Peguei

Cerca de 435 frases e pensamentos: Peguei

Se algum dia eu desistir do caminho; simplesmente, peguei o rumo errado.

Marivaldo Nunes

Guardei seu rosto, fotografei sua alma. Vi sua boca, roubei um beijo. Peguei seu coração, nele estou. Segurei sua mão, envolvi seus braços, e você ficou apenas no abraço.

(Flávia Abib)

Flávia Abib

E de repente no silêncio da minha mente,
Me peguei pensando em você,
Queria te dizer tantas coisas lindas,
Mas eu não sei se quem te ama também vai ler,
Por isso decidi, melhor guardar,deixá-las aqui,
E fugir para bem perto de você,
Quem sabe um dia seu olhar encontra o meu,
E sem perceber você descubra que meus segredos,
Agora também são seus

Letícia Ma.

Abandonei as roupas no chão, peguei um vento no rosto e me encontrei aqui, pensando o quão pouco precisamos para ser feliz...
Talvez a felicidade seja essa simplicidade, um vento no rosto, um estar nu de corpo e alma e só sentir a brincadeira que o vento faz com as nossas sensações!

Simone Resende

Me peguei pensando em qual sentido e proporção tem as palavras. Se for ver pela ótica de quem escreve, vão sempre carregadas de sentimentos e emoções pela qual passamos em nossas vidas. Agora se for por quem lê, seja través de carta ou Email será sempre aquela frieza e nunca entendimento de se colocar no lugar do próximo.

Vitinho

No balanço do amor vendo as estrelas peguei no sono, sonhei que estava te pegando era tão bom.Mais ai acordei e me virei pra lado, e ali voçê estava comigo e sorrir e não mais peguei no sono e sim VOÇÊ.

Rondinelly Lopes

Folhas em branco

Hoje eu vesti aquela roupa velha de inspiração, peguei uma folha em branco e canetas coloridas. E estava disposta a desenhar uma história linda, cheia de cores e encantos. Sentei-me e comecei a escrever. Escrevi, escrevi e continuei escrevendo...e olhando para aquela folha em branco, que eu havia escrito, percebo que ela continuava lá, completamente em branco, sem nenhum rabisco, nem mesmo um risco se quer. Parei um pouco, troquei de lápis e de roupa também, e recomecei. Queria escrever tudo que eu havia vivido de bonito no amor, uma história cheia de cores, cheia de "eus e vocês". E continuei escrevendo, e no meio da história, eu havia percebido que a folha estava em branco, mesmo depois de trocar os lápis e as roupas velhas. Mais eu percebi, que não eram os lápis nem as roupas, e sim eu. Eu tentei escrever uma linda história de amor, num colorido cenário, e havia esquecido, que para se escrever uma história é preciso vivê-la primeiro. E, eu nunca tinha vivido uma linda história de amor. E continuo sem viver... e as folhas continuam em branco, mesmo eu colorindo-as todos os dias.

