Observo

Cerca de 225 frases e pensamentos: Observo

Observo seu sorriso e o gravo em minha mente para nunca esquecê-lo. Percebo que nada nesse mundo é tão belo quanto ele, pois me faz sentir viva e feliz. Hoje me sinto péssima, mas a maneira que você sorriu para mim fez com que uma luz se acendesse dentro do meu ser e me deixou completamente presa a esse momento, nada poderia me tirar dee. Eu o faria eterno.
Fecho os olhos e te deixo me envolver em um abraço gentil e sincero. O vento sopra devagar e a sensação dele é boa. Teus lábios beijam minha testa com delicadeza e seu efeito é quase que imediato, seu calor é tão gostoso quanto a sensação dos primeiros raios de sol. Tua mão afaga meu cabelo e me dá o conforto necessário.
Naquele momento, é como se a gravidade estivesse desaparecido ou como se no mundo, só houvéssemos eu e você, entrelaçados em um abraço eterno. Peço que não me solte nunca, por favor. Você me aperta contra seu corpo e espera que eu retribua o abraço, eu o faço sem hesitar. Eu te amo e disso não tenho dúvidas, agora, mais do que nunca. Sussuro, 'Você é a minha imortalidade' e continuo, 'Não suma nunca', termino e procuro seus lábios.

Larissa de Queiroga Sampaio

Sou como um passaro observo sempre antes de pousar...

Pollianna Barbosa

Primeiro observo tudo e vou formando uma opinião dentro da minha cabeça. Converso com você, mentalmente.

Vivi Borges

Quando olho para o céu
E observo as estrelas
Lembro-me do brilho
Que esteve sempre presente!

Amigos verdadeiros
Amigos eternos
Que mesmo distantes
São repletos...

Inesquecíveis
Simplesmente incríveis

Pra sempre estarão
Em meu coração!!!

Michelly Christina

"Soltei um pássaro, agora o observo voar. Dizem que se ele se sentir meu irá voltar.”

San Liscofré

Observo porque gosto de detalhes...De todos os seus detalhes.

Angélica Monção Lima

Por onde ando, sempre observo a posição do vento. Até mesmo na vibração da rabiola presa nos fios elétricos de um poste.

Erasmo Shallkytton

Eu leio olhares, eu contemplo sorrisos, eu coleciono abraços,eu divido lágrimas,eu sinto,eu observo com o coração.

Marucha Pinheiro

Observo que conforme vai passando os dias a sobrevivência humana fica mais difícil, pois o racismo e o preconceito estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia!

Vanderson Dapper

...:: Abstrato ::...

Em contato com o tato observo no retrato fatos retratados de um tempo ultrapassado
Recordo-me do olfato, seu perfume abstrato
Enquanto lágrimas correm embaçando a visão
Ouço a canção na qual marcou um tempo bom
De lembranças nítidas como na televisão
De uma história sem personagens fictícios, sem ilusão
Apenas amor, carinho e dedicação
Na construção de um laço afetivo e verdadeiro
Amor único no qual, me fez sentir inteiro.

W. Iazzetta

Como um farol observo a condição que navega cegamente na busca de um porto.

Pedro Felipe B. Silva

Carta de um anjo.



Observo por uma eternidade.

Um mal que se abateu sobre toda a humanidade.

Perderam a visão, procuram suprir, entender.

A suas dores reverter, compreender as razões de viver.



Existe um buraco no coração humano.

Enorme, escuro, vazio, é frio lugar.

Causa enorme dor, angustia, aflição.

Ansiedade é sintoma, condição.



Sofrimento sempre presente, depressão.

Leve ou grave, varia com a circunstância, mover da vida.

Aumenta ou diminui entre alegria e tristeza.

Oscila entre momentos de esperança ou incerteza.



Com a razão se pode discerni-lo, impossível controlá-lo.

Sempre latente, se pode maquiá-lo, impossível tampá-lo.

Muito buscam nas drogas um abrigo, alivio ao sentimento.

Mais rejeitados ainda, são lançados ao esquecimento.

