O Galo que Logrou a Raposa

Cerca de 185 frases e pensamentos: O Galo que Logrou a Raposa

Tive varias paixões de todas delas me esqueci, mas não há amor maior do que a vida que eu vivi!
Correndo por esses campos, colhendo os frutos da terra...
Me apaixonei pelo seu encanto, o cheiro forte da relva.
Com um “badogue” pendurado na cintura e uma mira certeira.
Todas as pombinhas que eu via iam parar assadas na fogueira!

Não tive sapatos bons, muito menos esses tênis de marca!
Mas acredite meu amigo, o medo já me fez andar poucos passos sobre as águas.
O sal grosso já atingiu o meu traseiro,
O chumbinho já me passou raspando!
Foi aquele vizinho traiçoeiro,
Que me pegou roubando!

Era divertido aquele tempo, mas eu não posso me esquecer,
Aquelas noites mal dormidas por não ter o que comer!
Minha mãe muito debilitada não conseguia esconder,
O câncer a destruía e foi triste vê-la morrer!

A cidade grande não era muito agradável, pouco eu tinha o que fazer...
Abandonei meus amigos, minha antiga vida. Muito eu tinha o que aprender!
Logo arrumei trabalho e a noite eu estudava.
Ir para a escola era difícil, cansado do trabalho exaustivo, o sono me abraçava.

Conclui o segundo grau e sei que isso não é o bastante...
Mas sem dinheiro para pagar uma faculdade como eu seria um estudante?
As Universidades Federais eram/são complicadas de mais para ingressar, lembro-me do fraco ensino das escolas pública, não daria nem para cheirar a prova do vestibular!

O meu sonho é e sempre foi cursar Letras, mas isso eu ainda posso fazer...
Hoje me sobra tempo, eu não tenho mesmo nada a perder!
Filhos criados e uma esposa que sabe se cuidar;
Um dos filhos é promotor e não para de trabalhar.
Eu já disse: “A vida é curta, cuidado para não abreviar!”.
O outro é um artista do meio musical, não ganha muito, mas é feliz, sempre de bom astral!
Às vezes precisa de uma ajuda, e eu como um bobo pai empresto aquele “real”.
Nunca recebo de volta, mas a mim não faz mal!

Minha vida é e foi sempre assim simples, e da mesma forma, simples, é que eu escrevo!
Um pouco da minha vida escrita em singelos versos,
Sou o sonho de um, a vida de um, um escritor sincero!

Eberaldo Martins o seu amigo Raposa.

Raposa ( Igor Improta Figueredo)

O orgulho e a arrogância é o caminho mais curto para a ruína e o infortúnio.

O Galo de Briga e a Águia

Aqueles que são incapazes de atingir sua própria meta tendem a depreciá-la, para diminuir o peso de seu insucesso.
É fácil desprezar aquilo que não se pode alcançar.

A Raposa e as Uvas

Se Preto fosse paixão e branco fosse carinho, o que eu sinto por você seria Galo Doido.

Clarissa Braga

Galo que não canta em casa, canta em outra de madrugada.

Helgir Girodo

Muitos que cantam de galo não passam de um pintinho na hora do vamos ver!

Denilson Pinto

O que mais me irrita, não é a pessoa fazer uma coisa errada, é cantar de galo como se o feito fosse algo bem feito e bom.

Abilio Brunini

A raposa é a mais astuta
porque venceu a tal disputa
onde a premiação seria o simples coração
daquele que usa a razão pra expressar emoções

o tolo poeta aqui ficou sem reação
ao ver aquele sorriso bobo e jeito meigo
que fizeram-no perceber que ainda era um leigo
quando o assunto era seu conturbado coração

me arrependo por ter perdido a oportunidade
pois agindo covardemente,
não lutei por meus sentimentos de uma forma bravamente
e agora posso não ter mais pela eternidade
a garota com o nome raposa
aquela que queria para ser minha esposa

Bruno M. Tôp

"Foi então que apareceu a raposa:

— Bom dia, disse a raposa.
— Bom dia, respondeu polidamente o principezinho.
— Quem és tu? Tu és bem bonita...
— Sou uma raposa, disse a raposa.
— Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste.
— Eu não posso brincar contigo, disse ela. Não me cativaram ainda.
— Que quer dizer "cativar" ?
— É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
— Criar laços ?
—Tu és ainda para mim um garoto igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim ÚNICO no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
E a raposa continuou:
— Minha vida é monótona. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
— Por favor... cativa-me! - disse a raposa.
— Bem quisera, disse o principezinho. Mas tenho pouco tempo e amigos a descobrir e coisas a conhecer.
— A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo pronto na lojas. Mas como não existem lojas de amigos, eles não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me !
— Que é preciso fazer ?
— É preciso ser paciente. Sentarás primeiro longe. Eu te olharei e tu não dirás nada. A linguagem é fonte de mal-entendidos. Mas cada dia sentarás mais perto... E virás sempre na mesma hora. Se tu vens às 4, desde às 3 eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz.Às 4 horas, então, eu estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade. Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração...

