Passeio

Cerca de 186 frases e pensamentos: Passeio

Nada mais parecido com um conservador
Do que um ato revolucionário.
Para métricas quantitativas,
Poema didático, texto prosaico.
Deus não dá asas a cobras,
Mas elas sempre conseguem obtê-las,
Todos com as mãos sujas, cada um com sua sujeira.
A alma move meu corpo pela cidade dos anjos caídos,
O êxtase para quem não sabe,
É só um vácuo preenchido.

Passeio pela noite na cidade suja - Simy

Chamei minha mãe e meu tio para um passeio, pegamos o carro,
entramos no Buraco do Padre e tomamos o caminho do shopping.

Felipe Neto

O sono não é somente o descanso do corpo físico, mas a oportunidade do passeio da alma

Jader Amadi

Andar constantemente com Deus exige entrega total e obediência incondicional, caso contrário, será só um passeio.

LNS

a Casa...

Minh'alma saiu de Casa...
Foi namorar as pedras do caminho !

-- josé cerejeira fontes

Jose Cerejeira Fontes

Um passeio
no parque!
Um desejo
no coração...
Olhos acesos.
Emoção!
Um pressentimento...
Vou te encontrar!
Meu coração
irá se apaixonar,
quando meus olhos
te verem!

Dayse Sene

Passeio Noturno.

Parei para realinhar meus pensamentos!
A noite novamente baixara mais cedo.
A Lua uniu as sombras do arvoredo,
Em um Breu que tornava vivos meus tormentos!

Levei minha febre louca à boca seca,
Na tentativa de espantar o meu temor.
Sonhei minha morte em passos que se estreitam,
objetivando revelar o meu horror.

Os passos largos que eu já tinha caminhado,
Tão lamentados por terem sido em vão.
O andar já tinha tomado a direção,
de rumos loucos pra terem sido trilhados!

Levo-me a uma nova reflexão.
Paro para realinhar meus pensamentos.
A luz dissipa sombras e escuridão.
A noite sempre me deixará mais atento!

Leonardo Corrêa

A lua tá linda, e o vento da rua traz uma sensação muito agradável. Exato para um passeio c/ aquela pessoa especial*
Boa noite!

Maicon Rosa (maiconttamps)

"Cada passeio que minha alma faz com a sua, ela volta com mais vivacidade. É a energia do seu amor que faz isso, existência linda."

(Flávia Abib)

Flávia Abib

Fim de ano e já estamos praticamente com o pé em 2015. O Natal está próximo e as comemorações de ano novo também. Que os próximos dias não sejam apenas de festas, mas de reflexões; se estamos aprendendo o beabá do amor, se estamos respeitamos nossos irmãos, se estamos tentando nos livrarmos dos nossos defeitos morais e se nos propormos a amar incondicionalmente a Deus, a nós mesmos e o nosso próximo. “Se a semeadura é livre a colheita é obrigatória”... esse é o sentido da vida. Não estamos aqui a passeio, estamos aqui para nos educarmos e nos lapidarmos.

Marli Lange

E que a vida seja assim: um passeio de bonde num bosque da felicidade, uma curva longa nos sonhos de uma doce realidade e uma parada permanente, de um chegar sem volta, no amor. E que a vida seja, exatamente, assim: quanto mais amor pra dar, tanto mais amor há de ficar.

Gil Buena

Passeio pela cidade

Hoje bem cedo ao acordar,
saí a passear pela cidade,
somente para recordar,
momentos de felicidade,
que sentia ao caminhar,
pela orla da riviera,
vendo os pássaros a cantar,
nas manhãs de primavera,
sentia naquele instante,
o gostoso frescor da natureza,
no clarão de um sol radiante
entre as flores e sua beleza,
com o pensamento aflorado,
podendo mirar o horizonte,
enxergando algo inesperado,
como o lindo maciço rosa do monte,
utilizando os olhos como lente,
captando imagens e gravando,
numa parte reservada da mente,
que aos poucos irão se revelando.