Eduarda Lins

Me peguei lendo aqueles velhos textos. Aqueles que eu escrevia pensando em você, na verdade escrevia pra você, na esperança de que os lesse e sentisse uma partícula do meu amor, do quanto você era importante e do quanto eu era sua, do quando você me tinha. Talvez essa tenha sido o problema. As pessoas gostam do que não tem… E eu te pertencia tanto. Deixei tão na cara que era sua. Lia texto por texto, e via cada vez mais o quanto eu era burra. Burra não, eu era mais que isso… imbecil. Lia e pensava “Acha que ele te amava idiota?”. E pelo modo como eu o descrevia parecia ser um príncipe encantado. Coitado do príncipe, ser comparado a um sapo. Sim, você era um sapo, aliás, ainda é um sapo. Sapo covarde, medroso e burro. Tinha uma princesa, não como as convencionais e perfeitinhas, aliás, princesa essa bem complicada, do jeito dela mas ainda sim era sua, tão sua, só sua… Continuei lendo e chegou na parte do ‘pra sempre’… Ah como eu queria avisar pra aquela garota que escrevia os textos “cuidado, ele vai te abandonar, como sempre, ele já fez isso e vai fazer de novo”. Quem dera se tivesse aberto os olhos, enxergado toda a verdade, aliás, toda a mentira, porque todas as palavras desse sapo rabugento tinha sido invalidadas e desmascaradas depois de tantas promessas quebradas e tantas despedidas. Não fazia sentido nenhum os seus ‘eu te amo’, porque quem ama não abandona, e foi o que fez comigo. E não foi uma vez, foram várias, você ia, logo se arrependia e voltava. Eu ingênua aceitava você de volta de braços e coração aberto, achando que iria ser diferente. Achava que nunca me livraria disso. Disso que nem eu entendo, essa vontade louca de você, talvez vontade não seja a palavra certa, era como uma necessidade … Mas isso tem passado, ás vezes volta com toda força, mas nada que o tempo e uma boa conversa com amigos não amenize. Pois é, agradeço não só a Deus, mas a meus amigos, esses que até hoje não me abandonaram e foram as bases da minha estrutura pra que eu não desmoronasse de vez. Você era meu alicerce, e isso mudou, porque o meu alicerce agora sou eu mesma. Percebeu como mudei? Vai, se esforce mais um pouco que logo perceberá como eu sou agora… Palavras secas e as vezes rancorosas e com certeza mais maduras, nesse sentido eu tenho que lhe agradecer, você com certeza me fez amadurecer, na verdade me obrigou. Desde que você se foi aprendi a me amar antes de amar qualquer outra pessoa. Não dava pra ficar se culpando por não ter dado certo, aliás, o culpado disso tudo foi você. Culpado por inúmeras noites de insônia, por várias maquiagens borradas, por várias vezes partir meu coração, por ter tanto medo de ser feliz, por ter acabado, talvez algo que nem havia começado. Não dava pra ser uma garotinha que colocava a própria felicidade nas mãos de outra pessoa. Sou eu quem tenho que carregar esse peso, esse peso de ser feliz. Tem outra também… Essa coisa de só chorar e só se lamentar, isso não serve pra nada, só piora. E por muito tempo me senti insuficiente, incapaz… besteira, porque tenho certeza que eu havia dado o meu melhor. Mas isso passa, seus pensamentos mudam e você enxerga os fatos de um outro ângulo. Talvez o melhor ângulo para se enxergá-los. E eu enxerguei… Enxerguei que tinha que te deixar ir, aliás, você nunca esteve aqui, então deixei seu caminho e destino livre pra outra pessoa tentar te fazer feliz e espero mesmo que ela consiga. Mas com um porém, antes de você realmente acertar eu quero que você erre bastante e aprenda muito. Quero que sinta uma pequena parte do que eu senti. Que sinta saudade, mas que não volte. Que lembre do dia em que nos falamos pela primeira e última vez, mas que não me procure. Que seu novo amor te leve café na cama como eu planejava, mas que ela não te mime quanto eu te mimava, pra você dar valor. Quero muitas coisas, e a principal é que a minha felicidade nunca suma de perto de mim… Foi tão difícil recuperá-lá… Então, tchau sapo.

Brenda Torquato

Hoje me peguei a
te contemplar, seu
corpo todo nu, sua
pele morena macia
cheirosa, então te
abracei, beijei tua boca,
e nos entregamos um
ao outro, tornando um
só corpo, um só prazer.