Assim, o principezinho cativou a raposa."

Saint-Exupêry

"- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos. - O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar. - Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante. - Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa..." "- E quando te houveres consolado (a gente sempre se consola), tu te sentirás contente por me teres conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo. E abrirás às vezes a janela à toa, por gosto... E teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu. Tu explicarás então: "Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!" E eles te julgarão maluco. Será uma peça que te prego..."

Trecho do livro O pequeno Principe

A raposa tanto vai ao ninho que um dia deixa o focinho.

Provérbio japonês

Rap do amor
eu sou o seu lobo,voce é minha raposa,eu sou o seu marido e voce é minha esposa.
voce é muito linda,voce é maravilhosa,eu te amo d+ pois tú é milagrosa.
voce é graciosa,voce é bem cheirosa,voce é muito chique,voce é bem luxuosa

Matheus Pazzini

Águia de binóculos

Torre diz para Raposa velha e Águia de binóculos:
A missão é a seguinte:
Águia de binóculos esteja pronta para guerra daqui a uma hora, pois Raposa velha irá lhe buscar.
Águia de binóculos diz:
Ok.

Após uma hora...

Raposa velha diz para Torre:
Águia de binóculos não esta pronta, qual o procedimento a seguir.
Torre diz:
Nova missão Raposa velha:
Esqueça Águia de binóculos.
Pegue a ponto trinta e vá matar as andorinhas que estão no céu.
Raposa velha diz:
Ok.

Nunca demore para estar pronta, afinal o dedo sempre está no gatilho, e o que não faltam são andorinhas no céu.

Bruno Cavalcante

Lá estava uma calma sábia coruja
Observando uma gatuna raposa furtar
Seus ovos para se alimentar,
mas antes da ação terminar calmamente começou a falar
"Raposa astuta, antes que com meus ovos fuja
Tem algo a lhe dizer, algo para você aprender..."

Claro que a curiosidade da raposa teve de aparecer
E ficou lá esperando a coruja falar
"Aposto que já escutou o leão alto rosnar
E para o vento entonar que o rei da selva não?"
A Raposa concordou sem hesiação...
Ainda sem entender o motivo daquela conversação

"Pois saiba que o pobre leão
Só é rei enquanto se mantiver guardião
Das encostas rochosas e savanas
Tão secas de um predador maior"
"Só pode estar brincando, não há besta pior
Que o leão de infinita gana!"
Respondeu a raposa, já desinteressada nos ovos
Que deveriam ser alimentos novos

A ave sorriu e finalmente concluiu
"Apesar de astuta, és inocente
Por acreditar que tão bobamente
Que leão poderia debaixo da terra
Vencer a toupeira numa guerra
Ou que no interior das embaranhadas matas
Conseguiria derrubar o gorila, rei dos primatas.
O leão só será um grande rei
Enquanto obdecer a mais importante das leis:
A lei da natura, onde prevalece o mais forte
Independente de como o mundo se comporte...

Por isso não venha no céu da noite
Tentar um roubo a rainha do céu
Que irá considerar esse atentado com um açoite
E mostrará que a astúcia não o impede de passar pelo véu"
Assustada a raposa perguntou quando se encolheu:
"Se és a rainha do céu noturno, porque não me abateu?"

"Porque simplesmente estaria desafiando a lei
Que diz que a maior qualidade de um rei
É saber admirar a sabedoria de não tentar nenhuma ousadia,
Então cara raposa cuidado com que anseia
Para não acabar presa em uma perigosa teia,
Ande agarrada firmente a precaução
E perceberá que força e sabedoria detalhes são
Da astúcia que ludibria o coração"

Bruno M. Tôp

A Raposa e o lavrador

Cansado de ver sua colheita sempre sendo parcialmente destruída por aquele pequeno animal, o lavrador conseguiu capturar a raposa. Sem a menor piedade, colocou aguardente em seu corpo e ateou fogo.

Sabendo que ia morrer, ela começou a correr pelo meio da colheita, e tudo a sua volta começou a incendiar-se também. Enquanto se afastava, dizia:

- Da próxima vez, procura ser compreensivo e indulgente! É melhor sempre dar um pouco do que se tem, do que querer guardar tudo! Sempre que fazemos o mal, ele termina se voltando contra nós mesmos!