Autor : JRDuarte

JRDuarte

"A vida é um passeio por entre os verdes da esperança, é a energia da luz dos olhos de quem amamos, é o sorriso das bençãos que carregamos".

Eduardo Pereira de Azevedo

A vista era encantadora, á minha frente as águas da represa balançavam docemente. Patos brincavam fazendo um burburinho que trazia música ao ambiente. As minhas mãos tocavam o chão frio onde a grama ainda molhada pelo orvalho da manhã, abraçava meu corpo revitalizando os canais vitais.

Tudo estava perfeito. Você, sentado ao meu lado era como o sol, iluminando meus pensamentos e aquecendo meu coração.

Conversávamos sobre tantas coisas mas ali, naquele momento, nada precisava ser dito. Já sabíamos tudo um do outro.

Neste cenário aconchegante, com uma intimidade confortante, me virei e tomei seus pés em meu colo.
Tirei -lhe o tênis, as meias, e comecei a massagear os seus pés. Cada ponto que eu fortificava a massagem, percebia o seu relaxamento.

Então, dobrei as pernas da sua calça, tirei o meu calçado e me levantei. Erguida , pedi suas mãos e te convidei a andar um pouco.

Num instante muito rápido percebi em você, um aspecto sério, que aparentava cansaço!A Testa franzida, lábios cerrados, ombros tensos, e as suas mãos estavam pesadas.

Você estava sobrecarregado de coisas do mundo. Não era você e as suas histórias dessa vida e de outras também. Era um peso grande e muito desconfortável. Como se tivesse puxando uma carroça cheia de coisas velhas e desbotadas, tristezas, angustias,frustrações de outras pessoa.
A sua bondade e honradez é tamanha que, agora pode te causar mal estar.

Começamos a caminhada, devagarinho...
Passo a passo, fomos conseguindo nos descontrair e Sorrir das nossas atrapalhadas:
Beijos escondidos, ora rápidos e apreensivos, ora quentes e apaixonados; mãos passeando pelo corpo um do outro. E os olhares?!
Que coisa boa era buscar teus olhos e encontrar nos meus.

Ah, como estava gostoso nosso passeio.
Sentir a terra nos pés e sugar sua energia magnética. Olhar o céu, que se apresentava com uma cor azul intensa e brilhante.
Brincar qual duas crianças no parque
Conseguir, por um breve instante, esquecer quem somos.....

Você me falava das coisas que viveu. Às vezes eram engraçadas e cheias de bobagens, outras com encantamentos nostálgicos, verdadeiras histórias de quem soube explorar cada experiência dada.

Trocávamos figurinhas, compartilhávamos experiências.
E desse jeito, como dois pássaros libertos, nos conduzimos pelo parque tal qual rege a música de um cantor que revela a angustia e ansiedade de uma época que diz assim: " ... Sem lenço, sem documento, nada nos bolsos ou nas mãos..."

Você me disse assim de repente..............

eusoukiki

Nossos mares

Não vai ser preciso mais ventos, atados nós
Os mares que dantes navegamos
são mares que se derramaram
O passeio agora é no continente, dentro de nós.

Cleber Maximiniano

ALÉM DO QUE SE VÊ


Não seja mais um ator
Olha bem pra mim
E se me quiser, amor
Me aceita assim

Eu amo minha insanidade
Ela me faz querer viver
Não ouse me julgar
Não mudarei por você

Mas se gosta do que vê
Sem vergonha e sem receio
Chega perto do meu mundo
Que eu te levo pra um passeio

A viagem é perigosa
Pra quem tem medo de altura
Sinta o cheiro da liberdade
Prepare-se pra essa aventura

Sob a luz do sol
Sob a água da chuva
Meu bem não tenha medo
É saudável minha loucura


[29/04/2015]

Sâmara Santana Câmara

UMA VIAGEM SEM VOLTA.

Nossa vida é uma viagem cheia de embarques e desembarques e com alguns acidentes pelo caminho.

Quando embarcamos nessa vida, encontramos pessoas que acreditamos que iriam conosco até o fim. Infelizmente, em alguma parada do caminho, elas desembarcaram deixando apenas lembranças e muita saudade.

