Para a Melhor Madrinha

Cerca de 5 frases e pensamentos: Para a Melhor Madrinha

Adeus, madrinha.

Rafael Henrique Lolico.

Viveu e batalhou,
Grande mulher de fibra.
Atravessou as adversidades da vida,
Com a fé que só tu possuía.

---‘’---

Perdeu filhos, parentes próximos
Mas ainda encontrou amor para amar a nós,
Tu és grande, madrinha!
E que o céu lhe receba em festa.

---‘’---

Sempre lembrarei de ti,
Das brincadeiras e risadas,
De todos os momentos
Em que o seu sorriso, me fez sorrir.

---‘’---

Obrigado pelo amor e atenção,
Jamais irei esquecer
E do seu jeitinho de mãe,
Que nos presenteou a cada momento

---‘’---

Me desculpo se faltei em minha função,
Se a atenção a ti não foi plena.
Saiba que sempre amarei-vos,
E que um dia quero encontrá-la e abraça-la.

---‘’---

Digo-lhe adeus,
Mas tu não foi para sempre...
Estará aqui conosco
Durante todo o tempo.

---‘’---

Adeus madrinha Lucinda.
Tu és grande!

LOLICO, Rafael. Adeus, madrinha. 12 de Novembro de 2013.

Rafael H. Lolico

Tia.minha madrinha
Veio por este sentimento
Abrir o meu coração
Perante esta folha e este lapis.

Estes são sagrados pois,
Nesta folha esta o meu coração
E neste lapis o meu sentimento
Tudo só para minha a
Tia, minha madrinha.

Isto para possuir duas rosas
Em beleza dos seus
Filhos, meus primos.

Beleza que se verá ao mundo
Ilustrando a felecidade e a alegria
Cujas subiram ao palco...
Aqui termino minha
Tia,minha madrinha.

Daniel Felipe Lopes Moita

MINHA MADRINHA

Ela sempre me ensinava que não devia aceitar a responsabilidade de fazer algo, que não fosse capaz de desenvolver. Algo que estivesse além de nossas forças, e o gozado, muitas vezes me pegou fazendo castelo de cartas de sonhos, sem saber que na primeira lufada de realidade tudo iria a chão, e aquilo que era realidade, não passava de mais nada do que ilusão, então só restaria estórias para escrever
Até hoje não sei se escrevo poesia, verso, prosa poética ou o que, só sei que sou um poeta, pois vivo com um pé na realidade, outra na ilusão e a cabeça buscando a perfeição.
São curtas e pequenas minhas estórias, um pouco intensas demais, pois levam a pensar em tudo que está aí, e muito mais... Algumas vezes no que serão outras no sentir, questiono a mim e a vida, pergunto-me não se é sofrida, mas se é bem vivida. Está no meu escrever a razão e o fim do meu viver, sei que não escrevo poesia, mas pura filosofia, esta que um dia me disseram ser a ciência tal, que o mundo sem a qual, viveria tal e qual.
No começo gostei da frase, mas não gosto do sentido dela, e vi que tinha que construir não mais um castelo de sonhos, mas uma casa, cujos tijolos fossem palavras, que exprimissem sonhos, desejos e ilusões, analisadas pelos sentimentos e pela razão!
No começo procurei assunto, achei que a solução estava no mundo exterior, na vida dos outros, no viver em sociedade, e outras coisas mais que são tantas, que me cansa até em pensar nelas. Hoje sei que a minha realidade está em mim, na minha casa, na rua em que moro, no meu pequeno mundo, que todo tem igual: aí sou universal!

Francisco Mellão Laraya - Tito

FADA MADRINHA

Queira ser dona de mim
E seja a musa, da minha poesia
Me tire a tristeza e me de alegria
E ponha este amor neste meu coração.

Que tanto sofreu,
Por todos os anos desta minha vida
Pois eu não sabia que tu existia
Oh! Fada madrinha da minha canção.

E hoje o samba
Que faço te pede sem melancolia
Oh! Deixe de ser só minha fantasia
E pegue de vez esta minha paixão.

Elciomoraes

A minha madrinha não é embriagada a minha acompanhante é sonolenta, afinal a figura da madrinha é mais educadora do que CERTOS homens e mulheres que no Brasil vem pulando ETAPAS.

Bin, Bindes - loguinha