Observo

Cerca de 335 frases e pensamentos: Observo

Quanto mais tempo eu convivo comigo mesmo, quanto mais me policio, quanto mais me observo, percebo todos os dias que menos me conheço.

Daniel de Souza

Eu olho pra você e vejo a melhor parte de mim. Vejo a minha parte mais bonita. Eu te observo sorrindo e me encontro sorrindo também, porque o seu sorriso se tornou o motivo do meu. Você consegue tornar os meus piores dias em melhores, e isso é fantástico.Eu te encontrei, e hoje sou mais feliz.

Eu desconhecido

Vida de adolescente

Quando acordo desanimo
Quando vejo estou na escola
Observo uns amigos
Na quadra jogando bola

Todo dia o dia inteiro
Num desanimo estou eu
É Romeu sem Julieta
Julieta sem Romeu

Esse mundo é assim mesmo
Nele escorre o preconceito
É zoação com o próximo
É a falta de respeito

Más um dia vai mudar
Sei que vão me contestar
Más não vou me preocupar
O amor tem a magia para o mundo transformar.

Jeferson Leonardo Camaro da Silva

Te observo de longe,
mas te queria por perto.

Sueli Matochi

Rosto de mulher

Na minha frente uma foto!
Seu rosto
Observo seu olhar, tentando me encontrar.
Sua boca suave diz palavras nas quais mal consigo interpretar.
Uma viagem além do que posso imaginar.
Estou a sonhar, será que é delírio
Me sinto no deserto onde busco em seu coração uma gota de água para me alimentar a sede.
Esse que de amor não pode esperar para se saciar.
Continuo a te olhar sem achar sequer uma resposta
Vou continuar até a vida me levar e do deserto do seu rosto me salvar
Descobri o que é amar nos simples traços e singelos traços de você mulher !

Márcio Garcia

Você passando na sala enquanto eu observo toda sua simplicidade e me fala dos planos para o futuro que não vai existir, como não te recordações de coisas que vem do coração momentos tao bom risadas sinceras palavras certas um cheiro gostoso e tudo em dobro, seu sorriso de manha sua paz enquanto dormia como era o paraíso admira você , estou feliz mesmo sozinho esse silencio é a falta que me faz !

Odhin Moraes

Quanta dor. Minha lágrimas caem rapidamente que nem se quer consigo enxugá-las. Observo lugares e não “tenho” ninguém. Uma palavra amiga? Um gesto? Ninguém percebe o que me machuca? O quanto? Ninguém aí? Ninguém aqui? As pessoas conversam e riem, enquanto eu tento não desabar na frente delas. Mas quem nunca deu aquela passa ao banheiro? — Sofrer um pouco escondido e voltar disfarçando? Tantos motivos me fazem escrever isto. — Tantos. Que falta algo me faz. Sempre algo. Ah, se eu pudesse… bom, — esquece !Mais um motivo de revolta: “— O que você tem? “— pergunta a pessoa que te deixou naquele estado. Sou muito dramática, minha mente não caberia aqui. Vou parando nessas linhas. — Quem sabe dá aquela passada ao banheiro?

Taila

Ao longe, observo-a, sem saber nada sobre ela, apenas que aquele seu sorriso e seu olhar me traz a paz que eu desejaria sempre estar.

