O que se Fala numa Brincadeira

Cerca de 703 frases e pensamentos: O que se Fala numa Brincadeira

Amar é que nem brincar de cabo de guerra.
Quando o primeiro soltar, termina a brincadeira.
Da mesma forma termina o amor.

Mário Pires

como dizia o artigo da amirzade promissora amigo n chega na brincadeira e sim chega na vuadora

como dizia o artigo da amirzade promissora amigo n chega na brincadeira e sim chega na vuadora..

Meu amor por você não e brincadeira.
Por voce eu morro.
Por tudo meu amor não me deixe porque eu nunca senti dor maior do que a que eu to sentindo agora e não e sentimento de culpa e sim por eu ter feito tudo certo e te perder mesmo tendo certeza que eu realmente lutei por nos, e continuarei lutando amor, eu so quero que você fique do meu lado eu te amo demais e grito pro mundo isso, nada mais importa, so o que importa e tua presença do meu lado, a unica maneira de me fazer feliz e tendo você do meu lado...não me deixa, eu te imploro com todas as minhas forças, não me deixa...

Camila Rodrigues ( Mikazinha)

Minhas Amizades,são frutos das brincadeiras carinhosas.

Victor Rodrigues

Com você, o mundo é brincadeira de criança e ao fechar os olhos o infinito é uma lembrança.

Iasmin Flor

Não nascí pra brincadeiras...
Quando eu digo:''olhe nos meus olhos'';é pq talvez você possa sentir a minha verdade,
ao contrário de me fazer mil perguntas,Olhe!
Não me julgue pelo que eu faço,mas pelo que eu sou.
Não sou melhor nem pior que ninguém,sou apenas DIFERENTE.
Não me permito sofrer por muito tempo,não vivo num constante mar de rosas,
sou confusa?
sim!Mas quem não é?
Não dá pra se começar a leitura de um livro da metade em diante.
Tenho muito tempo ainda,
Qro fazer a Minha história!

Faça a sua!
Eu adoro Ler...

Andyziinha

Saudades...
Da época de criança, das brincadeiras inocentes, que hoje já não são tão inocentes assim. Das tardes em q eu passava fazendo exatamente nada, que hoje já são tão movimentadas. Saudade de quando eu era ingênua, de quando eu ñ entendia nada, das épocas q eu só ouvia, e não precisava dar minha opinião, e por isso não era criticada. Saudade de quando todos faziam as minhas vontades, que eu era a princesinha da casa. Saudade...
Saudade de quando eu acreditava em papai Noel, coelhinho da páscoa e príncipe encantado.
Pensa q eu tinha certeza q existiam príncipes, a, e não eram príncipes comuns, eles chegavam em um cavalo branco e eram perfeitos e eu tinha certeza q era mentira q eles viravam sapo, é mas com a vida a gente aprende a acreditar, ou não acreditar.
Na verdade a gente aprende a ouvir, a entender, a viver.

Débora Comis

No fundo eu sempre quis saber se suas brincadeiras tinham um pouco de verdade que talvez eu não podia e não queria enxergar.

Luisa Antoniol

Optei te amar. Pois ao seu lado me sinto amada. Optei por você, por suas manias, suas brincadeiras. Escolhi passar minha vida inteira ao teu lado. Compartilhar as alegrias e tristezas, que nos são proporcionadas. Elegi você como causador das maiores felicidades, espero ser privilegiada com o teu ”bom dia, meu amor” todas as manhãs, e o ”boa noite, durma bem”. Espero ser exorbitantemente feliz ao teu lado. Não deixemos que o amor derrogue, e que nenhum outro se ponha sobre o nosso . . .

Amanda Moraes

Odeio quando a pessoa acha que tem intimidade o suficiente pra fazer certos tipos brincadeiras comigo.

Thiago Saraiva

Bem que eu queria que tivesse sido só uma brincadeira. Assim a gente se poupava de sofrer tanto no fim. Mas não. Foi mais. Foi amor.

Bibiana Benites

Bem-estar

"É como uma brincadeira,
experimente:
faça á sua volta
um circulo encantado,
iluminado de amor:
quem chegar perto
se ilumina também.
Aí dentro, sempre cheias,
as teias que guardam
palavras delicadas.
Algumas são fogo sagrado
e fabricam luz"

Roseana Murray - Manual da Delicadeza de A a Z

Ontem preocupava-me com o que fazer no dia para me deixar satisfeito, qual brincadeira seria mais divertida. Hoje preocupo-me com qual atividade dará mais dinheiro. Ontem eu olhava o nascer e o pôr-do-sol imaginava o quão longo seria o dia e quanto eu poderia desfrutar dele. Hoje eu os olho e penso que o dia é curto e que é preciso correr, por quê o mundo inteiro tá penso a mesma coisa.

