Pai Sinto sua falta

Cerca de 14680 frases e pensamentos: Pai Sinto sua falta

saudades do amigo

A tristeza percorre meu coração por n te ver...
sinto a tua falta por onde andas?
vem ter comigo, da-m um sinal
de que queres estar comigo...
tenho saudades tuas!
lagrimas percorrem minha face por n te ter...
diz algo meu amigo....

escrevo o que sinto

Procura a tua felicidade

Tem coragem e não te prejudiques
Pelos erros dos outros
Porque isso não te trará felicidade!
Olha de outra forma para vida
Sei que por vezes parece sombria
É como estar num túnel sem fim…
Mas se seguires em frente
Uma luz se acendera1
Não percas a esperança,
Acredita em ti,
Tu és capaz,
Não desistas!
Luta contra tudo e todos,
Para alcançares
A tua felicidade!
É certo que não vai ser fácil,
Mas tens que continuar…
Cais uma vez ao chão?
Levanta-te!
Tornas a cair?
Uma mão se estendera
E ajudar-te-á a levantar
Ou então palavras certas te diram
Para te animar
Para te dar força
E a tua viagem ao encontro da felicidade!
Essa viagem é só tua
Pois ninguém ta trará
Ate ti!
Não desanimes, descambes na melancolia!
Procura a tua felicidade….

Boa sorte!

escrevo o que sinto

Doença amorosa

A quem me devo queixar?
Qual é o ombro onde posso chorar?
Vejo-me sozinha...
Estou perdida!

Sem forças para lutar...
Estou a desfalecer!
Sozinha tenho que continuar,
E também por ti sofrer!

Oh doença perigosa,
Percorres meu corpo
Com uma pressa fogosa!

Matarás o meu ser?
Porquê tão alto imposto?
Só quero amar e viver...

escrevo o que sinto

Sinto-me deveras otimista quanto ao futuro do pessimismo.

Jean Rostand

Sinto-me em casa em qualquer sitio; e é sempre o desejo que me manda embora.

André Gide

Encontro-me de pé sob um céu estrelado
E sinto como o mundo rasteja
no meu sobretudo, para fora e para dentro,
qual um formigueiro

Tomas Tranströmer

Agora que estou a envelhecer e me aproximo do patriarca, eu também sinto que uma imoralidade anunciada é mais punível do que uma ação imoral. Chega-se ao assassínio por amor ou por ódio; à propaganda do assassínio, apenas por maldade.

Italo Svevo

Quanto menos tempo tenho para praticar as coisas, menos curiosidade sinto em aprendê-las.

Charles Saint-Evremond

não tenho país
nem casa nem riqueza
e como me sinto bem!

Rogério Martins

sinto um agudo frio:
no embarcadouro ainda resta
um filete de lua

Buson

"Saudades"

Sinto saudades de seu ser
De suas mãos me acariciando
E seus lábios tocando os meus...

Saudades de seu abraço gostoso
De seu sorriso as vêzes malicioso
De seu olhar carinhoso
Conseguindo ver o mais fundo do meu "eu"...

Sinto saudades da saudade que tu és
És uma saudade ardente, saudade envolvente
Que se apossa de minha mente
E dilacera meu coração...

És uma saudade que alucina
Que minha alma contamina
Mas meu ser não desespera
Ele para... e te espera...

Espera que venhas
Talvez um dia quem sabe
Para acabar com a saudade que em meu peito
Não da mais pra suportar...

Sei que um dia viras
E com seu grande sorriso
Ira no ar... alegria espalhar...
E por esse dia eu vivo a esperar...

Vêm... é preciso que tu venhas
De longe sua mão acena
Assim como pra me avisar
E eu correrei para em teus braços me aconchegar...

Para teus labios beijar
Meus dedos entre os seus entrelaçar
E juntos, como num encanto
Toda essa saudade matar...

Vêm... pois tu és
Aquele que me faz sonhar

Celia Piovesan

Eu constantemente sinto saudade das coisas que perco, mas não as quero de volta. Já doeu uma vez.

Caio Fernando Abreu

Sou tão você que ás vezes sinto falta de mim.

Desconhecido

Mas não me queixo. O amor que sinto pelos outros quase sempre é suficiente, não precisa nem ter volta.

Caio Fernando Abreu

Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade, de vez em quando. Quando penso que podia ter sido diferente.

Caio Fernando Abreu

Só me sinto inteiramente confortável quando estou nua.

Marilyn Monroe

Quero esquecer...
Que me perdi
Que me magoei...
Perdida e confusa,
Sinto agora um profundo amargo...
Um gosto amargo mas, em nada desconhecido...
Deambulo por entre caminhos sem sentido.
Dou passadas largas envolta de pensamentos,
Em desejos que desejei
Em sonhos que sonhei,
Que sabia, não se poderem realizar...
Que esperava eu?!
Enfim, tonta
Sou ainda sonhadora num mundo de frieza.
Falo tanto em acreditar...
Que esqueci de acreditar em mim
De me precaver contra esta dor, a solidão
A desilusão...
Sou culpada sim,
Eu criei-te dentro de mim, somente.
Talvez, esteja procurando o que ainda não existe
Talvez, esteja desejando o que ainda não foi construido
Talvez, tenha pensado ter descoberto alguém que não existe
Talvez, seja ainda menina neste mundo de sentimentos crueis...
Somos responsáveis pela expectativa que criamos sobre alguém logo, também pela dor que ela nos causa.
Sinto-me perdida
Confusa
Perdedora
Frustada...por não saber reverter esta situação, este sentimento.
Tenho medo de uma vez mais, me perder
...no meio da multidão.

Desconhecido

Só agora eu sinto que a minhas asas eram maiores que as dele, e que ele se contentava com o ares baixos: eu queria grandes espaço, amplitudes azuis onde meus olhos pudessem se perder e meu corpo pudesse se espojar sem medo nenhum. Queria e quero — ainda. Voar junto com alguém, não sozinho. Mas todos me parecem tão fracos, tão assustados e incapazes de ir muito longe. Talvez eu me engane, e minhas asas sejam bem mais frágeis que meu ímpeto. Mas se forem como imagino, talvez esteja fadado à solidão.

Caio Fernando Abreu

'' ... Sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que os outros me enxergam; se todos que falassem mal de mim soubessem o que eu penso sobre eles, falariam mais ainda...Enquanto eles perdem tempo com isso, eu alcanço meus objetivos... Se me ama junte-se a mim...se me odeia junte-se a fila...Sou do tipo que fico perto dos amigos, e mais perto ainda dos inimigos ... ''

Desconhecido

Ó meu Pai, dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido
De não ter que ser perfeito
Pretérito, sujeito, artigo definido
De me apaixonar todo dia
De ser mais jovem que meu filho
E ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho
Virar os dados do destino
De me contradizer, de não ter meta
Me reinventar, ser meu próprio Deus
Viver menino, morrer poeta

Vander Lee