Palavras o Vento Leva

Cerca de 488 palavras o Vento Leva

"Vai menina... Deixa o vento bagunçar teu cabelo, tuas regras e tuas certezas. Deixa levar esse teu medo de amar. A tristeza? Deixa levar! Deixa o vento tirar as travas desse sorriso lindo, abrir as janelas do coração, e tua saia levantar. Deixa que o vento te ensine a delícia que é viver para voar."

Karla Thayse Mendes

O vento leva a folha a percorrer uma distância inimaginável; leve, solta, em seus braços, ela se entrega confiante ao seu bailar, viajar...

A ilusão do apego se esvai, quando a folha continua a existir quando se aquieta no chão de um outro porto, de um novo lugar; sem a força motivadora, a ação do vento.

Aimara Maia Schindler

Menina boa

Há se ser o vento que leva aos ares
Que sopra aos lugares
Que diz às pessoas
Que hoje não estou tão boa.

Me soa a toa
Que quer que seja
Seja qualquer pessoa
Pra mim é presa
Dentro de uma canoa
Vai com as marés
Insulta quem és
Mesmo boa pessoa
Quando por coisa à toa
Magoa a menina boa.

Iule Domingues

Apenas deixo-me levar
Como as folhas da primavera
deixando -se guiar pelo vento
Assim serei, Livre, leve e solta
como as folhas lá fora quase a dançar, rodopiando no ar
Permito-me
Deixo-me Guiar pelo novo, pelo desconhecido
Sem respostas e sem sentidos exatos
Hoje deixo - me cair se for preciso.

Tamires Aguiar

E a vida vai ser sempre assim, afastando e aproximando as pessoas, porém o mesmo vento que leva é o mesmo que trás, e no futuro os caminhos das pessoas que estão destinados umas as outras iram se cruzar e tudo fará seu devido sentido. Então lute pelo que tanto se quer e nunca deixe escapar a oportunidade de ser feliz.

Binho Silva

Nossa vida é como um barco a deriva , muitas vezes vamos para onde o vento nos leva , contamos com a ajuda do tempo para seguir , usamos dos bons sentimentos e da fé para alcançar a linha do horizonte e entender que nem tudo tem um fim , e o que achamos estar no final pode ser apenas um recomeço !

Raquel Santana

Levantou-se para sentir o vento
que ao pé do ouvido sussurrava:
-Não é só lamento,meu bem, não é só lamento.
era a poesia que a vida recitava

Quando se fez menina
tinha manias doces
quando, por vezes, moça
coleciona amores

E o mundo, inquieto
desta, se fez tutor
lhe ensinou a ver o pecado
a gostar, e conviver com a dor

David Libal

No vazio...

Levada pelo tempo
Nas asas do vento
Permito-me a mente livre
Sinto a liberdade
Sigo em busca de novos sonhos
Novos mundos
Nele
Encontrei você
Nos perdemos
Num demorado momento
Entre toques, afagos, sussurros
O mundo parou
Tudo silenciou...
No orvalho da manhã
Uma cena gloriosa permaneceu.

Rose Bona