, mas ontem eu me lembrei de que esse amor foi o meu primeiro, logo é inesquecível. Agora me pergunto que diabos esse amor quis voltar dessa maneira, deixando-me nostálgica com tantas lembranças que jurei jamais lembra-las novamente. Eu estava pronta para assumir um novo amor, começar uma nova vida, tudo novamente… mas por algum motivo, ainda não me esqueci do velho amor, por que não? Faz tanto tempo, não o vejo há meses e nem sei se ainda se lembra de mim. Esse velho amor voltou para me chatear como fazia, mas será que vai me fazer rir também da forma que só ele sabia? Que saudades eu sinto do seu carinho, da sua voz, das suas piadas, que saudade sinto de você, queria poder nunca ter saído de perto de você. Parece que foi arrancando um pedaço de mim e eu continuei viva, parece que foi arrancado minha alma e meu corpo continuou vagando por aí. Se eu pudesse fazer um último pedido, um último desejo, eu pedira você aqui pela última vez, poder sentir seu abraço, seus beijos, só quero mais uma vez sentir você comigo, ser sua só por mais um dia

Liege Cangussu

Disseram-me que na próxima parada você estaria.
Peguei o bonde errado e você passou me deixando pra trás !

Leônia Teixeira

Hoje tive uma experiência epifânica. Acordei num ímpeto, peguei a caneta e escrevi:" Estou farda de estar cheia dos outros e vazia de mim". Assim, num relâmpago, num" insigth", uma EUREKA da mente, do inconsciente, ou de qualquer coisa mística e sobrenatural. Estranho, porque foi como se algo se desprendesse dentro de mim e quando dei vida de fato ao pensamento escrevendo ele no papel, me senti livre. Sempre fui fiel as minhas pulsões. Ou pelo menos, sempre tentei ao máximo ser. Dessa experiência altruísta, cósmica, espiritual, sentimental, ou qualquer coisa do gênero, decidi: Nunca mais estarei vazia de mim, nem por um segundo sequer! Em tempo: Nunca é tarde pra começar e/ou recomeçar.

Simony Thomazini

Já me peguei perguntando sobre o porquê de eu me fazer tantas perguntas, então me deparei com a ciclicidade que é a vida.

Alysson Augusto

"Não sei se peguei o rumo certo ou errado...
sei apenas que devo seguir em frente..
vivendo dias iguais com formas diferentes.
já não ando mais sozinho, levo você comigo,
mesmo que tudo não anda da forma que gostaríamos,
me faz perceber que tudo valeu apena!"

Kauan Pinheiro

Reticências .
Foi mal, não resisti, peguei o trem das nove pra chegar até aqui e te dizer, tudo o que eu não disse naquela noite, que assola na memória e agora não consigo mais... Ficar um minuto sem te ver, te tocar, te sentir, te abraçar, assim não dá. Tenta me ouvir.
Então se lembra do roteiro da nossa história ? Parecia um filme escrito pelas mãos do Deus da glória, tudo na perfeita paz, e além do mais, foi com você que eu fiquei sagaz.
E no fim, não teve fim, uma reticência perto do refrão, onde ia dar empenho a nossa canção, histórias sem fim, é com um livro lido pela metade, é colar os corpos e ficar na vontade. Me desculpa aí, você é;foi;e será; o que eu sempre quis.
E assim virando a pá, vamo botar esse roteiro pra continuar, quero ser teu príncipe, deixa eu te namorar, um bis melhor, dose dupla não é pior quando se tem amor, se tem valor, a dor some ... E EVAPOROU !
E por fim, vamo cair na real, felizes para sempre a gente deixa pra lá, os teus pais eu tenho que encarar e ver se vão me aceitar, meio caminho andado é melhor do que não caminhar.
É, essa história tem que continuar.

Arthur Vasconcelos

Te peguei pela mão e juntos corremos de encontro a felicidade !

Leônia Teixeira