Charlys Ramlyh

Peguei uma foto nossa nos meus documentos, sentei na cama e fiquei a observá-la. Seu rosto estava tão iluminado, seus olhos estavam nos meus olhos, seu sorriso era sofisticado e tímido. É até irônico dizer que foi o melhor dia que passei ao seu lado, por que, apesar de termos duas fotos parecidas, elas não conseguem me fazer lembrar como ele foi. Senti vontade de chorar, tem bastante tempo que não te vejo passar mirando-me como uma presa mira o alvo antes de atacá-lo. Eu não sabia fugir, deixava você atacar-me com toda beleza que portava e me tirava o fôlego. Agora eu estou chorando. E não consigo expressar nem derramar o meu desconforto nesse papel. As linhas parecem ser mais longas e a minha letra diminuiu ao ponto de não conseguir chegar ao final da margem. Quero muito saber o motivo do meu choro, deve ser saudade, ou angustia… E novamente não acho palavra alguma que se encaixe no contexto. Eu nunca escrevi muito bem, e nunca quis que você me lesse, mas desta vez, meu bem, me ler… Só desta vez.

Alice Andrade

Que falta você me faz amigo! Agora sou apenas lembranças, e quanta coisa boa para lembrar. Já peguei o telefone querendo te ligar e ouvir sua voz do outro lado falando que era apenas um pesadelo e você está bem, está vivo. Mas a realidade me chacoalha e mostra que sim, não tenho mais meu melhor amigo, que sim Deus o levou. Você morreu pro mundo, mas continua vivo, dentro do coração de quem te ama. Amigo querido amigo, me vejo ainda perdido, a realidade e a ilusão parecem intercalar seus papeis diante mim. Tudo que passei ao teu lado, agora me fazem companhia, hora me fazem chorar, hora vem para consolar. É difícil, porém preciso e vou continuar a seguir meus dias, pois a vida continua e pede "sorria segue as lágrimas, teu amigo cumpriu sua missão, está junto de Deus olhando por você, e vai estar eternamente vivo em seu coração, então vamos lá, viva, por quem te ama, por quem ama, por você, por ele". Sim, bora lá, vou sentir saudades e sei que um dia vou poder acabar com ela, um dia vamos nos reencontrar e veremos que o tempo foi apenas um capricho de Deus.

Roger Stankewski

Tanto tempo faz e hoje me peguei pensando em você
lembranças tuas algo que um dia eu tentei entender.
Retratos e memórias jogas ao chão
os sonhos se tornando ilusão,
não vou negar que sentir cada erro teu
do início de tuas lágrimas aos dos meus,
nunca quis ir embora dos teus braços
sempre tive medo de aceitar e desistir.
Mais a verdade é que descobrir verdades que escondias de min
e hoje me peguei a pensar e refleti...
que a verdadeira verdade é que sempre vivi sem ti.

Raul Romano

Várias vezes já me peguei pensando em como será o nosso casamento, o quão especial vai ser esse dia, de como será bom realizar meu sonho de poder passar o resto dos meus dias ao lado da pessoa que amo e construir a partir daquele momento, a nossa história.

Felipe Honorato

Hoje…
Hoje peguei todas as minhas coisas das quais considerava inúteis.
Inúteis no sentido de não usava-las mais,
com o conceito que elas não me servissem para nada. E as joguei fora.
Porque? Por que o ser humano é um ser inacabado e mutável.
Capaz de mudar constantemente e agir por impulsos…
Mudar sempre é bom,
ainda mais quando não há mais sentido para guardar velhas coisas.
Velhas lembranças que nos levam a certas pessoas que descartamos,
assim como as coisas das quais consideramos inúteis.
Então é isso que nós fazemos, simplesmente as pegamos e jogamos fora…
Como se já não tivessem sentido e propósito de estarem ali.
Tiramos o sentimento, as lembranças, os momentos,
e limpamos o caminho para que novas coisas entrem em nossas vidas.
E mais para frente; depois que essas novas coisas se tornam velhas,
e as pessoas deixam de ser importantes para nós descartamos de novo.
Essa é a vida, triste, constante e sem muitos propósitos.

Bárbara Ragonezi Souza

Desenhos

Esta manhã peguei o lápis entre os dedos e rabisquei uma linha na textura branca do papel. O grafite deslizava graciosamente e o silêncio foi quebrado pelo som quase inaudível aos desatentos, como se estivesse dedilhando o tecido aveludado de uma manta aquecida.

