O que se Fala numa Brincadeira

Cerca de 553 frases e pensamentos: O que se Fala numa Brincadeira

Não quer resposta: não pergunte.
Não quer ser zoado: não entre na brincadeira
Não quer ser julgado: não faça

Tainah Ferreira

Se alguém encontrar o amor por aí diz pra ele que a brincadeira de esconde esconde já acabou! Agradecida.

Dri Cassimiro

“Se você não tem intimidade comigo, não chegue me xingando de “brincadeira” porque você só vai me causar asco.”

Kéfera Buchmann

Bem-estar

"É como uma brincadeira,
experimente:
faça á sua volta
um circulo encantado,
iluminado de amor:
quem chegar perto
se ilumina também.
Aí dentro, sempre cheias,
as teias que guardam
palavras delicadas.
Algumas são fogo sagrado
e fabricam luz"

Roseana Murray - Manual da Delicadeza de A a Z

Foi por meio das brincadeiras que eu dizia todas as verdades do mundo. Nem sei se você percebia, mas sempre dava um sorriso enorme. E aquilo bastava.

Thiara Macedo

E a criança sorriu

E a criança sorriu,
Na beleza do seu sim,
Na sua brincadeira de ser inocente,
E na pureza de seu olhar.
No encanto tão aparente,
Talvez no descobrir da vida, latente,
Assim quem sabe ganhe um beijinho de presente.
Um belo abraço e um obrigado,
Por estar sendo ouvido,
Cuidado e amado.
Filhos, sobrinhos e amigos,
Pequenos soldados,
Treinados para vencer a dor,
Espalhar o amor e pintar o mundo
Com uma linda cor.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

Tome mais cuidado com a minhas brincadeiras do que quando estou falando sério. Pois brincando tiro informações tuas que não tiraria falando sério.

Bruno Gomes

Meu amor por você não e brincadeira.
Por voce eu morro.
Por tudo meu amor não me deixe porque eu nunca senti dor maior do que a que eu to sentindo agora e não e sentimento de culpa e sim por eu ter feito tudo certo e te perder mesmo tendo certeza que eu realmente lutei por nos, e continuarei lutando amor, eu so quero que você fique do meu lado eu te amo demais e grito pro mundo isso, nada mais importa, so o que importa e tua presença do meu lado, a unica maneira de me fazer feliz e tendo você do meu lado...não me deixa, eu te imploro com todas as minhas forças, não me deixa...

Camila Rodrigues ( Mikazinha)

Eu sou as brincadeiras da gente, o abraço apertado que não quer descolar, sou o sono que te tranquiliza, a bagunça que gero no teus olhos quando a luz se faz meia-luz. Sou o banho demorado, o beijo mais tarado,o nada acabado. Sou o banquete que você degusta numa simples azeitona,ainda que largada no canto de prato. Sou teu principal fato. Sou vestido no chão,calcinha na mão e no canto, o sapato. Sou o porto seguro que você insiste em deixar solto porque no fundo sabe que há um fio grosso que nos mantém atados. Como dois namorados, que rodopiam no salão. Eu sou a tua outra mão, a contra-mão do errado. Vôo leve, as vezes fardo.Canto breve,um "sim" mutilado. Sou peça da engrenagem. Sou anteparo pros teus pés , aos meus, fadados. Sou muralha pros teus medos, ouvido pros teus segredos,o baú dos teus brinquedos ,todos muito bem guardados. Sou fêmea, fruto, foice, dor, cuidado. Sou sempre a multa por excesso,passe expresso pra um sucesso ainda não desvendado. Sou embarque garantido.Te guardo santo e pervertido,sou pra você tudo que não faz sentido. Sou o sentido exato do quem em ti habita puro e casto. Sou a vertente nua, que se incoerente em ti atua,em mim se move em fases como a lua .Sou tudo quilo que guardei e o todo que te dei,hoje em mim apenas flutua. Sou tua morte, sou tua sorte,sou toda tua.



Márcia

Márcia Cardoso da Silva Valente

Com você, o mundo é brincadeira de criança e ao fechar os olhos o infinito é uma lembrança.

Iasmin Flor

Não nascí pra brincadeiras...
Quando eu digo:''olhe nos meus olhos'';é pq talvez você possa sentir a minha verdade,
ao contrário de me fazer mil perguntas,Olhe!
Não me julgue pelo que eu faço,mas pelo que eu sou.
Não sou melhor nem pior que ninguém,sou apenas DIFERENTE.
Não me permito sofrer por muito tempo,não vivo num constante mar de rosas,
sou confusa?
sim!Mas quem não é?
Não dá pra se começar a leitura de um livro da metade em diante.
Tenho muito tempo ainda,
Qro fazer a Minha história!

Faça a sua!
Eu adoro Ler...

Andyziinha

Saudades...
Da época de criança, das brincadeiras inocentes, que hoje já não são tão inocentes assim. Das tardes em q eu passava fazendo exatamente nada, que hoje já são tão movimentadas. Saudade de quando eu era ingênua, de quando eu ñ entendia nada, das épocas q eu só ouvia, e não precisava dar minha opinião, e por isso não era criticada. Saudade de quando todos faziam as minhas vontades, que eu era a princesinha da casa. Saudade...
Saudade de quando eu acreditava em papai Noel, coelhinho da páscoa e príncipe encantado.
Pensa q eu tinha certeza q existiam príncipes, a, e não eram príncipes comuns, eles chegavam em um cavalo branco e eram perfeitos e eu tinha certeza q era mentira q eles viravam sapo, é mas com a vida a gente aprende a acreditar, ou não acreditar.
Na verdade a gente aprende a ouvir, a entender, a viver.