Ontem sabíamos exatamente o que gostávamos, poderia ser aquele leite gelado ou quente. Sabíamos muito bem também do que não gostávamos, talvez fosse acordar cedo ou dormir cedo. Hoje aprendemos que temos ser flexíveis, cordiais e diplomáticos. Para ser sincero aprendemos a fingir. A Encenar.

Ontem, falávamos o que pensava sem medir palavras, sem poupar sentimentos. Hoje, quando falamos pensamos milhões de vezes se estamos falando certo, e para quem estamos dirigindo nossas palavras. E os sentimento, hoje medimos, limitamos, pois nunca se sabe em quem confiar. Falando em confiança, ontem confiávamos no nosso colega de classe, no nosso melhor amigo ou em um moço com uma cara bondosa que acabara de conhecer. Hoje temos dificuldade de acreditar na nossa própria sombra.

Ontem perdoamos e até mesmo esquecemos. Hoje fomos capazes de perdoar, mas talvez nunca esqueçamos. Talvez seja a passagem do tempo de ontem para hoje, talvez seja a maneira como enxergamos o amanhã, talvez também seja a forma como sentimos. Talvez, talvez, Talvez um dia o mundo mude talvez as pessoas tornem a si, acredito fielmente que não é o mundo que está se desmanchando, mas o próprio homem. Caminhamos como cegos, sem direção e sem por que. Não foi o ontem que mudou, fomos nós que nos deixamos levar por uma forma equivocada de vivência. Eu fico me perguntando, será que tem sentido todos aqueles teóricos fabulosos, Einstein, Rousseau, Montesquieu, Platão, Freud e outros terem passado a metade ou toda sua vida tentando desvendar e compreender o sentido das coisas e do ser humano. Na verdade acho que o que faz sentido é nos descobrirmos, mas nos descobrir sozinhos, no silêncio. Sou perdida, as vezes me encontro, mas outras me perco de novo, sou como todos. Sempre querendo acertar e se encontrar outra vez.

Rachel de Oliveira Morais

Querido amor.
A brincadeira de pique esconde já perdeu a graça!
Agora você já pode me encontrar.

Aline Pinheiro

Cada detalhe, cada momento, cada brincadeira, tudo que fizemos juntos, foi especial pra mim.

Leele

Brincadeiras só machucam quando você sente aquela pontinha de verdade que existe nelas...

Bárbara Coré

Juntos, brincadeiras, caretas e sorrisos. Cócegas, músicas, beijos e carinhos. Violão, piquenique, morangos e abraços. Um dia seremos exatamente assim, e você sabe, nem que seja bem no fundo, você sabe; só que ainda não percebeu. Mas tudo bem, isso são apenas detalhes. Sempre há o plano B: subornar o destino.

Verônica Pereira

Sinto sua falta, sinto saudades das nossas conversas, das brincadeiras, sinto mais falta ainda da pessoa que você era antes, aquele cara engraçado, diferente, amigo que um dia eu conheci não sei o que aconteceu pra você mudar tanto assim. Eu só queria que você voltasse a ser aquele mesmo garoto que um dia eu conheci

Gabriela Borges

E a criança sorriu

E a criança sorriu,
Na beleza do seu sim,
Na sua brincadeira de ser inocente,
E na pureza de seu olhar.
No encanto tão aparente,
Talvez no descobrir da vida, latente,
Assim quem sabe ganhe um beijinho de presente.
Um belo abraço e um obrigado,
Por estar sendo ouvido,
Cuidado e amado.
Filhos, sobrinhos e amigos,
Pequenos soldados,
Treinados para vencer a dor,
Espalhar o amor e pintar o mundo
Com uma linda cor.

Pablo Gabriel Ribeiro Danielli

Levo comigo, sempre, um retrato da infância. Há quem pense ser uma brincadeira minha, ou uma linha qualquer de um poema, mas comigo sempre levo um retrato da infância. Ando por muitos lugares e quando menos espero, lá estou eu em algum ambiente novo e retrato na mão. Não tenho mais pretensão nenhuma ao dar um passo. Antes queria conhecer o mundo, mas hoje se estou parado, é na mente que viajo, e seja onde for, levo comigo um retrato da infância. Um cara muito bacana eu perdi por ai. Me fugiu do olhar, juro que nem percebi… de repente senti falta daquelas tantas ideias, daquelas boas conversas, daquela risada gostosa, dele buscando abraços, dele chorando nos braços, dele amando sem medo, amando sempre sem medo. E o que restou dele é um cara estranho que mal reconheço… que anda pelas ruas com um retrato da infância.

Rodrigo Leonardo