Desenhei o amor em seu estado mais puro e as emoções causadas, como a febre dos apaixonados... a alegria provocada, o sorriso de puro contentamento, o brilho no olhar, os arrepios pelo corpo, os sonhos misturados à realidade, a melodia em que as flores convidam as borboletas a dançar...

Delineei a esperança com seus traços perfeitos. Aquela que ilumina o caminho dos aflitos, que subtrai o cadeado das almas acorrentadas, que nos dá um ar sustentável...

Rascunhei a essência da bondade... a doação voluntária sem esperar nada em troca, a atenção tão rara no espírito humano nos dias de hoje...

Reproduzi o bem querer... que nos rodeia, nos encanta, nos fascina! Que nos faz mais vivos a cada toque, que nos faz ver um mundo muito melhor mesmo com os olhos cerrados...

Figurei o medo... para nos lembrar que sem ele tornamo-nos tolos e incautos... Para nos dar os freios necessários e sermos prudentes... nas palavras e atos.

No cantinho da folha, rabisquei a raiva... A raiva boa...Aquela que nos faz levantar e continuar lutando... Que nos faz prometer que seremos mais felizes...

E assim terminei meu desenho... ao admirá-lo entre os traços de meu grafite, percebi que desenhei sua face... e descobri assim que você é a melhor tradução do Amor...

Tamie Angela

"Eu me amo tanto,que hj me peguei me beijando sozinha"

Nessa

Peguei-me pensando em você e acreditando novamente em nós. As pessoas diziam que o nosso amor era impossível, mas agora que terminamos, elas dizem acreditar em “nós”. Eu não entendo! Ninguém em lugar nenhum acreditava no que a gente tinha e sentia, e agora que não temos mais nada, as pessoas falam: “Que pena vocês pareciam se gostar tanto.” É estranho ver que as pessoas de fora têm mais esperança que a gente nesse nosso “nós”, que agora a gente que um dia foi de dentro nem acredita mais.

Lorayne Luz

Certa vez durante uma viagem peguei o caminho errado, segui minha intuição porque o pouco daquilo que haviam me explicado parecia me orientar, estava perdido, e demorei para chegar ao meu destino.

Contei a todos sobre as dificuldades que havia passado, mas também sobre a bela paisagem,e as curvas da estrada que havia observado. Para minha surpresa a minha viagem, foi uma verdadeira surpresa para todos.

Eu tive a oportunidade de poder viver algo que todos ali presentes, não puderam sentir até aquele momento.

Compreendi depois que em nosso caminho podemos ficar perdido, mas tendo a coragem de seguir em frente, acreditando em nosso sonho, aonde queremos chegar, podemos fazer a mais bela de nossas viagens.


"Tenho um sonho, as vezes penso em desistir, meu coração parece se despedaçar. Apenas uma coisa me mantém. Saber que Deus não comete erros"

Anderson Martins

Parei pra pensar
E sem querer me peguei pensando em você
Pensando em como era bom de ter
E de repente fiquei cheia de saudade
Aquele frio nesse calor
Chego à conclusão que só me aqueceria com o calor do teu corpo
É estranho pensar que em instantes eu sabia viver sem você
E agora é só de ti que eu preciso
Estranhamente nos meus sonhos eu entro no paraíso
E agora eu acordo com tudo isso...
O mundo desmoronou sobre a minha cabeça
E há instantes eu podia sorrir
Parei pra pensar em tudo que eu sinto
E descobri o que eu sempre soube
Então por que sempre me faço as mesmas perguntas
Se sempre serão sempre as mesmas respostas?!

Paula Câmara Ferreira

No momento que dei a mão, te peguei pelo pé, você me amarrou pelo corpo e te segurei pela alma.

~*Rebeca*~

-

Rebeca - Néctar da Flor