Flávio Gomes da Silva Júnior

J

É desvairada a forma como observo o alfabeto. As letras me perdem quando me atenho a escolher quais delas devo usar para criar um nome de alguma personagem. É uma tarefa arriscada. Embaraçosa. Escolha de nomes exige esforço. Exige atenção. As letras saltam de todos os cantos para mostrar-nos que a escrita é uma arte incalculável e que nos penetra com uma veracidade tamanha, capaz de nos arrancar o fôlego. Arranca e desarranca.
Certo dia, um desconhecido me fez uma pergunta tão peculiar que rapidamente procurei uma forma de desenhar minha resposta, de modo com que eu simplificasse rapidamente, sendo poético e utilizando uma letra. Fechei os olhos e respirei fundo – de fato não tenho um respaldo longo para estes tipos de perguntas – e comecei a respondê-la.
“Imagine um J.” – indaguei.
Ele balançou a cabeça positivamente. Estava imaginando.
“Repare que o ‘J’, é formado por uma linha e uma curva” – concordou com o que eu estava dizendo – “Então, resumo a isso, a linha é o caminho que trilhamos e quando estamos trilhando este percurso, nossas imaginações afloram gradativamente, os olhos brilham e nossa mente focaliza apenas o caminho no qual estamos. Não olhamos para o lado. Continuamos em frente. Mas...” – parei de falar. Um suspense.
Ele franziu as sobrancelhas como quem estivesse curioso.
“Vêm a curva” – continuei. – “Esta letra tem uma curva” – ele concordou.
E exemplifiquei.
“Nesse momento, somos domados pela razão e o longo caminho reto, torna-se apenas uma lembrança, pois o que vem pela frente é totalmente diferente. A curva mudou os rumos” – bufei comigo mesmo.
Meu amigo me fitava seriamente, mas não entendera o desfecho de minha explicação.
“E termina por aqui?” – perguntou.
“Se encompridarmos esta curva, vira um ‘U’” – rebati.
“E por que você não termina?” – ele perguntou.
“Fica para uma próxima” - falei.
Ele fingiu que entendeu.
Essas coisas são difíceis de entender. Principalmente, com perguntas peculiares, como a que ele fez.
Ele perguntou-me: “O que é o amor?”
(diante do reflexo de um espelho que mostrava o meu rosto).

João Guilherme Novaes

DESAFIANDO A PREGUIÇA



Da janela do meu quarto observo
O dia que passa marrento
E vejo o sol com preguiça
Por ser sol de outono

Lá fora, correm galinhas e patos
No terreiro mesclado pelo cimento
Onde descansam os cachorros e os gatos
Também preguiçosos

Me chamam as tarefas diárias
Mas a preguiça é contagiante
Nesse dia de sol indolente
Que parece estagnar a gente

Da janela do meu quarto observo
O quintal sem menino correndo
Ta tudo tão silencioso
Que parece natureza morta na tela

Vejo mato, cimento e ribeirão
E casas de vizinhos fechadas
Só a minha está aberta
Por preguiça minha de fechar

Deixa passar esse dia
Enquanto eu aceito o desafio
E vou fazendo poesia
Com preguiça e um assobio

(Nane-15/05/2015)

Nanevs

Observo serena as atitudes mesquinhas e ouço as frases dos pensamentos alheios contrarios a mim, pois um a um são dissipados, pois a ignorância da realidade que da minha vida existe não permite que a mentira se torne realidade, uma vez que eu sou a primeira a acreditar em mim mesma.

Elisabeth Trinidad Mena

SÓ OBSERVO DIVULGA A CASA NOTURNA TODA SEMANA! MAS NA SEMANA QUE MINHA BANDA VAI TOCAR NAO DIVULGA NADA SOBRE A CASA! TA BOM!

NATHANBORGES

Na escuridão da noite, olho fixamente para o céu e observo o quanto ele é grande. Faço uma reflexão sobre a vida e me pergunto o que realmente quero da vida: uma simples passagem, uma reflexão para o resto da vida ou um caminho para seguir em frente.

Amanda Serafim

Observo mais, falo menos, procurando ser prudente

Ana Paula Mariano

Às vezes

Às vezes sou calada ...
Só observo e me reservo.
Recolho minhas armas
Guardo meus tesouros
Acumulo energias
Economizo palavras
Escondo meus pensamentos
Como se fosse ouro.
Só os olhos passeiam por aí....

AngélicaM.Spínola(Masy)

Queria poder falar do meu amor.
As palavras não saem.
...Sufocam-me.
Observo-te e silencio-me.
...Quero-te
...Desejo-te
Vontades incontidas.
Mas guardadas dentro de mim.

Goretti Mello

...Te observo.
E nem percebes que é teu o meu amor.

Goretti Mello

Eu me afasto de você mas não consigo ficar longe, aí te observo de longe, te querendo de perto.

lucasrichawell

Quando alguém destila veneno em mim através das palavras, observo friamente os motivos, penso na maneira que tal pessoa foi criada, nas dores que já deve ter passado nessa vida. Pensando assim, não enxergo tanto o ignorante, mas penso em todo o seu processo de formação, até dizer tais palavras. Espero que eu consiga ser mais sábio com as palavras, e assim, um dia não serei tão ignorante, tanto como sou agora.

Alexandre Machado dos Santos

"Quando as pessoas falam que meus sonhos são umas loucuras, eu observo e fico em silencio, pois é bom eles acharem que é impossível, pois quando eu concretizar, eles irão assustar"

Luigi Arruda