Padre Fabio de Melo suas Palestras

Cerca de 5373 frases e pensamentos: Padre Fabio de Melo suas Palestras

Ainda hoje somos homens e mulheres de passagens; somos filhos da Páscoa.
Os mares existem; os cativeiros também. As ameaças são inúmeras. Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar; um sentido oculto que não nos deixa parar; uma terra prometida que nos motiva dizer: Eu não vou desistir!
E assim seguimos. Juntos. Mesmo que não estejamos na mira dos olhos.
O importante é saber, que em algum lugar deste grande mar de ameaças, de alguma forma estamos em travessia...

Pe. Fábio de Melo

"O grande segredo da vida é viver o dia, amanhã não sei o que vai ser, melhor viver agora!A vida passa tão depressa, semelhante ao vento. Não espere para amar depois talvez não dê mais tempo!Amor foi feito para amar, perdão foi feito pra se dar, não semeie pra colher depois, o tal ressentimento. Portanto é melhor viver pensando ser a despedida, olhando tudo ao seu redor como quem vai embora! Pudera eu fazer virar palavra este meu sentimento e te dizer o quanto sou feliz por seres meu amigo! Pudera eu abrir meu coração e te mostrar o fundo, te revelar com gestos e palavras que te amo muito!Pudera eu retroceder na história,regressar no tempo,reencontrar aqueles que partiram sem o meu abraço,mas eu bem sei q o essencial de hoje é viver o agora, melhor assim:nem antes,nem depois o amor é agora!Não deixes pra fazer depois se pode ser agora,um sorriso custa muito pouco e ilumina a alma, não permita que o sol se ponha sobre a tua ira, não há mágoa que no coração mereça ser trazida!"

Pe. Fábio de Melo

O que nos faz amigos é essa capacidade de sermos muitos, mesmo quando somos dois.

Pe. Fábio de Melo

Se sua manhã nao der certo, inaugure sua tarde.

Pe. Fábio de Melo

O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito.

Fabio de Melo

"A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando
a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos,
mas o que o outro gostaria que fôssemos."

Pe. Fábio de Melo

Você pode até dizer que não entendeu o que eu disse. Mas jamais poderá dizer que não entendeu como eu te olhei.

Padre Fábio de Mello

‎"Se escolhemos amar, é bem provável que nosso futuro será recheado de saudades boas. Mas se escolhemos negligenciar o amor que podemos oferecer ao outro, é certo que nos restará nas mãos um cesto de arrependimentos e remorsos."

Padre Fábio de Melo

Cores cortam cursos de curvas e estradas.
Curvam-se os olhos. Curvam-se as almas.

Padre Fábio de Melo

SÓ DÊ OUVIDOS A QUEM TE AMA

Só dê ouvidos a quem te ama. Outras opiniões, se não fundamentadas no amor, podem representar perigo. Tem gente que vive dando palpite na vida dos outros. O faz porque não é capaz de viver bem a sua própria vida. É especialista em receitas mágicas de felicidade, de realização, mas quando precisa fazer a receita dar certo na sua própria história, fracassa.

Tem gente que gosta de fazer a vida alheia a pauta principal de seus assuntos. Tem solução para todos os problemas da humanidade, menos para os seus. Dá conselhos, propõe soluções, articula, multiplica, subtrai, faz de tudo para que o outro faça o que ele quer.

Só dê ouvidos a quem te ama, repito. Cuidado com as acusações de quem não te conhece. Não coloque sua atenção em frases que te acusam injustamente. Há muitos que vão feridos pela vida porque não souberam esquecer os insultos maldosos. Prenderam a atenção nas palavras agressivas e acreditaram no conteúdo mentiroso delas.
Há muitos que carregam o fardo permanente da irrealização porque não se tornaram capazes de esquecer a palavra maldita, o insulto agressor. Por isso repito: só dê ouvidos a quem te ama. Não se ocupe demais com as opiniões de pessoas estranhas. Só a cumplicidade e conhecimento mútuo pode autorizar alguém a dizer alguma coisa a respeito do outro.

Ando pensando no poder das palavras. Há palavras que bendizem, outras que maldizem. Descubro cada vez mais que Jesus era especialista em palavras benditas. Quero ser também. Além de bendizer com a palavra, Ele também era capaz de fazer esquecer a palavra que amaldiçoou. Evangelizar consiste em fazer o outro esquecer o que nele não presta, e que a palavra maldita insiste em lembrar.

