Oito

Cerca de 111 frases e pensamentos: Oito

11 de Novembro de 2010. 08:01

Oito meses se passaram e o amor que eu sinto por você somente cresceu.
Da última vez em que brigamos seriamente, você me disse "se errar, me conte. Vacilou? Conte-me o mais rápido possível que eu vou tentar te entender". O fiz. Não me entendeu.
Eu sei que muitas vezes me olhou com olhos críticos, me condenou por vários erros, eu nunca disse que era perfeita, realmente, não sou e nunca serei.
Eu fui verdadeira ao dizer "fingi", expliquei o motivo do fingimento, mas não adiantou.
Eu te perdi.
Te perdi com a verdade, te perdi com a sinceridade. Sim, eu já havia mentido, mas estas mentiras estavam lá atrás, confessei-as. Te perdi.
Te vi escapando entre os meus dedos, tentei te segurar, mas já havia perdido todas as forças, estive perdida, estive com medo, estive sozinha.
Eu sinceramente não faço a menor idéia de como será daqui em diante, suas palavras ainda ecoam dentro de mim, frias, decididas, como punição.
Eu te deixo partir.
Não me peça para que deixe-o em paz de uma vez, eu tenho tanto medo de ficar sozinha, tenho medo dessa escuridão que aparece na minha frente toda a vez que você solta a minha mão. Eu tenho medo, sou insegura, sou imatura, sou uma menina com corpo de mulher, sou imperfeita.
Esta noite foi, com certeza, a noite mais fria e mais assustadora de toda a minha vida. Nada no mundo jamais se comparou à dor que eu estou sentindo neste momento. Fechei os meus olhos e quando adormeci, sonhei com você. Foi assustador, acordei em meio à lágrimas, suor e desespero, tive medo, te procurei e não o encontrei, percebi, você se foi.
Quando eu paro pra pensar em tudo o que já vivi com você, eu tenho vontade de sair correndo, me jogar nos seus braços e pedir para que me xingue, me bata, mas que não me deixe sozinha.
Eu descobri que te amava quando te vi partir pela primeira vez. Vi diante dos meus olhos o caminho da minha vida, vi todos os nossos sonhos e planos se realizando e depois, vi a névoa. Vi nossa casa, nosso jardim, nossa varanda, vi o seu sorriso. Vi nosso cachorro, nossas mãos dadas, vi o nosso filho. Ele tinha os seus olhos.
Hoje eu deixo você partir, com a mais absoluta certeza de que eu jamais vou conseguir chegar perto de amar outra pessoa. Com a absoluta certeza que mesmo quando eu conseguir pensar em você sem chorar, ainda irei te amar e sonhar com você na minha vida.
Peço perdão por todas as feridas que abri em seu peito, prometi que não te magoaria, descumpri essa promessa, então te deixo ir embora.
Esta noite eu rezei para que a pessoa certa apareça na sua vida e te faça muito feliz, você tem o dom de arrancar qualquer sorriso, mudar qualquer humor, conquistar qualquer coração.
Eu queria ter tido o seu toque, seu calor, seu beijo. Me dói demais ter esperado tanto tempo para isso e não tê-lo tido.
Seja muito feliz, aproveite sua vida, não se preocupe com o que as pessoas irão pensar de você, você é a pessoa mais maravilhosa que eu já conheci e a mais maravilhosa que terá feito parte da minha vida, disso tenho certeza.
Não deixe de sonhar, mas não deixe de viver. Viva pensando no teu futuro, sem esquecer o teu presente.
"Viva e deixe viver".
Obrigada por tudo o que você fez por mim, eu jamais irei te esquecer, você foi, é e sempre será simplesmente Tudo pra mim.

Loid Milla.

Aqui é oito ou oitenta, porque água morna não serve nem pra fazer chá !

anônimo

Não sou de copas, nem de ouros, nem de paus, nem de espadas. Também não sou rei ou valete, nem oito, nem ás. Aqui estou eu, um simples curinga. E tive de descobrir sozinho o que é ser um curinga. Toda vez que mexo a cabeça, e meus guizos tilintam e me lembram de que não tenho família, de que sou sozinho. Não tenho um número nem um ofício. [...] Assim, tudo o que eu sempre fiz foi andar por aí observando tudo o que os outros faziam. Em contrapartida, pude ver um monte de coisas para quais os outros sempre foram cegos.

O curinga, Jostein Garder

Infância
Onde ficaram meus sete
e meus oito anos não sei,
mas lembro-me dos seis.
Aos seis anos eu tinha um sorriso largo de janelas

Jucely Regis

Oito Anos

"A escola,
a igreja,
a casa do padre no jardim
e o menino bonito
sorrindo pra mim...
Cancela fechada,
trem passando,
vagões bêbados,
cambaleando sobre trilhos,
embalados em música
jamais esquecidas...
Na sala
Judite, Ilvia, meu irmão,
eu, o piano
e a professora...
No fim da rua
o rio,
rolando com a força das patas
de um animal selvagem...
Na volúpia das águas turbulentas
cantando loucos movimentos
jamais sentidos..."

Élide Baccelli Bianco

Eu quero agora, ou nunca mais. Now or never. Oito ou oitenta. Eu quero o Brasil repovoado por indivíduos de bem e paz, de caráter e personalidade, que se preocupem com cultura e não em se enriquecer, de tal maneira.