Em um roteiro sem destino previsto, enquanto algumas pessoas desembarcam deixando saudades, outras viajam no mesmo trajeto, mas quando desocupam seus assentos não deixam vestígios.

O curioso é que alguns passageiros que nós achamos interessantes durante a viagem, pegam caminhos diferentes do nosso. E, o que parecia ser uma companhia na viagem, não está mais ao nosso lado e outra pessoa ocupa o seu lugar.

Em um caminho desconhecido e sem retorno, façamos esta viagem da melhor forma possível, que seja tranquila e que deixe saudade e boas recordações para aqueles que prosseguem.

Sabemos que um dia essa viagem chegará ao fim, mas o mais importante é saber que os passageiros que ainda estão ao nosso lado permaneceram porque suportaram todos os obstáculos e fizeram a viagem até aqui valer a pena.

Em vídeo:
https://www.youtube.com/watch?v=v0bv8T2Kiik

LUIZGMARTINS

A VOZ
Ontem, acompanhado de meus filhos em um passeio pelo Shopping, fui abordado por uma jovem que me pediu para fazer um teste de voz em meus filhos. Depois que chegamos ao local do teste, soube que aquela atividade estava sendo realizada em homenagem ao dia da voz, é o dia da voz.
A voz é algo muito sublime. No principio do mundo a terra era sem forma e vazia, ou seja, sem vida e sem cor. Uma voz teve o poder de criar o belo no mundo, a voz de Deus. Deus usou o poder da voz para criar o mundo de belas luzes dizendo: Haja Luz! E dai pra frente Deus usou a sua voz para criar tudo de belo sobre a terra.
Logo que nascemos nossa primeira manifestação de vida se dá através da voz, a voz do choro.
A emoção da voz do narrador contando a jogada e gritando gol de seu time. É lindo, não é? A jogada, o gol e ela: a voz do narrador.
Uma voz arrastam multidões, é o poder da voz dos que cantam e encantam: a voz aveludada de Frank Sinatra, a voz roucamente linda de Louis Amstrong, a voz encantadora de Billie Holliday. A voz, cada uma com seu timbre, sem deixar de ser linda de mais.
A voz dos atores e atrizes, esses operários da voz, que com sua voz dão vida a milhares de personagens que antes estavam no papel, transformaram papel em sonhos e magias que pululam o nosso imaginário.
A voz acalma, tranquiliza, acalanta e acalenta. É a voz doce e açucarada da mãe cantando cantigas de ninar para fazer seu filho dormir.
O professor em sala de aula não é só conhecimento que ele está transmitindo através de sua voz, essa voz tem o poder de despertar a consciência e o modo de pensar do aluno. É voz da revolução da mente.
Voz de apaixonados a sussurrar palavras embalados por poemas, é a voz do amor.
Com a voz você pode transmitir segurança, esperança, amor, fé e vida. Mas com a mesma voz você pode produzir confusão, medo, desconfiança, irritação e até a morte.
Bem disse o apóstolo Tiago: “Com a língua bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.”
Com a voz nascem sonhos, pois Martim Luther King disse uma vez em alto e bom som de sua voz: “Eu tenho um sonho”.
Mas, infelizmente, com uma voz Adolf Hitler em seus discursos inflamados de ódio, com sua louca voz sentenciou à morte milhares de sonhos.
A voz é a porta de nossa alma, dali só sai o que tem dentro de nós

Nilson Soares

O Peru
Glu! Glu! Glu!
Abram alas pro Peru!

O Peru foi a passeio
Pensando que era pavão
Tico-tico riu-se tanto
Que morreu de congestão.

O Peru dança de roda
Numa roda de carvão
Quando acaba fica tonto
De quase cair no chão.

O Peru se viu um dia
Nas águas do ribeirão
Foi-se olhando foi dizendo
Que beleza de pavão!

Glu! Glu! Glu!
Abram alas pro Peru!

Vinicius de Moraes