Quero viver para fazer esquecer... Queira também. Nem sempre eu consigo, mas eu não desisto. Não desista também. Há mais beleza em construir que destruir.

Repito: só dê ouvidos a quem te ama. Tudo mais é palavra perdida, sem alvo e sem motivo santo.

Só mais uma coisa. Não te preocupes tanto com o que acham de ti. Quem geralmente acha não achou nem sabe ver a beleza dos avessos que nem sempre tu revelas.

O que te salva não é o que os outros andam achando, mas é o que Deus sabe a teu respeito.

Padre Fábio de Melo

"Cuidado com os olhares de quem não sabe te amar.
Eles costumam lhe fazer esquecer que você vale a pena!"

Padre Fábio de Melo

"Eu, visto pelo outro, nem sempre sou eu mesmo.
Ou porque sou projetado melhor do que sou, ou porque sou projetado pior.
Não quero nenhum dos dois.

Eu sei quem eu sou.
...Os outros, apenas, me imaginam."

Pe. Fábio De Melo.

Padre Fábio de Melo

O amor é equação onde prevalece
a multiplicação do perdão.

Padre Fábio de Melo

As pessoas que vivem preocupadas com as novelas da vida, se desgastam com pessoas que nem conhecem. Não é fácil compreender o território humano.

Padre Fábio de Melo

Eu sei que é difícil esperar, mas Deus tem um tempo, para agir e para curar.Só é preciso confiar...não desista do amor, não desista de amar, não entrega a dor porque ela um dia vai passar.

Padre Fábio de Melo

Falemos de amor na poesia Leve de "Um soneto", de Guilherme de almeida:
[i]

Ama, quieto e em silêncio. É tão medroso
o amor, que um gesto o esfria e a voz o gela.[/i]

Não. O amor não é medroso. O poeta brinca apenas com a vulnerabilidade dos sentidos ao emprestar "O eco" à vida:
[i]

Perguntei à minha vida:
- "Como achar a apetecida
felicidade absoluta?"
E um eco me disse: - LUTA!"

Lutei - "Como hei de a esta pena dar a cadência serena
que suaviza, embala e encanta?"

- "CANTA!"

Cantei. - "Mas, como, num verso,
resumir todo o universo
que em mim vibra, esplende e clama?"
então, o eco me disse:

- "AMA!"

Amei - "Como achar agora
a alma simples que eu pus fora
pelo prazer de buscá-la?"
O eco, então, me disse:

- "Cala!"

Calei-me. E ele, então, calou-se.
Nunca a vida foi tão doce...
Tudo é mais lindo a meu lado:
Mais lindo, porque calado.[/i]

Lutar, cantar, amar e calar... assim queria o poeta. Lutar para que os desvarios mundanos não roubem nossa sensibilidade. Cantar a canção da dor e a canção o amor. Cantar pelos que, empedernidos, já não conhecem os acordes. Cantar por aqueles que impedem a canção alheia. Cantar o silêncio dos que não têm voz ou vez. Amar como ação necessária de encontros e paisagens. Contemplamos o mundo para conhecê-lo e transformá-lo. E calar? Mas como calar diante das feridas abertas da injustiça e da destruição do nosso irmão? Calar para, como Maria, a mãe da esperança, escutar a boa nova, a missão e então agir...

... Paciência não como acomodação. Calar é contemplar o que precisa ser mudado para depois lutar, combatendo o bom combate, e depois cantar uma canção nova e aí, então, amar. E calar novamente. Sim, amigo, é no silêncio dos nossos porões que habitam muitas razões.

Ganhar ou perder são imagens que temos de momentos que vivemos e de pessoas com as quais nos surpreendemos. Não sei, amigo, se você tem medo das perdas que surgem por ái. Ou se a paciência já é convidada do seu alimento diário. persigo a paciência como persigo a inquietação; Não quero deixar as coisas como estão. Quero mudar o mundo, sim, e para isso presiso também da paciência. E da cumplicidade. Sozinho, sou incapaz de prosseguir, até porque os medos contemporâneos não me abandonaram. Sozinho, sou capaz de desistir....

Padre Fábio de Melo

"Deus resolveu reformar o mundo,e escolheu o seu coraçao para iniciar a reforma. Isso prova que ele ainda acredita em você . E SE ELE AINDA ACREDITA, QUEM SOU EU PRA DUVIDAR."

Padre Fábio de Melo

Despretenciosa e solitária.
A rosa vive o processo
de ser quem é.
Brota sem ter medida.
Floresce de cor munida.
Depois morre.
Ida.

Padre Fábio de Melo