Acabam num verdadeiro exílio, abandonados.



Aqueles por quem buscam ser amados.

Também sofrem, tem cada um seus próprios buracos.

Cada um buscando lidar, aprender sua lição.

Salvar-se cada qual, de sua própria situação.

Compreender a existência, do viver a razão.



O buraco tem um nome, seu nome é rejeição.

Ele tem começo, foi logo depois da criação.

Seu criador foi um homem, seu nome era Adão.

Seu erro tinha um nome, pecado, rebelião.



Gerados a imagem e semelhança do criador.

Feitos para se relacionar, amar e adorar.

Do seu fôlego receberam o dom de respirar.

De seu interior saíram, para ele querem voltar.



Buscam na amizade e no amor.

Formas de tampar o buraco, aliviar a dor.

Porém existe um mistério.

O buraco humano tem o tamanho do criador.



Sua ausência é que causa de tanta dor.

Falta um pedaço em vosso ser.

Assim com a costela que volta a Adão.

A alma gêmea que completa a criação.



Traz ao homem sentido de realização.

Alivia em parte, diminui a rejeição, sua dor.

Essa é uma dica importante, similitude há, direção.

Da parte do criador.



A mulher também, sem um homem para amar.

Não consegue plenamente se realizar, completar.

Pode-se confundir, negar a própria existência.

Mais nunca conseguirá aplacar a consciência.



Tanto homem quanto mulher.

Sofrem do mesmo mal de rejeição.

Um busca no outro a solução.

Se machucam, a cura está no criador.



Somente se cura a rejeição.

Eliminando o pecado, a rebelião

Quando se volta ao estado original da criação.

Se aproximando do que nos faz completo.



Da parte de Deus todos saíram.

Passam suas vidas fugindo.

Sem quererem compreender.

Ele é um com você.



Deus criou o homem, depois a mulher.

Nesta ordem os criou, usando seu amor.

O homem precisa estar presente no criador.

Sem Deus nunca será repleto, curado da dor.



A mulher precisa do homem, em comunhão com o criador.

Nesta condição a mulher se realiza, completa a criação.

Os dois juntos conseguiram cumprir em harmonia a ordenança.

Crescei e multiplicai-vos, este é o significado da aliança.



O homem se completa em Deus, a mulher no homem.

Os três em comunhão, completam perfeita união.

Deus, homem e mulher, é assim que ele quer.

Foi essa a essência de toda a criação.



Antes porém devemos entender.

Somos escravos dá situação

Naturalmente a Deus não vamos buscar.

Ficamos perdidos, fugindo a vagar.



O que fica a nos prender?

O pecado é poderoso, bicho tinhoso.

Nos prendeu em rejeição, rebelião.

O que Deus fez contra essa situação?



Sabedor que presos em perdição estão.

Homem é mulher sem sua comunhão.

Por amor, não se furtou a sua condição.

Se esvaziou, fez carne, habitou entre nos.



Venceu o pecado, a rebelião, obediente.

Se entregou em troca da gente, pagou o resgate.

Disse não a condição de se rebelar, sem culpa, morreu.

Por nós, vocês e eu.



Por seu amor trouxe equilíbrio entre criatura e criador.

Restaurou o estado original para o qual nos criou.

Podemos amar e ser amados, em comunhão com ele estar.

Pois ponto final a rejeição, deixou-se ser morto.

Por ato de amor e justiça, vivo esta, ressuscitou.



Jesus de Nazaré, é Deus, foi homem, se deu a conhecer.

Esta vivo, é revelação da redenção, plano de restauração, é salvação.

Não se sinta mais rejeitado, seu pecado foi perdoado.

O buraco já foi tapado, para isso basta aceitá-lo como salvador.

PaULoZiNhUUU

Daqui da coxia observo. Toda atriz tem seu momento de voyer de si.

Camila Custodio

Vivo em um ambiente de erros, mas não os incorporo... Apenas os observo...

Kaio Giovanni

sentada observo atenciosamente um branco maravilhoso , seguro firme ... Á algo em minha mão! esse branco mistérioso me facina , sinto medo , alegria ... Ele me contagia! esse branco revelará meus desejos e guardará meus segredos ... Isso é caneta e papel !!!