Débora Comis

No fundo eu sempre quis saber se suas brincadeiras tinham um pouco de verdade que talvez eu não podia e não queria enxergar.

Luisa Antoniol

Juntos, brincadeiras, caretas e sorrisos. Cócegas, músicas, beijos e carinhos. Violão, piquenique, morangos e abraços. Um dia seremos exatamente assim, e você sabe, nem que seja bem no fundo, você sabe; só que ainda não percebeu. Mas tudo bem, isso são apenas detalhes. Sempre há o plano B: subornar o destino.

Verônica Pereira

Sexo virou brincadeira, abraço é desculpa para se aproveitar. Beijar na boca virou disputa. Alianças vão parar no bolso. Elogiar é chamar de gostosa. Namoro é brega. Amor é perda de tempo É, cada vez mais o ser o humano se perde em coisas tão simples, e transformam o que deveria ser puro e bonito, em algo sujo, feio, sem graça e sem valor algum. Se você ainda acredita no amor, cole isso no seu mural.(Juliana Gazio, no FaceBook)

Juliana Gazio, coletado pelo seu pai no facebook

Ontem preocupava-me com o que fazer no dia para me deixar satisfeito, qual brincadeira seria mais divertida. Hoje preocupo-me com qual atividade dará mais dinheiro. Ontem eu olhava o nascer e o pôr-do-sol imaginava o quão longo seria o dia e quanto eu poderia desfrutar dele. Hoje eu os olho e penso que o dia é curto e que é preciso correr, por quê o mundo inteiro tá penso a mesma coisa.

Ontem sabíamos exatamente o que gostávamos, poderia ser aquele leite gelado ou quente. Sabíamos muito bem também do que não gostávamos, talvez fosse acordar cedo ou dormir cedo. Hoje aprendemos que temos ser flexíveis, cordiais e diplomáticos. Para ser sincero aprendemos a fingir. A Encenar.

Ontem, falávamos o que pensava sem medir palavras, sem poupar sentimentos. Hoje, quando falamos pensamos milhões de vezes se estamos falando certo, e para quem estamos dirigindo nossas palavras. E os sentimento, hoje medimos, limitamos, pois nunca se sabe em quem confiar. Falando em confiança, ontem confiávamos no nosso colega de classe, no nosso melhor amigo ou em um moço com uma cara bondosa que acabara de conhecer. Hoje temos dificuldade de acreditar na nossa própria sombra.

Ontem perdoamos e até mesmo esquecemos. Hoje fomos capazes de perdoar, mas talvez nunca esqueçamos. Talvez seja a passagem do tempo de ontem para hoje, talvez seja a maneira como enxergamos o amanhã, talvez também seja a forma como sentimos. Talvez, talvez, Talvez um dia o mundo mude talvez as pessoas tornem a si, acredito fielmente que não é o mundo que está se desmanchando, mas o próprio homem. Caminhamos como cegos, sem direção e sem por que. Não foi o ontem que mudou, fomos nós que nos deixamos levar por uma forma equivocada de vivência. Eu fico me perguntando, será que tem sentido todos aqueles teóricos fabulosos, Einstein, Rousseau, Montesquieu, Platão, Freud e outros terem passado a metade ou toda sua vida tentando desvendar e compreender o sentido das coisas e do ser humano. Na verdade acho que o que faz sentido é nos descobrirmos, mas nos descobrir sozinhos, no silêncio. Sou perdida, as vezes me encontro, mas outras me perco de novo, sou como todos. Sempre querendo acertar e se encontrar outra vez.

Rachel de Oliveira Morais

Hoje eu soquei o ventilador
Meio que de brincadeira
Mas foi muito bom
Aliviou-me, foi...foi...bom
Foi...muito bom
Mas me deu medo
Me deu muita vontade de continuar a socar
Pensei em socar de novo
O mesmo ventilador
E não só socar
Mas, também chutar
E não só o ventilador
Mas tudo o que via pela frente
Senti medo
Medo de mim
Medo de não controlar essa vontade da próxima vez
Terá uma próxima vez?
É muito bom o sentimento de se esvaziar
De toda ira, raiva
Quero quebrar, derrubar a estante, chutar
Destruir tudo
Extravasar essa fúria contida
Em meu peito
Em minha alma
Em minha mente
Em meus punhos
Em minhas orelhas
Em meus joelhos
Em meus dedos
Em meus dentes
Em minha testa
Em meu calcanhar
Parece que cada poro meu
Quer extravasar
A fúria contida
O gigante furioso
O demônio destruidor
O incrível hulk
Todo inflado
E irado
E gritar
Gritar um grunhido forte,
Grave, profundo, audível
Desesperado pedindo ajuda
Ajude. Tem alguém aí?
Ajude
Ajude
Ajude
Ajude
....
Silencio
Ninguém me ouve
Ninguém sabe que estou aqui
Bem no fundo
Nas trevas
Tudo escuro
Úmido
Frio
É o inferno
Ele existe
E estou nele
Não há saída
Não há
Estou aqui
Bem no fundo
Mais fundo do que possam procurar
Me acabo
Adormeço
E acordo
Sem esperança
Não há
Não, não há
Fecho os olhos
E as trevas permanecem
Duas coisas
Somente duas coisas subsistem aqui
As trevas e eu.
Na escuridão total de um ser
Que já não pode ser
Que não é
Já foi
Mas agora não mais
Só escuridão
Só escuridão

Escuridão

Fabricio Canalis

Cada detalhe, cada momento, cada brincadeira, tudo que fizemos juntos, foi especial pra mim.

Leele

Brincadeiras só machucam quando você sente aquela pontinha de verdade que existe nelas...

Bárbara Coré

Querido amor.
A brincadeira de pique esconde já perdeu a graça!
Agora você já pode me encontrar.

Aline Pinheiro