Camila Paier

Se você não sabe tolerar, entender, abençoar ou ser útil a oito ou dez pessoas do ninho doméstico, de que modo cumprir os seus ideais e compromissos de elevação nas áreas da Humanidade?

André Luiz. Livro Sinal Verde. Msg Experiência Doméstica

Sofrimento em Oito Estrofes

Sou alguém que se perdeu,
Em meio a escuridão do mundo.
O mundo não é meu,
Porém não é também do mundo.

Uma mera discordância,
Que não mudou o rumo
Da minha bela infância,
Agora, a solidão que assumo.

Estou sofrendo por amor,
Isso não importa.
É comum como uma flor,
Que sempre desabrocha.

Algo que ocorre constantemente,
Isso me causa dor.
Porém agora justamente,
Onde está meu amor?

Fores embora sem se despedir,
Me matas de saudades.
Um sentimento que há de intervir,
Na insolitariedade das felicidades.

Oh vida difícil, que não entendo,
Onde os pássaros cantam felizes
E eu choro escutando e escrevendo,
Uma carta de amor com muitas saudades.

Deixou-me justo agora,
Quando meu coração
Bate de dentro para fora,
Como uma ritmada canção.

Acabou, deixo minha vida jogada ao vento,
Agora não apelo para mais nada,
Só te espero em meu aposento,
Tu serás sempre minha amada...

Lucas dos Santos Faria

Oito ou Oitenta?

Sol, grão no espaço.
Terra, minúscula, ao redor.
Eu, tu, eles, nós, pós...

Francismar Prestes Leal

Excluindo as exceções. A nossa história começa oito meses antes de nascermos e termina vinte anos depois da nossa morte. Este é o tempo em que existimos na terra.

Kléber Novartes

Saudades,
Uma palavra em oito letras,
Um sentimento em milhares de corações...
Uma razão para sentir falta; uma idéia de querer estar perto da pessoa amada, e sim; pensar, olhar fotos sentir cheiros é as melhores formas de lembrar o dia em que vimos a sua metade pelo ultimo beijo, pelo ultimo tocar, sentir o calor do seu corpo. Mais...
Essa saudades passa ao instante que nos encontramos novamente, quando podemos novamente viver no mesmo ar, e assim por experiência própria, de alguma forma fortalecendo o casal; com aquela vontade de dizer...
EU AMO VOCÊ...

Rafael Machado Marinho

Ando me descobrindo cada dia mais extremista oito ou oitenta... Não gosto de doses homeopáticas, de coisas pela metade.Se for pra mim sair da minha inércia que seja por algo grande, que valha a pena ou seja mesmo necessário.Sair da inércia por um lance?Se for pra ser, que seja um romance mesmo. Não gosto de noticias ruins por partes, é desgraça?Me conta logo tudo de uma vez eu suporto e prefiro assim, quer um favor?Nada de uma coisa de cada vez ou é tudo ou não é nada. E se for pra sofrer que seja tudo de uma vez e não um pouquinho por dia.Não suporto historias pela metade.Não gosto de esperar.Não sei responder um pouco simpática ou um pouco menos grossa, ou eu sou simpática ou já mando pro inferno.E também não gosto de pessoas eufêmicas demais e utópicas se eu pudesse distribuiria chás de realidade por ai. Não entendo essa historia de amar só um pouco, se doar só um pouco, estar mais ou menos com alguém. Odeio incertezas.E não sei bem quais as vantagens nem as dores de ser assim, mas por enquanto serei desse jeito.

Autor desconhecido - N.B.

Não gosto dessa vida de meios termos. Sou sim ou não. Sou amo ou odeio. Ou vai ou racha. Oito ou oitenta. Não gosto de coisas pela metade. Não gosto do talvez, do mais ou menos.

Ju Leiria

A saudades tem só oito letras, mais também tem um grande pensamento.

Luana Madsen

Meu número preferido é o oito, porque deitado ele vira infinito.

JulianaRibeiro4

Achei um símbolo que defina esse amor. Um oito deitado.

Camila Ramos

ROSAS DO CAMINHO

Eeu dei para a moça que trabalha no banco
Uma rosa de oito pontas.
Era uma rosa singela, tirada de um jardim
No caminho da agência bancária
Ela que andava esquecida de mim,
Com os olhos mais displicentes,
Que tivera antes sobre mim, mais atentos,
Um abrigo, para os meus olhos tão buliçosos.
E por este gesto senti que ela ficou
De vez por outra me notado.
Olhando a mim e a rosa.
Ela não tinha lugar para colocar a rosa,
E eu sugeri seu cabelo
Ela disse que não, que estava em serviço.
Ai meu coração falou: é isso, é isso,
Sugeri que ela a pusesse no decote.
Pior ainda.
Ela sorriu a fechou na mão e disse
Vou mergulhá-lo na água enquanto espera
Eu chegar em casa.
Tenho um vaso esperando por ela,
No criado mudo ao lado de minha cama,
É um vasinho, onde antes de dormir
Faço dormir o meu coração.
_______________
naeno*comreservas

Naeno Rocha

As aranhas estão te olhando por que elas tem oito olhos, mas não conseguem enxergar nada.
Agora, eu ,fazendo o mesmo, com dois olhos consigo enxergar tudo .

Bruswt

Ando sem inspiração, falo muito e não digo nada. Muito clichê, muito novela das oito - acho que perdi o talento em um bar qualquer. Só penso em você, e me odeio por isso

Geanny Slater