Nanda Luz

CONTEMPLANDO A NATUREZA

Sentado à margem da cachoeira
à tardinha...
Observo a queda d`água
caindo e escorrendo por entre
as pedras...

Oiço o barulhinho mágico desse
elemento purificador e o canto
dos passarinhos vindo da mata verde...
Um encanto!

Contemplo como é divina a natureza!
Que incomensurável beleza?

Deixo fluir meus pensamentos
em direção ao céu.

Neste momento uma chuva fina passageira
cai, molhando meu corpo
regando a flor de minh'Alma.

Oh quão lindo é o arco iris colorido
com sua ponta reluzente cruzando
sobre o espelho d`água!

Surge o astro Rei após a chuva passageira.

Termino minha contemplação
vendo o pôr-do-sol, com a sensibilidade da
poesia pulsando em meu coração!

Elias Akhenaton

Às vezes observo que sou diferente da maioria em vários aspectos, acredito que isso seja uma benção de Deus. Mas acredito que tudo isso seja por um motivo lógico e simples eu seguir atrás de um sonho, diferente do normal em que toda criança sonha em ser Jogador de Futebol, comigo foi diferente desde que começaram a me perguntar o que eu queria ser quando crescesse a resposta sempre foi e será a mesma futuro Militar do Exército Brasileiro. Atualmente não me vejo exercendo nenhuma função a não ser essa, acredito também que cada um que veio a vida tem uma missão e a minha é essa.
Não importa o sacrifício que eu tiver de realizar, mas esse sonho será realizado o mais breve possível...

ESPCEX 2013, somente os fortes irão conseguir!!!

Francisco Machado

Eu olho no espelho da vida, observo meus acertos e erros.... E só tento cada dia ser melhor, do que fui no dia anterior!

Patricia Schmidts Puhl

A CEGUEIRA DO PROGRESSO

Caminhando pelo centro de uma cidade movimentada, observo as pessoas apressadas. E, tenho do chão uma visão dos prédios altos e baixos, modernos, antigos e deteriorados. As frestas da luz do sol entre as construções pouco traspassam às ruas e calçadas, a pressão do calor sufocante ainda na primavera e a brisa quente que corre entre os corredores banham pedestres precipitados.

A lassidão revela-se nas caras das pessoas com seus passos sempre ocupados e os corres-corres inúteis para ter-se a sensação de utilidade na sociedade inundada de cobranças. Entre elas se cruzam ao atravessar as ruas, esbarrando e tropeçando nas laterais do trânsito engarrafado de carros fora da faixa, cada um por si na urgência da sua própria individualidade, indiferentes às algumas gentilezas e sorrisos de estranhos corteses, em meio às ofertas das lojas anunciadas em alto som.

Entretenho-me a refletir naquela multidão de gente sobre a situação em que a humanidade se encontra para viver numa cidade grande, escravo do progresso de uma vida agitada que não vai a lugar nenhum e deixa a alma vazia. E, logo, sendo interrompido no devaneio da minha análise por uma criança suja e malvestida, “Sinhô, sinhô, me dá um dinheirinho aí prá comprar pão? Estou c’um fome!”

... Um grupo de cegos tateia com suas bengalas o chão por onde pisam, param e ficam pacientemente a espera da ajuda para atravessar a rua e ninguém nem aí.
“- Quem serão os cegos?” Pois, que a visão de muitos foi prejudicada pela proposta do mundo moderno, com mais estatístico sem nenhum valor humano.

Assim caminha a humanidade aprisionada dentro de uma grande gaiola que a cega cada vez mais, sem tempo tão necessário para encontrar-se consigo mesmo em direção à liberdade.

Repliquei, “ô garoto! Se você quiser esta quantia da prá comprar um pão”, e, mesmo esfomeado, na sua frieza, me abandonou dizendo, “só isso eu não quero”, saiu apressado a pedir esmolas ao mundo cheio de ilusão.”

Wal Águia Esteves