Paulo Coelho (postado por Renato Oliveira)

A Raposa e o rei macaco

Os animais decidiram que o rei do grupo seria eleito por aquele que dançasse melhor. Depois de uma grande festa, onde todos participaram, o macaco recebeu a coroa.

Ciumenta, a raposa foi passear pelas redondezas. Ali descobriu uma armadilha intacta, com comida dentro. Mais do que depressa, pegou-a e a trouxe até o grupo:

- Achei este banquete, e me vi na obrigação de entregá-lo ao nosso rei, que terá prioridade sobre tudo.

Sem pensar muito, o macaco colocou a mão para pegar a comida, e ficou preso na armadilha.

- Você me traiu! – gritava ele.

- Como assim? Eu nem tentei pegar a comida! Mas pelo menos vimos que não estás preparado para o cargo; um animal inteligente jamais toma uma decisão sem antes pensar muito sobre todas as possibilidades e perigos envolvidos.

Paulo Coelho (postado por Renato Oliveira)

Ah insana sabedoria, queria portar-me como raposa e agir como leão, pois como Drummond estou tão farta deste lirismo comedido, queria mais alcançar as estrelas e tê-las em minhas mãos, seria mais fácil do que arrancar de alguém um afago verdadeiro e desinteressado. Deveríamos portar-mos como raposa pelo simples fato de conhecermos bem as armadilhas sem julgarmos ninguém pelo passado tenebroso muito menos pelas ações falhas e de mau gosto, julgar algo ou alguém não nos é de direito, e se fazemos isso é porque estamos mal acostumados a sempre procurar o culpado ao invés apenas tomarmos cuidado e passarmos por cima, vivendo o hoje, pois o ontem, já se foi é passado, se nos sentimos mal devemos chorar, lavar a alma e não deixar as lágrimas secarem no coração a vida já é encardida demais. Roupas novas, perfumes novos fazem com que troquemos também as luzes de nossa vida. Cada problema tem sua solução, isso é fato, esperarmos algo em troca também é fato, somos humanos afinal, sendo raposas ou agindo como leões. Não quero usar de hipocrisia ou falsa modéstia, porque eu mesma espero mais do que deveria e isso não me faz nada bem, então a partir desta data, um tanto inusitada, sem nenhuma comemoração ou fato histórico que decido viver feito raposas e leões, sabendo que guardar mágoas e rancores é como tomar veneno e esperar que o outro morra, tentando driblar as armadilhas rotineiras e afugentar os lobos tanto do coração como dos pensamentos. Viver feliz e pleno é sim uma opção, pois a real felicidade não existe, o que existe são momentos felizes e aproveitar cada um deles tem que ser visto como dádiva. Por mais que eu esteja tão farta de falsos amores, de falsos sentimentos, porém, não estou farta de momentos de alegria e descontração, e não estou farta de amigos que apesar dos defeitos, tanto os meus quanto os deles, estão ao meu lado, e cada um me ama a sua maneira assim como eu os amo, e apesar do amor sempre nos magoaremos, ás vezes até sem querer como quem pisa em uma formiga sem ver, não estou farta de chegar cansada em casa e ter uma cama quentinha pra dormir, água fresca pra beber e alguém pra quem cantar ou encantar. Sei que os problemas que tenho são meus, e que na maior parte das vezes eu mesma os causei, mas não vou transformar isso em doença, e nem vou esperar que o tempo passe para que eu possa resolve-los e colar meu coração, se posso fazer hoje assim será, se cada qual curar e cuidar de seu coração será bem mais fácil. Então é isso, é essa insana sabedoria que quero ter, quero apenas ser eu mesma, com meus defeitos, meus problemas e minhas soluções. A vida é passageira, e não vou me equivocar brigando ou arrumando confusões, um segundo pode trair o carinho que temos por outra pessoa, por eu já ter sido falha, rude e as vezes até leviana e já ter me arrependido é que quis mudar que entendi que nem tudo deve ser observado de tão perto ao nosso redor, seria egoísmo demais querer a sombra e a brisa só pra nós, outras pessoas também sentem calor. Parece clichê, mas é a mais pura verdade, o sol nasce para todos e o fardo que Deus nós dá sempre é de acordo com o que agüentamos carregar.

Daiane Marques

Uma raposa tem 7 manhas e uma mulher manha de 7 raposas

Hélio Riquezo

" Volta Raposa? Já separei algumas uvas e galinhas pra te animar a face. Volta? A toca é muito sem graça sem você..."

Tassia Ferreira